Conquista

UOL
   Notícias!

Marido feliz, a formatura na 6ª feira foi bonita, ele que se empenhou tanto tb na organização da cerimônia e estava tão estressado mas deu tudo certo, missão cumprida meu amor!
Eu parecia “a mãe da noiva”, orgulhosa do meu amor, feliz por vê-lo realizando seu sonho, emocionada c/ a sua emoção, o homem chorou tanto, gente... só vendo! Foi lindo sim.
Modéstia à parte, eu estava lindona. Caprichei p/ fazer bonito e encher meu gatão de orgulho. Aliás, ele não parou de elogiar, disse que eu era a pessoa mais linda e elegante do evento. E não é que ele acertou? Haha  Eita, estou precisando calçar as sandálias da humildade fi fiu fifi fiu fifi fiu fififi fiuuuu
Foi uma cerimônia de colação de grau, no início da noite, nada que exigisse uma produção muito exagerada. Acho até que fica feio, cafona, usar certas coisas em eventos deste tipo. Acertei na medida e me senti muito bem no meu terninho vermelho, novinho em folha, que ainda por cima me deixou mais magra do que estou. Acertei na escolha do sapato, dos adereços, do novo batom. E eu estava tão feliz, que isto refletiu em tudo. 
Qdo as fotos que forem reveladas, mostrarei a vcs. Mas as melhores, certamente, são as tiradas pelo fotógrafo profissional, estas demoram, paciência!

Depois comemoramos em família, jantando numa churrascaria. Foi legal. Não abusei, comi saladas e carnes, meu único deslize – totalmente consciente foi comer 2 mini-pastéis de catupiry, aqueles que são servidos na entrada e estavam ótimos, valeu a pena. Comportamento bonitinho.

Sábado foi dia de descanso. Resolvemos não fazer N-A-D-A. A cidade maravilhosa amanheceu coberta por uma névoa que demorou um bocado a sumir. E eu esperando p/ ver como o tempo FICARIA, os planos envolviam uma gostosa praia. Mas depois, optamos por ficarmos de papo pro ar em casa mesmo. Só saímos p/ levar nosso cachorrinho ao pet shop p/ tomar banho.
Dormi demais no fim da tarde, fui acordar quase 23h. Fiz meu lanche-jantar, vi um filminho c/ o Vi, filhão vendo outro no quarto dele, uma calmaria tão boa, só que aí qdo a família ficou c/sono eu estava super desperta né? Vim p/ Net, visitei mais blogs amigos, claro que não consegui ir a todos, mas devagarinho eu chego, viu gente? Já preparei até 1 tab. onde controlo direitinho p/ garantir ir a todos! Nesta brincadeira, fui deitar 4h da manhã.
Domingo de sol, acordei e fiz hora no micro enqto o Vi assistia à F1. Depois, íamos à praia. Não é que atacou a dorzinha de cabeça no homem? Me pediu tão constrangido p/ compreender e p/ ficarmos em casa...sou tão boazinha qdo quero, gente... aceitei né? Fazer o que? O sol maravilhoso, deu pena mesmo...mas não quis ir sozinha. Minha melhor amiga dodói, não iria. Pensei em chamar outra querida amiga, mas resolvi ficar em casa com ele.


Lendo o jornal, vi que era Dia do Orgasmo. Legal, não sabia que havia este dia! Devidamente comemorado, não tenham dúvidas haha


Gente, p/ quem ainda está em dúvida, reafirmo: Eu continuo no VP sim! Estou seguindo orientações de nutricionista e amparada por um endocrinologista devido ao platô de 5 meses, era preciso verificar/cuidar disto de uma maneira personalizada! E se estou, temporariamente, c/ um cardápio mais restrito – embora eu seja contra radicalismos e restrições, é pq esta fase de sacodida no metabolismo se fez necessária.

Não, eu não aderi a SB, Atkins ou qquer coisa assim por minha conta, estou c/ profissionais SÉRIOS me orientando, me ajudando a vencer uma postura de defesa do meu organismo que estagnou, me pôs em manutenção antes da hora. Neste momento meu cardápio é sim uma espécie de dieta de proteínas, numa ação especial/emergencial e aos poucos, a nutri irá reequilibrar este cardápio, voltarei a comer de tudo conforme orienta o VP, seguindo aquilo que me trouxe até aqui, aos resultados que tanto comemorei e ainda comemoro. Mas como já lhes contei, não vou ficar comemorando indefinidamente os gols do passado, se estou ainda em campo e c/ tudo p/ fazer novos gols. Mas emagrecer a qquer custo não é a minha, quem me acompanha sabe disso. Sei que só  reed. efetiva me garante chegar e me manter onde quero e vou estar.

Ah, e fui à reunião de 6a feira sim, pesei...mas só conto o resultado oficialmente na próxima 6a feira (5/8), dia da consulta c/ a nutri ok? Até lá... suspense...rs

Importante: Muita gente me incluindo no MSN, porém nomes que eu não reconheço, pode ser apenas por usarem no end. de e-mail indicado um nome diferente do que usam p/ comentar etc. Então vc que me adicionou mas ainda não foi autorizado, por favor, identifique-se por e-mail dizendo direitinho quem é e terei a maior satisfação em incluí-lo p/ batermos papo combinado?

Atenção galera, vamos lá, está feita a chamada para o próximo encontro, o VII das Blogueiras Light do RJ, o selinho está abaixo, divulguem, compareçam! O convite c/ maiores detalhes está no blog Emagrecendu, da Denise!

Recados: Loira distraída e Mauna,  não consigo abrir o blog de vcs! snif snif! Arlete, no seu eu não consigo comentar!
                Bibi, seu blog pede senha p/ visitar, eu não a tenho, então... snif!

Amanhã eu volto, com uma assuntinho legal, tomara que gostem! Beijos, fiquem com Deus!



 Escrito por Beth ?s 21h06
[] [envie esta mensagem]


 
   A Lara sugeriu que eu escrevesse sobre ‘começar a dieta’. Gostei! Refleti, deixei fluir... vamos ver no que deu!

Fiquei pensando no assunto, lembrei de qdo este processo começou p/ mim. O que me fez querer emagrecer? Básico: o fato de estar mais que gorda, obesa e mais ainda: obesa mórbida!  Mas isto era tudo p/ fazer algo? Deveria ser, mas não foi assim comigo. Pq gorda eu fiquei há mais de 25 anos e obesa há mais de 20. Estar ‘alguma coisa’ nem sempre nos toca p/ uma ação efetiva. Mais que isso, é preciso uma conscientização muito ampla da situação, que envolva COMO ESTOU!, PQ ESTOU?, DESDE QDO ESTOU?, O QUE ISTO ME TRAZ DE BOM / RUIM?, COMO ME SINTO DESTE JEITO?, É ASSIM QUE QUERO ESTAR?, COMO QUERO ESTAR?, PQ QUERO ESTAR DO OUTRO JEITO?” etc.
Isto já dá bastante trabalho p/nossa cabecinha e principalmente nossa emoção. Entrar em contato consigo mesma p/ obter respostas honestas a cada pergunta destas nem sempre é mole e às vezes é duro demais, porém necessário.
Ninguém investe na construção/reforma de uma casa sem consciência de suas necessidade/vontades, das mais básicas ao ‘Plus’, embora vá fazer aquilo que é possível, que tem condições. O que não impede de fazer uma ‘meia-água’ (edícula) e ampliar na medida do possível,fazê-la maior, mais bonita e confortável, certo?
Mas falando na nossa própria construção, dependendo de como estamos e dos ‘porques’, sabemos que muitas vezes é preciso uma avaliação tão profunda que irá nos mostrar o que está por trás da aparência atual que não nos agrada. Enxergar o que, lá por dentro, nos levou a estarmos daquele jeito. E isto envolve avaliação física/emocional. A física através de exames médicos, identificação de sintomas e causas etc. A emocional, é a ‘bacana’ que nos faz encarar coisas que muitas vezes deixamos de lado, escondemos de nós mesmos, como quem pega aquela carta, aquela foto e esconde no fundo da gaveta, não joga fora mas tb não quer ver p/ não lembrar, não chorar, não reviver e infelizmente, não desapegar. Assim, nesta pesquisa podemos descobrir/redescobrir traumas, dores, mágoas, alegrias, tristezas, emoções diversas que armazenadas, mal administradas, não vividas adequadamente etc. podem causar uma série de pensamentos/atitudes e FALTA DE ATITUDE que nos trouxeram aonde estamos. E a descobrir que precisamos nos desconstruir, p/ reconstruir.

Nem toda casa precisa só de pintura, novas telhas, móveis modernos p/ ficar ‘nos trinques’. Algumas precisam de obras sérias, p/ não caírem! Nem toda mancha na parede é sujeira ou falta de uma nova demão de tinta. Pode ser causada por infiltrações, por ex.!
Vejo que com a gente é assim tb. Portanto, não adianta olhar, se ver gorda, resolver que vai recauchutar de todo jeito, tratar da fachada sem entender se a estrutura e tudo mais está ok, pois senão a fachada vai ficar novamente ruim. E mesmo que a gente fique ali, recauchutando o tempo todo sem olhar por dentro, impedindo a fachada de mostrar como as coisas realmente estão, não adianta. Pq se for apodrecendo por dentro, um dia será pior. Cai a casa aparentemente linda, toda pintada mas totalmente ferrada naquilo que a mantém efetivamente de pé.
AFIRMO que o que me levou a começar DE VERDADE a cuidar de mim no que se refere ao meu corpo, a reverter o quadro, sair da obesidade etc. foi uma avaliação honesta, profunda das minhas estruturas, de tudo que me compõe muito além da fachada. Isto não aconteceu de repente. Hoje sei que foi fruto de um auto-conhecimento que começou lááá atrás e foi aumentando, me preparando para isto.
Poderia ter feito isto tudo há mais tempo, ter cuidado melhor do meu corpo à medida em que ia avaliando, mas no meu caso, não aconteceu. Até acho que cuidei sim, qdo ao menos parei de estragá-lo, reneguei os métodos ineficazes e perigosos aos quais antes recorri e que poderiam ter me feito muito mais mal. Já foi um belo começo saber ‘como não começar’, enqto me lapidava por dentro, me compreendia melhor, jogava fora o que não prestava, revia c/ atenção e sinceridade cada ‘guardado’ que me levou a deixar as coisas rolarem de um jeito ruim.

 

Mas não só buscando as nossas ‘porcarias’ encontramos os impulsos p/ mudar. É tb identificando, em paralelo, nossas forças. É ver/assumir que apesar dos problemas estruturais, tem muita coisa boa ali, que vale a pena, é admitir nossa essência boa, nossa capacidade de corrigir, de eliminar tudo que nos prejudica, nos fere intimamente e nos faz deixar de levar a sério algo que queremos e que nos fará bem. Descobrir o pq de cada auto-sabotagem, de cada vez que demos as costas aos nossos objetivos, mas principalmente descobrir que querendo, podemos tudo, recordando/revivendo situações em que fomos vencedores, em que superamos dificuldades, em que crescemos ao dizer um Sim ou um Não adequado às circunstâncias da vida, através das nossas ações e reações.
Olhar p/ dentro não mostra só dores e mágoas, erros...por mais que existam. Sempre mostra tb ganhos, vitórias, alegrias, só que o velho hábito de supervalorizar as coisas ruins acaba fazendo c/ que as boas fiquem esquecidinhas num canto. E esta varredura interior nos mostra isso e é aí que precisamos nos apegar p/ dar a volta por cima.
Enqto vamos resolvendo tudo lá por dentro, devagar, enqto vamos nos desconstruindo, vamos já compreendendo, planejando, preparando o que vem por aí. Derruba aquela parede que tem viga defeituosa mas já projetando a sua reconstrução, com amor, com responsabilidade, com energia. Com confiança.
Começar, pelo visto, é assim. Entendendo os COMOS e os PORQUES.
Pode ser que seu caso seja uma super obra, que envolva mexer nas estruturas mas pode também ser realmente uma nova pintura e só. Não importa. O que importa é que vc QUER mudar e se você quer, você pode. Porque desde uma reforma imensa até um simples retoque na tinta, vão requerer VONTADE – com clareza do PORQUE da vontade, DEFINIÇÃO DA META, PLANEJAMENTO, AÇÃO E GERENCIAMENTO que garanta que este projeto seja bem sucedido e que resulte naquilo que vc realmente quer para si mesma.
E sempre, Sempre, SEMPRE dependerá da  renovação constante da vontade, da força, do entusiasmo, da coragem, do bom senso. Da alegria c/ que está nesta empreitada. Da persistência mesmo diante das dificuldades – não adianta, elas existem e sempre existirão, a gente é que vai dar a elas o tamanho que quisermos. Eu prefiro vê-las pequenas, assim não as deixo superarem minha vontade, meu trabalho. Da paciência necessária. E de tudo que nos leva ao que queremos.
Acho que começar é assim. Depois, é continuar. Para continuar, tem que começar.
Eu comecei. Continuei e continuo ainda...continuarei sempre. Botei a casa abaixo e descobri que reconstruí-la é mais que uma necessidade, é um prazer, uma alegria. Agora ela estará sempre lindinha, por dentro e isto é que vai refletir e fazer ela ficar lindona por fora!

 Fiquem com Deus! Beijos!



 Escrito por Beth ?s 08h03
[] [envie esta mensagem]


 
  

 

Sexta-feira, graças a Deus. Gente, estou trabalhando tanto, mas tanto, que dói. Não tenho medo de trabalho não, mas este projeto vai me tirar o couro hem? Tomara que tire umas gordurinhas tb haha

Estou tinindo no meu plano alimentar orientado pela nutri. Faço tudo tão direitinho que dá gosto e um baita orgulho de mim mesma. Não nego que tem hora que sinto uma vontade danada de comer fruta. Hoje no almoço, deu vontade de comer abacaxi. Lembrei: semana que vem, poderei. E pronto. Mudei o pensamento, não me senti uma pobre coitada. Ao contrário, me senti abençoada. Privilegiada por poder me dar esta chance, mudar a história de novo, conquistar o que quero. A gelatina diet supriu direitinho. Dia 05/08 saberemos o que isto dará de resultado.

Novidade: a esta altura do campeonato, consegui comer brócolis cozido e não achar ruim, nem bom. Ou seja, dá p/ comer sem fazer cara feia. Provei mil vezes no passado, dava até ânsia. Agora entra macio...rs...estou ficando mocinha e tenho mais 1 opção no cardápio, como é interessante fazer estas descobertas agora, depois de tantos anos!

Que chato! Não tenho feito ativ. física. Calma, há motivos. Voltarei à hidro só em meado de agosto. No condom. onde moro, por ser alto, venta muito, um vento frio. A piscina é aquecida. Mas é descoberta, o que acho ótimo. Mas podiam cobri-la durante a noite. Não fazem. A água sai quente mas esfria durante a noite, c/ o vento, o ar que vem da praia. Chega 7h da manhã, além do ventinho gelado, a água está fria. Sai do cano quente, mas a que a gente mergulha é fria. Mesmo c/ blusinha de neoprene, tem sido barra. E eu estava sentindo demais, gripando demais, tendo reflexos na coluna demais e qdo não está friozinho, isto não acontece. Em agosto já não teremos tanto ventinho aqui nem friagem. Voltarei.
E a caminhada? Está em stand by tb. Circunstâncias especiais, é por poucos dias. Além disso, estou matutando mudanças, além da alimentação, vou implementar diferenças no movimento do corpo. Até semana que vem decido e conto. Mas estou sentindo falta, não estou mais p/ moleza demais não...rs

Febre de shopping no RJ: 4 dias de liquidação, descontos em todas as lojas de todos os shoppings. Já pensaram nisso? E eu dura. Nem por isso deixei passar em branco. Comprei bijouteria na véspera, c/ 50% de desconto, comprei de novo ontem e uma bolsa tb. E estou em cócegas, acho que vou na Renner ver se tem algo bonito e barato lá p/ mim. Marido nem imagina que estou mau intencionada...tra la la

Curiosidade (ou mexirico? rs): Estava no salão ontem (5a) fazendo a unha. Uma cliente lá estava c/ uma filha, adolescente, que acabara de chegar de uma temporada em Paris (chique, hem?). Não as conheço, mas sabem como é salão, a gente ouve tudo, participa de tudo...rs Ouvi a seguinte conversa, qdo a outra filha, que pintava o cabelo no outro andar, chegou e cumprimentou a irmã mais nova: "Oi querida, saudade! Fez boa viagem? Nossa, menina onde vc conseguiu isso (cutucando a barriguinha da garota) e isso (apertando as coxas da irmã)? Olhei e reparei, as duas bem magras, mas a que chegou de viagem, um pouco encorpada. Mas magra, magra mesmo. E a mãe, toda orgulhosa, contou: "Pois é, que bom, ela voltou pesando 52 kg! E a menina mais nova corrigiu: "Não, é 54!". A mais velha comemorou e disse: "Já eu, não tenho jeito, não saio disso, é sempre entre 48 e 50 kg, agora estou no 50 e pronto, não muda! A mãe, sorridente (aliás, super simpática) comentou: Ah, mas está bom, 50 é melhor que 48!

E eu fiquei rindo por dentro, pensando no meu post de ontem. Em como as coisas são. Um trelelê danado por causa de kg a mais (sejam muitos ou poucos) e ali, duas meninas lindas, jovens, comemorando pq uma ganhou peso e assim, deixou de ser magrela p/ ser magra c/ alguma curva, o que a outra lamentou não conseguir. Viram só como são as coisas? Tudo depende de cada um, da forma como cada um compreende um corpo legal. E tem gente que sonha em virar varapau... aí não né? Ficar bacaninha e coisa e tal ok!

Estou terrível. Outro dia li em um blog amigo algo que tb estou fazendo, sem querer. Dei p/ ficar de olho no prato dos outros, nos restaurantes e pças de alimentação. Se a pessoa é gordinha e põe coisas pesadas no prato, eu disfarço mas intimamente fico pensando, avaliando o qto aquilo poderá lhe fazer mal, engordar mais etc. Não demonstro, claro, sei o qto olhares críticos nos fazem mal. Mas não vou negar, no fundo eu penso mesmo, fico torcendo p/ aquilo ser uma exceção, p/ a pessoa se conscientizar, se cuidar, sentir a alegria que nós que estamos na batalha sentimos!

AGORA O MAIS IMPORTANTE!

Ele nasceu e se criou de forma simples, humilde. Vida de esforço, de muito trabalho. As dificuldades, o foco na família, no bem-estar dos seus, a preocupação em doar-se e deixar-se p/ depois, fizeram-no adiar alguns sonhos, que guardou p/ a horinha certa. Foi vencendo uma a uma as circunstâncias adversas, munido de esperança, confiança, fé e depois de tantas coisas, de muita garra, dedicação, esforço, ele realiza seu sonho. Está se formando, concluindo a faculdade, conquistando seu canudo. Merecidamente, ele está obtendo o resultado de tanta força de vontade e de não ter deixado de lado seu sonho. Parabéns meu amor, que esta etapa que se encerra seja muito curtida e abra caminho p/ tantas outras conquistas que eu sei que você ainda deseja e VAI obter!

  

Para todos vocês, um lindo fim de semana! Prometo tentar atualizar as visitas! Beijos



 Escrito por Beth ?s 22h50
[] [envie esta mensagem]


 
   Complexo? Sai dessa!

Outro dia, qdo mostrei mais algumas fotos minhas de Antes e Depois, falei sobre a ausência em mim de complexos, graças a Deus, isto não me atingiu. Entre os muitos comentários recebidos, diversas manifestações confirmando que muita gente possui sim, alguns complexos, se escondem/inibem por se sentirem fora de contexto. Mas, felizmente, todos tb manifestando intenção de rever esta posição e dar a virada, sair da casca. Que bom!
Andei lendo sobre o Complexo. Saiu no site do MSN um artigo sobre o assunto e me estimulou a avaliar e associar ao que observo a vida toda e bem especialmente agora. E se Complexo é algo que nunca quis ter comigo, agora mesmo é que eu o repudio de vez, nem p/ mim nem p/ vcs ele serve, p/ nada! Não permite que se caminhe p/ a frente e ainda por cima leva p/ trás. Sai fora!
Muitos motivos podem levar alguém a ficar complexado, entre eles: saber-se fora de padrões pré-estabelecidos de peso/medidas, defeitos físicos, culpa, diferenças sociais, intelectuais etc., enfim tudo que faça c/ que a pessoa se sinta diferente. E menor...mas peraí! Ser diferente não é ser inferior, gente boa!

Já pararam p/ avaliar os complexos que existem à sua volta?
 
É gente complexada por ter muito ou pouco busto, por ser bem alta, ou por ser baixinha, por ter cabelo liso ou crespo. Por isso, por aquilo. E aí, tudo é questão de ponto de vista, de objetivos etc. Para algumas mulheres 1,80 de altura pode ser demais, p/ outras é ótimo,  p/ modelos então, é o sonho dourado! Já quem mede bem menos, o que acha? Mas há quem adore! Pq não tem nada a ver, baixinho ou altinho, o que vale afinal é a altura ou o que a pessoa carrega em si? Ser baixo ou alto faz a diferença em determinadas situações, tudo é relativo. Mas nada disso pode interferir negativamente na auto-estima, no respeito que cada um deve ter por si mesmo.
Desde crianças podemos ser submetidos a situações que nos levem ao complexo. Infelizmente, até dentro de casa é comum ouvir coisas que tentam baixar a bola, piadinhas de mau-gosto, frases de desestímulo, alusões a ‘estar gordo ou magro’, ser ‘assim ou assado’. Mas a gente cresce, a gente pode perfeitamente soltar as amarras que por ventura tenham sido criadas antes. Temos sempre condição de mudar a história. Afinal, é a NOSSA história.

Sim, estar gordo incomoda, eu não nego... embora há quem não se incomode tanto – e não adianta dizer que isto não existe, pois existe sim. Muitas vezes quem diz que não liga está só disfarçando de si mesmo e do próximo a sensação de impotência, a acomodação, a falta de gás p/ empreender esforços p/ emagrecer.

Mas há quem realmente se sinta bem em estar um pouco acima do peso. Não falo em obesidade, neste caso específico, pode ser um sobrepeso que não chegue a impedir a pessoa de nada.
 
O problema é que eu vejo gente que está com alguns kg a mais, falando como se fosse o último ser da face da terra, uma aberração, um nada. O fato de não ser exatamente como a fulaninha da capa da revista, a siclaninha do filme X, já é suficiente p/ que muita menina (e às vezes nem tão menina assim) se complexar. E é um tal de ‘não uso isto, não vou àquele lugar’ etc., como se todo mundo tivesse obrigação de ter o corpo, a cara, o porte da atriz/modelo Y, etc. Não estou criticando, estou sinalizando, até pq muitas amigas já comentaram claramente sobre isso, não é? Eu compreendo! Mas puxo as orelhinhas sim!
Mas e quem é realmente obeso ou, pelo menos, carrega um corpo bem mais pesado do que deveria? Justifica ficar complexado? Sinceramente, embora eu compreenda muito bem os motivos, a resposta é NÃO.

Se complexo causasse a virada, a determinação em mudar as coisas, até pensaria no assunto. Mas ele só causa mais estagnação. Ele afasta a pessoa cada vez mais de si mesma, dos seus sonhos, das suas necessidades. E se escondendo do mundo e de si mesma, ela deixa de ir à luta. Pq o complexo passa sensação de impotência e esta, crescendo cada vez mais, 'senta' mesmo a criatura.
Os olhares na rua são muitas vezes cruéis e eu sei, cansei de recebê-los. As piadas de mau-gosto, que dá vontade de enfiar uma meia cheia de chulé na boca de quem falou, tb incomodam. A gente é que aprende a contornar, a levar na brincadeira- tudo depende de quem disse e como/qdo disse. O espelho mostra algo que não gostamos de ver, que está diferente do que gostaríamos e isto desgosta sim. As roupas nas lojas não cabem, os modelos que queremos usar não nos caem bem, tudo isto é real.
Mas ter complexo não muda a situação. Não faz com que o espelho, as pessoas, as roupas etc. cedam.
O que faz a mudança é a gente se olhar c/ carinho, amor, respeito, consideração. E ter atitude. Admitir que algo precisa ser feito e fazer.

 Fazer c/ responsabilidade, claro! Pq o complexo tb pode fazer com que se tome atitudes drásticas, perigosas e que só vão nos trazer mais problemas e, consequentemente, frustração e mais complexos depois.

Não pode usar biquíni – não se sente bem? Use maiô e batalhe p/ um dia poder mudar! Não consegue comprar a roupinha na loja X? Compre a outra, mande fazer, faça algo bem bonito, do jeito que vc gosta e que lhe fique bem, mas batalhe p/ depois ir na loja e escolher o que quer usar! Vc é a ‘referência’ pelo seu tipo físico: “é aquela Gordinha ali”? Deixe de ser, tratando de si mesma e emagrecendo!
Mas enquanto isso, não se esconda! Enqto for a ‘gordinha ali’, seja a gordinha feliz, sorridente, que se ama, que se trata com respeito, que faz o melhor por si mesma, que esbanja VIDA que muita gente não possui, independentemente de ser magra, linda ou seja lá o que for. Não é a aparência que nos dá ou nos tira o que temos de melhor!
Acabo por aqui, desejando a vocês todo o amor que merecem  sentir por si mesmos.
Vamos já já sair do baú, combinado? Mostrem-se, vocês são efetivamente lindos! Beijos!



 Escrito por Beth ?s 23h12
[] [envie esta mensagem]


 
   Estratégias & Resultados (desconheço a autoria)

Esta é para pensar e reformular nossas idéias:
Dizem que havia um cego sentado na calçada em Paris, com um boné a seus pés e um pedaço de madeira que, escrito com giz branco, dizia: "Por favor, ajude-me, sou cego".
Um publicitário, da área de criação, que passava em frente a ele, parou e viu umas poucas moedas no boné. Sem pedir licença, pegou o cartaz, virou-o, pegou o giz e escreveu outro anúncio.
Voltou a colocar o pedaço de madeira aos pés do cego e foi embora.  Pela tarde o publicitário voltou a passar em frente ao cego que pedia esmola. Agora, o seu boné estava cheio de notas e moedas. O cego reconheceu as pisadas e lhe perguntou se havia sido ele quem reescreveu seu cartaz, sobretudo querendo saber o que havia escrito ali.
O publicitário respondeu: "Nada que não esteja de acordo com o seu anúncio, mas com outras palavras". Sorriu e continuou seu caminho.
O cego nunca soube, mas seu novo cartaz dizia:
"Hoje é Primavera em Paris, eu não posso vê-la".

Mudar a estratégia quando nada nos acontece...pode nos trazer novas perspectivas.

 

Eu gosto muito deste texto. Reencontrei-o nos meus guardados e na mesma hora pensei que poderia tb ser aproveitado neste blog, relacionando-o ao nosso processo de emagrecimento. Ás vezes ficamos amuados em função de resultados que não estão mais aparecendo, nem sempre sabemos direito como mudar a situação, como reverter um quadro negativo ou estacionado. Nem sempre estamos fazendo a coisa errada. Mas às vezes precisamos mudar o certo por um outro certo, um certo mais adequado ao nosso momento.
Não somos os mesmos o tempo todo, evoluímos, mudamos a cada instante, as circunstâncias mudam, é um movimento contínuo. Desta forma, é natural que as estratégias e táticas adotadas precisem mesmo de avaliação, precisem tb de ajustes, mudanças mesmo.

Neste momento em que estou, o texto foi mesmo um achado.
Afinal, estou exatamente no começo de uma nova fase, de mudanças táticas importantes, como disse ontem. A gente se acomoda c/ certa facilidade, entra naquela de "time que está ganhando não se mexe" mas tem que ter atenção e ver se o time está ganhando mesmo, se não vem empatando ou perdendo c/ mais frequência, sempre há um jeito diferente de fazer a mesma coisa.
Mas não nego que as mudanças assustam e não vou negar que estou sentindo um pouco a diferença do que vinha fazendo até aqui p/ esta nova tática. Venho há 2 anos investindo em algo que não impõe qquer restrição, um modelo consagrado que, repito sempre, é campeão e responsável por tudo que alcancei até aqui
.
Pena que meu corpo resolveu sentar, cruzar as perninhas e assoviar, fingindo que não nota que continuo batalhando. Mas agora vai levantar. Se precisa de cutucão, tome cutucão!
Estou muito feliz. Sei que os resultados não vão aparecer assim, da noite p/ o dia e nem penso nisso, continuo querendo prosseguir passo a passo, desde que p/ a frente, claro! E é interessante, aquela ansiedade que já estava começando a se fazer presente e me incomodar, tentando me tirar de uma serenidade que me acompanhou - na medida do possível, claro até pouco tempo atrás, já está indo embora. Já foi.


É impressionante como me sinto novamente tranquila, certa de que estou num caminho seguro (bem orientada, claro), certa de que é questão de persistência e de tempo. Me sinto como me senti durante quase todo o percurso, só mesmo estes 2 últimos meses me abalaram um pouco, embora não me tivessem minado, nem por um segundo, a vontade de seguir em frente, não esconderia de mim mesma nem de vcs que o saco estava cheio...rs
Agora me sinto diferente. Aquela impressão de que estava numa esteira em que por mais que andasse não saía do lugar, passou. Me sinto em efetivo movimento, de novo.
Mas acho que tudo isto me ensinou muito, tb. Aprendo ao longo da vida e mesmo c/ este processo que de tudo, absolutamente, tudo, a gente tira ensinamento, a gente cresce. Aprendi a obter ganhos até das perdas. Ganho de experiência, de força p/ tentar mais um pouco, sempre mais. 

Esta etapa do meu processo possui restrições a carboidratos num 1º momento e isto me faz sentir falta das frutas que adoro. Mas na semana que vem elas voltam, aos poucos, ao cardápio. Estou seguindo à risca as orientações. Só cometi um errinho, não foi um deslize foi erro mesmo, eu achei que água de coco podia e tomei 1 caixinha no sábado e depois meu marido viu que não poderia esta semana. Foi só isso. O resto, foi legal.


Qdo a gente confia no que está fazendo, fica mais fácil.
Assim como confio no VP, estou confiando muito na nutricionista e cada vez mais confiando no meu taco. Apesar de sempre ter sido contra restrições, o fato de estar bem assessorada, não estar seguindo algo por minha conta, saber que é um período especial e que aos poucos o equilíbrio voltará ao meu prato, enfim, toda a consciência do que está sendo feito, por que e para que, me dá total tranquilidade e digo, c/ toda sinceridade: estou muito, muito feliz mesmo.
A sensação é igual à que senti qdo comecei esta história toda, há 2 anos atrás.


Estou reescrevendo meu cartaz, nesta fase que agora há de ser a final desta caminhada. Estou, como o publicitário do texto acima, fazendo a mesma coisa, de um novo jeito. E vai dar certo!
Beijão...



 Escrito por Beth ?s 20h27
[] [envie esta mensagem]


 
   Começando a semana cheia de lero-lero!

Gente querida, obrigada por tantos elogios p/as fotos, modéstia à parte os recebo em meu nome e no das meninas muito envaidecida sim, tb achei que nós saímos lindinhas demais hihi Metidíssima não é? Estou sim... eita que isto faz um bemmm! Vejam mais fotos!


Marsele e Vinícius, Cacau, Beth e Isabelle


Nós de novo, a Denise que fotografou, então nos privou dos seus belos
olhos azuis nesta foto!

A Sô comentou que antes achou que eu estava meio cansada e que nas fotos viu que estou legal, está certa amiguinha, eu andava cansadona, mas era necessidade de dar uma parada. Trabalhando DEMAIS, correndo MUITO, preocupações/compromissos até não querer mais e esta semaninha que tirei de férias, mesmo sendo poucos dias, ajudou pacas. No mais, sobre meu processo, estava de saco cheio do tal platô mas JAMAIS desanimei, estava ansiosa p/ chegar o dia da nutri e como chegou e foi ótimo, juntou tudo e deu no que deu, eu c/ meus dentinhos de fora, pois sorrir é algo que eu amo, podem ter certeza de que sorrio c/ o coração.

A queridíssima Lu Coelho perguntou se aquela foto de Antes que publiquei outro dia era minha mesmo ou de uma tia mais velha hahaha era eu mesmo Lu, minha tia era mais magrinha hehe

Estava mesmo imensamente feliz no encontro. Pena que meu amor não pôde ir, foi convocado p/ um curso o dia todo, numa das instituições onde dá aula, sob pena de não poder mais lecionar lá, caso não participasse. Eles fazem isto todos os anos, ele vai de saco cheio mas tem que ir né? Tentou fugir mas não deu jeito...rs

Agora vou contar como foi lá na nutri, 6a feira. Não fui ao VP pq o horário da consulta era o mesmo da reunião. Adorei a nutri, achei simpática, atenciosa, competente, me passou firmeza, confiança. Eu já imaginava que seria assim, quem a recomendou foi o endocrinologista, em quem confio totalmente. São da mesma equipe e... irmãos! rs
Após ouvir atentamente toda minha história, fazer muitas perguntas e avaliar comigo e c/ meu marido (sim, ele fez questão de ir comigo) vários aspectos (foi uma longa e agradável consulta), a conclusão foi de que eu realmente estou num platô, meu organismo está resistindo c/ todas as suas forças e que isto é muito comum, inclusive pessoas gastroplastizadas muitas vezes passam por isto, depois de um bom emagrecimento. Ela elogiou muito meu esforço e determinação, tudo que obtive até agora e vai entrar comigo nesta luta para sair desta estagnação, vamos lá!
Bom, eu não tinha lhes contado, esqueci por causa da viagem e tudo mais, mas na 6a feira retrasada (15/07) no VP tive o dissabor de me ver novamente nos 3 dígitos (100,1). E como eu comi muito na viagem, estava esperando chegar na nutri com bem mais. Felizmente, sei lá o que meu corpo pensa/faz, eu estava com 99,5kg. Diminuiu? Que bom! Ufa! E daí em diante, minha gente, estou certa de que será só progresso.
Engraçado, a gente faz um monte de besteira mas dá uma saudade de fazer a coisa certa, eu comi muito, fora do meu normal e estava enlouquecida de vontade de comer pouco, comer direito, tanto que cheguei e já comecei, naturalmente, a me comportar. Realmente, sei que estou "quase" reeducada, o meu normal agora é outro, os abusos são exceções, um dia foram regra... viva!
Então, voltando à consulta c/ a Dra. Renata (mais uma anjinha no meu caminho): ela me propôs um período de dieta diferenciada do que venho fazendo, p/ realmente mexermos c/meu metabolismo, tirarmos ele do patamar que está, enganar mesmo meu organismo e sair de vez do bendito platô. Após as avaliações que mencionei, farei uma semana de dieta mais rica em proteína e, a partir da 2a, c/ modificações. Ela vai desequilibrar meu cardápio por uns tempos, p/ à medida em que meu organismo for respondendo positivamente, irmos reequilibrando até voltar ao esqueminha normal, da reeducação. Tudo com acompanhamento dela e do endocrinol. Topei, me senti bem segura.
Comecei no próprio sábado a seguir o esquema que ela passou, a próxima consulta será dia 05/08. Primeiramente, a proposta era eu ir mensalmente, mas depois conversamos e mudamos para quinzenalmente. Continuarei indo no VP, semanalmente, pois as reuniões são muito importantes e jamais renegaria o programa vitorioso que me trouxe até aqui! E minha orientadora, que sabe e incentivou minha pesquisa junto ao médico e à nutri, gostará de continuar me acompanhando. Entendo assim: acrescentei 2 reforços na minha equipe técnica. A comissão está enriquecida e cabe a mim, jogar direitinho, fazer minha parte. Daí em diante, é batalhar para fazer meus gols de novo. E eu vou fazer, ah se vou!

No domingo fui ao supermercado e horti-fruti, depois fiquei em casa de bobeira. Maior sol, mas o marido tinha que terminar um projeto em casa, acabei ficando de moleza, dormi pra caramba à tarde e à noite, cedo, p... da vida, queria o micro e ele ali, sentado sem sair, ah... fiquei de bico hehe   Hoje avisei: se quiser o micro, vai usar de madrugada, tá? E ele, cheio de "meda" (rs): Está bem, está bem!!! Ah bom! rsss

Hoje voltei ao trabalho, que sufoco, já comecei a semana c/ uma super reunião que durou o dia todo, interrompemos p/ almoçar rapidamente e depois continuou, acabei saindo do trabalho bem mais tarde, já vi que foi mesmo bom parar uns dias, o que vem pela frente não é moleza não... mas eu aguennnto!


Esta blogosfera é mesmo especial, fascinante demais.
E qdo chegam novos integrantes, fico feliz. Qdo somem algumas pessoas, fico chateada e até demoro um tanto p/ deslinkar o blog, na expectativa de que o dono o atualize de repente. E qdo eu deleto, é sempre c/ uma peninha danada e achando que a pessoa ainda voltará. Muitos voltam, outros não. Hoje comemoro a volta da
Cáritas, querida amiga que ficou ausente por quase 1 ano, ela que foi uma das 1as companheiras que encontrei qdo ingressei neste mundinho bacana. Seja bem-vinda à esta blogosfera que é sua, minha linda!
Assim como dou as boas-vindas a todas as pessoas que vão chegando, se unindo a nós nesta carinhosa caminhada! Sucesso a todo mundo!

Vejam no blog da Denise (tem o convite do próximo encontro e fotos), da Marsele (fotos e novidades, vamos participar da caminhada contra o Câncer de Mama?) e da Isabelle (novidades do próximo encontro - vai bombar e fotos Antes e Depois dela, que vão incentivar muita gente!) Parabéns lindona! E quem ainda não conhece o blog da Claudia (Cacau), vale a pena visitar hem! Marsele tem novidades, que tal participarmos tb da caminhada contra o Câncer de Mama dia 21/08?

Bom, fico por aqui. Amanhã tenho uma mensagem bacaninha, já está até pronta, mas não cabe mais aqui. Beijos em todas, tentarei visitar aos pouquinhos cada casinha ok? Beijão!



 Escrito por Beth ?s 09h36
[] [envie esta mensagem]


 
  

Nem preciso dizer que estou feliz da vida. Hoje tivemos nosso 6º Encontro de Blogueiras Light do RJ e foi muito legal.
A foto abaixo mostra os nossos sorrisos, felizes por estarmos juntas. Conversamos muito, rimos bastante, batemos perna pelo shopping, foi ótimo.

Foto meiguinha:Beth, Cacau e Isa

A 1a a chegar foi Denise, p/ variar...rs...Eu, que moro em frente, cheguei voada logo depois dela enviar um torpedo dizendo que já estava lá. A seguir, Cláudia - Cacauzinha, que participou pela 1a vez e agora será presença constante, gente do céu, ela é um amor sabiam? Estávamos de papo qdo chegaram Marsele e Vinícius, casal lindo, apaixonado e abençoado! E depois a Clarice, elegantérrima, a magra do ano, um exemplo bacana p/ todas nós!
Ficamos esperando a Lika que não apareceu, o que será que houve?
Déia ligou pouco antes, presa em casa por conta do modem queimado, aguardando o cara da Telemar, ai que pena, não pude rever minha linda miss simpatia e meu amigão Bruno!
Renata ligou tb, rouca de tudo, a gripe pegou p/ valer, melhoras p/ vc amiga!
Marcinha tb não apareceu, motivo justo, eu garanto...rsss

O grande momento do encontro: Isabelle, que já emagreceu 10 kg, evitava entrar numa lojinha bacana (Rapsodia) onde havia na vitrine uma bonita saia, do jeitinho que ela gosta. Relutava por receio de não ter o tamanho dela. A gente insistiu, cutucou e ela nada. Então eu e a Cacau entramos na loja enqto as meninas conversavam com ela. Vimos a saia, pegamos, observamos e a Cacau foi até vestir, p/ tirar a teima. E eu fui falar c/ a vendedora. Mostrei a Isabelle lá fora e perguntei o que ela achava, a saia G caberia ou não? E a vendedora disse: Eu acho que até a M dá nela!
Pronto, era o que faltava! Fui lá fora, informei e a Denise arrastou a Isabelle p/ dentro da loja. A mulherada toda lá dentro, um alvoroço danado, a Isa foi p/ a cabine experimentar a saia com a galera toda, inclusive de máquina fotográfica em punho. Adivinhem! Ela ficou com a saia M !!!
Foi uma alegria danada, uma emoção tremenda. E um exemplo p/ todas nós!
Ela, aprendendo que não adianta ter medo, se batalhar o resultado aparece sim e se não entrar na loja, perderá a chance de ter a alegria que teve! Neste momento em que estou postando, sei que ela está indo p/ uma festa, com a saia! Ai que linda!
E nós, querendo tb ter esta sensação gostosa, que a Cacau apelidou de 'Efeito Isabelle'.
Abaixo, a foto do momento em que ela, ainda atônita, constatou que a saia M deu e ficou boa!

QUEM ACREDITA, SEMPRE ALCANÇA!!!

Bom, fico por aqui, certa de que mais uma vez valeu a pena nos encontrarmos, assim como vale a pena a gente estar nesta estrada, fazendo o melhor possível por nós, para conquistar aquilo que queremos.
Mais que uma saia, mais que um manequim menor, mais que um peso ideal, estamos em busca de aprimoramento, de cada vez maior auto-estima, de auto-conhecimento, de muita coisa bacana que, isto sim, fará de cada um de nós uma pessoa melhor e mais preparada para o que der e vier.
E, a oportunidade linda de nos conhecermos, estreitarmos nossos laços de amizade, trocarmos energia positiva, apoio e carinho, é realmente algo que não tem preço.

Para quem foi ao encontro, deixo aqui um beijo carinhoso e meu muito obrigada pela chance de estarmos juntas mais uma vez. Para quem não foi, deixo aqui tb um beijo carinhoso e um desejo de que em breve possamos nos ver!

E já está sendo organizado o 7º encontro, desta vez vai ser divulgado com antecedência e garanto, vai bombar hem!!! Aguardem!!!

Beijos mil



 Escrito por Beth ?s 19h04
[] [envie esta mensagem]


 
  

 

6º  Encontro de Blogueiros Light RJ

Neste sábado, dia 23/07, às10h, na entrada principal do Shopping Rio Sul (Botafogo)

Vamos nos rever, conhecer os amigos que ainda não participaram, vamos conversar, rir, trocar idéias, tirar fotos, compartilhar nosso carinho,nossos processos, nossa alegria e nossa fé em nós mesmos!

Eu estarei lá!

Muita gente já confirmou.

E você, tenho certeza de que não vai ficar fora dessa não é???

 



 Escrito por Beth ?s 22h48
[] [envie esta mensagem]


 
  

Sabia que as fotos que mostrei no post de ontem causariam impacto. Causaram em mim, imagino em vcs! Eu não as conhecia, qdo meus amigos vieram aqui fotografaram mas não enviaram e somente nesta visita que fiz a eles eu as vi em um álbum. Me assustei, sim! Tenho inúmeras fotos de qdo estava daquele jeito, mas estas foram como um socão na fuça...rs...bendita a hora que eu as achei! Porém há algo muito importante a esclarecer:
Mesmo naquele peso e obesidade toda, eu garanto: Estava feliz. Jamais permiti que o corpo deformado, o peso excessivo e algumas limitações que sem dúvida, eu tinha me tirassem a alegria, o prazer de viver, o jeito maroto e me impedissem de me divertir, dançar, pegar minha praia, namorar. Aliás, conheci meu marido um pouquinho menos gorda que aquilo, após ter emagrecido um pouco. E não impediu que nos apaixonássemos, vivêssemos sempre felizes, meu Vi sempre me fez sentir a Cindy Crowford da vida dele, aliás por este motivo a queridíssima Gaby e eu nos tratamos sempre carinhosamente por Cindy, né lindona sumida?
Digo sempre a vcs que não se escondam, não adquiram nem alimentem complexos, não se privem de usar um jeans, um maiô ou o que for - sempre respeitando, naturalmente, o bom senso e sentindo-se bem naquilo que estão vestindo, que não se considerem inferiores a ninguém, não se odeiem nem se desrespeitem por não estarem com o corpitcho desejado! E digo pq eu venho de duas histórias bem distintas! Eu venho tanto de um corpo bonito em que já pesei lindos 58 kg e era o ó do borogodó (perdoem a ausência de modéstia) e venho tb de 140 kg, deste jeitinho que vcs de vez em qdo vêem nas fotos que trago. E sei, portanto, o que é estar um espetáculo e estar totalmente fora de padrões.
Não é p/ ninguém se acomodar, achar que está tudo lindo e maravilhoso, mas enquanto vão se cuidando, emagrecendo gradativamente, buscando a melhor e mais segura/saudável forma de chegar onde querem, não precisam se esconder.
Foto recente, após a aula de hidro.

Ah, qta gente sem ir à praia, pq está assim ou assado, até parece que nas praias só tem gente linda, sarada, sem celulite, nada disso! E mesmo que assim fosse, que isso minha gente? Qta gente sem paquerar por achar-se indigna de ser olhada c/ desejo, com paixão! Qta gente deixando passar oportunidades bacanas por medo da hora em que uma intimidade maior for revelar um pouco mais do corpo ainda fora da forma ideal...
Sim, eu me incomodava por não passar na roleta dos ônibus e entrar neles pela porta de saída, assim como os deficientes, grávidas, idosos etc. Sim, eu me incomodava por ter que pedir cadeira especial ou, na inexistência delas, ficar mal acomodada nas cadeiras plásticas de barzinhos e lanchonetes, com medo de mais uma não resistir e abrir as pernas literalmente, me jogando no chão. Sim, eu me incomodava por ser escolhida pelas roupas e não escolhê-las, e um monte de coisas que vcs já sabem.

Mas não, eu nunca me escondi, nunca deixei de VIVER. Quem convive comigo deste estes velhos tempos bem o sabe. Mas não nego, uma pontinha de insegurança, vez ou outra, pintava.Mas eu a superava, contornava. Não achava justo ser eu a 1a pessoa a me renegar. Afinal, o corpo estava um horror, mas e a mente lúcida, ativa, bacana? E o coração? E o espírito jovial e alegre? Seria justo isto tudo ficar sufocado pela gordura corporal? Fora dessa, gente, não serviu p/ mim e não serve p/ vcs, seja como estiver o corpo de cada um aí!

Certa vez, há muitos anos atrás, estava eu paquerando uma pessoa e notei que estava pela 1a vez meio sem jeito por causa do corpo. Comentei isto c/ meu homeopata.
Ele disse: "Beth, veja bem, se o cara está paquerando vc, é pq está interessado independentemente do seu peso. E veja bem,ele não há de pensar que vc usa um colete inflado por baixo da roupa e que ao tirar o colete vc é magra certo? Então, se ele está a fim e vc também, não se prive de viver, de tentar, de nada, faça como fez até hoje, viva minha jovem!".
Nunca esqueci disso. Foi uma chance de me esconder pela 1a vez e esta chance, eu agradeço a Deus e ao meu querido Dr. Hylton por ter perdido, ela me levaria ao retrocesso e como digo sempre, não sou caranguejo.

Conheci meu marido pela Internet e a foto que enviei a ele p/ me mostrar foi de maiô, na beira da piscina e não impediu que ainda assim ele viesse correndo ao RJ me conhecer e dar continuidade a algo mágico que nos atraiu ainda à distância e nos uniu p/ sempre neste casamento de almas, corpos e corações.
Não, eu não estava triste nem encabulada na foto de ontem (Antes), é que foi tirada sem eu perceber, estava papeando com a Tati, que estava sentada no murinho um pouco mais ao lado, é que eu cortei senão ficava grande demais p/ o post.
Alegria é estado de espírito, minha gente e não pode estar associada ao peso que temos, pelo menos, não de um jeito negativo.Somos bem mais que um corpo e cuidar dele é nosso dever sim, mas sem esquecer de tudo mais que nos constitui.
Estas fotos não visam extrair de vocês Ohhhh e Ahhhh e elogios, embora eles me incentivem e agradem, não nego... mas o objetivo principal é mostrar sempre que com vontade, garra, determinação, paciência e persistência a gente chega onde quer sim. Eu ainda não cheguei. Todos sabem que ando empacada, umas semanas por conta das defesas do corpo e outras por conta dos meus deslizes. Mas eu chegarei sim. E vcs também.
Estas fotos visam tb mostrar a mim mesma, o tempo todo, o qto sou capaz. Pq eu preciso sim, reafirmar isto a mim mesma, todos os dias. Como disse a Magui no seu comentário, não é só chegar no peso e sim mantê-lo, isto é missão de todos os dias e p/ sempre.

As fotos são mais um recurso motivacional. Na hora das escolhas do que e qdo comer, na hora de ceder a um doce fora de hora que pode ser deixado p/ depois, lembrarei disto tudo e pesarei na balança mental, o que mais é importante p/ mim. O prazer imediato que aquilo poderá me dar ou o prazer de vencer afinal esta jornada, chegar onde quero e me manter, sem sacrifícios, mas c/ bom senso, alegria, controle? Sem neuras, mas c/ a cabeça no lugar. 


Hoje fiz os exames pedidos pelo médico. Só hoje? Pois é, nunca lembrava de fazer as 12 h de jejum sem comprometer o horário de trabalho. Hoje em casa, já foi possível e amanhã os resultados sairão. E a nutri está marcada para 6a feira. Estou feliz, um pouquinho ansiosa pq sei que é uma nova etapa que vai me ajudar a percorrer o que falta da estrada.
Mas sei que não estou sozinha. Conto c/ meu amor, meu filho, meus amigos torcendo e incentivando. E conto comigo mesma, c/ minha vontade e força. E conto c/ Deus, acima de tudo. Então, temer o que? Nada né?
Beijos e Feliz Dia do Amigo p/todos!
RECADO: Leiam o post da Nanda!



 Escrito por Beth ?s 14h33
[] [envie esta mensagem]


 
   DE VOLTA!

TEM ENCONTRO CARIOCA NO PRÓXIMO SÁBADO GALERA! VAMOS AQUECER AS TURBINAS? VAMOS NO BLOG DAS DUAS DE DIETA, CONFIRMAR!!! EU ESTOU CONFIRMADÍSSIMA!


Foto do V Encontro RJ: Czinha, Adriana, Valéria, Beth, Marsele e Clarice
E no próximo, vc vai aparecer na foto, não vai?

Pois é, já estou na minha terrinha de novo. Ainda em férias - curtas, mas que pretendo aproveitar cada segundinho, preciosidade ter meu tempo mais livre, fazendo só o que dá na telha.
Acabei não ficando tão afastada assim da blogosfera, tive 2 oportunidades de dar uma espiadinha e até fazer algumas (poucas) visitinhas, lá em Jundiaí, na casa dos amigos queridos que nos hospedaram c/ tanto carinho e alegria.
Na 2a feira fui a SP-capital p/ dar uma volta no comércio do Bom Retiro, que eu só conhecia de passagem e andei pelas lojas, fiquei impressionada c/ os preços baixos, muita roupa bonita de boa qualidade por um preço inacreditável. Pena que a minha grana está curtíssima, ainda assim comprei 1 terninho e 2 blusas, lindos. Depois fui à 25 de março, sinceramente não me surpreendi em nada, é como a SAARA aqui no RJ, sendo que maior, mas valeu a pena, gosto de conhecer os lugares.
Valeu a pena a viagem. Rever nossos amigos, conversar e rir muito, passear e mudar os ares, coisa boa demais.
Alguém aí deve estar perguntando: Será que ela pisou na jaca nestes dias?  Bem amigos, se disser que pisei na jaca, serei modesta. Eu caí de corpo inteiro. É fato que a jaca p/ mim já é muito menos do que foi no passado, mas não há dúvida, desta vez eu detonei. Meu marido chegava a rir de mim. Pois é, comi. Abusei em rigorosamente todas as refeições que fiz. Não que eu comesse abusurdamente, ainda comi menos que a maioria, mas bem acima do meu normal.
Eram 2 pãezinhos franceses de cada vez, era pastel de feira, era aipim frito (mandioca, como o povo de SP chama), era macarrão, era pastel da pastelaria (salgados e doces).
Sábado fomos a Campinas,no shopping Parque D. Pedro (acho que é este o nome) encontrar mais alguns amigos e jogar boliche. Eu estava cansadíssima ainda da viagem, confesso que ao mesmo tempo em que estava feliz por estar ali, começava a dar lombeira e ao invés de andar pelo shopping, me arrastava...rs  Mas andava o tempo todo olhando p/ os lados, vendo se casualmente encontrava alguma amiga blogueira de SP, em especial a Luharita, que é de Campinas! Meu marido, uma hora em que foi c/ nosso amigo comprar um remédio na farmácia, voltou comentando que duas moças gordinhas passaram olhando demais p/ ele e ele logo pensou que pudesse ser alguma amiga minha do blog, já que a carinha dele por aqui é tb "arroz de festa" hehe Metido né? haha
Antes do boliche, mergulhei numa fatia imensa de torta de frutas, deliciosa e super calórica, mas comi sem culpa, estava fantástica. Depois, queimei um pouco dela no boliche - jogo super mal, gosto mesmo é da farra, me divirto muito mas geralmente fico em último lugar no grupo, aliás, foi o que aconteceu. Depois fomos embora,minha amiga passou mal e precisamos levá-la ao hospital, felizmente nada demais, apenas consequências gástricas de um antibiótico forte.
E tarde da noite, minha amiga já dormindo por conta dos remédios que lhe aplicaram, tratei de 'ajudar' meu marido e nosso amigo a dar cabo de uma deliciosa e grande pizza marguerita que ele comprou p/ lancharmos. Bacana né? E a cara sem-vergonha nem fica vermelha sabiam? haha E por aí foi...rs

Bom, mas a vida não é feita só de comida. Eu apenas quis ser sincera c/vcs e mostrar que a Bethinha aqui qdo solta a franga, faz c/ vontade né? Ou seja, prontinha agora p/ levar paulada na moleira da D. Filizola, mas tudo bem. Amanhã tenho exames a fazer, a consulta c/ a nutri está marcada p/ 6a feira, uma nova etapa se inicia p/ darmos continuidade a este processo que já me trouxe tanta conquista e que agora preciso, quero e VOU levar adiante até o atingimento da meta.
Tenho falado mais do que feito ultimamente, tenho consciência disto. E apesar da comilança e falta de controle nestes 3 últimos dias, mais do que nunca eu fortaleci minha decisão de concluir este 1/3 final da estrada. Os elogios dos amigos que não me viam há algum tempo, as roupas que couberam c/ facilidade no Bom Retiro, a vendedora de uma das lojas que respondeu assim a uma pergunta que fiz sobre um conjunto: Ah, eu só tenho tamanho graaande, do 50 em diante! Como se eu fosse muito menor! haha Adorei, quase dei um beijo na bochecha da mulher haha Saí da loja saltitante e o Vi dando gargalhadas de mim.
Mas o que me deu mais uma boa sacodida foi qdo ao apreciar um álbum de fotos do casal amigo,encontrar lá 2 fotos minhas de ANTES de começar meu processo, qdo eles vieram aqui nos visitar. Fiquei impressionada c/ meu tamanho, c/ minhas formas antigas, que conheço muito bem mas que, naquelas fotos, me bateram duro e me disseram claramente: "Ei, criatura, olha só o qto vc progrediu, olha do que se livrou, vai continuar ou vai parar?". E eu respondi a mim mesma, c/ veemência e convicção: Eu continuo!
Trouxe as fotos p/casa, fiz meu marido ir a uma papelaria lá perto scaneá-las e gravar p/ que eu pudesse guardar e mostrar a vcs. Sim, há quem tenha vergonha de mostrar o seu Antes, mas eu acho que isto é fundamental. Mostrar principalmente a si mesmo, p/ encarar os fatos de frente e aí sim, poder trabalhar p/ mudar o que precisa ser mudado.
O meu Antes já tem 2 anos, há alguns Antes de outras pessoas que têm meses, dias até e este Antes pode até ser o Hoje de alguém. Mas se todos encararmos que é um ANTES, estaremos desde já nos propondo a trabalhar por um Depois mais bonito, saudável e que nos traga a satisfação que precisamos, queremos e merecemos ter. Vale a pena.
Hoje, revendo estas fotos, eu fortaleço minha fé em mim mesma e, tendo me afundado inteirinha na jaca, ainda sorrio, assumo as consequências dos abusos mas garanto: não só falando, mas efetivamente agindo, vou em frente. Vejam as fotos e digam o que acham! Beijão! Amanhã estou aqui de novo! Eba! rs...
 

 



 Escrito por Beth ?s 09h40
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Livros, Praia, Dançar, Curtir a vida
MSN -



EU ERA ASSIM  

ESTOU ASSIM Meu nome ? Elizabeth, sou conhecida como Beth
Analista de Sistemas, especialista em Metodologia, Processos e Qualidade em TI, Ger?ncia de Projetos,An?lise de Neg?cios, Auditora ISO, sou leonina do dia 10/08, carioca da gema, moro na minha na cidade maravilhosa (RJ), adoro fazer amizades, sonhar, ler, escrever, sou casada c/ Vicente - meu grande amor, m?e do Alexandre, um filh?o maravilhoso, que ? universit?rio e "boadastra" da Mimi, minha enteadinha adolescente linda a quem chamo aqui de filhotinha.

Meu e-mail: beth.ebprs@gmail.com
Meu MSN: ebprs@hotmail.com



Objetivo deste Blog: Compartilhar meu processo de reeducação alimentar e mudança de hábitos que resultou no meu emagrecimento, me tirou da obesidade mórbida e me ensinou e ensina tanto!



Meu processo: Fui beb? 'cheinho',crian?a de peso normal, na adolesc?ncia tinha ?timo corpo. No in?cio da fase adulta comecei a engordar c/facilidade em fun??o de uma mudan?a p/ pior dos h?bitos alimentares e tb devido a dificuldade que tive em enfrentar alguns problemas pessoais, decep??es e m?goas que se transformaram em Kg a mais (eu as COMI). Durante anos optei por m?todos indevidos, tomei rem?dios, f?rmulas, inje??es, fiz dietas mirabolantes e isto tudo me ajudou a virar uma sanfona que cada vez abria mais e fechava menos. Cheguei ao auge da obesidade c/ 140 kg e dei o basta. Primeiro, fiz um pequeno controle que me ajudou a emagrecer quase 5 kg. Depois, entrei para o Vigilantes do Peso, onde emagreci 53kg c/equil?brio, seguran?a e muita alegria. Aprendi muito, o caminho foi t?o importante quanto os resultados. Eliminei 53 kg com o método do Vigilantes do Peso e atividade física. Aumentei depois alguns kg e agora prossigo, para reconquistar a minha meta e mantê-la para sempre.

Cr?ditos Imagens: Google
Comunidade no Orkut!


Comunidade Orkut: Eu sou f? da Beth - A Conquista! criado com carinho pela amiga Lili (obrigada, lindinha!)
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2052374


 
Clique AQUI e veja
o que eu como!




HIST?RICO
 01/01/2011 a 15/01/2011
 16/12/2010 a 31/12/2010
 01/12/2010 a 15/12/2010
 16/11/2010 a 30/11/2010
 01/11/2010 a 15/11/2010
 16/10/2010 a 31/10/2010
 01/10/2010 a 15/10/2010
 16/09/2010 a 30/09/2010
 01/09/2010 a 15/09/2010
 16/08/2010 a 31/08/2010
 01/08/2010 a 15/08/2010
 16/07/2010 a 31/07/2010
 01/07/2010 a 15/07/2010
 16/06/2010 a 30/06/2010
 01/06/2010 a 15/06/2010
 16/05/2010 a 31/05/2010
 01/05/2010 a 15/05/2010
 16/04/2010 a 30/04/2010
 01/04/2010 a 15/04/2010
 16/03/2010 a 31/03/2010
 01/03/2010 a 15/03/2010
 16/02/2010 a 28/02/2010
 01/02/2010 a 15/02/2010
 16/01/2010 a 31/01/2010
 01/01/2010 a 15/01/2010
 16/12/2009 a 31/12/2009
 01/12/2009 a 15/12/2009
 16/11/2009 a 30/11/2009
 01/11/2009 a 15/11/2009
 16/10/2009 a 31/10/2009
 01/10/2009 a 15/10/2009
 16/09/2009 a 30/09/2009
 01/09/2009 a 15/09/2009
 16/08/2009 a 31/08/2009
 01/08/2009 a 15/08/2009
 16/07/2009 a 31/07/2009
 01/07/2009 a 15/07/2009
 16/06/2009 a 30/06/2009
 01/06/2009 a 15/06/2009
 16/05/2009 a 31/05/2009
 01/05/2009 a 15/05/2009
 16/04/2009 a 30/04/2009
 01/04/2009 a 15/04/2009
 16/03/2009 a 31/03/2009
 01/03/2009 a 15/03/2009
 16/02/2009 a 28/02/2009
 01/02/2009 a 15/02/2009
 16/01/2009 a 31/01/2009
 01/01/2009 a 15/01/2009
 16/12/2008 a 31/12/2008
 01/12/2008 a 15/12/2008
 16/11/2008 a 30/11/2008
 01/11/2008 a 15/11/2008
 16/10/2008 a 31/10/2008
 01/10/2008 a 15/10/2008
 16/09/2008 a 30/09/2008
 01/09/2008 a 15/09/2008
 16/08/2008 a 31/08/2008
 01/08/2008 a 15/08/2008
 16/07/2008 a 31/07/2008
 01/07/2008 a 15/07/2008
 16/06/2008 a 30/06/2008
 01/06/2008 a 15/06/2008
 16/05/2008 a 31/05/2008
 01/05/2008 a 15/05/2008
 16/04/2008 a 30/04/2008
 01/04/2008 a 15/04/2008
 16/03/2008 a 31/03/2008
 01/03/2008 a 15/03/2008
 16/02/2008 a 29/02/2008
 01/02/2008 a 15/02/2008
 16/01/2008 a 31/01/2008
 01/01/2008 a 15/01/2008
 16/12/2007 a 31/12/2007
 01/12/2007 a 15/12/2007
 16/11/2007 a 30/11/2007
 01/11/2007 a 15/11/2007
 16/10/2007 a 31/10/2007
 01/10/2007 a 15/10/2007
 16/09/2007 a 30/09/2007
 01/09/2007 a 15/09/2007
 16/08/2007 a 31/08/2007
 01/08/2007 a 15/08/2007
 16/07/2007 a 31/07/2007
 01/07/2007 a 15/07/2007
 16/06/2007 a 30/06/2007
 01/06/2007 a 15/06/2007
 16/05/2007 a 31/05/2007
 01/05/2007 a 15/05/2007
 16/04/2007 a 30/04/2007
 01/04/2007 a 15/04/2007
 16/03/2007 a 31/03/2007
 01/03/2007 a 15/03/2007
 16/02/2007 a 28/02/2007
 01/02/2007 a 15/02/2007
 16/01/2007 a 31/01/2007
 01/01/2007 a 15/01/2007
 16/12/2006 a 31/12/2006
 01/12/2006 a 15/12/2006
 16/11/2006 a 30/11/2006
 01/11/2006 a 15/11/2006
 16/10/2006 a 31/10/2006
 01/10/2006 a 15/10/2006
 16/09/2006 a 30/09/2006
 01/09/2006 a 15/09/2006
 16/08/2006 a 31/08/2006
 01/08/2006 a 15/08/2006
 16/07/2006 a 31/07/2006
 01/07/2006 a 15/07/2006
 16/06/2006 a 30/06/2006
 01/06/2006 a 15/06/2006
 16/05/2006 a 31/05/2006
 01/05/2006 a 15/05/2006
 16/04/2006 a 30/04/2006
 01/04/2006 a 15/04/2006
 16/03/2006 a 31/03/2006
 01/03/2006 a 15/03/2006
 16/02/2006 a 28/02/2006
 01/02/2006 a 15/02/2006
 16/01/2006 a 31/01/2006
 01/01/2006 a 15/01/2006
 16/12/2005 a 31/12/2005
 01/12/2005 a 15/12/2005
 16/11/2005 a 30/11/2005
 01/11/2005 a 15/11/2005
 16/10/2005 a 31/10/2005
 01/10/2005 a 15/10/2005
 16/09/2005 a 30/09/2005
 01/09/2005 a 15/09/2005
 16/08/2005 a 31/08/2005
 01/08/2005 a 15/08/2005
 16/07/2005 a 31/07/2005
 01/07/2005 a 15/07/2005
 16/06/2005 a 30/06/2005
 01/06/2005 a 15/06/2005
 16/05/2005 a 31/05/2005
 01/05/2005 a 15/05/2005
 16/04/2005 a 30/04/2005
 01/04/2005 a 15/04/2005
 16/03/2005 a 31/03/2005
 01/03/2005 a 15/03/2005
 16/02/2005 a 28/02/2005
 01/02/2005 a 15/02/2005
 16/01/2005 a 31/01/2005
 01/01/2005 a 15/01/2005
 16/12/2004 a 31/12/2004
 01/12/2004 a 15/12/2004
 16/11/2004 a 30/11/2004
 01/11/2004 a 15/11/2004
 16/10/2004 a 31/10/2004
 01/10/2004 a 15/10/2004
 16/09/2004 a 30/09/2004
 01/09/2004 a 15/09/2004
 16/08/2004 a 31/08/2004
 01/08/2004 a 15/08/2004
 16/07/2004 a 31/07/2004
 01/07/2004 a 15/07/2004
 16/06/2004 a 30/06/2004
 01/06/2004 a 15/06/2004



OUTROS SITES
 Site do Vigilantes do Peso
 Ação pelo semelhante
 Nutrella
 MC DONALDS - Tabela Nutricional
 Site ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
 Saudável.Info
 Vegê Gourmê - Blog da Chef Michele Maia
 Lu Francesa
 Selma Guerreira
 Meu Emagrecimento (Sara)
 Serei magra (Andreia)
 Renascer (Thuca)
 Valquíria
 Blog da Magui
 Neblina
 O sabor da vitória (Electra)
 Entretanto, eu (Jana)
 Diva esbelta e feliz (Diva)
 Miss Blueberry
 Vida boa é vida saudável (Cristy Costa)
 Diário light (Sylmara)
 Blog da Eloyza
 Veneno urgente (Flavia Rocha)
 Blog da Fafá
 Espelho light (Elaine)
 Blog da Cynthia (Londres)
 Agora eu emagreço (Aline) Brasília
 Never give up (Renata - Tita)
 Blog da Micha - RJ
 Homem também faz dieta (Carlos) RJ
 Jaqueline
 Mulher de Atitude - Cacau RJ
 Serei sereia (Fabi) RS
 A caminho da vitória (Elaine Regiane) SP
 Blog da Rogeria
 Blog da Georgia
 Escrevendo emagrecendo (Lisa)
 Diet Forever (Zá)
 Garotinha ruiva (o outro blog da Lu Russa)
 Dieta urgente (Luciana Alexandrino)
 Space Cris
 Tetê Sereiah
 Andréa Aoki
 Gordinha da Silva
 O sucesso da Lorena
 Renata sem firulas
 Valérie Roberto
 Arianna
 Clara - RJ
 Andréa Cordoniz
 Ana Carolina grávida
 Ana Carolina
 Miss Slim
 Drica (Paraty-RJ)
 Ada Sheila
 Anselmo
 Sueli
 Sol
 Kelly
 Jessica (Elite)
 Nilce
 Leila (Ninguém merece ser 3G)
 Fanta Diet
 Infobeso
 Cris Lopes
 Aline Tomaz (RJ)
 Roberta Alves
 Sue - gravidinha
 Cris fit
 Annie
 Novidades da Cris
 Leila Batista
 Clarita
 Rebecca sapeca
 Lua emagrecendo
 Brian
 Diario da bonita Andrea
 Marilia
 Marilia Vitória
 Aline Virtus
 Paula pra melhor
 Cristiane
 Teresinha
 Ana Cleide
 
 Marcia (Marquinhas)
 Pri 2
 Ludmila
 Lela
 Jana Carmen
 Pri emagrecendo...
 Luzluzinha
 Barbarella (Andrea Glauce)
 Raiane
 Luciana Kotaka
 Vanessa (Campinas)
 Patty emagrecendo de bem...
 Nanda (Idade da Pedra)
 Carlos Medeiros
 Lara
 Dani - Brasília
 Teresa Cristina
 Sisi
 Miriam - RJ
 Kaká
 Gabi e Ana Luiza
 Diário de Macherrie
 Catia
 Amanda Costa
 Rosimeyre
 Alice
 Walkiria
 Crizinha
 Char
 Lu Pinheiro
 Elisandra
 Lahys
 Cotidiano (Zany)
 Karen
 Kika
 Nicky
 O novo blog da Taty Carioca
 Isabela
 Lisandra
 Ju sem pressa
 VIGILANTES DA AUTO ESTIMA
 JT
 Barbarella
 Angelica Fernandes
 Claudia
 Lagarta de borboleta
 Alisson
 Nova Jacque
 Patty Roberta
 Michelle 2
 Elissandra
 Juliene
 Ana Paula
 Annie emagrecendo
 Lili Bolero
 Fernanda Betini
 Karina Torres
 Valqs
 Ana Telma
 Lilian Raquel (Lee)
 Cáritas
 Baxie
 Cacau II
 Renatita
 Nando Neri
 Isabelle
 Nanda
 Edite
 Way to go (Clara )
 Bartira
 BLOG COMER SEM CULPA
 Andreia Cantelli
 Lu Mme Light
 Magali
 Lu
 Aline RJ


VOTA??O
 D? uma nota para meu blog!