Conquista

UOL
  

UPDATE: A ENTREGA DOS ALIMENTOS SERÁ SIMBÓLICA, POIS A MARCINHA NÃO PODERÁ IR DE CARRO E NÃO HÁ COMO ELA CARREGAR OS KG DE BUSÃO...RS POR FAVOR, NÃO LEVEM OS ALIMENTOS PARA O ENCONTRO DE AMANHàNA PRAIA VERMELHA, OK? LEVEM O CARINHO, A SAUDADE, O ABRAÇO DA ANA!

VAMOS COMBINAR PESSOALMENTE (E DEPOIS DIVULGAREMOS SOBRE A ENTREGA EFETIVA.

 

ATENÇÃO BLOGOSFERA LIGHT CARIOCA!!!

ENCONTRO EXTRA NESTE DOMINGO (18/12)

ABRAÇANDO A ANA MARINHO

E

ENTREGA DOS ALIMENTOS DOADOS
REFERENTES À CAMPANHA
'DOE EM DOBRO O QUE PERDER'!

HORÁRIO: 10h da manhã
LOCAL:
Praia Vermelha (Urca) - em frente à estátua do Chopin (vejam a foto acima).
Para ajudar na localização: É a praia em frente ao bondinho do Pão de Açúcar!

Quando já estivermos todos no local, faremos uma gostosa caminhada na Pista Cláudio Coutinho (O Caminho do Bem-Te-Vi),  que fica entre a encosta do Morro do Pão de Açúcar e o mar, é muito linda, vejam informações e fotos do local, é de babar!!! VEJA-CLICANDO-AQUI

IMPORTANTE: Mesmo que você não vá doar alimentos agora, mesmo que já tenha doado ou prefira fazer algo diferente, apareça! Vamos matar a saudade, vamos conhecer e beijar nossa querida Ana Marinho, vamos curtir aquele visual lindo juntos ok?Ah sim, quem desejar, pode entregar as doações à Marcinha, que as levará para uma instituição bem pobre que fica em Campo Grande (pegaremos nome, endereço, tudo certinho p/ divulgar). Mas cada um faz sua doação como preferir combinado?

AGUARDAMOS VOCÊS LÁ!!!

QUALQUER DÚVIDA, ENTREM EM CONTATO!!!!!

 



 Escrito por Beth ?s 23h10
[] [envie esta mensagem]


 
  

A Blogosfera Light Carioca  vai entregar os alimentos da nossa Campanha de Natal neste fim de semana, com direito à companhia da queridíssima Ana Marinho, madrinha nacional da Campanha! Amanhã divulgaremos o dia, onde será etc. !
Fiquem atentos!

Da série "Retrocesso": As unhas, eu roí todinhas.
 Tive um retrocesso, novamente (contei sobre outro há algumas semanas) e este foi terrível. Até a cabeça de alguns dedos foi implacavelmente arruinada. Um horror. Resultado, nesta 5a feira aplicarei depois de quase 2 anos as lindas e maravilhosas unhas de silicone que fiz uso anteriormente. O objetivo é proteger os cotocos que sobreviviveram ao meu ataque, assim eles vão se recuperando sem riscos. Além disso, me poupo do dissabor de olhar minhas mãos e ficar horrorizada c/ o que fiz a elas. Deixo-as bonitas, atraentes e garanto, estas eu não rôo, pois são caríssimas...rs e eu ainda não  enlouqueci p/ roer dinheiro...rs  Qdo as unhas naturais estiverem num tamanho normal, mesmo que ainda não longas, tirarei as de silicone, pois se uso por muito tempo, as naturais enfraquecem muito. Foi a solução que  resolvi dar a isso. Coisa simples né? Lá vai dim-dim, mas eu mereço.
  Da série "Agora eu posso":  No final de semana eu zanzei muito pela SAARA, comprando itens dos kits de Natal das crianças que eu e maridão apadrinhamos nesta época, já há 3 anos. E me deliciei observando que um monte de coisinhas que antes eu achava bonitinhas mas não cabiam nem no meu pescoço, agora já dão em mim. Acreditam que comprei 2 blusinhas de verão, super fofinhas, de malha boazinha por 4,99 cada? Qdo é que eu podia fazer isso antes? Ahhh que alegria! As danadinhas ficaram justinhas, claro (são tam. único) o Vi achou uma gracinha, diz que adora me ver c/ roupinhas assim mais ousadinhas e sensuais (eu tb gosto) e eu já estou programando uma outra ida até lá p/ pegar outras cores e modelos.
Tb comprei uma outra camisetinha super fofa, daquelas que a gente olha e não acredita que possa caber dentro dela e qdo veste dá vontade de sair rodopiando pela rua, feito boba! 


Da série "Isto eu não precisava contar, mas não aguento..rs": Ai meu Deus, que vou levar puxão de orelhas do marido, afinal tem homem agora lendo este blog...mas vcs não acreditam no que eu estou conseguindo enxergar agora, c/ facilidade, sem precisar recorrer ao espelho haha ? A melhor posição p/ ver é...rs...

 Da série " Segurei a onda": Ontem (3a feira) no shopping Rio Sul c/ meu amor, percebi que a cada vitrine de doce que passava, a boca enchia d´água. Isto já não é muito comum comigo, não fico mais nesta fissura no dia-a-dia. Mas estava brabo. Entrei na Chaika p/ ver o preço de uma torta que quero comprar no Natal e meus olhinhos percorreram todos os doces da outra prateleira. Passei na frente de outra loja e deu vontade de comer outro. Comentei c/ meu marido e ele disse que estava acontecendo c/ ele tb. Então resolvemos continuar andando, sem dar trela a isso, se fosse algo que realmente achássemos que valia a pena, mais tarde comeríamos. Mas não comemos. Fomos p/ casa na boa, lá chegando fizemos um lanche normal, sem excessos e assim, vencemos algo que não era nada mais do que olho grande.  Depois, está aberta a temporada de festas, confraternizações e não faltará oportunidade de provar algo realmente diferente, gostoso, que valha a pena.  
Ah...doce é sentir que estou progredindo. É entrar em lojas como a Zara e experimentar blusinha e ficar bem e melhor ainda, já na fila p/ pagar desistir por saber que em outra loja mais adiante pode ser que eu goste ainda mais de uma outra peça...é saber que cada vez mais eu escolho o que quero usar, o que vou comprar. Agora quem decide sou eu e não mais a roupa.

Da série "Ahh não segurei a onda!": Já nesta 4a cheguei em casa do trabalho e ia tomar sopinha de legumes. Não quis. Comi um cacho de uvas. Não foi suficiente, claro. Apelei p/ um saco de rosquinha polvilho c/ coca light. Nada a ver numa refeição principal. Está feito...esta eu não segurei...rs 

Da série "Meu amor é muito fofo": Ganhei um lindo conj. de cordão c/ pingente e brincos do meu amor, ele me fez escolher lá mesmo no shopping, vejam a foto 
 (fiz meu colega fotografar meu colo p/ vcs verem, é mole?).



Da série "Oba, está larga": Bom foi ver que o vestido que usei hoje está mais largo do que da última vez. E este é aquele que qdo minha mãe me deu não passou nos meus peitos. E agora, se eu vacilar, os peitos aparecem pela cava...rs

Da série "Os anjinhos da minha vida": Hoje encontrei casualmente c/ um dos anjos que Deus enviou p/ me auxiliarem nesta existência, foi o Dr.Romeu, o anjo graças a quem eu consegui fazer a 1a cirurgia plástica reparadora há pouco mais de 1 ano, p/ retirar o avental abdominalpavoroso que eu tinha e poder continuar emagrecendo na boa. Eu o vejo e fico toda boba, comovida mesmo. Graças a este médico eu tive minha plástica totalmente patrocinada pela empresa em que trabalho, c/ todo apoio, carinho e tratamento nota mil que até hoje só de lembrar eu fico toda arrepiada e c/ o olhinho cheio d´água. Que ele só encontre em sua vida pessoas como ele próprio, gente com G maiúsculo.

Da série "Família unida emagrece unida": Feliz da vida c/ progressos dos meus amores em casa... ai que coisa boa meu Deus!!!



Da série "Parabéns amigos": PARABÉNS AMIGOS, MUITA GENTE CAPRICHANDO, TODO MUNDO INDO EM FRENTE, TODO MUNDO SE CUIDANDO, MESMO C/ DESLIZES, TODOS PERSISTINDO, ESTOU FELIZ POR TODOS VIU?

Da série "Me perdoem": estou atrasada com as visitas. Mas todos estão no meu coração. Aos pouquinhos vou botando em dia. Só eu sei como ando atarefada e sem tempo. Fiquem com este carinho!
Beijos mil, até amanhã!



 Escrito por Beth ?s 20h15
[] [envie esta mensagem]


 
   O CHAMADO



Tem aqueles momentos em que a comida parece nos chamar, mesmo não sendo a hora da refeição, a gente já comeu, sabe que a fome já foi saciada mas ainda assim parece que tem um troço cutucando, não é? A tal da tentação...
E aí, como contornar esta vontade que começa a nos empurrar p/ a comida? Ceder e 'cair de boca'?
  Claro que podemos simplesmente pensar: ‘Não, não devo, não há sentido, não é hora'. Mas não é sempre tão simples. Algumas vezes a consciência diz uma coisa e a gente corre p/ fazer outra. Por isso depois ficamos tão chateados.
Qdo algo DIFERENTE DE FOME VERDADEIRA nos cutucar,  tentando nos empurrar p/ a cozinha, geladeira, despensa, lanchonete, enfim p/ comer sem necessidade e na hora errada, precisamos entender que somos mais fortes que a tentação. Nós somos, sim!
Não é a questão de ser proibido comer fora de hora. Nada é proibido, mas se é algo que só atrapalha o processo, pode nos levar a um abuso muito grande, qto mais nos fortalecermos p/ evitar, melhor.  A gente precisa de duas coisas:
1) Evitar situações em que o chamado é desencadeado c/ mais facilidade;
2) Se o chamado já está acontecendo, procurar fugir dele. Enfrentá-lo não precisa ser, necessariamente, brigar c/ ele, ficar ali numa queda de braço que só desgasta. Uma das formas de enfrentar é deixá-lo “falando sozinho”, esvaziá-lo c/ seu desprezo. Mesmo que seja um desprezo aparente e que lá dentro vc esteja se remoendo de vontade de sair devorando tudo.
 Uma conhecida contou que sempre que não tem nada p/ fazer, sente-se entediada etc. corre p/ cozinha, vai se distrair fazendo um bolo, testando uma receita, inventando moda. Eu disse a ela: tem outros jeitos de vc passar o tempo, não precisa ser fazendo doce! Ela ri, diz que é o hábito, aprendeu c/ a mãe. Tarde chuvosa, nada p/ fazer e a mãe logo propunha: vamos fazer um bolo? Vamos assar pão de queijo? Vamos inventar uma comidinha p/ nós?
Mas minha conhecida tb luta contra o peso. Não é gorda demais, porém está sempre às voltas c/ uns 5 kg p/ cá, 7 kg p/ lá então, se ela não ficar esperta, a coisa aperta. E ela sabe disso. Então, já sabem vcs tb. Nada de matar o tédio e o ócio fazendo doce. Nem salgado né? rs
Qdo “o chamado” começar a perturbar e vc souber que não é hora de comer e que aquilo é só uma oportunidade de derrapar que pode/quer evitar, trate de ficar bem longe da cozinha, despensa e lugar que lhe inspire a comer. Qto mais ele gritar, mais se afaste. Mate-o na unha, se faça de “surdo”.
 Se puder, saia de casa. Dê uma volta, faça uma caminhada... Vá ao shopping ver vitrines e fixe-se naquelas que possuem roupas que vc sonha usar e, ao eliminar os kg a mais, poderá escolher e levar p/ casa, feliz da vida! É uma boa motivação p/ não fazer besteira. Olhe os biquinis, as pecinhas mais sensuais, imagine-se nelas, projete seu futuro c/ aquilo que vc curte e poderá vestir, quem vai querer sair comendo pensando nisto tudo hem?
  Mas se ficar em casa, então vá p/ outro ambiente que não inspire comida. Eu, por ex., me refugio frente ao micro. Corro p/ visitar os blogs amigos, ainda mais que estou super atrasada, em falta c/ tanta gente querida, pela falta do tempo! Pesquiso textos, artigos, informações sobre nutrição, saúde, qualidade de vida e tanta coisa que eu gosto demais de ler! Me capacito a seguir meu processo c/ mais conhecimento, mais vontade ainda! Abro o MSN e fico de papo c/ tantos de vcs! E escrevo, escrevo muito.
 O que me vêm à cabeça eu abro um doc Word e escrevo. Muitas coisas viram posts. Muitas não viram nada, são apenas desabafos, são a exteriorização do que estou pensando, sentindo, das minhas dúvidas e certezas, enfim, do meu momento reflexivo.
Muitas vezes eu simplesmente abro o doc e começo assim, por ex,: “ Estou c/ vontade de comer e sei que não é fome, pois estou alimentada. Meu almoço foi uma delícia, comi isto e aquilo. O que estou sentindo, afinal? Estou entediada? Mas pq? O tempo está ruim e não fui à praia, o marido está no trabalho, o filho estudando? E daí? “  Dali em diante vou procurando entender o que está me acontecendo naquela hora, jogo tudo no ‘papel’ que é a tela em branco e ela vai ficando cheia de caracteres, eu vou me conhecendo mais e mais enqto vou tirando da obscuridão aquilo que está querendo me levar p/ o erro, p/ a ação que eu não quero tomar.
É, a Gaby está certa, escrever emagrece mesmo...rs  Algumas vezes, simplesmente me  distraio buscando gifs
interessantes que poderei aproveitar futuramente em um post. Qdo vejo, horas se passaram. E eu não comi. Chega a hora do lanche ou da refeição principal e lá vou eu, tranquila, sabendo que venci de novo.
Não, nem sempre eu consigo desprezar totalmente ‘o chamado’. Mas cada vez mais eu me faço de boba, deixo-o lá, murchando pelo descaso c/ que eu o trato a cada dia, vê se tem graça eu ficar dando bola p/ algo que só me atrapalha?

Uma amiga minha, qdo sentia-se aborrecida, entediada ou qquer coisa assim, tratava de lavar o banheiro. Mesmo que ele estivesse limpo, cheiroso. Jogar água nos azulejos e no piso, fazer aquele fuzuê todo c/ desinfetante era a terapia dela. Não pensava em sair comendo. Era e é até hoje magra. Somente no início da adolescência pesou um pouco mais do que devia e, naturalmente, seu corpo se acomodou num peso excelente que até hoje, aos 50 anos, ela mantém sem problemas.
E isto me lembra do que minha orientadora diz sempre: magro não pensa em comida p/ tudo, p/ compensar nada, magro come normalmente, seja mais ou menos, mas não associa comida a tudo, como o gordinho faz. Por isso a gente tem que pensar magro, p/ agir magro e aí, virar magro. E se manter magro.
Qdo ‘o chamado’ pintar nas paradas, ponha-o p/ correr. Mesmo que seja vc correndo dele, mas correndo sabendo que ele não o pegará. Nada de correr doido p/ ele alcançar. Nada de correr sentindo medo dele, isto faz tropeçar. Corra divertidamente, corra na certeza de que ele não o pega, de jeito algum. Corra na certeza de que se alguém vai ficar c/ a perna mole, cair e desistir da brincadeira, será ele. Ele que pode ser chamado de várias maneiras: tentação, boicote, auto-sabotagem, compensação indevida etc. Não importa o nome.  Vc é mais forte. E vc só atende chamado de quem vc quer. Beijos!!!



 Escrito por Beth ?s 10h54
[] [envie esta mensagem]


 
  

  Se tem uma coisa que enche o saco é a gente fazer tudo direitinho (ou quase) e achar que não está adiantando nada. Capricha daqui, segura a onda dali e aí, chega lá na balança, ela olha p/ gente c/ aquele ar de deboche e manda um resultado que nada tem a ver c/ nossa expectativa.  Qdo a gente sabe que saiu da linha, que jacou direto, se aborrece mas até aceita. Mas qdo a gente sabe que se dedicou, que se esforçou e chega lá c/ uma expectativa e recebe um resultado tão diferente, é triste.
Muitas vezes me aconteceu e hoje sei que poderá acontecer outras vezes.
Nenhum esforço neste nosso processo é em vão, a menos que estejamos no caminho errado, mais difícil ou radical do que é necessário, aí realmente pode ser energia jogada fora, desgaste que não trará o retorno ideal ou o retorno será um emagrecimento que irá embora tão rápido qto veio.  Fora situações especiais/ negativas, no mais é sempre recompensador seguir em frente, investir naquilo que se quer conquistar.
Precisamos aprender a gerar expectativas plausíveis, projetar resultados positivos porém normais, adequados, coerentes c/ o que estamos fazendo e c/ o funcionamento do nosso organismo. Senão, vamos sempre achar que não está adiantando nada. Julgamento errado, injusto e que pode levar ao abandono de uma coisa que, sendo levada a sério e c/ persistência, dá retorno, sim.
Qtas vezes eu cheguei no VP achando que ia nocautear D. Filizola, imaginando ter eliminado uma qtde de kg ou gr e ela me disse “não, filhinha, vc não emagreceu nada” e até “não, filhinha, vc está mais pesadinha”?
   Lembram do dia em que saí da reunião de Ipanema aos prantos, fiz até malcriação c/ a pobre da orientadora que nem me conhecia? (e depois daquilo, nem quer mesmo conhecer não é? Rs)   Em compensação, qtas vezes cheguei lá no VP achando que ia me dar mal, por estar em TPM, ou ter pisado na jaca, ou não ter controlado direito e p/ minha surpresa eu eliminei um bom peso no período?
 
 Isto acontece. Se eu achasse que meu esforço estava sendo em vão, teria parado e estaria obesa mórbida ainda, sabe Deus em que situação (corpo, saúde...). Continuo vendo gente falando do processo de emagrecimento como algo doloroso, sofrido, se achando digno de pena. É um tal de “ah, como é difícil”...” oh, acho que não está adiantando nada tanto esforço”... Eu me arrepio toda ao ler estas coisas. Pq eu sei que adianta sim, sei tb que tudo que a gente encara como sendo algo muito difícil, a gente já faz c/ um espírito de sofrimento, parece que é algo terrível, uma cruz a carregar. E caramba, isto na verdade é um presente que a gente está se dando, não pode ser uma tortura.
   Não vejo ninguém dizendo: “Ai que sofrimento!” qdo vai comprar uma roupa bonita, um sapato novo, ou se lamentando pq vai ao salão fazer as unhas, o cabelo! Ao contrário, vai feliz da vida pq sabe que está indo se cuidar,  investir na beleza, bem-estar, elegância! Mas se é p/ se controlar um pouco, aplicar um pouco de disciplina no modo de se alimentar, ficar atento p/ mudar hábitos aí é um transtorno, é uma coisa penosa, é um arrastar de correntes que sinceramente, não combina c/ todo o benefício que ele nos traz!
  No entanto, nem sempre a gente sai do salão satisfeita c/ o resultado, nem sempre a gente acha no shopping a roupa, calçado ou acessório que queria comprar. Então é natural que nem sempre o resultado da pesagem,  medição ou qquer outro meio de avaliação sejam exatamente como queremos. O importante é avaliar a situação,entender o que houve. Muitas vezes, o resultado reflete algo que precisamos melhorar, nosso emagrecimento é fruto de ações, mudanças de hábitos etc.
Outras vezes, o resultado desfavorável pode refletir coisas que estão fora do nosso controle, como as variações hormonais que nos fazem inchar, reter líquidos ou ser consequência de algum medicamento que precisamos tomar como por ex. a cortisona.
 
Achar que o esforço é em vão ao primeiro dissabor é na minha opinião um jeitinho disfarçado de se preparar p/ voltar ao estado anterior, de acomodação.  É arranjar desculpa p/ não continuar o processo.  É uma opção, todos têm direito a ela. Mas o preço dela é altíssimo.   É ficar fora do peso/corpo desejado, botar a saúde em risco e abrir mão de um monte de coisas que a gente quer. Vale a pena pagar este preço?  Eu não pago mais não!
Eu acho que é muito pior o esforço feito p/ superar a própria insatisfação c/ o corpo e c/ o peso, muito pior é o esforço p/ andar, correr, se movimentar de um modo geral, muito pior é o esforço p/ contornar as dificuldades p/ comprar roupa, calçados, muito pior é o esforço p/ administrar críticas, olhares cruéis, comentários maldosos e o pior de tudo, a própria chateação p/ com o jeito como está se tratando.
 Diante disso, se torna bem pequenininho o esforço de ficar atenta, de controlar o que come e o que faz, buscar se conhecer melhor, criar o hábito da ativ. física, pensar diferente – pensar magro etc.  Não é nenhum sacrifício,  é um alívio, uma alegria. Dá um retorno bacana. Gratificante.
Só tem resultados negativos quem está buscando algum resultado, mesmo que tenha dado uma derrapada. Quem está parado esperando cair do céu nem isso tem. Fica na mesma e muitas vezes nem sabe "que mesma” é essa.  Qdo começar a achar que não está valendo a pena seu esforço, repense!
Constate que sua roupa está mais larga (não importa se muito ou só um pouco, por enquanto). Em alguns casos, entre numa roupa manequim menor. Veja a diferença! Mesmo que ainda falta um pouco p/ ficar bom, já houve progresso!
 Sinta-se mais leve ao andar, ao subir/descer um lance de escadas, ao dançar. Não é gostoso isso? Lembre-se dos elogios que já recebe ou dos que quer em breve receber.  Veja-se (e/ou projete-se) mais bonita(o) e mais fino(a) no espelho. Perceba sua saúde melhorando etc. E me diga se está sendo mesmo em vão...   Duvido!!!!  Não dá, né? haha Ainda bem!
Então, vamos combinar: uma nova semana está começando, vamos nos esforçar p/ darmos o melhor POSSÍVEL de nós em tudo que fizermos, não só no processo de emagrecimento. E vamos dar uma caprichada nele. Afinal, não será em vão!
Beijos!



 Escrito por Beth ?s 20h21
[] [envie esta mensagem]


 
   AS VITÓRIAS VÃO CHEGANDO, A GENTE CONSTATA NAS PEQUENAS ‘GRANDES’ COISAS...

 

1) Na 4a feira passada o tempo estava ruim no RJ e usei um terninho p/ trabalhar, por baixo dele coloquei uma blusinha mais leve. Depois,no espelho da portaria, notei que a blusa por fora da calça ficava feia, pois era mais comprida que o paletó. Botei p/ dentro da calça, considerando que o paletó disfarçaria  o efeito ruim que sempre (há anos) as blusas p/ dentro faziam, no meu caso. Ficava horroroso, sempre. Chegando no trabalho, senti calor apesar do ar condicionado e tirei o paletó. Pensei: vai ficar feio, mas paciência. Mas ao me ver no espelho constatei que estava legal, muito bonitinha, olhei de frente, de lado, de costas e dei voltinha. Amei! EU JÁ POSSO USAR BLUSA P/ DENTRO DA CALÇA SEM FICAR FEIO!
2) Qdo a loja Chifon foi criada eu já estava gorda, então nunca nada de lá me serviu, sempre que entrei lá foi p/ comprar algum presente ou ajudar alguma amiga a escolher algo p/ ela. Eu olhava, gostava de um monte de coisas mas não dava nem p/ experimentar, a peça maior de lá era pequena demais p/ mim. Mas na 4a feira, passando em frente dela depois do almoço, num impulso entrei, zanzei pelas araras e gostei de 2 vestidos. Uma vendedora se aproximou e ao invés de perguntar “é algum presente?" ela perguntou “pq não experimenta?”. Quase apertei as bochechas dela, chamando-a de linda e maravihosa...rs E não tive dúvidas, fui p/ o provador, só de onda (não ia comprar nada, durinha de tudo que estava). O primeiro que vesti coube, mas ficou horrível. O modelo, na cor branca e de saia meio rodada, não combinava nada comigo. Usando aquilo, bastava pegar uma bandeja de acarajé p/ vender na calçad hahaha a. O outro, azul estampado – lindo, entrou e ficou quase bom, até dava p/ usar pois abaixo do seio ele ficou bom. Mas justamente no peito ele ficou apertado, estranhamente, pois não é meu lugar mais protuberante, é o corte do vestido mesmo que é diferente. Mas como a intenção era só mesmo ver como ficava, achei ótimo, saí da cabine numa alegria danada. Vi tb várias blusinhas bonitas, todas no tamanho G eu vi que me caberiam c/ tranquilidade. Embora sem comprar nada por motivo de grana e tb pq nem era intenção mesmo, fiquei super feliz, a Chifon não é mais uma loja proibida p/ mim. Ô delícia!

3) Saindo dali, entrei na Strike e gamei por uma outra blusa (tamanho único). Entrei e ao pegá-la achei que não me caberia, receei que entrasse mas ficasse apertada demais ou curta. Mas provei, mais uma vez incentivada pela vendedora e a blusa ficou absolutamente linda. Não comprei na hora pq fiquei na dúvida da cor e preta (que me atraiu, na vitrine) só tinha a do mostruário, combinei de voltar no dia seguinte, pois eles iam receber mais. Novamente saí de lá super feliz.
Enqto andava pelas lojas fui comentando sobre isto c/ minha amiga, curtindo o gostinho bom de abrir cada mais o meu leque de opções. Lembrei que cerca de meia hora antes, eu havia contribuído mais uma vez p/ este tipo de evolução.

4) É que eu e ela almoçamos num lugar onde nunca fomos antes e  chegando lá, ela propôs racharmos 1/2 picanha completa, que é um prato que dá p/ 3 pessoas de tão grande (picanha fatiada, c/ farofa, arroz de carreteiro e fritas). Eu gosto (menos deste arroz), mas já há muito tempo esta mistura toda não me atrai tanto. Preferi algo mais leve. Propus cada uma escolher seu próprio prato no cardápio executivo. Ela então fez sua opção e eu pedi um filé de peixe que originalmente vem acompanhado de molho de camarão e purê de batatas (uma qtde enorme tb) mas eu pedi que trocassem o purê por uma boa salada de alface c/ tomate e cebola. Estava uma delícia, adorei tudo. Comi bem, não me atrapalhei pois ali o que havia de mais calórico era o molho de camarão (que não era tanto assim) e o fato de o peixe ser dorê, o que significa que passou pelo óleo. Mesmo assim, foi uma diferença enorme entre esta opção e a que me tinha sido proposta. Fiz isto naturalmente, era realmente o que eu estava a fim de comer, não queria prejudicar meu processo. E logo a seguir, c/ estas alegrias nas lojas, vi o qto vale a pena a gente dar mais ênfase a um prazer maior e que fica, do que a um prazer que desaparece na hora que a gente engole (muito bem lembrado pela Marcinha no momento light do nosso encontro, sábado passado).
Eu posso comer a outra opção, mesmo sendo mais calórica, mas deixo isto p/ aquele dia em que que der muita vontade, não vejo pq abusar sem mais nem menos, num almoço comum de dia de semana, é um desperdício. Posso deixar p/ outras ocasiões e p/ pratos mais atraentes, algo realmente incomum. Ou que eu ame de paixão. Mas comer algo que não está no meu script só pq alguém está propondo, não... não faço mais isto. Afinal, quem vai subir na balança sou eu, quem quer sair em  breve da casa dos 90 kg sou eu, quem tem uma meta a alcançar sou eu, quem quer continuar progredindo e entrando nas lojas, podendo escolher roupinhas legais sou eu...e tanto mais... Minha amiga é maravilhosa, foi super receptiva, compreendeu totalmente afinal ela mesma me dá sempre a maior força, me elogia muito.
E foi isso que me veio à cabeça enqto andava pela rua, me senti gratificada, agradeci a mim mesma por estar aprendendo a fazer cada vez melhores escolhas, que me proporcionam, pouco a pouco, estes retornos tão bons.
Coisas simples mas que p/ nós que passamos por certas restrições, valem muito, muito mesmo.
Lembrei da emoção de todos nós qdo a Adry no momento light do encontro de sábado, mencionou a satisfação de poder novamente cortar a unha dos próprios pés, o que antes, c/ o peso excessivo, já não estava sendo possível. Só a gente sabe o que é isso.

5) Hoje, 6a feira, foi dia de nutri e VP. Apesar das saidinhas (não tenho comentado aqui, mas tenho saído c/ frequência, em função das confraternizações de fim de ano) que envolvem sempre um petisco aqui e outro ali – mesmo c/ controle, apesar de ter enfiado a cara naquelas queijadinhas deliciosas e em outras coisinhas no nosso encontro e mesmo não tendo feito a ativ. física todos os dias da semana como havia planejado, tive mais uma redução. Meu novo peso: 90,6kg (VP). Falta pouco, muito pouco p/ dizer ADEUS à casa dos 90. Me darei isto de Natal, ah darei sim! 
Mas burrinha que só eu, fui almoçar c/ meu amigo Leo (que vcs conhecerão em breve, no próximo encontro) e não caprichei na escolha, não comi nenhum absurdo mas o olho grande me fez pegar uma comidinha mais pesada que não para de me dar notícias durante a tarde...rs
Ah, mas antes disso, eu fui na tal loja da blusa. A preta não tinha chegado, mas comprei uma verde, do mesmo modelo, meu troféu da semana. Dura p/ caramba. Mas mereço.
Ganhei parabéns da nutri e da orientadora do VP. Estou  feliz, usando hoje um vestidinho rosa que já foi nem apertadinho e agora fica perfeito.
Beijos em todos, ótimo fim de semana! Eu apareço aqui! Depois da praia né... depois da praia!!! rs 



 Escrito por Beth ?s 16h51
[] [envie esta mensagem]


 
   AS FOTOGRAFIAS AJUDAM! TENHA SEMPRE UM ANTES E DEPOIS

Vc faz o melhor que pode. Houve tempo em que não fazia nada a não ser reclamar. Houve tempo em que até fingia não notar, p/ não se aborrecer e p/ não ter que se mexer. Então já está num estágio mais evoluído. Seja como for, derrapando muito ou pouco (ou nada), hoje vc tem uma nova consciência, já sabe o que quer e se esforça p/ chegar lá.
Periodicamente vc mede seus indicadores, avalia seus resultados, vê onde pode/deve melhorar, sente o gostinho bom de ver o resultado deste esforço. Roupas, balança, espelho, comentários, benefícios na saúde etc. vão mostrando que vale a pena estar nesta estrada. Nem tudo são flores o tempo todo. Mas vc vai tentando aprender c/ os espinhos, aprende a valorizar cada oportunidade. Mas aí começam as expectativas, vc é um ser humano e, como tal, é absolutamente normal querer num único salto transpor uma distância que normalmente só num salto triplo é possível. E aí vêm as frustrações totalmente infundadas, a falsa impressão de que não evoluiu, que tudo que vem fazendo não está dando efeito. Vem a insegurança, a ansiedade e outras que são tb horrorosas e perigosas, pois se a cabeça não voltar logo pro lugar, se vc não parar e respirar fundo, avaliar a questão c/ serenidade e honestidade, acabará se perdendo, buscando ações indevidas, duvidando do caminho que até agora há pouco era bacana, enfim...Muita calma nesta hora!
Acho que isto acontece c/ todo mundo. Comigo aconteceu mil vezes, mas procuro ficar atenta, já sei como a coisa funciona e não deixo que ela me drible, ses é p/ dar um “pedala Robinho”, dou eu, vira um ‘pedala Betinha’.
Marsele contou ontem no blog dela a decepção inicial ao se ver nas fotos do 10º encontro carioca. Lembrei de tantas ocasiões em que eu tb tive esta impressão errada ao me deparar c/ algum resultado injusto e de como fui superando estas coisas.  A amiguinha querida voltou ao normal, sentiu-se bem de novo, confirmou toda a evolução inegável que ela teve ao ver uma foto de junho deste ano, que mostra muito bem o qto ela já emagreceu.
Não tem aqueles dias em que a gente se olha no espelho e se vê mais fina, mais bonita,aí sobe na balança e a danada diz que estamos na mesma ou até aumentamos o peso?
Não tem aqueles dias em que todos nos olham e dizem que emagrecemos, vêm elogios diversos e aí nós é que não nos vemos assim, olhanos no espelho e achamos que estamos a mesma coisa?
 E aqueles dias em que a roupa está larga, a balança mostra o peso menor, a gente se sente mais leve mas vem um espírito de porco e diz o contrário?  Tem um monte de situações que podem nos desestruturar, se não ficarmos atentos. É importante sempre lembrarmos que há diversas maneiras de constatar nossos progressos, não podemos nos prender só a um indicador.
As fotos são ótimas p/avaliação, mas algumas coisas precisam ser consideradas: 1) Dependendo do ângulo, do fotógrafo, posição, iluminação etc. até a mais saradona e linda mulher pode sair esquisita, parecer mais gordinha ou algo assim. Cabe lembrar disso qdo a foto for a nossa. Eu por ex. odeio desde sempre ser fotografada de baixo p/ cima, não tem ângulo pior, fico uma jamanta. Então se o ângulo da foto for este, eu já desencano logo de cara;
2) Há roupas que ajudam, há as que não interferem p/ melhor nem pior, mas há algumas que embora bonitinhas não nos favorecem tanto e, nas fotos, parecem nos aumentar um pouco. Isto deve ser tb ser levado em conta;
3) Nosso olhar no espelho já é um pouco viciado, ainda mais qdo estamos de bem conosco e acabamos gerando uma expectativa diferente c/ relação a fotos, acabamos querendo às vezes que a fotografia mostre como ainda vamos ficar e não como estamos hoje. Mesmo estando ótimas, acabamos querendo que a foto nos diga algo melhor ainda. Por isso, muitas vezes, a decepção totalmente descabida. Normal, coisas de ser humano.
Hoje, tantos kg a menos, aprendi a avaliar  tudo que é indicador e a escolher cada vez mais indicadores. Além do peso, das medidas, das roupas mais largas, elogios etc., vou catando mais motivação.  Entro em lojas que antes jamais teriam algo p/ mim e provo roupas, se não couberem ainda eu vejo qto falta, vou buscando motivos p/ me animar cada vez mais.
Porém, as fotos sempre são especiais, mas o grande barato é fazer como a Marsele, não basta olhar e se achar linda ou feia, magra ou gorda, tem que comparar! Tem que avaliar de verdade! Fotos de ANTES são uma ajuda e tanto. Mesmo que vc não goste do seu corpo atual, que esteja ainda começando seu processo, tire fotos. Elas vão ajudar, dentro em breve, a constatar seu progresso, serão mais uma fonte de motivação. Vale a pena. Eu agora sou a maior papagaia de pirata do planeta. Não posso ver uma máquina. Cada sorriso, cada roupinha nova, cada evento, cada novidade, um flash. In-su-por-ta-vel-men-te convencida...Mas aí, eu tb me vi nas fotos do último encontro e...gostei de algumas e outras tb não me agradaram muito. Aí, recorri rapidamente às fotos de Antes, bastou p/ eu desencanar...vejam só!

Churrascos   ANTES (dez/03)                e DEPOIS (nov/05)      
 
Eu, minha amiga Aline e meu amor                                  Eu, minha mãe e meu irmão Daniel

 Dez/03     e                               Depois - Dez/05

 
Eu e meu amor, no churrasco dez/03  e em depois em  dez/05 no encontro carioca.



 Escrito por Beth ?s 06h10
[] [envie esta mensagem]


 
   FESTAS CHEGANDO...ALGUÉM NERVOSO AÍ?



Tenho percebido algumas pessoas em desespero devido à proximidade das festas de fim de ano.  Algumas pq se propuseram a eliminar X kg até o Natal e não alcançaram a meta - ah...não é motivo de tanta angústia! Quem está neste caso, pense bem: o importante é que já saíu do zero. Mesmo que tenha emagrecido menos do que desejava, mesmo que tenha eliminado pouquinhos kg ou até gramas, houve evolução. Houve, desta vez, uma vontade mais forte, um planejamento que, por motivos diversos, não foi cumprido totalmente. Ou até foi, mas quem sabe vc não estabeleceu uma meta muito arrojada, difícil ou impossível de alcançar no prazo determinado?
 E mesmo que vc tenha falhado muito mesmo e não tenha feito sua parte direitinho, desesperar jamais! Se vc não fosse hoje uma pessoa mais ligada em vc, se não tivesse mais preocupada c/ seu bem-estar, c/ seu corpo, c/ sua saúde, sequer estaria preocupado agora. Então já venceu etapas sim.
Mas há quem esteja assim pq queria usar uma determinada roupa e ela não vai dar.

Será que não dá mesmo? Experimente! Nossa amiguinha Luana comprou um short 48 pq se via daquele tamanho, o danado ficou largo. Foi trocar pelo 46 e aí, não tinha. Então resolveu levar o 44 e aguardar ele caber nela. Mas experimentou e...surpresa: ficou ótimo! Então, não fique confiando no seu “acho”. Muitas vezes a gente está melhor do que imagina e perde chance de ficar super feliz e usar algo por conta do receio de provar e se frustrar.
Mas e se não der mesmo? Ah...então escolha outra coisa tb bem bonita e que lhe caiba, que lhe caia bem, que vc se sinta poderosíssima se for mulher, irresistível se for homem...rs E lembre-se de que vc é mais que a roupa. Mais que seu corpo.
epoca.globo.com/sp/ 2003/natal/cronica05.gif

Seu charme, seu sorriso, seus encantos pessoais é que prevalecem, atraem, conquistam quem estiver por perto. Sua essência é tudo. Quem não captar isso é que perde.
Há tb quem esteja preocupado pq vai reencontrar familiares e amigos, entre estes há pessoas que geralmente fazem comentários negativos, críticas nem sempre muito construtivas a respeito do seu corpo. Infelizmente, é por aí mesmo, sempre tem um que em vez de língua tem uma gravata dentro da boca.
http://www.orlandeli.com.br/grumpw.htm
Conheço bem muitos deles. Desagradável? Claro! E quem não gostaria de aparecer agora na frente deste povo arrasando, c/ muitos kg a menos, fazendo cada um mastigar a linguinha como eu fiz c/ aquela pessoinha que comentei outro dia não é?  Mas se não deu ainda p/ isso, não há pq se desesperar. Acontece que a gente quer sim, mostrar o qto é capaz. Não ter chegado ainda onde queria não é demonstrar incapacidade. Apenas não chegou ainda. Mas chegará. E a pessoa espera...não se preocupe. Se ela desta vez ainda não tiver como reparar que vc já começou a mudar, não se preocupe.
Primeiro: vc não está emagrecendo p/ ninguém e sim p/ si mesmo. Segundo: não dê valor excessivo à opinião dos outros. As críticas construtivas são bem-vindas, use-as como recurso de motivação. As destrutivas, ignore. Vc é aquilo que vc acredita ser. E se entrar numa de valorizar coisas que lhe derrubam a auto-estima, vai ficar mal e não é preciso isso.
Vc já andou bastante p/ a frente. Quem não quiser, que não veja. Ou que finja que não viu.
Ah... mas vc já evoluiu bastante, embora não tenha chegado ainda na meta, por ex. vai eliminar 20 kg no total e já se foram... 8 kg. Então,  há quem vá comentar, talvez perguntar: está mais magra?
Bom, quem pergunta "Está mais magra?" é pq está vendo alguma diferença em vc, então quer confirmação ou não quer admitir que viu. Então, conforme a pessoa, decida na hora como irá responder.
Eu, qdo é alguém que eu sei que torce muito por mim e só irá me incentivar ainda mais, respondo 'Sim, estou!'
Mas se for alguém que está esperando a resposta p/ dar a sua alfinetada, como por ex.: “ah... vamos ver até qdo, vc sempre para tudo no meio do caminho...” Aí, eu não dou mole não. Em vez de responder que sim ou que não, eu revido a pergunta: 'Por que? Vc está vendo alguma diferença em mim?' Aí, a criatura vai ter que dar a mão à palmatória ou então enfiar o galho dentro.
Se ela disser: sim, eu acho que vc está bem mais fina!
Aí vc diz: 'que bom!' e pronto, segue o seu rumo.
E se ela perguntar: Ah, mas é dieta? Se vc não acha que ela vai ajudar, então pode simplesmente dizer, c/ a maior cara de pau: 'Não, não é! Vai ver que vc estava c/ saudade de mim e agora me viu melhor' rs
E se ela disser: 'Não, acho que foi impressão' ...sorria e diga: 'é... pode ter sido' Mas não desça do salto..
Galera, eu sou malcriada, muito mesmo. Mas se eu souber que a pessoa está ali me espetando justamente pq quer me ver berrar, aí eu sou ruimmm que só eu! Mato na unha. E não dou o que ela quer. Pisa nos meus calos, eu grito. Mas se eu perceber que está pisando de sacanagem, só pq gosta de me ver sair do eixo, ahhh se ferra mesmo. Pq vai esmagar meu dedinho e eu vou sorrir e seguir e depois ela vai se remoer toda. E eu? Ah... eu vou ficar ótima!
Mas se o  desespero é por medo de se empanturrar nas festas e botar por água abaixo tudo que conseguiu até agora, então calma... sobre isto a gente vai conversar em outro post.. mas lembre-se... é como nas outras festas, nada de privação e sim controle!!! A gente chega lá!
 

AH! Antes que eu esqueça de contar, de novo...rs : resultado do VP na última 6a feira (02/12): menos 1 kg.
Minha amiga linda Dayana estreando um blog pra lá de especial, confiram!
Quem não leu sobre o encontro e não viu as fotos, está tudo em 2 posts aí embaixo!
Beijo



 Escrito por Beth ?s 15h02
[] [envie esta mensagem]


 
   FOI TUDO DE BOM O 10º ENCONTRO DA BLOGOSFERA LIGHT CARIOCA! CONFIRAM!

Um dia, quis Deus que alguns coraçoezinhos espalhados por aí se encontrassem. Eram corações recheados de amor, carinho, amizade, sentimentos diversos bons p/ compartilhar. Eram corações que, como tantos outros, tinham tb suas mágoas, seus receios, seus apertinhos. Eram corações de gente que vive, quem está vivo é isso mesmo, ri e chora, mas segue em frente. Deus achou um jeito especial: resolveu que ia aproximar estes coraçõezinhos através de um sonho, um objetivo comum, embora cada dono de coraçãozinho fosse diferente, tivesse uma história própria, um jeito bem particular de ser, de sentir...algo especial os uniria. E os coraçõezinhos foram se encontrando. E se reconhecendo de alguma forma, um no outro. Descobriram que de mãozinhas dadas, melhoravam a si e ajudavam o outro coraçãozinho. Mais coraçõezinhos foram chegando e dando as mãos. E se fortaleciam, se tornavam ainda mais amorosos, mais bonitos, mais capazes de amar, de serem amados. E agora descobrem, a cada dia, que cada coraçãozinho é instrumento de Deus p/ ajudar os outros e que todos eles juntos e mais todos que ainda chegarão, na verdade, são apenas partes lindas do coração de Deus.
A cada um de vcs, coraçõezinhos lindos que andam de mãos dadas c/ o meu, obrigada. Graças a Deus e a cada um de vcs, a cada dia eu me sinto uma pessoa melhor ou pelo menos, que tenta ser melhor. Quis o Pai que nos aproximássemos por caminho tão peculiar...Estamos aí, juntos e formando esta bonita blogosfera light. Que tem um coração imenso e lindo, dentro dele há um grupo maravilhoso, um coração que bate forte e vibra c/ vontade, cheio de amor: a blogosfera light carioca. Que delícia fazer parte disso!


Eu e Cacau, a nossa anfitriã maravilhosa no delicioso
10º Encontro da Blogosfera Light Carioca


Val (abaixada), Marcia, Deia, Eu e a mãozinha da Belinha lá atrás...rs


Na frente, encurvada, a nova amiga Jaqueline.
Atrás: Eu, Cacau, Juliana e Mariléia


Leandro e Marcia, Vicente e eu, Felipe e Valeria

 
Isabelle e Tiago // Barbara(sentada) e Janaína

 
Deia e seu sorriso (marca registrada). Ao fundo, Clarice (de rosa).A cabecinha da Andressa e de costas, Marcinha.


Eu e Marsele

Ao fundo: Felipe (Val) e Vinícius (Marsele)
No meio: Reinaldo (Andressa)
Na frente (esq. p/ dir.): Euler (Clarice), Vicente (Beth), Marcelo (Adry) c/ o Miguel-Godinho no colo e Leandro (Marcia) 


O POST CONTANDO SOBRE O ENCONTRO ESTÁ AQUI EMBAIXO 



 Escrito por Beth ?s 22h26
[] [envie esta mensagem]


 
   MAIS NOTÍCIAS DO ENCONTRO

E mais uma vez o grupo do RJ se reuniu. Tinha tudo p/ ser muito bom, tinha tudo p/ bombar. BOMBOU. Superou expectativas. E eu, que costumo ter facilidade c/ palavras, hoje me vejo atrapalhada. Só eu sei o qto estava emocionada e c/ que dificuldade falei na minha vez, no momento light. Mesmo as lágrimas que derramei algumas vezes não demonstraram o qto cada minuto deste encontro me tocou. do começo ao fim. Intenso demais. O adjetivo MA-RA-VI-LHO-SO é o mínimo que posso usar. O máximo, não tenho mesmo palavras. Seria injusta.

Hora marcada p/ o início: 14h. Acabou quase 22h - de tão bom que foi.  
Claudia (Cacau) carinhosamente abriu seu gostosíssimo cafofo p/ nos receber lindamente. Entrei ali e me senti em casa desde o 1º segundo. Aliás, eu e todos que foram, tamanho o aconchego, a energia positiva.

Quem estava lá?  A amigona cheia de luz Cacau, nossa anfitriã, claro...rs; Clarice e Euler, casal vitoriosíssimo, lindo; Valéria e Felipe, meus amorezinhos; Marsele e Vinícius, meus amorequinhos; Déia, linda demais e sempre c/ aquele sorriso que nem buscando nos classificados a gente encontra igual; Janaína, maravilhosa, bonita, iluminada; a docíssima Andressa e seu namoradão bacana companheirão Reinaldo; o querido casal "Só Love" Isabelle e Tiago; Bárbara, estreante muito bem-vinda, uma jovem bonita, sorridente e que encantou a todos; outra estreante maravilhosa, Adryana que levou seus amores Marcelo (o marido nota mil, que arrasou em simpatia, espontaneidade e companheirismo) e Miguel (o filho de 9 meses lindo, fofo e queridíssimo, que é chamado de Godinho); a miguxa Juliana tudo-de-bom e o namorado Sérgio; Jaqueline, outra estreante, amiga da Cacau, fantástica, espontânea, alegre e que criará seu Blog nos próximos dias; a surpreendente, comunicativa e chocante (calma, é que ela anda elétrica né...rs) Mariléia, que não tem blog mas é simpatizante e aderiu ao grupo de um jeito bem especial;, A bonequinha beijoca aniversariante Marcia c/ o maridão Leandro e a filhota linda Isabella. Eu e meu amor Vicente; e a Kitt -cadelinha linda da Cacau, sapequíssima que participou intensamente do encontro!rs

A iluminada Adry c/ seus amores: o filhote lindo e o QM

Faltaram algumas pessoas, que perderam o melhor de todos os encontros até aqui. Mas teremos muitos outros. Esta história mal começou. E mesmo qdo todos estivermos na nossa meta, esta amizade e união há de perdurar. Muito mais do que um processo de emagrecimento, temos em comum algo muito especial: carinho, respeito, admiração, sentimento de amizade mútuos...isto não se esvai assim, sem mais nem menos. Assim como isto não aconteceu por acaso. Papai do Céu é quem sabe...rs

Cada um levou algo de comer/beber. Resultado: uma mesa repleta de coisas gostosas, digna de D. Jaca morrer de rir da gente. Mas não foi um jaquicídio geral, sabiam?  Todos comemos numa boa, alguns um pouquinho mais, alguns c/ mais controle. Pelo que notei (perdoem se eu estiver enganada), a campeoníssima no controle deste sábado foi Marsele. Dá-lhe garota! E eu? Ah, eu comi...feito gente grande hihi A cada mordida um flash, daqui a pouco aparece em um dos blogs cariocas minhas fotos de boca cheia...rs Lá se vai a reputação rs

O destaque: maridos e namorados ficando cada vez mais amigos e descontraídos. Se revelando, se querem saber. Chegaram a sair juntos p/ comprar um baralho ali por perto p/ jogarem, brincaram muito na parte de fora da casa, deram boas gargalhadas e curtiram muito o encontro tb. Começaram pela parceria c/ suas mulheres e agora, de certa forma, criaram um "braço" da blogosfera carioca light, um braço de afeto, camaradagem e alegria. Bacana demais.

Entrega dos presentes de amigo oculto

Amigo oculto: Divertidíssimo. Sorteamos pouco antes da troca dos presentes e assim, a surpresa era p/ todos. Quem me sorteou foi a Janaína, que me deu um colar absolutamente lindo, super na moda, que enfiei no pescoço imediatamente - sem tirar a etiqueta...rs Eu sorteei a Andressa e quase a matei de vergonha qdo ela abriu na frente de todo mundo aquela mini-calcinha-hiper-sensual-de-renda-vermelha-etc...rs Um presente-estímulo, p/ que ela capriche na reeducação e logo possa estrear...rs
   
Eu e Janaína (atrás  Marcia, Juliana e Cacau) // Andressa e a calcinha super sexy...

Os homens participaram tb. Uma farra das boas. Meu marido tirou o Euler, deu um CD de MPB - Acústico. E ganhou do Felipe uma camiseta vermelha (estava precisando!) e um par de meias (idem), que adorou.
  
Vicente e Euler // Vicente e os presentes que ganhou do Felipe!

Surpresa e carinho: Valéria e Marsele, duas anjas, preparam um kit maravilhoso e presentearam a todos, inclusive os rapazes. E eu que já estava feliz da vida, fiquei emocionadíssima, me arrepiando toda. Cada um de nós ganhou uma sacola absolutamente linda, toda brilhosa, dentro dela havia: uma revista especializada no nosso assunto-foco, tipo Boa Forma etc. (os rapazes urraram de alegria c/ as capas contendo mulheres lindonas de biquini, mas homem é bicho bobo hahahaha); 1 bloquinho feito de papel reciclado, coisa mais fofa, a capa do bloquinho tinha o selo que o Vinícius (amor da Marsele) idealizou p/ a blogosfera light carioca; uma caneta; um porta-cd em plástico colorido (o meu foi pink) contendo um CD p/ armazenamento das fotos dos encontros cariocas. E um cartãozinho fofo preparado pela nossa musa da elegância, a gloriosa Clarice. Coisa de carinho. Coisa de amor ao próximo. Coisa de duas anjas lindas, aliás três, né Cla?

Parabéns pra você: Outra farra, o parabéns cantado p/ Marcinha que fez anos dia 26/11. E que bolo gostoso a Valeria fez hem...vixe...


Momento light: Indescritível. Pura emoção. Dali saímos c/ ânimo renovado. Eu até agora anestesiada. No início da madrugada de sábado p/ domingo, conversava c/ Marcinha via msn e ambas chorávamos o tempo todo, comentando os melhores momentos. E lá houve algum pior momento? Foi tudo tão bom...

Estaremos combinando nos próximos dias a entrega dos alimentos correspondentes ao dobro de kg eliminados e o encontro c/ Ana Marinho, de Curitiba, que chegará no fim desta semana ao RJ. Ela além de ser uma linda flor desabrochando, já é uma rainha nesta blogosfera light e madrinha nacional da campanha de doação de alimentos. Estamos todas loucas p/ abraçá-la!

Meu amor (11 kg mais magro) e eu

Amanhã estarei postando mais fotos do encontro. Que sua semana seja repleta de alegria, paz e saúde. E que a força esteja com vocês (vixe... pareceu coisa do Guerra nas Estrelas...rs)! Beijos!



 Escrito por Beth ?s 22h26
[] [envie esta mensagem]


 
  

 

É HOJE!!! ESPERAMOS VOCÊ LÁ!!!
SIM, ESTÁ CHOVENDO... MAS NÓS NÃO ENCOLHEMOS SE MOLHARMOS NÃO É?
HUMM NÃO SERIA NADA MAL HEM....RSSSS

ESPERAMOS VOCÊ LÁ!!!
QUEM AINDA NÃO CONFIRMOU SUA PRESENÇA E NÃO PEGOU O ENDEREÇO DA CLAUDIA (CACAU), ANIME-SE!
ENTRE NO BLOG DA MARSELE, ENVIE E-MAIL P/ ELA, VALERIA, A PRÓPRIA CACAU OU P/ MIM!

VALE A PENA PESSOAL, VAI SER NOVAMENTE UMA DELÍCIA!

O POST DE BAIXO FOI FEITO CARINHOSAMENTE P/ TODOS NÓS, ESPERO QUE GOSTEM!

 



 Escrito por Beth ?s 08h27
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Livros, Praia, Dançar, Curtir a vida
MSN -



EU ERA ASSIM  

ESTOU ASSIM Meu nome ? Elizabeth, sou conhecida como Beth
Analista de Sistemas, especialista em Metodologia, Processos e Qualidade em TI, Ger?ncia de Projetos,An?lise de Neg?cios, Auditora ISO, sou leonina do dia 10/08, carioca da gema, moro na minha na cidade maravilhosa (RJ), adoro fazer amizades, sonhar, ler, escrever, sou casada c/ Vicente - meu grande amor, m?e do Alexandre, um filh?o maravilhoso, que ? universit?rio e "boadastra" da Mimi, minha enteadinha adolescente linda a quem chamo aqui de filhotinha.

Meu e-mail: beth.ebprs@gmail.com
Meu MSN: ebprs@hotmail.com



Objetivo deste Blog: Compartilhar meu processo de reeducação alimentar e mudança de hábitos que resultou no meu emagrecimento, me tirou da obesidade mórbida e me ensinou e ensina tanto!



Meu processo: Fui beb? 'cheinho',crian?a de peso normal, na adolesc?ncia tinha ?timo corpo. No in?cio da fase adulta comecei a engordar c/facilidade em fun??o de uma mudan?a p/ pior dos h?bitos alimentares e tb devido a dificuldade que tive em enfrentar alguns problemas pessoais, decep??es e m?goas que se transformaram em Kg a mais (eu as COMI). Durante anos optei por m?todos indevidos, tomei rem?dios, f?rmulas, inje??es, fiz dietas mirabolantes e isto tudo me ajudou a virar uma sanfona que cada vez abria mais e fechava menos. Cheguei ao auge da obesidade c/ 140 kg e dei o basta. Primeiro, fiz um pequeno controle que me ajudou a emagrecer quase 5 kg. Depois, entrei para o Vigilantes do Peso, onde emagreci 53kg c/equil?brio, seguran?a e muita alegria. Aprendi muito, o caminho foi t?o importante quanto os resultados. Eliminei 53 kg com o método do Vigilantes do Peso e atividade física. Aumentei depois alguns kg e agora prossigo, para reconquistar a minha meta e mantê-la para sempre.

Cr?ditos Imagens: Google
Comunidade no Orkut!


Comunidade Orkut: Eu sou f? da Beth - A Conquista! criado com carinho pela amiga Lili (obrigada, lindinha!)
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2052374


 
Clique AQUI e veja
o que eu como!




HIST?RICO
 01/01/2011 a 15/01/2011
 16/12/2010 a 31/12/2010
 01/12/2010 a 15/12/2010
 16/11/2010 a 30/11/2010
 01/11/2010 a 15/11/2010
 16/10/2010 a 31/10/2010
 01/10/2010 a 15/10/2010
 16/09/2010 a 30/09/2010
 01/09/2010 a 15/09/2010
 16/08/2010 a 31/08/2010
 01/08/2010 a 15/08/2010
 16/07/2010 a 31/07/2010
 01/07/2010 a 15/07/2010
 16/06/2010 a 30/06/2010
 01/06/2010 a 15/06/2010
 16/05/2010 a 31/05/2010
 01/05/2010 a 15/05/2010
 16/04/2010 a 30/04/2010
 01/04/2010 a 15/04/2010
 16/03/2010 a 31/03/2010
 01/03/2010 a 15/03/2010
 16/02/2010 a 28/02/2010
 01/02/2010 a 15/02/2010
 16/01/2010 a 31/01/2010
 01/01/2010 a 15/01/2010
 16/12/2009 a 31/12/2009
 01/12/2009 a 15/12/2009
 16/11/2009 a 30/11/2009
 01/11/2009 a 15/11/2009
 16/10/2009 a 31/10/2009
 01/10/2009 a 15/10/2009
 16/09/2009 a 30/09/2009
 01/09/2009 a 15/09/2009
 16/08/2009 a 31/08/2009
 01/08/2009 a 15/08/2009
 16/07/2009 a 31/07/2009
 01/07/2009 a 15/07/2009
 16/06/2009 a 30/06/2009
 01/06/2009 a 15/06/2009
 16/05/2009 a 31/05/2009
 01/05/2009 a 15/05/2009
 16/04/2009 a 30/04/2009
 01/04/2009 a 15/04/2009
 16/03/2009 a 31/03/2009
 01/03/2009 a 15/03/2009
 16/02/2009 a 28/02/2009
 01/02/2009 a 15/02/2009
 16/01/2009 a 31/01/2009
 01/01/2009 a 15/01/2009
 16/12/2008 a 31/12/2008
 01/12/2008 a 15/12/2008
 16/11/2008 a 30/11/2008
 01/11/2008 a 15/11/2008
 16/10/2008 a 31/10/2008
 01/10/2008 a 15/10/2008
 16/09/2008 a 30/09/2008
 01/09/2008 a 15/09/2008
 16/08/2008 a 31/08/2008
 01/08/2008 a 15/08/2008
 16/07/2008 a 31/07/2008
 01/07/2008 a 15/07/2008
 16/06/2008 a 30/06/2008
 01/06/2008 a 15/06/2008
 16/05/2008 a 31/05/2008
 01/05/2008 a 15/05/2008
 16/04/2008 a 30/04/2008
 01/04/2008 a 15/04/2008
 16/03/2008 a 31/03/2008
 01/03/2008 a 15/03/2008
 16/02/2008 a 29/02/2008
 01/02/2008 a 15/02/2008
 16/01/2008 a 31/01/2008
 01/01/2008 a 15/01/2008
 16/12/2007 a 31/12/2007
 01/12/2007 a 15/12/2007
 16/11/2007 a 30/11/2007
 01/11/2007 a 15/11/2007
 16/10/2007 a 31/10/2007
 01/10/2007 a 15/10/2007
 16/09/2007 a 30/09/2007
 01/09/2007 a 15/09/2007
 16/08/2007 a 31/08/2007
 01/08/2007 a 15/08/2007
 16/07/2007 a 31/07/2007
 01/07/2007 a 15/07/2007
 16/06/2007 a 30/06/2007
 01/06/2007 a 15/06/2007
 16/05/2007 a 31/05/2007
 01/05/2007 a 15/05/2007
 16/04/2007 a 30/04/2007
 01/04/2007 a 15/04/2007
 16/03/2007 a 31/03/2007
 01/03/2007 a 15/03/2007
 16/02/2007 a 28/02/2007
 01/02/2007 a 15/02/2007
 16/01/2007 a 31/01/2007
 01/01/2007 a 15/01/2007
 16/12/2006 a 31/12/2006
 01/12/2006 a 15/12/2006
 16/11/2006 a 30/11/2006
 01/11/2006 a 15/11/2006
 16/10/2006 a 31/10/2006
 01/10/2006 a 15/10/2006
 16/09/2006 a 30/09/2006
 01/09/2006 a 15/09/2006
 16/08/2006 a 31/08/2006
 01/08/2006 a 15/08/2006
 16/07/2006 a 31/07/2006
 01/07/2006 a 15/07/2006
 16/06/2006 a 30/06/2006
 01/06/2006 a 15/06/2006
 16/05/2006 a 31/05/2006
 01/05/2006 a 15/05/2006
 16/04/2006 a 30/04/2006
 01/04/2006 a 15/04/2006
 16/03/2006 a 31/03/2006
 01/03/2006 a 15/03/2006
 16/02/2006 a 28/02/2006
 01/02/2006 a 15/02/2006
 16/01/2006 a 31/01/2006
 01/01/2006 a 15/01/2006
 16/12/2005 a 31/12/2005
 01/12/2005 a 15/12/2005
 16/11/2005 a 30/11/2005
 01/11/2005 a 15/11/2005
 16/10/2005 a 31/10/2005
 01/10/2005 a 15/10/2005
 16/09/2005 a 30/09/2005
 01/09/2005 a 15/09/2005
 16/08/2005 a 31/08/2005
 01/08/2005 a 15/08/2005
 16/07/2005 a 31/07/2005
 01/07/2005 a 15/07/2005
 16/06/2005 a 30/06/2005
 01/06/2005 a 15/06/2005
 16/05/2005 a 31/05/2005
 01/05/2005 a 15/05/2005
 16/04/2005 a 30/04/2005
 01/04/2005 a 15/04/2005
 16/03/2005 a 31/03/2005
 01/03/2005 a 15/03/2005
 16/02/2005 a 28/02/2005
 01/02/2005 a 15/02/2005
 16/01/2005 a 31/01/2005
 01/01/2005 a 15/01/2005
 16/12/2004 a 31/12/2004
 01/12/2004 a 15/12/2004
 16/11/2004 a 30/11/2004
 01/11/2004 a 15/11/2004
 16/10/2004 a 31/10/2004
 01/10/2004 a 15/10/2004
 16/09/2004 a 30/09/2004
 01/09/2004 a 15/09/2004
 16/08/2004 a 31/08/2004
 01/08/2004 a 15/08/2004
 16/07/2004 a 31/07/2004
 01/07/2004 a 15/07/2004
 16/06/2004 a 30/06/2004
 01/06/2004 a 15/06/2004



OUTROS SITES
 Site do Vigilantes do Peso
 Ação pelo semelhante
 Nutrella
 MC DONALDS - Tabela Nutricional
 Site ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
 Saudável.Info
 Vegê Gourmê - Blog da Chef Michele Maia
 Lu Francesa
 Selma Guerreira
 Meu Emagrecimento (Sara)
 Serei magra (Andreia)
 Renascer (Thuca)
 Valquíria
 Blog da Magui
 Neblina
 O sabor da vitória (Electra)
 Entretanto, eu (Jana)
 Diva esbelta e feliz (Diva)
 Miss Blueberry
 Vida boa é vida saudável (Cristy Costa)
 Diário light (Sylmara)
 Blog da Eloyza
 Veneno urgente (Flavia Rocha)
 Blog da Fafá
 Espelho light (Elaine)
 Blog da Cynthia (Londres)
 Agora eu emagreço (Aline) Brasília
 Never give up (Renata - Tita)
 Blog da Micha - RJ
 Homem também faz dieta (Carlos) RJ
 Jaqueline
 Mulher de Atitude - Cacau RJ
 Serei sereia (Fabi) RS
 A caminho da vitória (Elaine Regiane) SP
 Blog da Rogeria
 Blog da Georgia
 Escrevendo emagrecendo (Lisa)
 Diet Forever (Zá)
 Garotinha ruiva (o outro blog da Lu Russa)
 Dieta urgente (Luciana Alexandrino)
 Space Cris
 Tetê Sereiah
 Andréa Aoki
 Gordinha da Silva
 O sucesso da Lorena
 Renata sem firulas
 Valérie Roberto
 Arianna
 Clara - RJ
 Andréa Cordoniz
 Ana Carolina grávida
 Ana Carolina
 Miss Slim
 Drica (Paraty-RJ)
 Ada Sheila
 Anselmo
 Sueli
 Sol
 Kelly
 Jessica (Elite)
 Nilce
 Leila (Ninguém merece ser 3G)
 Fanta Diet
 Infobeso
 Cris Lopes
 Aline Tomaz (RJ)
 Roberta Alves
 Sue - gravidinha
 Cris fit
 Annie
 Novidades da Cris
 Leila Batista
 Clarita
 Rebecca sapeca
 Lua emagrecendo
 Brian
 Diario da bonita Andrea
 Marilia
 Marilia Vitória
 Aline Virtus
 Paula pra melhor
 Cristiane
 Teresinha
 Ana Cleide
 
 Marcia (Marquinhas)
 Pri 2
 Ludmila
 Lela
 Jana Carmen
 Pri emagrecendo...
 Luzluzinha
 Barbarella (Andrea Glauce)
 Raiane
 Luciana Kotaka
 Vanessa (Campinas)
 Patty emagrecendo de bem...
 Nanda (Idade da Pedra)
 Carlos Medeiros
 Lara
 Dani - Brasília
 Teresa Cristina
 Sisi
 Miriam - RJ
 Kaká
 Gabi e Ana Luiza
 Diário de Macherrie
 Catia
 Amanda Costa
 Rosimeyre
 Alice
 Walkiria
 Crizinha
 Char
 Lu Pinheiro
 Elisandra
 Lahys
 Cotidiano (Zany)
 Karen
 Kika
 Nicky
 O novo blog da Taty Carioca
 Isabela
 Lisandra
 Ju sem pressa
 VIGILANTES DA AUTO ESTIMA
 JT
 Barbarella
 Angelica Fernandes
 Claudia
 Lagarta de borboleta
 Alisson
 Nova Jacque
 Patty Roberta
 Michelle 2
 Elissandra
 Juliene
 Ana Paula
 Annie emagrecendo
 Lili Bolero
 Fernanda Betini
 Karina Torres
 Valqs
 Ana Telma
 Lilian Raquel (Lee)
 Cáritas
 Baxie
 Cacau II
 Renatita
 Nando Neri
 Isabelle
 Nanda
 Edite
 Way to go (Clara )
 Bartira
 BLOG COMER SEM CULPA
 Andreia Cantelli
 Lu Mme Light
 Magali
 Lu
 Aline RJ


VOTA??O
 D? uma nota para meu blog!