Conquista

UOL
   RESUMO DA SEMANA

Sexta-feira, oh diazinho querido (ainda mais c/ feriado na 2ª feira)! Tomara que o tempo ajude, preciso tanto de uma praia, andei enrolada nos dois últimos finais de semana e acabei não indo (espanto!).
A semana até aqui foi boa, embora c/ algumas preocupações e, infelizmente, a saúde da minha mãe está entre elas. No proc. de emagrec. tudo bacana. Desde domingo (23/4) estou na linha, c/ passos firmes p/ reverter qquer estrago possivelmente provocado pelos abusos do findi passado e evoluir. A alimentação foi muito boa, equilibrada, diversificada, nutritiva, saborosa. Tive circunstâncias especiais em que as jacas me rondaram mas decidida a olhar só p/ onde quero chegar, fiz pouco caso delas.
Já na 2a feira, um mini happy hour c/ amigos após o trabalho. Muito papo, muita gargalhada.  Como de costume, pediram pizzas mas eu só os acompanhei na boa conversa e na alegria, pedi outro prato mais adequado (igualmente gostoso) e valeu a pena.  Na 3a feira almocei c/ um ex-colega de trabalho que não via há mais de 10 anos. Almoço leve, saboroso e papo tb agradável. Na 4a feira eu e o Léo tivemos a alegria de conhecer pessoalmente a lindíssima blogueirinha light carioca Fernanda. Almoçamos juntos (almoço gostoso/light) no Barra Shopping, foi maravilhoso. Tomara que ela possa ir ao próximo encontro, a turma vai gostar muito dela!

Na 5a feira, um desafio: Despedida de alguns colegas que infelizmente estão sendo desalocados da nossa área, em almoço no Galeria Gourmet, onde o buffet super variado e delicioso é de deixar qquer vigilante do peso desnorteado. Uma excelente ocasião p/ minha mente exercitar o pensamento magro, qdo tudo levaria àquela idéia de gordo: ‘o preço é único, tudo aqui é ótimo, então TENHO que aproveitar e comer até estourar’. Uma forma de pensar equivocada (coisa de pobre como diz uma amiga minha...rs e de gordo, como digo eu...rs) Mas admito  que é preciso uma atenção danada, senão a gente cai do cavalo mesmo!
Segurei  bem a onda. Fui ao buffet me servir 3 vezes mas apenas como estratégia p/ realmente comer pouco. A cada vez, voltei c/ o prato contendo alguns itens em qtdes pequenas, sempre procurando balancear, inclusive fiz questão de comer bastante salada na 1ª vez. Finalmente comi endívia, vegetal que tinha curiosidade de provar e não comprava por achar caro. É boa, mas não senti nenhum gosto diferente de outros bem mais baratos, não acho que compense comprar a menos que seja uma receita muito especial. Vou seguir a linha dos aspargos, amo mas não compro, como no restaurante que vale mais a pena!  
 As sobremesas felizmente não faziam parte do buffet e qdo o garçon trouxe o mostruário à nossa mesa alguns babaram mas eu sinceramente não me interessei. Só brinquei, mostrando qual escolheria se realmente quisesse (seria um bem calórico) mas não era o caso e não tinha sentido comer sem estar c/ vontade.
Continuo anotando minha alimentação rigorosamente e não deixo o dia acabar p/ registrar, senão posso esquecer algo ou extrapolar os pts sem notar/evitar antes. Anoto durante o dia e depois transcrevo p/ o outro blog (Cardápio) que está atualizadinho. 

Outra coisa positiva da semana foi voltar a caminhar diariamente. Uma delícia, estava c/saudade. Saímos de casa ainda no escuro (5:25), logo começa a amanhecer e é lindo ver nossa cidade acordando e participar de um momento tão especial. Tb faço a bicicleta ergom. após o trabalho sempre que possível, geralmente seguida de uns min. de dança.
  Continuo aproveitando todas as oportunidades do dia-a-dia p/ me mexer. Diversos percursos faço a pé, qdo possível, em 95% das ocasiões uso escada em vez de elevador, inclusive no trabalho.

A semana não terminou, ainda há o sábado inteirinho mas estou tranquila e convicta de que nada me fará sair da linha, até pq estar na linha não me priva de nada, apenas me exige controle. Estou como sempre muito motivada, neste processo é essencial ter entusiasmo, auto-confiança e motivação, entre outras coisas. Fortaleço isto todos os dias, é o meu normal e esta semana tb foi assim.
Uma coisa que está cada vez mais acentuada em mim é a vontade de me ver bem, de me proporcionar o melhor. Isto envolve as comprinhas (continuo terrível), o esmero na hora de me arrumar p/ trabalhar, tenho dedicado mais tempo à decisão do que vestir e esta semana tive sempre tanta vontade de caprichar que recebi muitos elogios (inclusive de mim mesma, claro)! Detalhe: voltei a usar blusa p/ dentro da calça, há peças que ficam melhores assim e antes não achava que ficava legal. Fiz isto 2 vezes esta semana e embora ainda estranhe um pouco, gostei e pela 1ª vez constatei (c/ajuda do Léo) que até pareço mais fina deste jeito, antes era o contrário. 

Quase esqueci de contar: o maridão fofo aprontou mais uma! Na 3a à noite qdo fui tirar a colcha da nossa cama p/ me deitar encontrei pétalas de rosas vermelhas espalhadas sobre o lençol, algumas desenhando um coração. Só ele mesmo! Te amo, gatão!

Entreguei nesta 6a minha declaração de IR, garantindo a tradição de deixar este bendito imposto p/ a última hora, eu DETESTO fazer, DETESTO pensar que uma grana preta é descontada mensalmente do meu salário e depois de um ano em que não vivi nababescamente ainda tenho que pagar mais um pouco. O duro é que quem tem mesmo grana não declara ou sonega, faz mirabolâncias p/ se dar bem. E a gente que rala, passa aperto etc. paga o pato e dinheiro vai pra onde mesmo? Bom... vamos mudar o rumo da prosa...

Estou na TPM, tentando não ficar insuportável (acho que já estou rs). Vou ao VP amanhã (sábado) de manhã, já que na 3ª  à noite não deu tempo. O resultado só Deus sabe, mas estou consciente de que fiz meu melhor possível e ele foi bacaninha.Filizola há de se render, seja agora ou semana que vem e ela que se prepare, pois eu não me rendo não.
Update sábado 29/4: Menos 400g, que bom! Peso: 88,3. Ainda devo 200g a ela, já já pagarei.

E assim, mais uma semana em que de novo tenho muito a agradecer a Deus. Desejo a todos um feriadão bem gostoso! Beijos!



 Escrito por Beth ?s 22h50
[] [envie esta mensagem]


 
   UMA HISTÓRIA TÃO COMUM!



Ela viu o peso, ficou possessa, resolveu que ia emagrecer e já tratou de seguir a dieta que a amiga estava fazendo. Não importou saber que era um programa personalizado, definido por um médico especialmente p/ a colega. Ela pensou: se isto emagrece, eu quero fazer. E tomou até  mesmo por contra própria os remédios da outra (infelizmente há quem venda inescrupulosamente). A amiga tinha uma situação específica em que o medicamento era necessário, além disso ela estava sendo acompanhada e p/qquer problema teria o suporte necessário. Já a personagem que estou citando, não. Mal começou a tomar os remédios vieram os efeitos colaterais desagradáveis, mas insistiu em tomar até que passou mal e por pouco não complicou-se seriamente. Já havia perdido peso considerável em apenas 2 semanas e estava satisfeita apesar do mal-estar, da aparência péssima, boca amarga e seca, nervosismo acentuado, mãos e pernas trêmulas, diarréia e pele ressecada. Mas o que importava, se estava mais magra? Depois resolveria isso! Teve que parar na marra, pouco depois readquiriu o peso perdido, até pq ele foi isso mesmo: PERDIDO e não eliminado corretamente. Naquelas semanas não havia procurado aprender nada, a dieta da amiga até era balanceada mas ela tinha pressa e comia ainda menos do que o indicado. Afinal, havia uma festa e queria estar linda num vestido man.Y que viu na loja. Quase que usou foi a camisolinha de um hospital. 

Recuperou-se, passou um tempo esmagando a jaca, agora devido à frustração. Aconselhada por um médico que a atendeu no momento crítico, resolveu procurar ajuda. Foi a um programa de apoio tipo VP e a uma psicóloga pois suas dificuldades p/ lidar c/ seu corpo e c/ uma série de coisas na vida precisavam ser melhor trabalhadas, entendidas.
Começou bem, mas aí veio novamente a pressa. Agora o casamento de uma prima, que seria o acontecimento do ano na família, uma grande festa, aquele paquera estaria lá e ela tinha que estar maravilhosa (estar maravilhosa, na sua cabeça, era estar no man. Y). Já havia eliminado peso c/ reed.alimentar, mesmo não seguindo muito direitinho o progr.e não se disciplinando ainda p/ a ativ. física. Passou a achar seu emagrecimento lento, recomeçou a angústia de querer emagrecer pelo menos 15 kg até o casamento. Fez as contas, viu que dificilmente isto aconteceria a menos que radicalizasse. Por conta própria, escondida de todos, começou a inventar moda. Era um tal de dieta líquida (pobríssima de nutrientes) aqui, nada de carboidrato ali, à noite só sopinha de pacote (perigosíssima, pois é rica em sódio) e até uns remedinhos “naturais” que alguém indicou ela começou a tomar ‘só p/ dar uma acelerada’. Sim, no dia do casamento estava bem mais magra, embora não tão linda como imaginava. Usou o vestido que sonhou, sentia-se QUASE ótima, não fosse a dor de estômago que há semanas a maltratava, não fosse a fraqueza que sentia, não fosse o intestino preso, enfim...estava Quase linda, Quase maravihosa, quase magra, quase feliz e quase muito doente.Passando o evento parou c/ tudo, precisou de ajuda médica p/ resolver problemas digestivos, teve gastos c/ exames e remédios, enfim...aquilo tudo que é fácil imaginar. Se tivesse prosseguido c/ o programa de reeducação seguindo as orientações, buscando aproveitar de verdade tudo que o processo ensina, tirando proveito do tratamento psicológico, tentando se conhecer melhor e compreender o funcionamento do organismo, a relação emoções x respostas do corpo etc., certamente teria chegado ao dia do casamento muito mais feliz,muito mais bonita embora talvez não c/ o corpo que desejou, já que não dava mesmo tempo de um emagrecimento tão acentuado de forma segura. E agora bastaria dar continuidade a tudo, dando seus passos um a um, percorrendo a estrada c/ paciência e atenção. E a cada dia estaria mais evoluída, mais consciente, mais preparada p/ vencer DE VERDADE.

Alguém conhece esta personagem? Ela é fictícia, claro! Mas eu conheço várias pessoas que são ou já foram assim ou, pelo menos, já agiram de forma parecida. Uma destas pessoas sou eu mesma. No passado, como já contei aqui, tive pressa, muita pressa! E apelei p/ todo tipo de coisa que me emagrecesse e o que eu passei por causa disso, só não faço questão de esquecer pq são lições aprendidas, que servem p/ que eu sempre queira seguir este caminho que hoje e sempre será o meu: o da reeducação, aprimoramento. Sem pressa. Mas efetivo.
Qdo, no passado, eu admitiria entrar num processo que me traria o resultado final em cerca de 3 anos ou mais? Não, eu não tinha tempo p/ isso! Havia tanta coisa que me traria resultado mais rápido! No entanto, tudo que eu usei só me trouxe problema, mal-estar, frustração e um efeito sanfona terrível. E a obesidade mórbida, da qual só saí qdo resolvi usar a cabecinha que funcionou sempre tão bem p/ tantas coisas e p/ este assunto teimava em se fazer de boba.

Na 3ª passada no VP, a orientadora (substituta) que não me conhecia, me fez ir lá na frente, fui aplaudida pelo que já consegui até aqui. Ela pediu que eu contasse aos presentes como me senti ao começar, vendo que tinha tanto p/ emagrecer. Respondi o que já contei aqui várias vezes: Comecei vendo uma estrada da qual eu só conseguia enxergar o 1º trecho. Nem tinha idéia do tamanho dela, não dava p/ ver nada mais. Imaginava-a longa e cheia de curvas, mas sabia que somente conseguiria ver o restante se desse o 1º passo,depois o 2º e assim por diante. Até que comecei a ver que já havia estrada p/ trás e conseguia ver mais estrada à frente. E hoje olho p/ trás e não vejo mais o começo e na frente eu já vejo a chegada me esperando, então eu sigo. Nunca me fixei no que faltava p/ chegar à meta, afinal eram mais de 60 kg a enxugar. Mas a cada passo dado eu comemorava: ‘já foi mais um’. Só comecei a me fixar no que falta a partir do momento em que vi a linha de chegada.
Com fé, paciência, persistência, força de vontade e renovação DIÁRIA do meu querer e fortalecimento diário da consciência do PORQUE quero eu vou em frente, sempre. Curtindo cada vitória, aprendendo c/ cada tropeço, sendo generosa comigo mesma, valorizando o que realmente tem valor, me compreendendo como ser humano que falha, aprende, faz e refaz. E respeitando muito a mim mesma e a todos que se juntam a mim na caminhada, seja p/ me incentivar, seja p/ caminhar comigo.
Como o cortador de pedras do texto abaixo, vou conquistando a cada passo aquilo que mereço p/ mim. E desejo que assim seja p/ cada um de vcs. Beijão!



 Escrito por Beth ?s 20h35
[] [envie esta mensagem]


 
  

AVISO IMPORTANTE

ALGUMAS PESSOAS ME INFORMARAM QUE REGISTRARAM COMENTÁRIO
AQUI NO BLOG E QUE O COMENTÁRIO SUMIU TOTAL OU PARCIALMENTE.
NÃO SEI O QUE HOUVE, POIS
GARANTO QUE NÃO MUTILEI NEM APAGUEI NENHUM COMENTÁRIO,
PORTANTO PODE TER SIDO ALGUM PROBLEMA COM O UOL.
SE ISTO ACONTECEU COM O COMENTÁRIO DE MAIS ALGUÉM,
POR FAVOR ME AVISEM P/ EU PODER ENTRAR EM CONTATO COM ELES E RECLAMAR OK?
O POST ATUALIZADO ESTÁ AQUI EMBAIXO!
TENHO PROFUNDO CARINHO E RESPEITO POR CADA UM DE VOCÊS
E SUAS VISITAS E COMENTÁRIOS ME TRAZEM ALEGRIA E ME GRATIFICAM MUITO!
SÃO COMBUSTÍVEL ADICIONAL P/ MINHA MOTIVAÇÃO, SEM CONTAR
QUE APRENDO MUITO COM VOCÊS TAMBÉM!

BEIJOS MILHÕES!



 Escrito por Beth ?s 14h10
[] [envie esta mensagem]


 
   DIA 23 DE ABRIL! EU ESTOU VESTIDA COM AS ROUPAS E AS ARMAS DE JORGE.

  SALVE JORGE!


Todos conhecem a linda composição do Chico Buarque “Bastidores”? Dei uma mudadinha na letra (perdoe-me, Chico) e só por hoje estou cantando assim: “Jaqueiiiii! Jaqueiiiii!!!!!  Jamais jaquei tão feio assim!E até sonhei c/ D.Jaca trôpega e infeliz a rebolar p/ mim!”

Como vivo lembrando, não sou este primor todo. Aprendo muito na caminhada, aplico ao máximo tudo que é melhor p/ mim e gosto cada vez mais ter outra forma de pensar e uma melhor atitude, um ESTILO DE VIDA bem melhor tanto na alimentação como na vida em geral (não dá p/ dissociar, qdo a coisa é boa a gente expande, usa em tudo). Porém, de santinha não tenho nada e qdo resolvo (?) que não vai fazer mal dar uma soltadinha a idéia é sempre fazer algo que possa administrar.
Algo que apregôo é justamente o fato de nada ser proibido na reed. alimentar. Tudo pode-se comer desde que haja MODERAÇÃO. Ser moderado não é só comer pouco, mas usar o bom senso, é moderar no todo. Fazer o cardápio compatível c/ a necessidade de nutrição adequada, associando o prazer de saborear coisas boas ao equilíbrio da alimentação de forma que o doce daqui, aquela batatinha dali não sejam agentes de prejuízo, de retrocesso no processo e de mal p/ a saúde etc.

Neste feriadão eu não fui moderada, não pratiquei o equilíbrio necessário e que me faz tão bem ao corpo (digestão, bem-estar, emagrecimento) e à cuca (é gostoso saber que a gente fez o melhor possível, se esforçou, é como um carinho que a gente sabe que se deu). Portanto, esta será uma semana em que tenho que fazer o máximo mesmo, no que depender de mim exercer 100% de controle,  equilíbrio, moderação e tudo que, se não for suficiente p/ evitar que Filizola me dê uma bela chibatada, ao menos me prepare p/ dia após dia reverter o estrago que possivelmente vai ser registrado.

Pq lhes conto isto? Ué, honestidade! Senão eu pareceria ser uma coisa que não sou! As jacadas aconteceram assim:

a) Rodízio de pizzas não planejado na 5ª após o trabalho, c/ uma amiga. Detalhe (dica das boas): Na Viena o rodízio de pizzas dá direito a uma boa mesa de saladas e outra de massas, crepes e sopa. Então a gente pode perfeitamente comer bastante salada, tomar uma boa sopa e depois saborear pizza sem tanto excesso! Mas não foi o que eu fiz. Comi  bastante pizza (nem contei) enqto conversava, ria muito, o tempo passava gostosamente. Como geralmente tenho cardápio bem equilibrado e foi assim a semana toda, então aquela saidinha não me atrapalharia, desde que eu no dia seguinte já me reorganizasse.

b) Sábado de manhã: me programei p/ comer esfiha da Padaria Bassil na SAARA e chegando lá, a decepção: tinham acabado as esfihas. Não curto as de outras lojas, mas comi 2 em outro lugar! Gula, olho grande. Uma coisa é comer algo planejado e que quero/gosto muito,outra é comer só pq estamos ali, eu e a esfiha que nem é minha favorita. Jaca, SIM.

c) Sábado, início da tarde: Emergência c/ minha mãe, optei por almoçar no Centro mesmo, rapidamente, antes de vê-la. O que não falta lá é opção, mas eu e o Vi fomos no Mc por estar ali, encostadinho. Podia optar pela salada, mas encarei o nº 2 - Quarteirão. Comi resmungando, achando sem graça, o pão pesado, o molho muito forte, a carne sem sabor. Ainda assim, não sobrou farelo. Não curti, mas o velho hábito do “já que estou aqui, vou em frente” falou mais alto. Saí empanturrada, mal nutrida, nada satisfeita no sentido real da palavra. Foi jaca por ter feito má opção e ter comido tudo mesmo não achando bom.

d) Sábado à noite: fomos a um barzinho c/ a
Ale (aniversariante do dia) e o marido dela. Se eu tivesse sido moderada antes, o que comi não atrapalharia (desde que moderasse tb, claro). Não foi o caso e apliquei o nada recomendável “JAQUE”. Já que a vaca estava na beira do precipício, empurrei logo a coitada. Por opção, pois ajudei a decidir tudo que comeríamos.
Agora, conclusões fundamentais (p/ lembrar sempre!)
- JACAR não é simplesmente comer um pouco ou muito mais e sim uma série de coisas que, reunidas, comprovam uma falta de MODERAÇÃO que precisa ser constantemente combatida. Jaquei pq não observei na prática este conj. de coisas que já são mais do que minhas conhecidas, compreendidas e na maior parte das vezes aplicadas por mim;

- Tudo ensina e as jacadas são ótimas professoras qdo, ao invés de nos lamentarmos, paramos p/ refletir nos porquês, como, qdo, onde etc. e principalmente p/ entender nosso comportamento, visando unicamente APRIMORAR e nos capacitarmos a fazermos melhor da próxima vez;

-
Há quem goste de usar p/ si mesmo e incentivar/questionar aos outros o sentimento de CULPA. Se culpa, por si só, solucionasse alguma coisa, não haveria mais nada falho no mundo nem no comportamento do ser humano. Prefiro o termo RESPONSABILIDADE, sobre o qual postei outro dia. Responsabilizo-me pelos deslizes cometidos e assumo as conseqüências dos mesmos mas, principalmente, responsabilizo-me por agir de uma melhor forma p/ que meu processo continue de vento em popa, no ritmo adequado ao meu momento e aproveitando p/ aprender mais algumas lições;

- Há um JAQUE que vale a pena aplicar e estou desde já praticando. É o ’JÁ QUE fiz lambança mas quero e posso me reorganizar e seguir em frente, não espero a 2ª feira e hoje mesmo, domingão lindão, já ajusto o passo, faço tudo direitinho, um HOJE bem bacana que deverá ser modelo' ;

- Lamento (olha que maldade...rsss) informar mas a lingüiça de metro do Manoel & Joaquim é tudo de bom, a batata frita c/ alho torrado e linguicinha picada é um Deus Nos Acuda de gostosa e a banana frita c/ açúcar e canela acompanhada de sorvete de creme é de gemer  (geme enqto come, pois é o manjar dos Deuses. Geme depois, só de lembrar...rs Mas atenção: geme tb na hora de subir na balança haha)
 E agora? Agora tenho uma semana importante pela frente e seja como tenha sido o feriadão de cada um de vcs, vamos respirar fundo e DESDE HOJE fazer o que sabemos, podemos e queremos: investir na nossa REEDUCAÇÃO c/ amor e respeito por nós mesmos. Jaca? É passado, já foi. Vamos nos inspirar não nos nossos erros, aprendemos muito c/ eles mas a inspiração vem das conquistas que vamos tendo. Querem uma minha? Estreei na noite de sábado aquela sainha 46 que comprei semana passada. Tudo de bom. Beijocas!



 Escrito por Beth ?s 15h59
[] [envie esta mensagem]


 
   MEU CADERNINHO, SEU CADERNINHO!


Imagem: http://www2.uerj.br/~edai/imagens/caderno.gif

Comentários sempre gentis, uma aceitação bacana p/ as coisas que trago p/ cá, isto é gratificante. Como disse outro dia a amiga Adriana, não tenho a menor intenção de dar uma de professora (e nem poderia!), eu só compartilho o que vou aprendendo, tudo é fruto de reflexões que me vêm depois de ler /ouvir / observar alguma coisa/ alguém e principalmente a mim mesma. Ou de curiosidades que me vão surgindo e eu ponho a cachola p/ funcionar, no final das contas tudo vira uma lição p/ mim.

Já disse isso, mas repetirei: os blogs são como o caderno de escola que a gente empresta ao colega p/ que ele copie a matéria, o dever já feito ou mesmo p/ que ele nos ajude a corrigir nosso erro e a entender algo que ainda não conseguimos assimilar. Somos alunos da mesma escola, talvez em classes diferentes, talvez estudando por métodos diferenciados, uns já estão há mais tempo, outros chegaram agora mas todos estamos dispostos a aprender, a crescer e assim vai indo até “passarmos de ano” e nos formarmos. Mas pergunto: O que é passar de ano e se formar, neste contexto?

Vamos associar a nossa história no proc. de emagrecimento ao período escolar. Passar de ano, no caso, é atingir metas temporárias e se formar é alcançar a definitiva? Na escola, há quem não passa de ano talvez pq leva tudo ‘na flauta’, não se dedica, não se preocupa em aprender, não presta atenção em si mesmo nem no que está sendo mostrado, de repente vê que o tempo passou e está ali, na mesma. E repete, fica triste pq vê os colegas em um nível mais avançado, sente-se inferiorizado.

Há quem c/ esta lição leve a nova tentativa mais a sério, perceba que só mesmo c/ foco e dedicação se habilitará a passar. Mas há quem se acomode novamente, repita os mesmos erros de antes ou pq não aprendeu nada mesmo, ou pq resiste muito. Enfim, enqto não promover as mudanças necessárias vai ficar repetindo ali até o dia em que acordar. Mas há quem aprenda c/ o insucesso e resolva fazer diferente, fazer melhor e aí, chega onde quer.
 Mas aí vem outra questão: O que é ‘chegar onde quer’ no nosso contexto do emagrecimento? Ah, é o peso desejado, ao manequim sonhado! E isto basta então? Não, não basta. Novamente pensando na escola: Aquele aluno que passou raspando, não se dedicou, não aprendeu nada, decorou a matéria só p/ a prova, colou daqui e dali, chega no período seguinte, simplesmente "voa" pq não tem base p/ acompanhar as aulas, não é? Então, passar de ano não quer dizer necessariamente que está habilitado p/ o que vem a seguir.

Assim é a questão do emagrecimento. O peso estabelecido como meta é importante, ele é um marco, claro! Chegar e ele é uma vitória? Sim! Mas chegar a ele de qquer jeito, a qquer preço, sem preocupação c/ o que vai acontecer depois ou o que já está acontecendo durante o emagrecimento é vitória? Não. É como passar de ano sem ter aprendido nada e depois, ver-se numa situação em que não sustenta aquilo que conseguiu. Precisará dar nó em pingo d´água p/ manter-se no peso. Se quem se reeduca já precisa a vida toda manter-se no controle, aplicar tudo que aprendeu durante o processo, transferindo-se na verdade do processo de emagrecimento p/ o processo de eterna manutenção, o que diremos de quem chega lá ‘no tapa’? Acho que vale pensar!
A meta tem que ser definida c/ responsabilidade. Ela tem que ser alcançável e tem que ser algo que nos faça bem, que nos deixe bem de verdade, tanto fisicamente (por dentro e por fora) e emocionalmente!

Se eu definisse como meta, hoje em dia, chegar ao meu melhor peso na vida que foi 58kg, estaria viajando na maionese, dedicando-me a algo que além de ser dificílimo não condiz mais c/ minha realidade. Aos quase 50 anos não quero (nem vou) ser a Beth dos 17 aninhos e sim a Beth bacaninha dos quase 50. Imaginem se eu eliminar ainda 30kg além do que estou hoje, vai cair até a orelha! Não busco a adolescência que, felizmente, foi muitíssimo bem vivida, mas passou! Busco meu aprimoramento p/ minha fase atual e as que virão. Adolescente sim, no eterno amor, no eterno querer viver bem, c/ alegria, c/ jovialidade, c/ garra e energia. No mais, sem chance...rs  Minha meta é factível, apropriada a mim e quero alcançá-la de verdade, não quero que seja algo que logo a seguir venha a deixar escapulir, de bobeira, por não estar capacitada a manter. P/ isso, como o aluno na escola, preciso ter um real aproveitamento de todo o curso, captar o máximo de informação, compreender bem cada etapa, cada ensinamento, cada mensagem direta ou subliminar que vai sendo impressa a cada passo dado à frente e tb nos passos por ventura dados p/ trás, nos tombos, nos arranhões. Assim é na vida como um todo, não poderia ser diferente num processo como este.
Os blogs fazem parte do material deste ‘curso’. São como apostilas que trazem tantas dicas, tanta riqueza de informação sobre não só dietas, exercícios físicos, cremes e massagens, cirurgias etc. mas sobre GENTE, gente que está na estrada da vida, a melhor escola que Deus criou p/ Seus filhos. E esta troca de “cadernos” tem sido gratificante, importante demais no meu processo.

Não há cantinho nesta blogosfera em que eu não capte algo interessante ou não encontre combustível, informação que me ajude crecer. E o que procuro c/ meu caderninho que compartilho c/ cada um de vcs é justamente tb acrescentar alguma coisa que os ajude tb a entender a lição. Ou mesmo a me mostrar que há algo que preciso aprender melhor.
Vamos em frente, pesistiremos não só p/ passarmos de ano e sim p/ nos formarmos aptos a uma conquista maior: sermos efetivamente capazes de manter o que conseguimos alcançar e dali em diante, só evoluir no melhor sentido da palavra. Sabendo que aquilo foi obtido c/ muita responsabilidade, trabalho, carinho. Beijão! Bom feriadão!
P.S.: Lola, obrigada pelo comentário gentil/comovente no penúltimo post! Beijos!



 Escrito por Beth ?s 09h39
[] [envie esta mensagem]


 
   ANSIEDADE DE MAIS OU DE MENOS?

Sempre digo que a ansiedade é péssima companhia. Geralmente, aconselha muito mal e se a gente der ouvidos pode fazer bobagem, pois ela gera impulsividade e compulsividade. Falo sobre isso c/ conhecimento de causa, pois sempre fui uma pessoa ansiosa, desde criança. Por conta disso fiz muita coisa errada, várias vezes, no passado. Admito isto p/ poder melhorar e evitar, cada vez mais, ser vítima de mim mesma.  Já estive ansiosa de várias maneiras, das mais básicas às mais complicadas. Hoje sei que muitas coisas que senti e me apavoraram tanto no passado eram crises de ansiedade e sei até o que as alavancava. Na época, não tinha noção, só sabia que era ruim demais.
 Imagem: http://marieclaire.globo.com/edic/ed110/imagens/sau_ansiedade1.gif

O que eu não sacava naquela época era que somente eu poderia mudar o que estava me fazendo mal, o que estava me levando a ficar cada vez mais ansiosa e angustiada e me empurrando p/o lado contrário ao que eu queria p/ mim. Qdo saquei e me decidi a dar a virada, eu dei, já faz mais de 20 anos e dali em diante, iniciou-se um processo de auto-conhecimento, de aprimoramento que bem devagarinho foi me proporcionando um resgate super interessante e gostoso de mim mesma. É bom perceber que ao mesmo tempo em que resgato o que há de melhor em mim, desde sempre, consigo compreender e conquistar novas coisas boas, não me contento em revisitar uma Beth bacaninha de antes, eu quero mais, eu quero uma Beth melhor, quero ser e vou batalhando por isso e está sendo bom demais.

Não posso dizer que deixei de ser ansiosa, mas não tenho os piripaques que tinha no passado por conta disso. Se fosse contar meus ataques, não haveria post que coubesse, um dia contarei um pouquinho, ok? Tenho ansiedade sim, em alguns momentos/situações, ás vezes também por nada (em época de TPM isto é acentuado) mas há um equilíbrio maior e tb tem aquela ansiedade que não é maléfica, até pq ausência total de ansiedade não é uma coisa tão positiva assim. Li um ótimo artigo que fala sobre isso, foi o que me fez pensar neste post. Recomendo a leitura, segue o link AQUI.
Imagem:
http://revistamarieclaire.globo.com/Marieclaire/0,6993,EML459631-1744,00.html
No processo de emagrecimento, a ansiedade exagerada pode produzir efeitos ruins. Por conta dela muita gente pode estabelecer metas irreais/inalcançáveis ou prazos absurdos p/ alcançar a meta, como tb sair fazendo besteiras, apelar p/ coisas radicais em troca de resultados rápidos. É diferente de uma ansiedadezinha básica  que a gente sente, por exemplo, pouco antes de pesar, de provar uma roupa na loja, de testar se aquela calça já fecha!
A ansiedade excessiva tb pode gerar ações contrárias ao que se quer alcançar, uma pessoa que não veja o resultado esperado dentro do tempo que previu (geralmente tempo de ansioso é muito curto) pode se deixar levar momentaneamente por pensamentos equivocados, a crença de que não vai conseguir chegar onde quer, acaba comendo demais, depois se arrepende.
Chuta o balde e depois, acaba piorando tudo.

Notei, no meu próprio emagrecimento, que toda vez que fiquei mais ansiosa, mesmo sem fazer bobagens, meu resultado não foi tão bom no geral como qdo consegui manter a serenidade. Este proc. é um dia de cada vez, não tem melhor forma de conduzi-lo. Definindo metas justas, que se possa alcançar sem sacrifícios, nem loucuras; entendendo que não somos iguais todo dia, nosso corpo funciona de formas diferentes conforme dia/hora/situação e assim, não existe emagrecimento linear; buscando dar o melhor a cada dia e, se falhar, ainda assim seguir em frente, ajustando-se e aceitando caso o resultado reflita a falha. Não dá é p/ cometer o deslize e sair apelando p/ tudo que é bobagem p/ ver se dribla o corpo, a balança, muitas vezes pondo a perder o que vinha fazendo direitinho antes.
Estou neste momento, novamente, de bastante tranquilidade, fazendo o melhor que posso, aprendendo c/ meus erros, entendendo meus próprios mecanismos. Tem sido legal. E eu recomendo esta paz a todos vcs. E a mim tb, claro, pois mantê-la é uma arte na qual ainda sou aprendiz. E tem sido cada vez melhor.
  VP: Como contei a vcs, estou tentando frequentar as reuniões das 3as feiras à noite, em Copacabana, mas não sei se conseguirei manter esta rotina, o horário fica apertado p/ mim. Uma coisa é legal: sendo mais próximo do fim de semana, mais uma motivação p/ não dar aquelas bobeirinhas achando que falta muito p/ a pesagem (que antes era às 6as). O resultado: apesar de estar comendo lindamente, num controle do qual tenho sentido um orgulho danado, sei lá pq Filizola acusou 600g a mais. Acho que é momento hormonal (estou na bendita semana da ovulação) ou algo assim. Tranquilamente, sigo em frente, certa de que na próxima haverá justiça...rs Digo isto pq realmente estou super bem e esta calça que usei hoje p/ trabalhar não nega meu progresso. Estou feliz. E nada ansiosa. Ai que bom!

Beijos!



 Escrito por Beth ?s 08h18
[] [envie esta mensagem]


 
   E AÍ? COMO FORAM DE FERIADÃO E PÁSCOA? ESTÃO RENOVADOS? ENTÃO, EM FRENTE!

Certa vez publiquei um post c/ esta letra de música e hoje, ouvindo-a novamente (adoro) achei que deveria começar este post de novo c/ ela, pois renovação envolve tantas coisas e uma delas, muito importante, é a gente seguir c/ ânimo, fé, alegria e determinação renascidos. Então vamos cantar juntos antes de eu contar minhas notícias:

TENTE OUTRA VEZ (Composição: Raul Seixas/ Paulo Coelho/ Marcelo Motta)
Veja
Não diga que a canção está perdida
Tenha em fé em Deus, tenha fé na vida
Tente outra vez
Beba
Pois a água viva ainda está na fonte
Você tem dois pés para cruzar a ponte
Nada acabou, não não não não
Tente
Levante sua mão sedenta e recomece a andar
Não pense que a cabeça agüenta se você parar,
Há uma voz que canta, uma voz que dança, uma voz que gira
Bailando no ar
Queira
Basta ser sincero e desejar profundo
Você será capaz de sacudir o mundo, vai
Tente outra vez
Tente
E não diga que a vitória está perdida
Se é de batalhas que se vive a vida
Tente outra vez


É isso aí! Quem está na estrada, seja qtos passos tenha dado à frente e mesmo que esteja paradinho ou até tenha dado uns passinhos p/ trás, mesmo que tenha derrapado e até caído, é p/ frente que se anda. Levante (se for o caso) e TENTE OUTRA VEZ! E se está c/ tudo em cima, continue fazendo o seu melhor. Vale a pena. Sempre.


Meu feriadão foi muito gostoso! Descansei bastante, passeei, fiz comprinhas e e curti muito minha família, a filhotinha veio passar estes dias conosco e foi tudo ótimo! Começo uma nova semana c/ gostinho de vitória e vou contar pq:

1) Fiquei boa da virose que me arrasou por 1 semana! Não desejo aquilo nem p/ inimigos, se é que os tenho!

2) Estou no controle total da minha alimentação e sinto-me ainda mais forte p/ prosseguir nesta reta final!

3) Em rigorosamente TODAS as lojas em que entrei nos shoppings por onde passei nestes dias, as vendedoras insistiram p/ que eu provasse roupas, inclusive lojas onde antes eu nem entrava pois jamais tinham peças que me coubessem!

4) Aquela  blusa preta que ganhei semana passada e fechava "na marra" já fecha c/ tranquilidade. Falta só não fazer "beiço" entre os botões qdo eu sentar, p/ estar no ponto.

5) Na 6a feira entrei na Líder e experimentei uma saia 46 em brim sem strech, só p/ ver como ficava, já que não tinha a 48. Achei que faltaria um bom pedaço de pano. Não faltou. Ficou um pouco justa na cintura mas dá p/ usar na boa. Feliz da vida, trouxe p/ casa, claro!

6) Na mesma loja, comprei ainda uma saia G em tecido aveludado bordado, muito lindinha. E 2 blusinhas de malha, sendo que uma delas é tam M (não tinha a G e ao provar a menor, vi que ficou excelente). Presentes de Páscoa do meu amor! (viram como é bom não gostar de chocolate? Se gostasse acabava ganhando bombom, ovos...e se não ficasse esperta, gramas ou kg na balança!)
7) Passeando c/ maridão e filhota pelo shopping, nos chamou a atenção a vitrine da Rapsodia, loja que gosto mas que jamais teve roupa que me coubesse. Entramos e ficamos extasiados, a coleção é inteirinha linda. Detalhe: várias peças me cabem. Só não ganhei uma bata maravilhosa que meu amor escolheu pq eu realmente estava querendo outro tipo de roupa, mas foi delicioso experimentar e ver que ficou boa, foi melhor ainda saber que se quiser, já posso ir lá e escolher, muitas peças maravilhosas já ficam bem em mim!

8) Venci uma velha "história" c/ a loja Mme MS. Há anos entro lá só acompanhando colegas e amigas, dou palpites, ajudo-as a escolherem peças e fico babando pois nada ali, mesmo no tam GG me cabia. Não por culpa da loja, eu que era bem maior que os GGs da vida... Certa vez 'jurei' que um dia entraria lá e escolheria o que quisesse. Chegou o dia. Nesta 6a feira, entrei p/ acompanhar minha filhota, ela de olho numas blusas fofas que estavam em promoção. Qdo dei por mim, eu estava no provador c/ um monte de peças p/ experimentar.
A 1a foi uma blusa muito fofa, tipo camisa manga 3/4, em tecido tipo crepe, que adorei. Vesti e a danada ficou linda! Sabem o que aconteceu? Comecei a chorar dentro do provador. Ria p/ mim mesma no espelho, as lágrimas rolavam de tanta alegria. Chamei a Thamiriz (a filhota) e ela entrou na cabine, olhinhos arregalados ao me ver chorando. Expliquei a ela, entre lágrimas eu dizia: Venci, Mimi! Venci! Eu jurei que um dia as roupas daqui me caberiam. E elas cabem! E no tamanho G, não são nem GG! Ela me abraçou rindo e eu chorando, pareciamos 2 malucas.
O resultado é que provei uma porção de coisas e trouxe p/ casa algumas, deixando lá uma continha a ser paga em 5 parcelas haha Isto pq estou dura hem!

9) Sempre gostei de calçados que amarram no tornozelo e ganhei do Vi uma sandalinha muito linda deste tipo. O detalhe: geralmente não ficava bem por causa do tornozelo muito grosso, que inchava bastante antigamente. Agora, fica absolutamente fofa!

10) Minha calça verde que até outro dia vestia bem mas ainda ficava bem certinha no corpo, entrou sem precisar abrir o ziper. Sinal de que preciso começar a usá-la mais vezes, pois logo estará larga! Yeahhhhh

É isso, gente. O relato sobre as comprinhas não é p/ exibicionismo não, nem p/ mostrar consumismo. É que são reais vitórias, coisas que p/ alguns são muito comuns mas p/mim, embora cada vez mais aconteçam, ainda são surpreendentes, ainda causam uma sensação que é boa demais. Compartilho c/ vcs pq sei que me entendem, que conhecem este gosto (os que já estão passando ou passaramo por estas conquistas) e os que ainda não chegaram lá, entendem pq estão batalhando p/ isso. E vão chegar. E vamos comemorar muito, combinado?  Afinal nós torcemos uns pelos outros freneticamente!
Por isso eu insisto: façam o melhor que puderem, mesmo que não seja sempre o ideal, mesmo que nem sempre dê p/ fazer 100%. Lembrem-se de que o ótimo é inimigo do bom. Quem fica esperando só as condições totalmente favoráveis p/ fazer só o que for 100% acaba não fazendo nada e deixando de fazer um pouco menos, mas que sempre será avanço, sempre trará benefício.
Vamos caprichar, pois nós merecemos a alegria de vencer cada cm desta estrada. Vale a pena. Até aqui, p/ mim já valeu e muito!
Como diz a linda música do Rappa:  'Valeu a pena eh eh  Valeu a pena eh eh Sou pescador de ilusões'
(no caso, sou pescadora de realizações dos meus sonhos...)

Obs.: Pessoal, vamos visitar a galera! Tem gente nova precisando de incentivo, tem gente antiga precisando de incentivo! Eu consegui visitar um montão nestes dias e só blogs que não abriram ou que não me deixaram comentar por algum problema é que ficaram sem meu "alô" (Lalá não consegui abrir o seu nem a pau!). Ou quem eu já tinha passado antes, no começo da lista!

Beijos milhões, tudo de bom p/ nós esta semana!


 Escrito por Beth ?s 21h38
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Livros, Praia, Dançar, Curtir a vida
MSN -



EU ERA ASSIM  

ESTOU ASSIM Meu nome ? Elizabeth, sou conhecida como Beth
Analista de Sistemas, especialista em Metodologia, Processos e Qualidade em TI, Ger?ncia de Projetos,An?lise de Neg?cios, Auditora ISO, sou leonina do dia 10/08, carioca da gema, moro na minha na cidade maravilhosa (RJ), adoro fazer amizades, sonhar, ler, escrever, sou casada c/ Vicente - meu grande amor, m?e do Alexandre, um filh?o maravilhoso, que ? universit?rio e "boadastra" da Mimi, minha enteadinha adolescente linda a quem chamo aqui de filhotinha.

Meu e-mail: beth.ebprs@gmail.com
Meu MSN: ebprs@hotmail.com



Objetivo deste Blog: Compartilhar meu processo de reeducação alimentar e mudança de hábitos que resultou no meu emagrecimento, me tirou da obesidade mórbida e me ensinou e ensina tanto!



Meu processo: Fui beb? 'cheinho',crian?a de peso normal, na adolesc?ncia tinha ?timo corpo. No in?cio da fase adulta comecei a engordar c/facilidade em fun??o de uma mudan?a p/ pior dos h?bitos alimentares e tb devido a dificuldade que tive em enfrentar alguns problemas pessoais, decep??es e m?goas que se transformaram em Kg a mais (eu as COMI). Durante anos optei por m?todos indevidos, tomei rem?dios, f?rmulas, inje??es, fiz dietas mirabolantes e isto tudo me ajudou a virar uma sanfona que cada vez abria mais e fechava menos. Cheguei ao auge da obesidade c/ 140 kg e dei o basta. Primeiro, fiz um pequeno controle que me ajudou a emagrecer quase 5 kg. Depois, entrei para o Vigilantes do Peso, onde emagreci 53kg c/equil?brio, seguran?a e muita alegria. Aprendi muito, o caminho foi t?o importante quanto os resultados. Eliminei 53 kg com o método do Vigilantes do Peso e atividade física. Aumentei depois alguns kg e agora prossigo, para reconquistar a minha meta e mantê-la para sempre.

Cr?ditos Imagens: Google
Comunidade no Orkut!


Comunidade Orkut: Eu sou f? da Beth - A Conquista! criado com carinho pela amiga Lili (obrigada, lindinha!)
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2052374


 
Clique AQUI e veja
o que eu como!




HIST?RICO
 01/01/2011 a 15/01/2011
 16/12/2010 a 31/12/2010
 01/12/2010 a 15/12/2010
 16/11/2010 a 30/11/2010
 01/11/2010 a 15/11/2010
 16/10/2010 a 31/10/2010
 01/10/2010 a 15/10/2010
 16/09/2010 a 30/09/2010
 01/09/2010 a 15/09/2010
 16/08/2010 a 31/08/2010
 01/08/2010 a 15/08/2010
 16/07/2010 a 31/07/2010
 01/07/2010 a 15/07/2010
 16/06/2010 a 30/06/2010
 01/06/2010 a 15/06/2010
 16/05/2010 a 31/05/2010
 01/05/2010 a 15/05/2010
 16/04/2010 a 30/04/2010
 01/04/2010 a 15/04/2010
 16/03/2010 a 31/03/2010
 01/03/2010 a 15/03/2010
 16/02/2010 a 28/02/2010
 01/02/2010 a 15/02/2010
 16/01/2010 a 31/01/2010
 01/01/2010 a 15/01/2010
 16/12/2009 a 31/12/2009
 01/12/2009 a 15/12/2009
 16/11/2009 a 30/11/2009
 01/11/2009 a 15/11/2009
 16/10/2009 a 31/10/2009
 01/10/2009 a 15/10/2009
 16/09/2009 a 30/09/2009
 01/09/2009 a 15/09/2009
 16/08/2009 a 31/08/2009
 01/08/2009 a 15/08/2009
 16/07/2009 a 31/07/2009
 01/07/2009 a 15/07/2009
 16/06/2009 a 30/06/2009
 01/06/2009 a 15/06/2009
 16/05/2009 a 31/05/2009
 01/05/2009 a 15/05/2009
 16/04/2009 a 30/04/2009
 01/04/2009 a 15/04/2009
 16/03/2009 a 31/03/2009
 01/03/2009 a 15/03/2009
 16/02/2009 a 28/02/2009
 01/02/2009 a 15/02/2009
 16/01/2009 a 31/01/2009
 01/01/2009 a 15/01/2009
 16/12/2008 a 31/12/2008
 01/12/2008 a 15/12/2008
 16/11/2008 a 30/11/2008
 01/11/2008 a 15/11/2008
 16/10/2008 a 31/10/2008
 01/10/2008 a 15/10/2008
 16/09/2008 a 30/09/2008
 01/09/2008 a 15/09/2008
 16/08/2008 a 31/08/2008
 01/08/2008 a 15/08/2008
 16/07/2008 a 31/07/2008
 01/07/2008 a 15/07/2008
 16/06/2008 a 30/06/2008
 01/06/2008 a 15/06/2008
 16/05/2008 a 31/05/2008
 01/05/2008 a 15/05/2008
 16/04/2008 a 30/04/2008
 01/04/2008 a 15/04/2008
 16/03/2008 a 31/03/2008
 01/03/2008 a 15/03/2008
 16/02/2008 a 29/02/2008
 01/02/2008 a 15/02/2008
 16/01/2008 a 31/01/2008
 01/01/2008 a 15/01/2008
 16/12/2007 a 31/12/2007
 01/12/2007 a 15/12/2007
 16/11/2007 a 30/11/2007
 01/11/2007 a 15/11/2007
 16/10/2007 a 31/10/2007
 01/10/2007 a 15/10/2007
 16/09/2007 a 30/09/2007
 01/09/2007 a 15/09/2007
 16/08/2007 a 31/08/2007
 01/08/2007 a 15/08/2007
 16/07/2007 a 31/07/2007
 01/07/2007 a 15/07/2007
 16/06/2007 a 30/06/2007
 01/06/2007 a 15/06/2007
 16/05/2007 a 31/05/2007
 01/05/2007 a 15/05/2007
 16/04/2007 a 30/04/2007
 01/04/2007 a 15/04/2007
 16/03/2007 a 31/03/2007
 01/03/2007 a 15/03/2007
 16/02/2007 a 28/02/2007
 01/02/2007 a 15/02/2007
 16/01/2007 a 31/01/2007
 01/01/2007 a 15/01/2007
 16/12/2006 a 31/12/2006
 01/12/2006 a 15/12/2006
 16/11/2006 a 30/11/2006
 01/11/2006 a 15/11/2006
 16/10/2006 a 31/10/2006
 01/10/2006 a 15/10/2006
 16/09/2006 a 30/09/2006
 01/09/2006 a 15/09/2006
 16/08/2006 a 31/08/2006
 01/08/2006 a 15/08/2006
 16/07/2006 a 31/07/2006
 01/07/2006 a 15/07/2006
 16/06/2006 a 30/06/2006
 01/06/2006 a 15/06/2006
 16/05/2006 a 31/05/2006
 01/05/2006 a 15/05/2006
 16/04/2006 a 30/04/2006
 01/04/2006 a 15/04/2006
 16/03/2006 a 31/03/2006
 01/03/2006 a 15/03/2006
 16/02/2006 a 28/02/2006
 01/02/2006 a 15/02/2006
 16/01/2006 a 31/01/2006
 01/01/2006 a 15/01/2006
 16/12/2005 a 31/12/2005
 01/12/2005 a 15/12/2005
 16/11/2005 a 30/11/2005
 01/11/2005 a 15/11/2005
 16/10/2005 a 31/10/2005
 01/10/2005 a 15/10/2005
 16/09/2005 a 30/09/2005
 01/09/2005 a 15/09/2005
 16/08/2005 a 31/08/2005
 01/08/2005 a 15/08/2005
 16/07/2005 a 31/07/2005
 01/07/2005 a 15/07/2005
 16/06/2005 a 30/06/2005
 01/06/2005 a 15/06/2005
 16/05/2005 a 31/05/2005
 01/05/2005 a 15/05/2005
 16/04/2005 a 30/04/2005
 01/04/2005 a 15/04/2005
 16/03/2005 a 31/03/2005
 01/03/2005 a 15/03/2005
 16/02/2005 a 28/02/2005
 01/02/2005 a 15/02/2005
 16/01/2005 a 31/01/2005
 01/01/2005 a 15/01/2005
 16/12/2004 a 31/12/2004
 01/12/2004 a 15/12/2004
 16/11/2004 a 30/11/2004
 01/11/2004 a 15/11/2004
 16/10/2004 a 31/10/2004
 01/10/2004 a 15/10/2004
 16/09/2004 a 30/09/2004
 01/09/2004 a 15/09/2004
 16/08/2004 a 31/08/2004
 01/08/2004 a 15/08/2004
 16/07/2004 a 31/07/2004
 01/07/2004 a 15/07/2004
 16/06/2004 a 30/06/2004
 01/06/2004 a 15/06/2004



OUTROS SITES
 Site do Vigilantes do Peso
 Ação pelo semelhante
 Nutrella
 MC DONALDS - Tabela Nutricional
 Site ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
 Saudável.Info
 Vegê Gourmê - Blog da Chef Michele Maia
 Lu Francesa
 Selma Guerreira
 Meu Emagrecimento (Sara)
 Serei magra (Andreia)
 Renascer (Thuca)
 Valquíria
 Blog da Magui
 Neblina
 O sabor da vitória (Electra)
 Entretanto, eu (Jana)
 Diva esbelta e feliz (Diva)
 Miss Blueberry
 Vida boa é vida saudável (Cristy Costa)
 Diário light (Sylmara)
 Blog da Eloyza
 Veneno urgente (Flavia Rocha)
 Blog da Fafá
 Espelho light (Elaine)
 Blog da Cynthia (Londres)
 Agora eu emagreço (Aline) Brasília
 Never give up (Renata - Tita)
 Blog da Micha - RJ
 Homem também faz dieta (Carlos) RJ
 Jaqueline
 Mulher de Atitude - Cacau RJ
 Serei sereia (Fabi) RS
 A caminho da vitória (Elaine Regiane) SP
 Blog da Rogeria
 Blog da Georgia
 Escrevendo emagrecendo (Lisa)
 Diet Forever (Zá)
 Garotinha ruiva (o outro blog da Lu Russa)
 Dieta urgente (Luciana Alexandrino)
 Space Cris
 Tetê Sereiah
 Andréa Aoki
 Gordinha da Silva
 O sucesso da Lorena
 Renata sem firulas
 Valérie Roberto
 Arianna
 Clara - RJ
 Andréa Cordoniz
 Ana Carolina grávida
 Ana Carolina
 Miss Slim
 Drica (Paraty-RJ)
 Ada Sheila
 Anselmo
 Sueli
 Sol
 Kelly
 Jessica (Elite)
 Nilce
 Leila (Ninguém merece ser 3G)
 Fanta Diet
 Infobeso
 Cris Lopes
 Aline Tomaz (RJ)
 Roberta Alves
 Sue - gravidinha
 Cris fit
 Annie
 Novidades da Cris
 Leila Batista
 Clarita
 Rebecca sapeca
 Lua emagrecendo
 Brian
 Diario da bonita Andrea
 Marilia
 Marilia Vitória
 Aline Virtus
 Paula pra melhor
 Cristiane
 Teresinha
 Ana Cleide
 
 Marcia (Marquinhas)
 Pri 2
 Ludmila
 Lela
 Jana Carmen
 Pri emagrecendo...
 Luzluzinha
 Barbarella (Andrea Glauce)
 Raiane
 Luciana Kotaka
 Vanessa (Campinas)
 Patty emagrecendo de bem...
 Nanda (Idade da Pedra)
 Carlos Medeiros
 Lara
 Dani - Brasília
 Teresa Cristina
 Sisi
 Miriam - RJ
 Kaká
 Gabi e Ana Luiza
 Diário de Macherrie
 Catia
 Amanda Costa
 Rosimeyre
 Alice
 Walkiria
 Crizinha
 Char
 Lu Pinheiro
 Elisandra
 Lahys
 Cotidiano (Zany)
 Karen
 Kika
 Nicky
 O novo blog da Taty Carioca
 Isabela
 Lisandra
 Ju sem pressa
 VIGILANTES DA AUTO ESTIMA
 JT
 Barbarella
 Angelica Fernandes
 Claudia
 Lagarta de borboleta
 Alisson
 Nova Jacque
 Patty Roberta
 Michelle 2
 Elissandra
 Juliene
 Ana Paula
 Annie emagrecendo
 Lili Bolero
 Fernanda Betini
 Karina Torres
 Valqs
 Ana Telma
 Lilian Raquel (Lee)
 Cáritas
 Baxie
 Cacau II
 Renatita
 Nando Neri
 Isabelle
 Nanda
 Edite
 Way to go (Clara )
 Bartira
 BLOG COMER SEM CULPA
 Andreia Cantelli
 Lu Mme Light
 Magali
 Lu
 Aline RJ


VOTA??O
 D? uma nota para meu blog!