Conquista

UOL
   DICAS PARA SE TORNAR OU PERMANECER OBESO! VAI SEGUIR?

1) Ao notar que está engordando pare de se olhar no espelho, assim não vê as banhinhas aparecendo! E fuja da balança, o que os olhos não vêem o coração não sente, a balança é muito chata, costuma falar a verdade, nos maltrata dizendo que engordamos! Imagine um nº que ache aceitável, decida que este é o seu peso e pronto!
2) Coma emoções! Sempre que estiver triste, ocioso, entediado, c/ raiva, sentindo-se só ou algo assim entupa-se de besteiras, não vai adiantar nada, vc ficará ainda pior, mas e daí?
3) Acredite em tudo que é anunciado p/ emagrecer: remédios, tratamentos milagrosos, vá atrás de tudo por sua conta, gaste $$$ consumindo tudo que modelos e artistas indicam (ganham muito $$$ p/ dizer que aquilo é bom, mesmo que jnunca tenham usado). E qdo se frustrar c/ os resultados é só aplicar de novo o item 2 desta lista!
4) Compre todos os alimentos bonitos, deliciosos, cheirosos e práticos anunciados. Fie-se no que as ag. de publicidade bolaram p/ convencer vc e adquira, faça este bem aos fabricantes/comerciantes, não importa se vc vai comer um monte de coisas que não são tão boas assim, se vai engordar mais ainda!

5) Vá sempre ao supermercado c/ fome, isto ajuda a ter um interesse especial por tudo que está exposto e a pôr no carrinho guloseimas que vc nem sabe se prestam, além de gastar mais que o necessário, vc abastecerá sua casa c/ um monte de coisas engordativas!

6) Tb no supermercado, prove tudo que as moças da degustação oferecerem. Não precisa ter critério, prove biscoitos, aquela margarina saborosa, tome a pinga chique e depois o suco, prove o queijo temperado e aquela torta nova etc. Assim, além de engordar c/ o que está levando p/ casa, vc já dá uma forcinha ao seu processo de aumento de peso ali mesmo!
7) Não se preocupe em olhar a tab. nutricional dos alimentos, senão vc corre o risco de saber que aquilo tem muito mais kcal e gordura do que vc deve consumir. Já pensou vc finalmente ter que ver que aquela sopinha “inofensiva” de baixa kcal que usa p/ substituir refeições é riquíssima em sódio, vai causar retenção de líquidos e pode até trazer problemas renais seríssimos? Melhor não saber, né?
8) Acomode-se, mesmo que as roupas não fechem, que esteja mais difícil se movimentar, que subir escadas já seja sacrifício e que as roletas nos ônibus estejam mais estreitas. Pense que está tudo diminuindo no mundo, não é vc que está aumentando não!

9) Aumente gradativamente o manequim e o tipo das roupas que veste, passe a usar só peças largas e longas, mesmo que não sejam tão bonitas! Renda-se ao tam. cada vez maior, vá logo pedindo um EXG p/ não ter que ver que o menor não dá, assuma logo que tem que usar o grandão!
10) Esconda-se, assim ninguém vê que vc relaxou, aumentou o peso, ninguém vai dizer que vc está mais cheinho, não vão soltar piadinha, tomar conta do seu prato etc. E quem for legal, amigo de verdade, não vai tb poder lhe dar aquele toque carinhoso mostrando que vc precisa se cuidar melhor. Deixe de se divertir, recuse convites p/ festas,viagens etc., evite assim a preocupação c/ o que vai usar, tenha vergonha de si mesmo! Saia só p/ o indispensável e, lógico, estando em casa sentindo-se triste, solitário etc., aplique novamente o item 2 desta lista, vá comer sua chateação!

11) Deteste-se por estar gordo e fora de forma. Olhe-se no espelho e procure só seus defeitos, veja tudo que está diferente do que vc gostaria. Sinta-se um cocô, alimente um sentimento de baixa auto-estima que só fará c/ que vc deixe cada vez mais de se cuidar e naturalmente, engorde ainda mais.

12) Qdo sentir fome não avalie nada, o que importa se vc já comeu e ainda não é hora de comer de novo? Não se preocupe c/ nada, coma e pronto! De preferência, algo bem gorduroso ou bem doce. E troque qquer refeição equilibrada por lanchinhos tipo  Mcalguma coisa, tá? Afinal, se o objetivo é ficar cada vez mais gordinho, tem que caprichar!
13) Vá na onda de quem só convida vc p/ programas que envolvam muita comida ou insiste p/ vc aceitar mais um pedaço, mais um gole etc. mesmo sabendo que vc não quer mais.Geralmente quem mais se diverte vendo vc comendo feito louco é justamente quem mais cobra, mais solta piadas, mais julga vc por comer. Então, seja um amigo bacana e contribua, coma mesmo, ajude esta galera a ter motivo p/ encher seu saco!

14) Aproveite todas as ofertas tipo “coma 3 e pague 2” que lanchonetes e fast-foods anunciarem. Nossa, que vantagem, vc ia comer um e agora vai comer 3 pagando menos, que maravilha hem! E nada de anotar o que come, controle emagrece e vc quer engordar, lembra?
15) Seja sedentário! Fique parado, que é melhor. Ver TV (de preferência mastigando), ficar no micro (c/ comida do lado) etc. e praticar somente levantamento de copo ou de garfo é excelente p/manter sua forma...roliça!

16) Incentive os maus hábitos em casa. Casal gordinho que só pensa em comida continua unido, não é? Um alimentando a falta de determinação do outro, cada um que engorda dá um jeito do outro tb ir junto,assim ninguém cobra ninguém...
17) Aceite provocações, se alguém duvidar que vc é capaz de comer ainda mais prove que consegue, mesmo que isto represente depois uma indigestão daquelas e engorde mais.

18) Faça dieta de outras pessoas, mesmo sem saber que aquilo presta ou é adequado a vc! Siga orientações muitas vezes infundadas, tome remédios que nem foram receitados a vc, isto será ótimo p/depois se frustrar e ter um bom motivo p/ aplicar de novo o item 2 da lista! Sem contar que poderá até ficar doente!

20) Tenha na comida sua maior fonte de prazer. Ache que comemoração é p/ comer, sair c/ amigos, namorado, amigo etc. é p/ comer, que cinema só tem graça se for comendo, que praia só é boa se comer o tempo todo. Que buffet a preço único é o melhor tipo de lugar, pois come-se à vontade e como gordo gosta de levar vantagem, vai comer até o último centavo pago.

Há muito que se pode fazer p/ ficar obeso. Só que dá muito trabalho, bem mais do que p/ emagrecer c/ consciência e saúde e não traz nem 10% da satisfação que a gente sente qdo pega a estrada certa e conquista aos pouquinhos tudo que deseja e faz bem. Só sabe quem ingressa na estrada e persiste nela. Qual sua escolha? Eu já fiz a minha, depois de praticar por tanto tempo esta lista e outras tantas! Obesidade? Obrigada, porém, não mais. Nesta semana que inicia, proponho que nosso esforço seja voltado p/ o que nos faz realmente bem. É o que merecemos, afinal! Beijos e juízo! rs



 Escrito por Beth ?s 22h40
[] [envie esta mensagem]


 
  

 



MAIS UMA OPORTUNIDADE DE NOS ENCONTRARMOS E TROCARMOS, AO VIVO E A CORES, COM TODA A EMOÇÃO E ALEGRIA QUE JÁ É CARACTERÍSTICA NOSSA, MUITO APOIO, INCENTIVO, AMOR FRATERNO, COMPREENSÃO E POSITIVIDADE!!!!!!

EU SOU A ANFITRIÃ DESTA EDIÇÃO DO ENCONTRO, FICAREI MUITO FELIZ COM A PRESENÇA DE VOCÊS! QUEM NÃO TIVER RECEBIDO O E-MAIL DA MARSELE POR FAVOR ENTRE NO BLOG DELA OU VENHA AQUI E AVISE PARA QUE POSSAMOS ENVIAR OS DADOS (ENDEREÇO E DICAS PARA CHEGAR) OK?

AGORA VAMOS LER O POST AQUI EMBAIXO!



 Escrito por Beth ?s 10h22
[] [envie esta mensagem]


 
   EU NASCI ASSIM, EU CRESCI ASSIM E SOU MESMO ASSIM, VOU SER SEMPRE ASSIM... (Modinha para Gabriela - Dorival Caymmi)

Esta música na voz de Gal Costa sempre me agradou. Mas a frase, no que se refere a certas teimosias nas pessoas não é nada legal, nem inteligente. Posso dizer isto, pois eu mesma apliquei muito, em tempos anteriores, esta forma tola de pensar/falar qdo era p/ rebater alguma crítica que me soasse como ‘encheção de saco’ (principalmente se o assunto fosse emagrecimento). 

Batia no peito e dizia mesmo: Sou assim, vou morrer assim, quem quiser que ature. Se fosse sempre p/ mostrar convicções positivas, tudo bem. Mas nem sempre era o caso.
Felizmente, os anos não me trouxeram só a necessidade/vontade de pintar os cabelos (rs), junto vieram, pouco a pouco, mais maturidade, maior conscientização e um crescente desejo de me aperfeiçoar, melhorar meu interior. E assim, veio tb a garra p/ dar um jeito na fachada, já que a parte interna já estava sendo devidamente reformada.
Qta coisa eu disse que não faria “nemmm morta” e hoje acho graça, pois faço e tenho orgulho, prazer, alegria em fazer! Joguei fora um monte de bobagens que eu pensava, fazia, crenças erradas!
Assim foi c/ o Vigilantes do Peso que eu rechaçava sem conhecer, já lhes contei! Assim tb p/ comer coisas que rejeitei por mais de 40 anos e hoje fazem parte do meu cardápio c/ freqüência e algumas delas até viraram preferências. 
Muitas coisas neste processo me mostraram que é tolice fechar questão p/ hábitos alimentares e condutas em geral que só nos ajudariam a vencer, por rejeição a mudanças. Vejo tanta gente falando “não adianta, não como verduras, não me descem” e compreendo, elas não me desciam tb.
E pq hoje me descem redondinhas, hem? Meu paladar mudou com o tempo? O gosto delas mudou?  Não, o que mudou foi minha cabeça, ela é que comanda o resto. Resolvi melhorar de verdade minha nutrição qdo entrei neste processo. Decidi que não ia só 'perder peso' mas sim emagrecer c/ saúde, dar ao meu corpo tudo que ele precisa p/ manter-se bem. Parei c/ o nhem-nhem-nhem. Não precisaria comer 100% dos vegetais mas não podia continuar comendo menos de 10% deles. Hoje como 90% e acho que está ótimo. Qdo a gente quer mesmo alguma coisa, descobre maneiras p/ contornar dificuldades, restrições.
Continuo detestando a textura e/ou sabor de alguns vegetais. Abobrinha cozida ou assada não me agrada, mas crua em pedacinhos ou ralada, como eu costumo consumir em casa e em restaurantes, acho uma maravilha! Pepino até poucas semanas atrás não havia jeito de comer e agora tenho colocado no prato eventualmente. Ele sacia! A própria berinjela nesta salada que falei eu como lambendo os beiços!  Espinafre não rola se for do jeito convencional, mas se ponho na sopa não sinto o gosto e ele está ali, contribuindo p/ minha saúde. Estou agora bolando algo novo c/ ele, vou fazer qquer dia destes, depois conto, se der certo. Brócolis era p/ mim o fim da picada, hoje eu vibro qdo chego num rest. e ele está entre os pratos disponíveis e tb qdo no Hortifruti o encontro naquelas embalagens em que já está devidamente cortado limpo (é assim que compro boa parte das folhas p/ casa).

Tb batia no peito dizendo que jamais teria saco p/ um emagrecimento lento, gradual. Hoje vejo que é este o caminho e não abro mão dele por nada. Sem privações, sem abrir mão do que gosto, mas aprendendo a pensar, a comer direito.
É bobeira é ficar batendo na mesma tecla desafinada, perder tempo c/ ações que já comprovaram que são ineficazes, tendendo depois a trazer frustração e desânimo. Quem ainda não tiver acordado p/ isso, vamos lá, a hora é essa!  Esta história de “sou assim e ponto final” é bonitinha qdo a gente está falando de qualidades, de atitudes que trazem benefícios reais. Mas se é p/ justificar teimosia, falta de vontade de assumir que está errado, acomodação, relutância em mudar de verdade p/ melhor, não tem nada a ver.
 Demorei a entender isto no que se referia ao meu corpo, e hoje agradeço a Deus por finalmente ter compreendido. Tivesse eu continuado a tentar emagrecer daquele jeito que fazia antes, sei lá o que já teria me acontecido. Certamente, não estaria no ponto em que estou e, seguramente, estaria c/ minha saúde abalada, desgastada emocionalmente e frustração é algo que mina mesmo c/ a pessoa mais forte.

A frase abaixo, que encontrei "ao acaso" (entre aspas sim, pois acaso não existe...) sintetiza bastante o que acontece c/ quem insiste em fazer a coisa errada e depois se queixa por não ter conquistado o que queria:

"Insanidade é repetir as mesmas ações e esperar resultados diferentes" (Albert Einstein)

Para emagrecer é preciso comer e não passar fome nem privações, sacrifícios, muito menos pular refeições importantes! Ainda há quem acredite que só assim conseguirá o peso desejado, é engano. Se fosse assim, quase ninguém aqui na blogosfera, por ex., estaria na sua enésima tentativa. O grande barato é parar de tentar e passar a FAZER ACONTECER! Aceitar a idéia de que mudar não é dar o braço a torcer e sim dar-se a oportunidade de crescer. Por dentro, claro e assim, diminuir por fora, ficar elegante! Vale a pena!
Beijinhos e FELIZ DIA DAS MÃES A TODOS!



 Escrito por Beth ?s 06h56
[] [envie esta mensagem]


 
   EU E OS ASSENTOS!

No último post falei da avaliação do qto já conquistei e venci de dificuldades causadas pela obesidade. Estou sempre lembrando de coisas novas, algumas fico na dúvida se já contei, outras sei que não falei pq eu mesma havia esquecido! Hoje contarei mais umas coisinhas a vcs, desta vez especificamente sobre "SENTAR".

1) A bonitinha aqui já quebrou muito tampo e assento de vaso sanitário, sabiam? Já desgrudei tb muito vaso do chão por causa do meu peso e do movimento do corpo p/ usar o papel (nada 'delicado'). Felizmente, tirando constrangimentos, não me machuquei.  Alguém dirá "Isto é coisa que se conte?" É sim, não sou a única que vivi esta situação e acho bom relatar, se alguém já passou ou passa por algo assim deixa de se sentir um ET e o melhor: sabe que um dia tb contará isto como algo já vencido, como hoje estou fazendo. Isto não me pertence mais e um dia não pertencerá mais a vc, ok?
2) Esta é manjadíssima. Quebrava cadeiras plásticas o tempo todo. Era um tal de cadeira pedir arrego e abrir as pernas me levando ao chão, às vezes em câmera lenta, o suficiente p/ eu virar a sensação do local mas não suficiente p/ eu conseguir me segurar e evitar a queda. Era comum eu pedir outro tipo de cadeira em barzinhos etc. Hoje se a cadeira não me aguentar é pq é vagabunda ou já estava rachada. Emagrecer me trouxe esta tranquilidade. Se vc quebra cadeiras sorria, persista no seu processo, vá em frente e logo isto não lhe acontecerá mais!
3) Em cursos, palestras etc. cuja acomodação era em cadeiras assim (figura ao lado) eu sempre passava pelo constrangimento de pedir outro tipo de cadeira p/mim. Simplesmente não entrava, a  barriga não passava pelo vão entre o encosto e o suporte p/ papéis. Qdo o suporte era móvel eu o abaixava, sentava e apoiava o caderno, apostila etc. no colo ou se a cadeira ao lado estava vazia, usava o suporte dela. Hoje eu uso sem dificuldade, isto tb passou e passará p/ vc tb, se estiver nesta situação, ok?
4) Há muitos anos não me acomodava bem em poltronas c/ braço. Nas empresas onde trabalhei e tb onde trabalho hoje, tinha oportunidade de ter poltronas assim e abria mão pois ficava tão apertada, boa parte das minhas laterais ficava imprensada nos braços da cadeira, sem contar que me dava uma dor absurda no nervo ciático. Hoje sento c/ tranquilidade, minha cadeira tem braços, sobra espaço (sem exagero), fico confortável, cruzo as pernas, trabalho o dia todo nela sem sentir nada. Se vc passa por isso, pode ter certeza, vai chegar lá!
 5) Qdo pegava carona c/ algum amigo ou entrava em táxi c/ mais de 2 colegas era indicada p/ ir no banco da frente, por ser mais confortável p/ mim. Mas é que indo atrás eles que ficariam muito apertados, eu sabia disso e não me incomodava. Mas hoje é ótimo escolher se vou na frente ou atrás e não raro vou atrás sim, só vou na frente se me dá vontade. Não sou mais a causadora do aperto de ninguém. Sou maior ainda que algumas amigas mas já sou do tamanho normal p/ ocupar um único lugar nos bancos de carro. Então, vc não quer isso tb? Capricha aí!
 6) Poltronas de avião - classe econômica me cabiam, mas eu ia meio 'justinha' e rezando p/ que a pessoa ao lado não fosse gorda tb, senão iríamos mais grudadas do que o desejável. O cinto fechava na marra e uma vez quase tive que pedir o extensor. Aliás, acho que já usei sim. A bandeja p/ refeições não abria, a barriga não deixava, ainda mais se o passageiro da frente reclinasse um pouco sua poltrona. Se o vizinho fosse conhecido eu rachava c/ ele a bandeja dele, senão ficava segurando o lanche. Qdo a bandeja abriu toda pela 1ª vez eu fiquei tão extasiada que contei à passageira ao lado (desconhecida), emocionada. Ela vibrou comigo, brindamos c/ refrigerante light e eu contei aqui no blog, já faz tempo. Se vc está nessa, prepare-se, na próxima viagem quem sabe a bandeja não abrirá? Depende de vc!
 7) Na hora do almoço na empresa íamos na Van do shopping e qquer que fosse o modelo dela, eu tinha que sentar-me no banco da frente ou no banco logo atrás deste, de preferência na ponta pq era mais fácil. Qdo eu ia entrar na Van e já havia alguém nestes lugares "preferenciais" sempre algum colega se oferecia p/ ceder o lugar, se mudava p/ outra poltrona p/ me facilitar as coisas.  Hoje escolho, sento onde quiser. Vou lá pra trás, estou cabendo em qquer poltrona, sem problemas, c/ direito a me movimentar facilmente. É bom sim. Quem tem esta dificuldade hoje, pode ir ensaiando as poses que fará qdo começar a escolher tb seu assento viu? Vc chegará lá!
8) E as famigeradas mesinhas de lanchonete c/ cadeira acooplada? Foram anos sem poder sentar, eu não cabia nem a pau! Qdo a cadeira era do tipo que se move, eu a virava p/ fora e ficava na beiradinha dela, senão disfarçava e comia em pé. Bonitinho qdo filho e amigos sentavam e eu de pé, parecendo que tinha furúnculo na bunda! No McDonalds escolhia aqueles assentos que são inteiriços, mas como tb não cabia entre o encosto e a mesa, ficava entre uma mesa e outra. Hoje sento,  cruzo as pernas, me mexo e ainda assim tenho vontade de mandar à merda quem fabrica este troço sem pensar em pessoas mais gordinhas, gestantes etc. Mas esta dificuldade tb foi vencida. Se vc tem este problema, leve a sério seu emagrecimento, logo estará sentando em qquer cadeirinha destas. Mas p/ comer algo light combinado?
 9) Alguém tem noção de qtas cadeirinhas de praia destas eu já quebrei na vida? Foram muitas! Talvez o barraqueiro da praia possa estimar as dele que eu estraguei. Era tão comum! Sentava e lá pelas tantas, um movimento a mais e pronto, a danada quebrava, o assento arriava e eu tinha que pedir p/ trocar. Uma vez pedi a ele uma coca, ele me olhou e disse: "light, né?" E eu: "não Ruço, da comum, senão como continuarei quebrando suas cadeiras?". Rimos os dois. Eu não estava ainda no processo. Isto já não acontece mais, só mesmo qdo estão muito ruinzinhas, a maresia acaba c/elas, é normal. Mas não pelo meu peso. E mais: antes eu sentava e ficava atochadinha. Hoje cruzo pernas, ponho-as p/ cima, apoio-as no braço, faço e aconteço. E aí, na próxima praia vc vai sentar sem medo de quebrar cadeira não é? Vai sim, afinal vc está caprichando!

Sirva isto de incentivo a todos! Beijão!



 Escrito por Beth ?s 21h11
[] [envie esta mensagem]


 
   EM TUDO QUE FIZERMOS/ NÃO FIZERMOS, EM CADA AÇÃO/REAÇÃO, SEMPRE PODEMOS CONSTATAR NOSSOS PROGRESSOS!

O fim de semana foi gostoso e me mostrou mais 'porques' de valer a pena entrar num processo como este,  manter-se animado mesmo que vez ou outra o peso não reduza, valorizar cada vitória mesmo que simples, persistir sempre!  É pq só assim a gente tem a chance de viver coisas muito especiais, gratificantes. Algumas podem parecer bobas mas quem passa/passou por dificuldades diversas pelo excesso de peso é que sabe!  Conquistar é bom demais, comemorar conquista então, é maravihoso.

Sábado fui ao VP e mesmo tendo feito outra semana nota 10 (e foi mesmo!) Filizola acusou + 200g.
 Só pude atribuir ao fato de estar menstruada, mas confesso que saí da balança c/ vontade de socá-la e depois jogar pela janela. Mas em vez de ficar me remoendo, sentei perto da área de pesagem e enqto a reunião não começava fiquei observando quem chegava. 
Analisei discretamente a expressão de cada um e vi esperança, confiança, vi tb aquele ar de "será que a balança vai notar que eu pisei na jaca?", vi força. A cada comemoração da orientadora p/ resultados positivos compartilhei em silêncio da alegria da pessoa que desceu da balança contente. A cada palavra de compreensão e incentivo por um peso maior, me solidarizei tb intimamente c/ quem recebeu um "desta vez, NÃO" da Filizola. Me reconheci em diversas expressões, comentários e especialmente na maneira alegre como uma associada contou à orientadora sobre suas conquistas recentes. A satisfação/orgulho daquela mulher era contagiante e me fez lembrar de novo o que já consegui conquistar/resgatar desde que comecei. Revivi, em poucos min., várias situações especiais, tão boas! Vendo uma moça que se inscreveu, notei que ao chegar e enqto preenchia a ficha ela estava tensa, mas qdo pagou, recebeu seu 1º boletim e foi sentar p/ a reunião o ar era outro, agora era emoção, fé, um "pronto, eu vim, eu estou aqui". Foi assim comigo, há cerca de 3 anos e qdo vi eu estava sorrindo sozinha, a raiva da Filizola até diminuiu (rs).  
Vi tb uma moça afirmar 3 vezes à secretária que iria desistir, mas sua cara era de quem não ia parar. Já observei bastante e notei que geralmente quem quer mesmo parar não avisa.
  Qdo a pessoa dá o sinal antes está é pedindo socorro, dizendo "segurem minha mão, não me deixem cair ou me jogar". 
De lá fui ao centro c/ as queridas blogueiras amigas
MarseleAlessandra p/ compras BBB (Boas-Bonitas-Baratas) ajudei as meninas a gastarem kcal (e R$)  entrando e saindo de lojas...rs  
Foi uma farra, a Ale era a expressão da felicidade resgatando o prazer das compras, experimentando peças diferentes, trazendo de novo mais cores à sua vida através de ribanas, saia, calçados, bolsa, movimentação diferente, consciência de que mesmo c/ sobrepeso pode sim e MERECE dar-se o melhor, tratar-se c/ carinho, mimar-se e, depois de broncas e evidências frente aos espelhos dos provadores, constatar que é menor e mais leve do que ela se vê!   A Marsele tb super feliz, ela já vem vivenciando há algum tempo a sensação gostosa de poder escolher e não mais ser escolhida por roupas, modelos, estilos. Eu tb fiz a festa, comprei várias coisas e até uma bata que faria Cleópatra se morder de inveja, ela é preta mas o que tem de brilhos nos punhos e no decote não é brincadeira!   Foi delicioso, principalmente, compartlihar momentos tão gostosos que são tb em essência um grande PORQUE de valer a pena tudo isso! 
  
À noite elas vieram c/ seus amores aqui em casa, teve fundue de carne, de queijo e de chocolate, acompanhados de salada, molhos, frutas e pãozinho, tudo nota 10. E nota mil p/ o carinho, respeito, admiração mútuos que se fortaleceram ainda mais entre nós. E este é mais um fruto, mais um PORQUE importante do meu processo. Amizades queridas que chegam p/ ficar!
Perguntinha básica: vcs estão se visitando? Eu demoro a voltar em cada casinha mas estou em contínuo movimento indo aqui e ali, seguindo a lista. Lembrem-se, em cada blog há uma mãozinha esticada querendo segurar as suas p/ trocar energia, incentivo ok?
Domingo fez um tempinho ruim,até refrescou um pouco. No final da tarde fui c/ o Vi ao Rio Sul dar uma volta e comemos a torta diet de damasco da Chaika, delícia! Vejam só, em tudo a gente consegue ver o benefício! Na Chaika sentamos naquelas mesinhas tipo bar, c/ cadeira alta de alumínio, assento estreitinho. Qdo que antes eu sentaria ali?  E o desconforto que causaria, além do medo dela afundar? Aliás, eu não caberia! E poder entrar em todas as lojas de roupas sem me sentir inadequada,sem esperar a vendedora dizer que não tem nada no meu tam. ? É tanto 'porque'!

E mais: meu marido, diabético tipo 2 não tinha proibição nenhuma mas precisava emagrecer e principalmente se reeducar na alimentação, eu vivia agoniada pq o danadinho segurava daqui mas soltava dali, era um devorador de biscoito doce recheado, do tipo que deixa só um biscoito no pacote p/ que fique em pé, fingindo que está cheio, sacam? Mas ele aos poucos foi mesmo mudando, sem se privar de nada mas se conscientizando, pegando o gosto por uma alimentação mais legal e por tudo que eu faço e que ele dá força. E o resultado disto sabem qual foi? Além das roupas largas e estar conseguindo usar calças 48 e 46 (já usou 54) etc. ele fez novos exames laboratoriais há alguns dias. Taxas maravihosas. O diabetes? Babou! Simplesmente, o maridão está c/ glicose de criança, a taxa está EXCELENTE, é de quem não tem diabetes, normalzinha!
 Olha meu amorzão enfrentando bravamente um foundue de chocolate!

Então é isso! PORQUE é o que não falta. Vale a pena levar à frente um projeto tão bacaninha, aprender o máximo durante a jornada, dedicar-se sem neuras mas c/ atenção e carinho, compreendendo cada passo, cada panorama PQ NÓS MERECEMOS RECEBER TUDO DE BOM QUE ISTO TRAZ.  Beijos, que sua semana seja repleta de CONQUISTAS!



 Escrito por Beth ?s 21h10
[] [envie esta mensagem]


 
   PELA ESTRADA A FORA EU VOU BEM SOZINHA, VOU LEVANDO DOCES PARA A VOVOZINHA! ? ! ? !

hhahaha vovozinha?  Que vovozinha que nada! Esta história de doces para a vovozinha já é muito manjada, ninguém leva doces p/ casa por causa da vovó, do filhinho, do maridinho, da visitinha...rs
Até leva, mas quem disser que na horinha que está escolhendo, na maior parte das vezes, não está tb pensando em si mesmo, que não está já projetando a jacada bacana que vai dar, eu vou dar gargalhada, quem me conhece de perto sabe que dou mesmo né? Hahahahah
Fim de semana, já se começa a pensar: o que comeremos no sábado? E no domingo? E tem gente que já começa a ficar em ‘aflicetas’, um tal de “aiii vai ser dureza”, um “humm tem churrasco, tem saidinha c/ a galera, tem isso e tem aquilo...
E o final de semana vira o lobo mau dos processos de emagrecimento. Dá até pena! Dias tão interessantes, tão gostosos, em que boa parte de nós não trabalha (desculpem-me os que ralam costumeiramente nos finais de semana) e levam a fama pela falta de controle da gente? Nada a ver né? Nada a ver, mesmo!
Eu tenho programação p/ o fim de semana que envolve comida (calórica). Será que estou desesperada? Que nada! O caso é o seguinte: andar ou não na linha não está tão associado assim ao dia da semana. Sei  que é nos fins de semana que festas, reuniões familiares, casamentos, saidinhas diversas acontecem c/ mais frequência, a disponibiidade de tempo é maior e acaba sendo uma preferência quase geral. Então não resta dúvida que são dias em que ficamos  mais expostos a tentações, a uma fartura de ‘jacas’ que pode sim afligir um pouco. Não vou fazer pouco caso da preocupação de ninguém, mas vejam bem, tudo que nós valorizamos demais acaba ficando muito maior do que realmente é, muitas vezes! Quem doura a pílula somos nós, quase sempre!
É bacana ir a eventos diversos, envolvendo ou não comida? Claro! E vamos fingir que coisas gostosas são horríveis? Não!  Mas não precisamos ficar ressaltando na mente e tb c/ palavras o qto estas ocasiões são perigosas, o tanto de comida que pode rolar neste ou aquele evento e principalmente ficarmos reforçando na nossa cabecinha uma crença de que somos fracos e só de estarmos ali na frente da comida vamos necessariamente sucumbir à “força” dela e mergulhar em tudo, sem o menor controle.
Somos o que acreditamos ser, não é mesmo? Nos comportamos como acreditamos que somos capazes de nos comportar. E por mais reeducados que estejamos, é claro que podemos falhar, seja por distração,  por concessão que fazemos ou por estarmos aprendendo ainda e de vez em qdo darmos mesmo uma vacilada deixando os vehos hábitos nos inspirarem. Mas daí a ficarmos nos preparando previamente p/ fazer besteira, vai uma grande diferença.

Vamos projetar o que queremos fazer, como queremos fazer p/ que tenhamos o resultado que queremos ter! Se projetarmos desde já que o lobo mau está chegando e que vai nos pegar,  estraçalhar, vai nos vencer sem dó nem piedade, já estamos assumindo antecipadamente que sequer vamos lutar c/ ele, admitir que ele é maior e mais poderoso que nós e nossa vontade, então minha gente, é a mesma coisa que se entregar logo a ele, não é? Eu hem!
Nossa forma de pensar nos direciona p/ a forma como vamos agir. Quem fica chamando o perigo, dá de cara c/ ele ainda antes do que previa. Não precisamos disso.
Vamos projetar? Então vamos projetar que tudo correrá bem, que o fim de semana será delicioso, seja qual for a programação e até se não houver programação nenhuma. Quem já sabe que vai a festas, barzinho etc. já pode ir planejando seu comportamento desde já, só que vendo-se mais forte e determinado que antes, já imaginando o que vai fazer, o que vai beber e comer, em que qtde, já vai se preparar p/ não ir c/ fome, p/ comportar-se de um jeito educado, fino mesmo, pois não tem nada mais grosseiro do que uma pessoa numa festa ou qquer lugar que parece que não come há dias, que só foi ali p/ comer.  E garanto, quem fica tão preocupado se os outros vão reparar pq está gordinho etc. devia pensar que o comportamento diante da comida é muito mais reparado do que o seu corpo, sabia?  Ficam tão nervosos às vezes pq não estão no peso que queriam p/ ir à festa, têm tanta expectativa sobre os olhares e possíveis comentários por estarem
acima do peso e não param p/ pensar que muitas vezes ninguém vai ficar tão atento ao seu corpo mas se vc comportar-se como um faminto, isto sim ficará bem feio. Prefiro que digam que ainda estou gordinha apesar de ter emagrecido bastante do que digam que sou uma mal-educada, morta de fome...rs
Bom, quem não tem nada planejado p/ o findi pode perfeitamente tb ficar na boa, projetar que mesmo em casa irá comportar-se bem, parando c/ esta mania de que se é fim de semana e não tem o que fazer, então vai fazer aquela receita de brigadeirão...rs Quer testar receita? Testa algo gostoso e light! Aproveita p/ aprender a fazer coisas novas, leves! Se ficar meio entediado não tem que apelar p/ comida, pois não adianta!  A gente come e continua entediado, aí vai comer o dia todo p/ distrair? E depois? Alguém acha que Filizola vai ficar c/ peninha?
Fica nada! De segunda a segunda todos temos mil chances de escorregar, de esmigalhar a jaca, a diferença é o tipo de oportunidade. A gente tem que procurar encarar tudo c/ naturalidade. Comer em casa ou na rua, num almoço de família ou no restaurante, na praia ou no campo, dia de semana ou fim de semana, feriado etc., precisamos tirar da cabeça a idéia de que estas ocasiões estão relacionadas diretamente à comida, ou pior, ao excesso de comida. A gente come todo dia. Se a comida do fim de semana é melhorzinha, mais variada etc. tudo bem, mas não precisamos comer tudo em demasia.

O lobo mau não é o fim de semana, o feriado, etc. O lobo mau é fruto da nossa cabecinha, então a gente muda o pensamento e ele PUFF some.  Criamos na nossa mente o que quisermos. Vamos criar então a imagem boa, aquela que nos projeta fortes, poderosos, maiores que a gula e os hábitos antigos. Falíveis sim, pois somos humanos mas nunca, nunca mais, seres indefesos diante de comida, de festas, de fim de semana. Vamos passear, vamos comer sim, mas c/ moderação. E mais: há mil formas de ns divertirmos sem comer muito. Sair não precisa ser p/ comer. Saiam p/ ir a um show e depois, quem sabe, jantar! Passar a noite numa mesa de bar ou restaurante? Vão antes ao teatro, ao cinema, vão dar um passeio gostoso. Comer pode ser apenas uma das etapas de um dia muito gostoso!
Tenham um lindo fim de semana! E o lobo mau?  Quem tem medo de lobo mau, lobo mau, lobo mau? Eu não tenho! Do jeito que ando, ele é que tem que ter medo de mim! Rsss
Beijos


 Escrito por Beth ?s 11h03
[] [envie esta mensagem]


 
   FORÇA DE VONTADE


“ Segunda-feira eu começo, prometo!” / “ Ah, só este, juro que será o último!” / “ Humm acho que não vai fazer mal acabar logo c/ a caixa, vou deixar este restinho aqui?” / “ Final do mês, melhor deixar logo p/ o próximo, falta pouco!” / “Ai que droga, estava indo bem e já comecei a melar tudo novamente!”

Quem aqui nunca disse algo assim? E quem tb não escutou algo como: “Vc não tem força de vontade, não leva nada adiante, começa e logo larga tudo” ou “Dieta de novo?” ou “É fogo de palha, daqui a pouco já está lá comendo".  É dureza ouvir gracinha qdo a gente sabe que está mesmo querendo agir certo mas ainda não está engrenado, já basta a luta interna, o conflito do “quero emagrecer X quero continuar comendo”, se fosse simples não tinha mais gordo no mundo. Mais chato ainda é qdo a gente mesmo diz coisas assim.

Eu era uma! Se ia comer e alguém falava de kg a mais eu respondia “Ah o que é uma gota no oceano?” como se fosse a coisa mais linda do mundo de dizer, estando obesa. Se falavam “Não come, vai engordar!” eu respondia “Já engordei, então posso comer”. Alguém dizia “Beth, isto engorda” eu respondia “então não coma, senão vc vai engordar, deixa que eu como”.  Tem cabimento? O que eu estava na verdade fazendo comigo naquelas horas, na maior parte das vezes? Usando o senso de humor p/ ludibriar a consciência de que insistia em atitudes erradas que me levavam cada vez mais p/ o caminho torto. Como gosto mesmo de brincar, rir, falar bobagem, fazer piada etc. aproveitava isso p/ fechar a boca de quem me enchia o saco qdo estava comendo. Era tb um jeitinho especial de me enganar, dizendo a mim mesma “Ah, não tem problema, vai ser só hoje!” ou “Amanhã eu recomeço”. E o amanhã virava depois de amanhã, o só um virava só dois, só três, a gota no oceano já provocava ressaca no mar e devido à minha falta de força de vontade os 70, 80, 90..viraram 140kg.

Mas o que é afinal, esta tal de Força de Vontade tão ‘difícil’ de se ter?
 
 
Tem gente que é naturalmente determinado e qdo pega algo p/ fazer se dedica, vai até o fim (minha mãe era assim) E há quem geralmente desanime no 1º sinal de dificuldade. Isto vale p/ tudo na vida: largar o cigarro, emagrecer, ajustar as finanças, iniciar/concluir um trabalho, cumprir horário etc. Li que estatísticas mostram que só 2% de quem entra em reed.alimentar ultrapassa o 1º ano, alcança o objetivo e consegue manter os novos hábitos alimentares. Bom saber que estou nestes 2% pois estou em processo há praticamente 3 anos e estou convicta de que é p/ sempre. As estatísticas não devem estar tão erradas, não sei em %, mas que nestes 2 anos de blogosfera light muita gente desistiu, ou já foi e voltou, muita gente continua persistindo na vontade mas não persistindo na força de vontade, isto é fato.
E as academias? A partir de setembro lotam, no verão bombam, no inverno o movimento diminui muito. Fica quem está mesmo no esquema, gosta e já enraizou o hábito e quem gostando ou não tem a tal da força de vontade que supera tudo. Como aqui no RJ quem é de praia é o ano inteiro e não só no verão acho que isto é amenizado, mas quem se prepara p/ praia só no verão, férias etc. acaba não se motivando e tendo força de vontade enqto não vê aproximar-se a época.

FORÇA = ENERGIA  e VONTADE = QUERER   então  FORÇA DE VONTADE = VONTADE FORTE  = QUERER FORTE = SABER O QUE QUER, PORQUE QUER E QUERER MUITO = QUERER TANTO QUE SE ESFORÇAR P/ OBTER = SE ESFORÇAR ATÉ OBTER =
PERSISTIR ATÉ VENCER e  PERSISTIR P/ MANTER A VITÓRIA

É assim que eu vejo e se antes não tinha força de vontade p/ emagrecer, hoje tenho e ela só aumenta. O que faz isso é reconhecer que a atitude anterior não me levou onde queria e admitir que a nova atitude só me traz coisas boas. Como eu me gosto e tenho o poder de escolher meu caminho e já aprendi bastante c/ meus erros até aqui, opto por ir pelo lado que me leva ao melhor.

Só a atitude faz a coisa acontecer. Desejar emagrecer e ter vontade forte de emagrecer são coisas diferentes. Posso desejar ter X kg e não fazer nada, fica sendo um sonho p/ sempre. Mas atender ao meu desejo exige vontade forte de agir p/ realizá-lo, aí tenho grandes chances de conseguir, desde que esteja desejando algo possível. Ter força de vontade então, é mandar na minha vontade, é assumir o poder c/ meus pensamentos e atitudes. Ter força de vontade é decidir que amanhã vou levantar cedo e sair p/ caminhar e na hora que o despertador tocar, levantar e ir mesmo que haja sono, preguicinha e a acomodação soprar no ouvido um “deixa p/ amanhã”. A menos que haja algum impedimento verdadeiro, tenho que ir. A alegria depois de ter vencido, ter exercido o poder de decisão é muito mais gostosa do que o soninho extra! Palavra de quem acorda 5h da manhã p/ caminhar (e meu lençol tb me enrosca, meu travesseiro me gruda e se eu não respiro fundo e pulo da cama, fico lá sim).
Força de vontade é planejar a refeição e não ficar desviando do foco na hora de fazer o prato, permitindo que outras coisas se mostrem mais fortes que eu, afinal quem vai botar a comida no meu prato e na minha boca sou eu! E se achar que posso fazer modificação sem atrapalhar a programação eu faço, usando meu poder de decisão. Certa ou errada a decisão é minha e é bom saber quem está no comando. Força de vontade é comer 1 fatia do doce sem culpa e c/ muito prazer mas antes de pegar outra lembrar do que quero alcançar e dizer “já chega, outro dia como mais”.
 Vontade sem disciplina não dá em nada. Minha proposta: Se é p/ dizer “semana que vem eu recomeço” vamos dizer isto p/ o 2º bombom, a outra fatia da pizza, o outro pedaço do pudim! Se é p/ dizer “vou deixar p/ mês que vem”, que seja p/ a ida à churrascaria! Se é p/ dizer “só mais um” digamos então “só mais um dia em que darei o melhor de mim p/ chegar onde quero”.  Se sabemos dizer tão bem este tipo de coisas, basta então trocar as situações onde aplicaremos! Não ficou mais simples agora? Então, vamos entrando na 5a feira, nada de deixar p/ semana que vem o que ainda não se fez tão direitinho nesta, ok? Deixo aqui uma frase que recebi outro dia e adorei:
OS SONHOS DETERMINAM O QUE VOCÊ QUER. A AÇÃO DETERMINA O QUE VOCÊ CONQUISTA (Desconheço o autor, infelizmente)
Beijão!



 Escrito por Beth ?s 20h58
[] [envie esta mensagem]


 
   VAMOS LÁ, SEMANINHA NOVA NA ÁREA, VAMOS COMBINAR E CAPRICHAR!!!

Foi um feriadão gostoso e tranquilo, do jeito que eu queria. Sábado não fui à praia, mas caminhei gostosamente pelo sol no calçadão do Leme c/ meu amor e meu cachorrinho, c/ direito a sentar no muro lá no Caminho dos Pescadores e ficar olhando o mar, do jeito que gosto: admirando-o, mentalizando coisas boas, me reenergizando!


Caminho dos Pescadores - Praia do Leme - Copacabana/RJ
Imagem encontrada no site:
 www.rioconventionbureau.com.br

Antes porém, tinha ido ao VP. Saí de lá feliz, pois o esforço da semana p/ minimizar o efeito da jaca do outro 'findi' foi recompensado c/ menos 400g em plena TPM.
O tema da semana foi auto-estima, assunto que adoro mas não fiquei p/ a reunião pois o Vi foi comigo e ia fazer exame de sangue, já estava azul de fome (jejum de 12h). Expliquei isto à orientadora, ela compreendeu e me parabenizou dizendo que eu já sou uma chuva de auto-estima. Gostei disso, pois é verdade. Acredito que a auto-estima é essencial p/ tudo na vida e ela não pode ser uma conseqüência e sim a causa das nossas ações a nosso favor. Quem se gosta faz mais por si mesmo. Quem não se aceita, não se olha c/ amor e generosidade acaba achando que não é digno de muito esforço e não se dá o melhor. Ou confunde o que é, realmente, este melhor. 

FOTOS DE ANTES
 
Eu sou a "dálmata"...rs Vejam como eu não me privava da alegria!

Não canso de contar e vcs podem ver nas fotos acima que mesmo na obesidade mórbida eu me curtia, não me escondia, não sentia vergonha de mim não! Fazia tudo que queria, sendo que onde havia restrição/limitação que não dava p/ eu controlar, então eu aprendia a contornar. E sabem tb que foi por me amar que decidi finalmente encarar o proc. de emagrecimento, sendo que agora do jeito certo. Naturalmente, cada passo dado me enche de mais orgulho, satisfação, conhecimento maior e c/ isso a auto-estima se renova, cresce mais. Isto me ajuda a fortalecer a garra e tudo que me leva p/ frente. As novas conquistas e os aprendizados realimentam a auto-estima e assim, como digo sempre, o círculo vicioso "do bem" vai acontecendo e isto é delicioso. 
 Como delicioso foi tb caber numa jaquetinha fofa e baratíssima que vi numa lojinha em Copacabana, provei e qdo ela fechou e me vi no espelho  fiquei feliz. Maridão todo bobo me abraçou, deu beijinho e a jaquetinha veio p/ casa comigo! rs É própria p/ a caminhada, estreei hoje cedinho, ficou uma graça!  À noite fiz pé e mão no salão e depois passeamos, coisa que adoro é me perder entre as bancas dos camelôs que tomam o poder em alguns locais depois que o comércio legal fecha. Tanta coisa bonita a bom preço, fico maluquinha, se não amarrar minhas mãos e tapar meus olhos é um perigo...rs E o Vi, que diz "Gata, agora temos que segurar..." é o 1º a me mostrar as coisas, a achar tudo lindo, a me instigar...terrível ele tb! rs Gente do céu, estou terrível, tudo que vejo na vitrine acho lindo, a vontade é comprar tudo... aiiiiiiiiiiiii

Não sou uma consumista enlouquecida, é que esta sensação gostosa de poder escolher é muito boa, já estou me habituando a ela mas sabem como é, estou em lua de mel comigo mesma e com o que venho resgatando!

Domingo fomos à praia, o sol estava forte e gostoso, o mar bravíssimo, muitos afogamentos, tem gente que não se toca, tem dia que é do mar, não é de gente....tem dia que a maré está p/ peixe e só peixe!
Estávamos voltando p/ casa qdo um guardador de carro dali de Ipanema veio nos cumprimentar. Ele me vê regularmente, mas está quase sempre meio "altinho" e talvez por isto, neste sábado em que estava sóbrio, ao me ver arregalou os olhos e perguntou "A senhora é a senhora mesmo?" Eu soltei uma gargalhada e disse "Ué, eu sou eu sim". E ele "mas emagreceu tanto!" Aí o Vi assumiu a conversa, todo sorridente, dizendo até qto eu já tinha emagrecido, o guardador ficou todo feliz, me beijou as mãos dando parabéns.  A-DO-REI. Curto tudo que é feito c/ carinho e sinceridade, venha de quem vier, se vier do coração é bem-vindo. Aquele homem simples de sorriso aberto que infelizmente bebe além da conta, é na verdade alguém que sempre me tratou super bem, sempre cuidou do meu ex-carrinho c/ zelo, se virava ao avesso p/ me arrumar vaga qdo não havia mais nenhuma e foi bonitinho demais o jeito dele falar comigo.
  
No almoço estreei minha nova máquina de fazer tortinhas, eu queria muito uma desde que a Clarice trouxe a dela aui em casa, no reveillon passado e comprei na noite de 5a feira, numa promoção da Casa & Vídeo. Maravilha, dá p/ fazer tortinhas c/ recheios bem light, variados, foi um sucesso aqui. Aliás, várias almas se salvaram, já que resolvi ir p/ cozinha em pleno domingão, p/ inaugurar a 'torteira', mas maridão foi tb, me ajudou, claro!

Na 2a feira íamos de novo à praia, mas eu estava molenga, milagrosamente não quis ir. Fiquei quietinha, a TPM bombando e eu segurando a onda dela. À noite, cineminha (O Plano Perfeito, excelente) c/ direito a pipoca (que nem ligo mas desta vez quis).
Está tudo bem, o plano alimentar da semana toda está semi-pronto, assim fica mais fácil controlar e se algo mudar tb fica mais simples me reprogramar. A idéia é fazer de novo o melhor possível, que envolve ficar nos pts do VP sem usar os Flex, no máximo fazer uso dos pts extras ganhos na ativ. física, se realmente for necessário. Falando nisso, a programação é de me exercitar todos os dias da semana.
A geladeira está abastecida c/ frutas, verduras e legumes, tem tb vários itens light p/ dar uma forcinha. Almoçarei na rua todos os dias como sempre, mas está tudo bem planejadinho, agora já estou por dentro de alguns lugares na Barra onde há comida leve e gostosa, p/ diversificar bastante e garantir o controle que quero exercer.

No que depender de mim, quero de novo caprichar. E torço p/ que todos vcs caprichem tb, afinal nós valemos a pena!
Beijocas, fiquem com Deus, uma semana linda e cheia de luz!

Andressa e eu, no encontro da blogosfera light de abril.
Saudades desta menina querida que está sumidinha!



 Escrito por Beth ?s 22h18
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Livros, Praia, Dançar, Curtir a vida
MSN -



EU ERA ASSIM  

ESTOU ASSIM Meu nome ? Elizabeth, sou conhecida como Beth
Analista de Sistemas, especialista em Metodologia, Processos e Qualidade em TI, Ger?ncia de Projetos,An?lise de Neg?cios, Auditora ISO, sou leonina do dia 10/08, carioca da gema, moro na minha na cidade maravilhosa (RJ), adoro fazer amizades, sonhar, ler, escrever, sou casada c/ Vicente - meu grande amor, m?e do Alexandre, um filh?o maravilhoso, que ? universit?rio e "boadastra" da Mimi, minha enteadinha adolescente linda a quem chamo aqui de filhotinha.

Meu e-mail: beth.ebprs@gmail.com
Meu MSN: ebprs@hotmail.com



Objetivo deste Blog: Compartilhar meu processo de reeducação alimentar e mudança de hábitos que resultou no meu emagrecimento, me tirou da obesidade mórbida e me ensinou e ensina tanto!



Meu processo: Fui beb? 'cheinho',crian?a de peso normal, na adolesc?ncia tinha ?timo corpo. No in?cio da fase adulta comecei a engordar c/facilidade em fun??o de uma mudan?a p/ pior dos h?bitos alimentares e tb devido a dificuldade que tive em enfrentar alguns problemas pessoais, decep??es e m?goas que se transformaram em Kg a mais (eu as COMI). Durante anos optei por m?todos indevidos, tomei rem?dios, f?rmulas, inje??es, fiz dietas mirabolantes e isto tudo me ajudou a virar uma sanfona que cada vez abria mais e fechava menos. Cheguei ao auge da obesidade c/ 140 kg e dei o basta. Primeiro, fiz um pequeno controle que me ajudou a emagrecer quase 5 kg. Depois, entrei para o Vigilantes do Peso, onde emagreci 53kg c/equil?brio, seguran?a e muita alegria. Aprendi muito, o caminho foi t?o importante quanto os resultados. Eliminei 53 kg com o método do Vigilantes do Peso e atividade física. Aumentei depois alguns kg e agora prossigo, para reconquistar a minha meta e mantê-la para sempre.

Cr?ditos Imagens: Google
Comunidade no Orkut!


Comunidade Orkut: Eu sou f? da Beth - A Conquista! criado com carinho pela amiga Lili (obrigada, lindinha!)
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2052374


 
Clique AQUI e veja
o que eu como!




HIST?RICO
 01/01/2011 a 15/01/2011
 16/12/2010 a 31/12/2010
 01/12/2010 a 15/12/2010
 16/11/2010 a 30/11/2010
 01/11/2010 a 15/11/2010
 16/10/2010 a 31/10/2010
 01/10/2010 a 15/10/2010
 16/09/2010 a 30/09/2010
 01/09/2010 a 15/09/2010
 16/08/2010 a 31/08/2010
 01/08/2010 a 15/08/2010
 16/07/2010 a 31/07/2010
 01/07/2010 a 15/07/2010
 16/06/2010 a 30/06/2010
 01/06/2010 a 15/06/2010
 16/05/2010 a 31/05/2010
 01/05/2010 a 15/05/2010
 16/04/2010 a 30/04/2010
 01/04/2010 a 15/04/2010
 16/03/2010 a 31/03/2010
 01/03/2010 a 15/03/2010
 16/02/2010 a 28/02/2010
 01/02/2010 a 15/02/2010
 16/01/2010 a 31/01/2010
 01/01/2010 a 15/01/2010
 16/12/2009 a 31/12/2009
 01/12/2009 a 15/12/2009
 16/11/2009 a 30/11/2009
 01/11/2009 a 15/11/2009
 16/10/2009 a 31/10/2009
 01/10/2009 a 15/10/2009
 16/09/2009 a 30/09/2009
 01/09/2009 a 15/09/2009
 16/08/2009 a 31/08/2009
 01/08/2009 a 15/08/2009
 16/07/2009 a 31/07/2009
 01/07/2009 a 15/07/2009
 16/06/2009 a 30/06/2009
 01/06/2009 a 15/06/2009
 16/05/2009 a 31/05/2009
 01/05/2009 a 15/05/2009
 16/04/2009 a 30/04/2009
 01/04/2009 a 15/04/2009
 16/03/2009 a 31/03/2009
 01/03/2009 a 15/03/2009
 16/02/2009 a 28/02/2009
 01/02/2009 a 15/02/2009
 16/01/2009 a 31/01/2009
 01/01/2009 a 15/01/2009
 16/12/2008 a 31/12/2008
 01/12/2008 a 15/12/2008
 16/11/2008 a 30/11/2008
 01/11/2008 a 15/11/2008
 16/10/2008 a 31/10/2008
 01/10/2008 a 15/10/2008
 16/09/2008 a 30/09/2008
 01/09/2008 a 15/09/2008
 16/08/2008 a 31/08/2008
 01/08/2008 a 15/08/2008
 16/07/2008 a 31/07/2008
 01/07/2008 a 15/07/2008
 16/06/2008 a 30/06/2008
 01/06/2008 a 15/06/2008
 16/05/2008 a 31/05/2008
 01/05/2008 a 15/05/2008
 16/04/2008 a 30/04/2008
 01/04/2008 a 15/04/2008
 16/03/2008 a 31/03/2008
 01/03/2008 a 15/03/2008
 16/02/2008 a 29/02/2008
 01/02/2008 a 15/02/2008
 16/01/2008 a 31/01/2008
 01/01/2008 a 15/01/2008
 16/12/2007 a 31/12/2007
 01/12/2007 a 15/12/2007
 16/11/2007 a 30/11/2007
 01/11/2007 a 15/11/2007
 16/10/2007 a 31/10/2007
 01/10/2007 a 15/10/2007
 16/09/2007 a 30/09/2007
 01/09/2007 a 15/09/2007
 16/08/2007 a 31/08/2007
 01/08/2007 a 15/08/2007
 16/07/2007 a 31/07/2007
 01/07/2007 a 15/07/2007
 16/06/2007 a 30/06/2007
 01/06/2007 a 15/06/2007
 16/05/2007 a 31/05/2007
 01/05/2007 a 15/05/2007
 16/04/2007 a 30/04/2007
 01/04/2007 a 15/04/2007
 16/03/2007 a 31/03/2007
 01/03/2007 a 15/03/2007
 16/02/2007 a 28/02/2007
 01/02/2007 a 15/02/2007
 16/01/2007 a 31/01/2007
 01/01/2007 a 15/01/2007
 16/12/2006 a 31/12/2006
 01/12/2006 a 15/12/2006
 16/11/2006 a 30/11/2006
 01/11/2006 a 15/11/2006
 16/10/2006 a 31/10/2006
 01/10/2006 a 15/10/2006
 16/09/2006 a 30/09/2006
 01/09/2006 a 15/09/2006
 16/08/2006 a 31/08/2006
 01/08/2006 a 15/08/2006
 16/07/2006 a 31/07/2006
 01/07/2006 a 15/07/2006
 16/06/2006 a 30/06/2006
 01/06/2006 a 15/06/2006
 16/05/2006 a 31/05/2006
 01/05/2006 a 15/05/2006
 16/04/2006 a 30/04/2006
 01/04/2006 a 15/04/2006
 16/03/2006 a 31/03/2006
 01/03/2006 a 15/03/2006
 16/02/2006 a 28/02/2006
 01/02/2006 a 15/02/2006
 16/01/2006 a 31/01/2006
 01/01/2006 a 15/01/2006
 16/12/2005 a 31/12/2005
 01/12/2005 a 15/12/2005
 16/11/2005 a 30/11/2005
 01/11/2005 a 15/11/2005
 16/10/2005 a 31/10/2005
 01/10/2005 a 15/10/2005
 16/09/2005 a 30/09/2005
 01/09/2005 a 15/09/2005
 16/08/2005 a 31/08/2005
 01/08/2005 a 15/08/2005
 16/07/2005 a 31/07/2005
 01/07/2005 a 15/07/2005
 16/06/2005 a 30/06/2005
 01/06/2005 a 15/06/2005
 16/05/2005 a 31/05/2005
 01/05/2005 a 15/05/2005
 16/04/2005 a 30/04/2005
 01/04/2005 a 15/04/2005
 16/03/2005 a 31/03/2005
 01/03/2005 a 15/03/2005
 16/02/2005 a 28/02/2005
 01/02/2005 a 15/02/2005
 16/01/2005 a 31/01/2005
 01/01/2005 a 15/01/2005
 16/12/2004 a 31/12/2004
 01/12/2004 a 15/12/2004
 16/11/2004 a 30/11/2004
 01/11/2004 a 15/11/2004
 16/10/2004 a 31/10/2004
 01/10/2004 a 15/10/2004
 16/09/2004 a 30/09/2004
 01/09/2004 a 15/09/2004
 16/08/2004 a 31/08/2004
 01/08/2004 a 15/08/2004
 16/07/2004 a 31/07/2004
 01/07/2004 a 15/07/2004
 16/06/2004 a 30/06/2004
 01/06/2004 a 15/06/2004



OUTROS SITES
 Site do Vigilantes do Peso
 Ação pelo semelhante
 Nutrella
 MC DONALDS - Tabela Nutricional
 Site ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
 Saudável.Info
 Vegê Gourmê - Blog da Chef Michele Maia
 Lu Francesa
 Selma Guerreira
 Meu Emagrecimento (Sara)
 Serei magra (Andreia)
 Renascer (Thuca)
 Valquíria
 Blog da Magui
 Neblina
 O sabor da vitória (Electra)
 Entretanto, eu (Jana)
 Diva esbelta e feliz (Diva)
 Miss Blueberry
 Vida boa é vida saudável (Cristy Costa)
 Diário light (Sylmara)
 Blog da Eloyza
 Veneno urgente (Flavia Rocha)
 Blog da Fafá
 Espelho light (Elaine)
 Blog da Cynthia (Londres)
 Agora eu emagreço (Aline) Brasília
 Never give up (Renata - Tita)
 Blog da Micha - RJ
 Homem também faz dieta (Carlos) RJ
 Jaqueline
 Mulher de Atitude - Cacau RJ
 Serei sereia (Fabi) RS
 A caminho da vitória (Elaine Regiane) SP
 Blog da Rogeria
 Blog da Georgia
 Escrevendo emagrecendo (Lisa)
 Diet Forever (Zá)
 Garotinha ruiva (o outro blog da Lu Russa)
 Dieta urgente (Luciana Alexandrino)
 Space Cris
 Tetê Sereiah
 Andréa Aoki
 Gordinha da Silva
 O sucesso da Lorena
 Renata sem firulas
 Valérie Roberto
 Arianna
 Clara - RJ
 Andréa Cordoniz
 Ana Carolina grávida
 Ana Carolina
 Miss Slim
 Drica (Paraty-RJ)
 Ada Sheila
 Anselmo
 Sueli
 Sol
 Kelly
 Jessica (Elite)
 Nilce
 Leila (Ninguém merece ser 3G)
 Fanta Diet
 Infobeso
 Cris Lopes
 Aline Tomaz (RJ)
 Roberta Alves
 Sue - gravidinha
 Cris fit
 Annie
 Novidades da Cris
 Leila Batista
 Clarita
 Rebecca sapeca
 Lua emagrecendo
 Brian
 Diario da bonita Andrea
 Marilia
 Marilia Vitória
 Aline Virtus
 Paula pra melhor
 Cristiane
 Teresinha
 Ana Cleide
 
 Marcia (Marquinhas)
 Pri 2
 Ludmila
 Lela
 Jana Carmen
 Pri emagrecendo...
 Luzluzinha
 Barbarella (Andrea Glauce)
 Raiane
 Luciana Kotaka
 Vanessa (Campinas)
 Patty emagrecendo de bem...
 Nanda (Idade da Pedra)
 Carlos Medeiros
 Lara
 Dani - Brasília
 Teresa Cristina
 Sisi
 Miriam - RJ
 Kaká
 Gabi e Ana Luiza
 Diário de Macherrie
 Catia
 Amanda Costa
 Rosimeyre
 Alice
 Walkiria
 Crizinha
 Char
 Lu Pinheiro
 Elisandra
 Lahys
 Cotidiano (Zany)
 Karen
 Kika
 Nicky
 O novo blog da Taty Carioca
 Isabela
 Lisandra
 Ju sem pressa
 VIGILANTES DA AUTO ESTIMA
 JT
 Barbarella
 Angelica Fernandes
 Claudia
 Lagarta de borboleta
 Alisson
 Nova Jacque
 Patty Roberta
 Michelle 2
 Elissandra
 Juliene
 Ana Paula
 Annie emagrecendo
 Lili Bolero
 Fernanda Betini
 Karina Torres
 Valqs
 Ana Telma
 Lilian Raquel (Lee)
 Cáritas
 Baxie
 Cacau II
 Renatita
 Nando Neri
 Isabelle
 Nanda
 Edite
 Way to go (Clara )
 Bartira
 BLOG COMER SEM CULPA
 Andreia Cantelli
 Lu Mme Light
 Magali
 Lu
 Aline RJ


VOTA??O
 D? uma nota para meu blog!