Conquista

UOL
   ATENÇÃO, ESTE POST TEM 2 PARTES!!!! PRIMEIRO, MINHAS NOTÍCIAS E DEPOIS, O LINDO ENCONTRO DO RJ QUE ACONTECEU ONTEM!!!!!

MINHAS NOTÍCIAS

1) Demitindo a Mulher Maravilha.
A semana que passou foi novamente exaustiva, me estressei muito de novo, o cansaço físico e mental estão minando um bocado minha resistência. Mas o que realmente tem sido complicado é o emocional. Esta mania de achar que sou mesmo a Mulher Maravilha já ia de novo me derrubando. Esta coisa do "eu tenho a força, sou invencível, vamos à luta etc." é bacana, mas só não tem limites na musiquinha e nos desenhos animados. Na vida real tem que ter limite, aliás equilíbrio é a palavra mais adequada. Fico até depois das 22h no trabalho, tento sair da empresa sem deixar nada pendente no que depender só de mim, tem dias que ir ao banheiro é o mesmo que ir à Disney, uma verdadeira festa qdo consigo chegar lá, só falto ver o Mickey e o Pato Donald qdo faço xixi, acho que já é delírio, de tanto que seguro p/ não parar o que estou fazendo (um erro, um risco à saúde, eu sei).
Como vou operar as pernas na próxima 6a feira e ficarei de licença por 2 semanas o esforço é quadruplicado p/ que nada fique para trás. E aí eu vejo que o dia passou e não deu pra ligar p/ marcar aquele exame que ainda falta, me agonio toda. Percebo que não falei de novo com minha mãe, tadinha, me sinto uma má filha. Lembro que não pedi à farmácia de manipulação nova leva dos remédios que estou tomando p/ a circulação, já que boa parte acabou, nem providenciei na outra uma das pomadas que tenho que passar nas pernas e já está no final. Por pouco não me ferro, pois havia esquecido de dar entrada na solicitação de autorização p/ minha internação, é mole? 

O desgaste emocional é evidente, recebi um alerta da médica esta semana no trabalho e eu mesma me assustei c/ algumas coisas, pois fui 'arroz de festa' no ambulatório médico esta semana. Chega! Sou clinicamente saudável e vou deixar que o stress ferre tudo? Não, não vou.

Chego em casa e conto até mil p/ não descarregar tudo em cima do meu marido e do filho, pois a paciência, o saco e qquer vontade de dar atenção a algo ou alguém passam a ser ZERO. O que é injusto, pois eles são bacanas demais. O Vi se esmera p/ me agradar. A empregada está de licença médica, por causa de uma tendinite. E ele, por estar com alguns horários vagos, tem feito todo o trabalho doméstico: limpeza, cozinha, lavar roupa etc., tudo. E ainda me liga à noite p/ saber o que quero comer, p/ ele preparar na hora que eu estiver saindo de lá, assim eu chego em casa e pego tudo quentinho. Este homem não existe, né? Pois ainda assim eu chego e se não penso duas vezes, na primeira perguntinha que ele me faz eu dou um coice. Vixe!

Vou continuar me dedicando, sendo profissional responsável e dar esforço adicional, mas dentro do normal, sem que isto me descompense. Minha saúde não será mais influenciada por estas coisas, eu garanto. Nos últimos dias fui 'arroz de festa' no ambulatório médico e a doutora me alertou que a coisa está ficando feia. O descontrole emocional é evidente e começa a ser somatizado de formas muito ruins. Chega. Quis desabafar aqui porque registrar isto (que também mencionei bastante no Momento Light do encontro de ontem) faz parte do "exorcismo" da Mulher Maravilha. A partir de agora, maravilhosa sim, mas Mulher Maravilha não, ela é ficção, eu sou real.

2) Uma ótima notícia! 
Consulta c/ a nutricionista e novo papo c/ o endocrinologista, confirmaram que as ações p/ reverter os kg que havia aumentado estão adequadas e que pelo meu histórico em particular, meu processo não é mais de emagrecimento e sim de manutenção. O que não impede que eu consiga eliminar mais alguns kg, mas é preciso respeitar minha nova composição corporal e compreender o tanto de pele/gordura não metabolizável existente e que sairão via bisturi, qdo eu puder fazer plástica. aí sim eu estarei no peso que as tabelas genéricas apontam como adequado. Ou seja, chega de buscar algo que já alcancei, a hora agora é de agarrar, manter!
O endocrino fez uma declaração formalizando este parecer p/ que o VP me ponha tb em manutenção no peso em que estou, mesmo não sendo a meta definida anteriormente c/ base na tabela usada como referência. Mesmo ela sendo bem fundamentada, é genérica e cada caso é um.
2) A reunião do VP neste sábado foi ótima, mais uma vez e a balança acusou  – 100g mesmo na TPM a 3 dias da M chegar, que bom!
Entreguei a declaração do médico, mas ela não está como deve ser, pois precisa registrar claramente o numerozinho, o pesinho que na avaliação dele corresponde ao meu ideal p/ estar saudável etc. Vou pedir a ele que faça isto e levarei na próxima reunião.
O caso é que o meu peso atual, p/ os padrões, não é referência de magreza. Acontece que meu organismo não quer saber se há uma tabela dizendo qto eu deveria pesar p/ ser considerada uma pessoa nos padrões magros, mesmo tamanho G. Eu tenho uma composição corporal, readequada em função de idade, histórico etc. e é isto que ele entende e usa como referência p/ assumir que está bem, saudável, equilibrado. Por isso, é preciso que o médico ateste que este é o meu caso, senão o VP não tem como certificar que eu obtive sucesso total.
É estranho e até injusto. Tive 140kg, tenho 88,8 kg. Aos 50 anos de idade, me sinto ótima, não tenho a menor intenção de ficar magérrima. Sei que realmente as peles e a gordura não metabolizável pesam bastante. Vejam abaixo, o braço de antes e as sobras de hoje, na foto que tirei ontem no encontro. Imaginem costas, abdomen, quadril, coxas! Na minha faixa e c/ meu histórico, isto é ótimo, não me queixo. Sem quebrar ovos não tem omelete.

AGORA VEJAM AÍ EMBAIXO, TEM NOTÍCIAS E FOTOS DO 19º ENCONTRO QUE ROLOU ONTEM E BOMBOU!!!!!



 Escrito por Beth ?s 16h59
[] [envie esta mensagem]


 
   2a PARTE DO POST: O 19º ENCONTRO BLOGUEIRO LIGHT DO RIO DE JANEIRO FOI NOVAMENTE O MÁXIMO!!!!!


De baixo p/ cima, esq. p/ direita: 1a fila Marsele, Janice,Jaqueline, Vera e as gravidinhas Marcinha e Clarice;
2a fila: Adélia, Luciana, Viviane e Jacki; 3a fila: Marília, Janaína, Andréia e Aline;
4a fila: Cláudia (de azul), Renata e Dani (loira); Último andar: Mari, Cacau, Beth e Sheila
NESTA FOTO FALTARAM: Mariléia. Stela e Adriana, que chegaram depois.

3) O Encontro foi uma delícia! Qta gente, qta alegria e energia positiva! Fizemos um churrasco light, tinha carnes, frango (peito e drumete), linguiça de porco e de frango e até peixe! Arroz, farofa c/ bacon e linguiça, muita salada, abacaxi, uvas, morangos, banana, mousse salgada c/ biscoitos, bolo de cenoura, torta de aniversário, brigadeiro, beijinhos de coco, sorvete, refrigerantes, ponche e cerveja.  Ué, mas não era light?
Sim! Pq light somos nós! Não é preciso haver só folhas à mesa! Podemos comer de tudo! O que nos torna light é nosso pensamento que emagrece na frente, p/ que nossas atitudes tb nos façam emagrecer o corpo. É estarmos numa reunião tão alegre c/ tantas coisas gostosas e não nos sentirmos desesperados p/ mergulhar em tudo, freneticamente, embora possamos liberar um pouco mais, nada de ficar agoniado numa de "ah não posso". É sabermos que até os abusinhos poderão ser compensados, administrados. E cá entre nós, não tinha nada que estivesse mais ou  menos, era tudo delicioso!

Fala sério que vc acha mesmo que eu só comi isto! rs
Ao meu lado, a querida Claudia, estreante no encontro!


A Janice e seu marido Marcelo são
anfitriões fabulosos, nos proporcionaram um ambiente lindo, confortável, acolhedor, alegre, tudo de bom.Não há palavras p/ agradecer e elogiar! A Janice ainda nos presenteou c/ estrelinhas (imãs de geladeira) representando a forma linda como nos vê! Janice, flores p/ você!

Tivemos várias estréias, foi ótimo conhecer e abraçar as amigas Aline, Cláudia, Stela, Vivi, Renata e Sheila. E como sempre, foi delicioso rever e abraçar a galerinha que já participa há mais tempo. Risos e lágrimas, apertos e mais apertos, troca de compreensão, apoio e cada dia mais união. Déia, que bom ter você novamente com a gente!
 
Jackie, Eu, Marília e Renata, estreando! No banco, Marsele e eu. Fala sério, não estamos todas muito lindas?
Quem foi pela 1ª vez comprovou tudo que sempre ressalto: é um encontro abençoado e não há quem se sinta desaconchegado e todos saem de lá quase levitando e c/ as baterias recarregadas!
 
Aline (tb estreante), eu e Renata 

Eu , Marcinha e na barriguinha linda, Sofia que chegará dia 22/11

O Momento Light novamente D-E-M-A-I-S! Como é bom podermos desabafar, trocar nossas impressões, contar o que nos aflige e tb tudo que estamos conquistando, e tome de bater palma e fazer Uhu Uhu pq todos, sem exceção, merecem.



Comemoramos o niver da Jaque Saradona (que é hoje, 29/10) c/ parabéns, bolo e docinhos.Ela linda, exuberante, feliz como merece!
 
Parabéns pra você!                 Ô abraço bom das amigas Marília e Jaque!

 
Vivi, Vera e eu                                                                

Clarice (com Marcela na barriga), Marília, Jaque e Jana

O Vi reclamou, não tiramos foto oficial dos maridos/namorados! Mas alguns estão nas fotos abaixo. Menção honrosa p/ Marcelo (da Janice) que driblou a dor na coluna p/ ser nosso churrasqueiro-mor super atencioso! E obrigada por nos acompanharem neste encontro:  meu amor Vicente, Vinícius (Marsele), os 3 Marcelos (Janice, Marília e Adriano), Luciano (Mari), Daniel (Renata) e Leandro (Marcia).
 
Os rapazes e as crianças jogando Can-Can (ou Mau-Mau).
 
Vinícius ajudando a arrumar tudo e Adriana c/ seu maridão e grande parceiro Marcelo

Não levei máquina, todas as fotos são gentilmente roubadas das amigas tá?rsss
Foi mais um dia incrível, delicioso, renovador. Quem foi, sabe direitinho como foi maravilhoso. Em novembro tem mais!
Beijos em todos, vamos começar a semana c/ o pé direito, combinado?



 Escrito por Beth ?s 16h46
[] [envie esta mensagem]


 
   MANEQUIM XGG? GG? G? M? P? NÃO IMPORTA. A TRANSIÇÃO REQUER PACIÊNCIA E BOM SENSO.

Estava buscando algo na minha área de Favoritos na Internet qdo vi uma pasta chamada  “Moda Tam. Grande em Sampa”. Foi interessante. Lembrei em que ocasião criei a pasta: ainda obesa mórbida, sabendo que em SP há lugares em que as roupas têm ótimos preços, boa qualidade etc.(Bom Retiro é um lugar que adorei) planejava ir lá especialmente p/ comprar peças p/ trabalhar como terninhos, blasers, conj. de saias, coisas assim e catei na Internet alguns endereços. Agora, 3 a 4 anos depois, isto não me pertence mais. Epa, as roupinhas lindas e baratas pertencem cada vez mais, o que não está mais no contexto é o detalhe “moda tam. grande”.
Não sou tam. pequeno, nem serei, não é minha proposta a esta altura do campeonato algo irreal e que sequer me deixará bem. Eu sou tam. grande sim, pois pelos meus cálculos, mesmo qdo fizer as plásticas no ano que vem, meu manequim normal deverá ficar entre 44 (modelagem maior) e 46. Dependendo, até o 48, já que hoje eu uso 46/48 p/ calças e blusas eu uso do G ao M, c/ algumas incursões nas blusinhas tam. U (é a glória!). Mas o que a tal pasta guarda são sites de lojas que vendem tam. ‘mais que grandes’, os benditos ‘especiais’ que um dia precisei usar e até estes, muitas vezes, eram difíceis de encontrar, pois o meu tamanho já foi ‘pra lá de especial’. Eu vivo lembrando que já usei jeans 64!
Qdo falo isto, não quero de maneira alguma que quem ainda usa estes tamanhos se sinta mal. Ao contrário, quero é que se estimulem, que se convença cada vez mais que se eu consegui deixar de ser cliente destas lojas e seções especiais, vcs tb chegarão a isto. Determine-se, persista, respirem fundo toda vez que sentir uma pontinha de desânimo ou que a balança não corresponder, ou mesmo que jacar pra valer e se mantenha firme, indo sempre em frente. Eu GARANTO que desta forma chegará lá sim e dirá bye bye a estas e tantas outras restrições que o excesso de peso provoca em tanta gente.

Uma coisa que gosto de ressaltar sempre: no emagrecimento a gente passa por diversas fases, antes do corpo ficar mais bacaninha, qdo a pessoa em de um peso muito elevado, o corpo fica às vezes até mais esquisitinho do que na obesidade total. É verdade! Pelo menos comigo foi assim. Eu era habituada ao meu formato ‘bola’. Qdo comecei a emagrecer, já que a redução de peso não é uniforme, não é toda proporcional, tinha hora que eu estava toda gorda, mas sem bunda. Outra hora, eu parecia uma saracura, aquele pássaro que tem perna fina e o corpo redondo. Mesmo minhas pernas não sendo tão finas, era uma desproporção tremenda. Aí, a gente fica numa fase de transição que se reflete nas roupas. As grandonas já ficam largas, as menores não cabem. A gente se veste, se olha e chega a pensar se antes não estava melhor...rs.
Vejam a foto abaixo, de ANTES, tirada em dez/03. Eu já havia emagrecido mais de 20kg qdo a tirei. Vejam, eu estava bem disforme!Era uma fase de transição, em que eu não era mais tão imensa como já tinha sido, mas não estava ainda c/ um corpo mais normal. Até pq o avental abdominal já havia despencado e despencou ainda mais, pudera a barriga era bem maior (para quem não sabe, eu  retirei este avental numa plástica 'higiênica' em outubro/2004).


Dez/03

E abaixo, uma foto recente (30/09/06), que mostra bem a diferença, embora eu não possa me dizer magra. Mas prova que paciência e persistência, mesmo qdo a imagem da gente não colabora muito ao vermos fotos, espelho etc., fazem com que a mudança aconteça. Embora eu tenha DETESTADO esta foto, achei que nela fiquei uma monstrinha vermelha...rs
 30/09/06
Minha sugestão é que aperte logo a roupa que está larga, p/ não ficar c/ a sensação de “estou horrível, pior do que estava”. Se não der, então compre alguma coisinha nova, mesmo que não seja ainda aquilo que quer, mas é que a gente está investindo em bem-estar e se não ajudar, de todo jeito que puder, p/ que ao se olhar no espelho se sinta melhor, aí complica.
Por isso sempre digo: faça as unhas, mude o cabelo, contribua mais p/ sua imagem refletir sua evolução, não é só nas medidas e no peso que a gente demonstra o progresso, é na forma como se vê e se cuida. Põe um brinco, um colar! Disfarça aquela blusa mais larga c/ uma faixa, um cinto, seja criativo e jogue algo diferente por cima dela! Nada de continuar usando moletom preto e azul marinho, vista algo diferente e veja como vc fica bem!

E mais: se comprar roupas hoje nas seções especiais é um incômodo, veja isto como algo temporário, que será coisa do passado daqui a um tempo. E a
gradeça a Deus por estas lojas e seções existirem, hoje em dia há muito mais lugares c/ peças bonitas, joviais, interessantes p/ pessoas gordinhas do que antigamente. Qdo eu comecei a sair do padrão, penei! Não tínhamos lojas de departamento c/ seção T-Plus, onde se acha coisas bonitas e mais moderninhas, sim! Eu tinha que encarar a “Cinta Elegante”, uma loja boa, mas nada barata e cujos modelos maiores eram p/ senhoras de mais idade, roupa caretona e eu na época c/ vinte e poucos anoi! Qdo que naquela ocasião encontraria, como hoje se vê por aí, roupas grandes coloridas, c/ detalhes modernos, calças corsário, capri e comuns, esportivas ou sociais, blusas de malha mais joviais ou peças mais clássicas como se vê agora? Nem pensar!

Então, isto que hoje todos querem se livrar, naturalmente, que é a loja e a seção de tam. especiais, é uma bênção. Uma bênção que pode perfeitamente ser substituída por outra bênção maior ainda, que é ir em qquer loja e qquer seção e escolher a roupa que bem entender. Não importa se a calça é igualzinha àquela que tem lá na T-Plus, só de não ser tam. especial, é um prêmio. E se eu conquistei este prêmio, foi pq acreditei nesta possibilidade e fui, aliás, estou indo sempre à luta. E vcs vão conquistar também.
As liquidações, promoções, bancas etc. aguardam os que não fazem questão de grifes famosas, de marcas cheias de trique-trique, como é o meu caso, não me ligo nisto. E se tem algo que me dá satisfação enorme é comprar numa loja barata uma roupa bonita, que me cai bem, de boa qualidade e que faz a mesma vista daquela caríssima da loja com nome badalado. Não tenho preconceito c/ a loja famosa não, apenas não sou do tipo que valoriza nomes e marcas. Dou valor a qualidade, a preço, a sentir-me bem com a peça, seja ela da loja $$$$$ ou da feirinha ali da esquina. Até pq eu acho que quem faz a peça ficar mais interessante sou eu né? Hahaha Se mete!!!  Beijão!



 Escrito por Beth ?s 19h56
[] [envie esta mensagem]


 
   A NECESSIDADE MOTIVA, VIRA VONTADE!

 Nunca gostei de mamão. A textura, o cheiro e o sabor não me agradam, deixo de comer salada de fruta na rua por causa dele, já que é presença certa. Mas em 50 anos de vida nunca tive prisão de ventre e notei na 5ª feira passada que estava há 2 dias sem ir ao banheiro. Estranhei, pois meu intestino é naturalmente solto. Avaliei o cardápio, não vi nenhum motivo p/ isto. Podia ser o emocional, o stress chegou ali tb? Não tive dúvida, no café da manhã fiz e tomei vitamina de leite c/ mamão, algo inusitado p/ mim e como era algo que me beneficiaria fiz c/ carinho, atenção, capricho. Duas horas depois,o efeito,  valeu a pena. Antes de dormir comi mamão amassado. Continuo não gostando, mas achei prudente! Por que estou contando isto, já que ninguém precisa saber dos detalhes íntimos da minha digestão? Para falar da ‘NECESSIDADE QUE IMPULSIONA, MOTIVA, MUDA NOSSO PENSAR E AGIR’.

Desde criança sempre ouvia a mãe de uma amiga dizer "A dor ensina a gemer". Ela a usava a frase p/ nos incentivar a nos virarmos p/ superar uma dificuldade. Hoje eu digo isto tb, qdo não encontro nada mais simples e direto p/ expressar esta idéia: Se não sabe ou não gosta, mas precisa, então aprende, senão, ‘dança’! Neste processo, tive que aprender muita coisa, aliás, QUIS aprender, pois compreendi que se não aprendesse não chegaria onde havia me proposto a chegar. Ou até chegaria, mas não nas condições ideais, então eu quis aprender e quero mais, pq sempre ainda há muito a absorver e evoluir nunca é demais.
Vejo pessoas angustiadas querendo emagrecer, mas sem vontade ou boa-vontade de mudar atitudes que já provaram que não as ajudam em nada. Se agarram a coisas que as derrubam, pelo hábito. E se a gente diz “Solta” elas às vezes se ressentem ou se bloqueiam, dizem que não conseguem, que é difícil etc. Eu entendo, pois já fui assim. Mas hoje, tendo superado tantas coisas e conseguido tantas mudanças que jamais poderia imaginar antigamente, sei que a gente não consegue se não se determinar a conseguir, se não tentar da forma certa e se não se comprometer c/ a mudança. E que por mais difícil que algo possa ser, podemos nos preparar p/ aprender, desde que queiramos mesmo.
O que muitas vezes nos leva a aprender, mesmo sendo na marra, sem uma vontade espontânea é a necessidade. Qdo a gente precisa mesmo, acaba vendo que é possível. Qta gente relutou a vida toda p/ fazer alguma ativ. física dizendo não ter tempo / não gostar, mas qdo a “água bateu na bunda”, o médico deu o aviso de que a coisa estava ficando feia, o medo de morrer do coração ou algo assim num instante fez aparecer o tempo e o difícil ficou 
fácil? A necessidade impulsionou, a dor ensinou a gemer.
Qta gente punha um monte de sal a mais na comida e se alguém alertava sobre o mal que isto faz dizia “ah, se não for assim eu não gosto”, aí ficou hipertenso, teve que reduzir o sal e come c/ prazer, habituou-se c/ o sabor do alimento sem aquele excesso? A necessidade fez aprender a gostar de outra maneira!
Qta gente quer emagrecer, mas só toma o refri comum, diz que 'não aguenta' o outro? Eu detestava coca light. Mas gosto de coca e queria continuar tomando, há 3 anos só bebo light! Uma questão de coerência (o que quero e o que faço p/ alcançar) e de aproveitar melhor meus ptos do VP. Uma lata do refri light/diet é zero pt e o normal 3 pts, é desperdício gastar isto assim, se posso consumir em outra coisa mais legal. E me habituei. Se tomo refri comum acho doce, me enjoa. Tudo é hábito. Se não me adequasse à versão light/diet, poderia tb me desabituar a tomar refri, o que não falta é opção mais saudável. Tomava coca todos os dias, estou agora investindo na mudança, procurando consumir eventualmente.
Por isso, qdo ouço/leio pessoas dizendo que querem emagrecer, mas não querem mudar hábitos, não querem diversificar o cardápio, não querem fazer nada diferente, fico pensando onde aquilo vai dar: Infelizmente, em nada! Pelo menos nada positivo, efetivo e que possa ser mantido de forma saudável sem riscos, frustrações etc.
Tem gente que se perde totalmente no controle do que come, não sabe pq a balança mostrou aquele nº, mas se vc pergunta se anotou o que comeu, faz cara feia, diz que não tem tempo nem paciência p/ isto e vem c/ um monte de argumentos, todos falhos, mas fazer o que? Cada um sabe de si e se ainda não está disposto a fazer diferente p/ dar uma sacodida bacana na sua história e conquistar o que sonha, a hora vai chegar. O amadurecimento vem às vezes devagarinho, mas ele chega e traz tb esta nova vontade de provar aquela comida que sempre rejeitou,  usar aquela roupa que parecia tão ousada, mudar a cor do batom, o perfume e quem sabe, anotar o que come, sair da mesmice, largar o “não consigo”, trocar o “não gosto” pelo “posso tentar de novo” etc., pq vale a pena!
A orientadora do VP disse sábado que dá mais trabalho e é muito mais difícil se manter fora do peso, lidar c/ obesidade e seus riscos e dificuldades do que empreender esforços p/ emagrecer. Concordo.
Mudar e tentar fazer coisas de um jeito que não estamos acostumados pode parecer complicadíssimo, mas SÓ ENQTO A GENTE NÃO SE PROPÕE A, VERDADEIRAMENTE, INVESTIR NELAS. Qdo a gente entende que vale APRENDER A FAZER DIFERENTE, mesmo aos pouquinhos e começa a praticar, mesmo que no começo seja aos trancos e barrancos, aí tudo começa mesmo a mudar e as dificuldades vão ficando menores e mais simples, QUEM SE AGIGANTA É A GENTE.
Vamos parar e pensar no que (e como) fazemos e o que pode ser melhorado, mesmo que a princípio pareça ser difícil! QUEIRAMOS mudar p/ melhor, nos desapegando de atitudes que só trazem prejuízo só por estarmos habituados a elas. ISTO É UMA NECESSIDADE e a necessidade faz c/ que a gente queira e se determine a aprender e mudar. A consciência de que uma coisa é pré-requisito p/ que outra possa acontecer direitinho TRANSFORMA A NECESSIDADE EM VONTADE., devagarinho, a gente vai se virando, vencendo a dificuldade, vendo que consegue sim, pq agora quer conseguir. E podemos fazer isto sem que chegue uma situação mais grave, que nos obrigue na base do “ou dá, ou desce”. Vai esperar a dor aumentar p/ ter que aprender a gemer? Uiiiii!  Rs  Bjs!



 Escrito por Beth ?s 09h05
[] [envie esta mensagem]


 
   VAMOS DIRECIONAR!!!!

Que delícia estar aqui no meu cantinho, em contato comigo e c/ vcs! Espero que sua semana tenha sido muito boa! E p/ quem não foi tão legalzinha assim, um recado: Tem outra novinha em folha começando! Vamos energizar, vamos nos comprometer a fazer c/ que ela seja melhor que a anterior, o que acham? Em grande parte, depende de nós! O que passou, passou! Temos sempre a chance de um novo dia, por que não caprichar p/ que ele seja bem produtivo, bem feliz no que estiver no nosso comando?
 Quem emagreceu, parabéns! Bom colher os frutos daquelas sementinhas plantadas e cuidadas c/ amor e dedicação! E quem não emagreceu nem engordou, parabéns, afinal, em outros tempos não seria assim, lembra? E a quem engordou, parabéns tb? Ah, eu vou dar os parabéns sim! Se sabe que engordou, é pq foi conferir, então, é sinal que está de olho, está atento. Pode não ter caprichado tanto e dado umas  jacadas, pode até ter feito tudo legal mas o organismo não respondeu bem, ainda mais se for mulher na TPM, mas está aí, na batalha, isto é vitória! Continuando firme, procurando melhorar daqui p/ a frente, o resultado vai melhorar tb.
O que passou a gente não revive, o tempo não volta p/ que a gente faça diferente o ‘antes’. A chance de fazer diferente é deste exato minuto p/ a frente. Mãos à obra, ora bolas!
Se ficar aí amuado, esconjurando a balança, jurando vingança (e vingança de gordo é comendo, não faz sentido!), decidindo que ‘agora mesmo que vai enfiar o pé na jaca c/ vontade’, só vai dar as costas p/ o que quer alcançar, será como quem pisa no cocô e só de raiva fica ali patinando nele, pelo amor de Deus, tira o pé daí, criatura!

Eu estou bem, graças a Deus, depois de uma semana pauleira, acabei no ambulatório médico c/ a pressão arterial nas alturas. Não sou hipertensa, já foi comprovado, não há causa clínica. É stress mesmo. Eliminada a obesidade e o sedentarismo, sobrou ele.
Hipertensão - Estresse
www.msd-brazil.com

A pseudo-Mulher Maravilha aqui abusou e a saúde apitou bem alto. A ordem médica foi parar o que estava fazendo, pegar a bolsa, sair p/ almoçar, passear, espairecer (tomando um relaxante tipo passiflora, p/ dar uma baixada de bola). No meu caso não cabe remédio p/ abaixar a pressão, basta dar uma choradinha e ela volta pro lugar, aliás, foi o que aconteceu ontem em 3 min. no consultório.
Depois, trabalhei um pouco até mais tarde (só um pouquinho), trouxe notebook e serviço p/ casa, mas não peguei em nada. Tirei o sábado p/ ir ao VP, fazer os exames do risco cirúrgico e descansar. Estou na boa e atenta, ou seguro a onda ou numa bolada destas saio de campo na maca, nada a ver!
Vejam a reguinha lá em cima! O solzinho andou de novo! Esta semana, apesar do stress e até um jantar em churrascaria, eliminei 300g, ótimo resultado! Falta pouco p/ chegar à nova e definitiva meta de peso, mas não quero pensar nisto, senão fico ansiosa e a ansiedade é uma companhia que não me agrada, nem faz bem, aconselha mal, quem a ouve acaba indo pro mau caminho, to fora!
Estava na fila do banheiro lá no VP (não peso sem antes tirar qquer excesso...rs) e uma pessoa linda e simpática veio falar comigo. Era a Karina, que lê este blog e se apresentou, super meiga, disse que gosta do que escrevo, que sente que minhas palavras ajudam a refletir, a elevar... Fiquei feliz, isto é gratificante, é uma bênção alcançar outras pessoas através da exposição dos meus pensamentos e idéias, meus aprendizados, de tudo o que me faz evoluir e chegar onde quero. Convidei-a p/ o encontro do dia 28/10, tenho certeza de que ela vai adorar e a galerinha vai recebê-la c/ imenso carinho. Junte-se a nós, Karina! Espero seu e-mail! E obrigada pelo carinho, do fundo do meu coração!
Depois do VP, uma voltinha c/ o Vi e mesmo em contenção de despesas me dei um presentinho, uma sandália fina, alta, na cor ameixa, olha que coisa mais perua, gente! Ah, mas eu precisava p/ baixar mais um pontinho da pressão, foi remedinho, né? Rs

Gente, pensando sobre os fatores que têm contribuído p/ esta minha recuperação tão boa no final da estrada, concluí que um deles, importantíssimo, tem sido o DIRECIONAMENTO. Para termos sucesso naquilo que nos propomos a fazer, precisamos estar DIRECIONADOS, senão nos comportaremos de forma incompatível ao que queremos alcançar. Achei um texto que escrevi, depois de ler e pensar sobre isto e até acho que já postei sobre ele, mas como é algo que favorece muito, acho bom ressaltar. Ué, a gente não gosta de repetir o doce gostoso? Então por que não repetir um assunto que nos faz pensar e agir melhor? Então, falemos de DIRECIONAMENTO sim! O direcionamento nos aproxima do que queremos e nos afasta do que não queremos.
Assim como ninguém compra um ingresso p/ o cinema se não está direcionado a assistir ao filme (ou dar a alguém que pretenda isso), assim como ninguém liga o chuveiro e entra debaixo d´água se não está direcionado a tomar banho, ninguém tb começa um proc. de emagrecimento sem que deseje emagrecer. E p/ emagrecer direito c/ saúde, bem-estar, segurança e sem privações e sacrifícios que não estão com nada, é preciso entender o que nos leva na direção certa e nos adequarmos, nossos pensamentos e ações é que farão com que andemos no sentido adequado, por isso precisamos pensar e agir de forma DIRECIONADA.
Então, vamos ficar atentos? Eu tenho ficado! Se quero comer algo leve, não tem sentido acompanhar os amigos ao rodízio de massas, posso almoçar c/ eles outro dia!Vou onde sei que tem o que quero e que é melhor p/ mim! Se quero garantir que em casa comerei coisas gostosas, porém leves, nutritivas, sem apelar p/ biscoitinhos e mil coisas que não me alimentarão e me engordarão, trato de abastecer a geladeira c/ legumes, verduras, frutas, carnes magras. Estou dura? Compro os que estão na safra, tem coisas cujo preço está lá embaixo! Quero sanduíche? Faço no pão light ou no árabe, encho de folhas, tomate, cenoura ralada, ponho uma proteína, um tempero esperto e fica delicioso, imenso, a boca mal consegue abrir p/ morder!
Quero chegar ao peso desejado e que é adequado a mim, estou perto dele, mas mesmo que estivesse longe, se não tivesse DIRECIONAMENTO, estaria ainda lá no comecinho da estrada, fazendo pirraça e achando que era incompetente, incapaz, buscando soluções radicais ou métodos ineficazes em vez de segurar a rédea, assumir o comando e trazer meu solzinho p/ onde ele tem que ficar. Desejo a todos uma nova semana maravilhosa, feliz, DIRECIONADA a tudo que desejam e VÃO CONQUISTAR.

Beijos na bochecha e no coração!



 Escrito por Beth ?s 19h40
[] [envie esta mensagem]


 
   ESTOU NA ÁREA!

Vim dar notícias, estou numa semana super corrida, mas sempre acho um jeitinho de estar por aqui!


Imagem:
http://canalkids.com.br/alimentacao/cardapio/imagens/macarrao_rato.gif

A alimentação está regradinha, venho fazendo o meu melhor possível, sempre lembrando que ‘possível’ nem sempre é 100%.
Uma das coisas que eu vivo lembrando a mim mesma e a vcs tanto aqui como nos comentários que faço nos blogs amigos é que a gente não pode se exigir ser perfeito todos os dias, ser infalível, fazer sempre tudo totalmente dentro das expectativas.
No que temos controle total, podemos dar o máximo e ainda assim, por questões de humor, variação hormonal, circunstâncias diversas pode ser que a gente dê uma relaxadinha e isto não significa que estejamos chutando o balde, nem que sejamos incapazes.

Todo este rigor na autocrítica é perigoso, pois leva a uma avaliação equivocada, dura demais e a conclusões que muitas vezes são muito ruins e causam efeitos piores ainda.
Se a pessoa se avalia c/ muita dureza, tende a só enxergar o que fez de errado (ás vezes nem foi erro e se foi, pode não ter sido tão grave) e daí p/ começar a entrar numa de que é incompetente, de que não conseguirá fazer do jeito certo etc. é um pulo e isto acaba levando ao desânimo, à vontade de desistir, sem necessidade alguma. Um sofrimento totalmente descabido.

Em nenhum setor da vida conseguimos ser 100% maravilhosos o tempo todo, pq teríamos que ser assim no processo de emagrecimento? Quem aí pode dizer que todos os dias, sem exceção, dá 100% do seu esforço, da sua capacidade intelectual, física e até afetiva aos seus afazeres no trabalho e nos estudos? Quem aí pode dizer que todos os dias, sem falhas, cumpre 100% tudo que se propôs p/ a casa, filhos, marido, namorado, pais etc?
E estas variações normais alguma vez fez  c/ que decidissem então abandonar o trabalho, os estudos, o marido, os filhos, a família, os amigos etc. só pq se acha incapaz de ser a profissional perfeita 100%, a mãe/mulher/filha/amiga 100% maravilhosa o tempo todo? Então pq na hora do emagreci8mento, se não fizer 100% acha que não tem condições de prosseguir?
Será que um processo destes é tão mais difícil, impossível, absurdamente complexo do que a vida da gente como um todo? Fica a pergunta.
Cabe a cada um pensar, juntar as peças, associar as coisas e concluir. Vai chegar à conclusão de que é humano (EURECA!) e humanos falham, humanos não são iguais todo o tempo, todos os dias, portanto não estão aptos a todos os dias, sem exceção, fazerem tudo 100% perfeito o tempo todo. Acho que nem robô bem programadinho é assim, pois é suscetível a falhas mecânicas, problemas eletrônicos e até aos erros do humano que o programou.
Mas atenção, tb não é p/ avaliar c/ excesso de complacência, senão deixa de ver o que realmente pode ser melhorado, aí vira tiro no pé, ok? Digo isto a vcs pq é o que digo a mim mesma, sempre.

Bom, então, feito este ‘pequeno’ aparte, sigo contando que tenho feito o meu melhor possível. E felizmente, mantendo a serenidade que é uma aliada e tanto, qdo eu a perco de vista fico em maus lençóis, então agora a mantenho sempre juntinho de mim.
Ontem (4a feira) tive uma situação especial, trabalhei até um pouco mais tarde e da empresa fui direto a uma Churrascaria p/ um jantar de celebração muito importante, de um querido casal amigo. Me preparei previamente durante o dia, já sabendo que à noite iria consumir algumas coisas que no dia-a-dia normal não tenho comido.
Não posso dizer que meu comportamento foi nota 10, mas de uma forma geral foi razoavelmente bom. Comi algumas coisas que realmente são calóricas, não em exagero como faria antes, mas sem dúvida algumas delas eu poderia ter comido menos. Por ex., a cebolinha empanada, uma paixão, eu peguei vários anéis. Tb não me fiz de rogada c/ o pastelzinho de catupiry. Mas comi saladinha, carne bem pouca (não sou tão carnívora assim), linguicinha e o arremate foi banana cozida c/ canela e adoçante em pó.
Certamente, não dei prejuízo nem ao restaurante, nem ao meu processo. Mas fico atenta e se o organismo reclamar, já saberei que na próxima algo terá que ser feito de um jeito melhor.
 Mudando 'de pato pra ganso': Vivo ‘bizoiando’ a tabela nutricional no rótulo dos alimentos. Em todo lugar, se algo me interessa, tento saber qto aquilo tem de gorduras totais, fibras e kcal, p/ avaliar os pts. Tem coisas que iludem muito, prestem atenção. Há alimentos light ou diet que são muito mais caros que os normais e a diferença em termos nutricionais é mínima, valendo mais a pena comer o normal reduzindo a qtde do que os especiais. Claro que depende do que se pretende. Quem é diabético, por ex., já não pode entrar nesta onda, pois a presença ou não de açúcar irá afetá-lo diretamente. Estou me referindo, mais especificamente, a quem está em reeducação p/ emagrecer e que não tenha restrições por questões de saúde.
Ainda na 4a feira, vi que tinha na minha bolsa 2 pingos de leite, aquela minúscula barrinha doce que é um troço de revirar os olhos (pelo menos, os meus...rs). Me deu vontade e comi um pela manhã e outro à tarde. Hoje, aproveitei que estava no Franz Café e peguei a caixa de pingo de leite p/ ver a tabela. E vi que 4 unidades dele valem 4 pontos, então cada um vale 1, o que não é nada demais, um docinho vai bem de vez em qdo, não devemos é fazer uso todo dia, toda hora.
Mas quase desmaiei qdo a nutricionista, que chegou logo depois ao balcão, comentou comigo que o strogonoff que é servido ali mesmo no Franz e que vem num pão italiano, tem 2000 kcal!
Olha o estrago! Fiquei impressionada e já estou espalhando p/ a galera que está ligada nisto. Imaginem só uma única refeição, no local de trabalho, ter esta kcal toda!
Agora eu só vou postar no sábado, ok? No serviço a coisa está apertadíssima. Hoje mesmo, sairei no horário normal, vou ao cardiologista/clínico geral fazer avaliação de risco cirúrgico, já que daqui a 2 semanas vou operar as pernas e de lá... volto pro trabalho, sem hora p/ sair. É mole? É nada! Rs

Desejo a todos um restinho de semana bem bacana, cheio de positividade, força de vontade, paciência, bom senso e juízo! Beijocas mil, fiquem com Deus!


 Escrito por Beth ?s 13h59
[] [envie esta mensagem]


 
   SAI PRA LÁ, TENTAÇÃO!

O papo hoje é sobre as tentações, estas inimigas conceituais de todo processo de emagrecimento.
E tem gente que só de falar nelas, se arrepia todo, se benze, bate na madeira e sai de fininho, dá que tem uma tentaçãozinha aí por perto ouvindo e aproveita p/ cutucar? Rs
O que fazer diante de uma tentação? Basicamente, há duas alternativas: uma, é determinar-se a não ceder e outra, é resolver ceder. Ah, mas isto é óbvio, né? Calma aí, não está parecendo simples demais?  É claro que na teoria tudo é simples, fácil e bonito e na prática, nem sempre a gente leva c/ tanta tranqüilidade. E esta decisão de “ceder ou não ceder” nem sempre é fácil de tomar, pq tudo tem consequência e a gente quer o bônus, mas não quer o ônus (já até postei sobre isto, há pouco tempo).
O que é decisão certa e errada nesta história? Comer ou não comer? Depende. Não acho que a gente tenha que dizer ‘não’ a tudo, eu hem! Seria uma falsidade absurda da minha parte dizer algo que nem eu acredito e muito menos cumpro. Até pq em reeducação, que é a base do meu processo, nada é proibido, desde que haja controle, disciplina, bom senso.  Pode tudo, mas não é tudo sempre, não é tudo ao mesmo tempo, não é tudo em excesso, não é tudo que vê pela frente, não é tudo que alguém oferece, não é tudo que há disponível , não é oba-oba!
Só pq não é proibido a gente tem que atacar? Qtas coisas nesta vida não estão proibidas por lei e nem por isso a gente sai fazendo a torto e a direito?  Tem alguma lei aí dizendo que a gente não pode tascar uma beijoca no primeiro bonitão que passar por nós, quem sabe o Gianechini, ou alguém aí que vc acha tentador? Acho que não tem esta lei. Mas nem por isso, se esbarrar c/ ele na esquina, vc vai se jogar no pescoço dele e tascar um beijo, sem mais nem menos, vai? Vaiiiiii??? Vixe!!! Hahahaah
Tentação tem demais por aí...mas se a gente usa o bom senso e uma série de valores p/ não sair arrebentando a boca do balão, pq com a comida teria que ser diferente?
Qual tem sido minha tática quase sempre (quase, pois não sou nenhuma santa, repito)? Eu paro e avalio até onde aquilo que está me tentando é tão importante, tão imprescindível naquele momento. E mesmo que não seja tão essencial assim, eu avalio se estou numa fase em que esta concessão é arriscada ou não.
Posso até tomar uma decisão errada, mas será consciente. Dificilmente só depois eu vou ver que foi uma droga ter feito. É mais comum eu saber que fiz, que escolhi aquilo conscientemente, ou por avaliar que podia, que valia a pena ou por pura sem-vergonhice, gula ou sei lá o que. Prefiro mil vezes isto do que sentir-me refém de algo que não manda em mim.
Como fazer p/ tentar segurar a onda na hora que a tentação estiver enchendo o saco e a gente não está a fim de ceder, mas fica no ‘faço não faço, quero não quero, quero sim, ai meu Deus....'?
 Será que é tão simples assim a gente sentar, cruzar as perninhas e ficar refletindo sobre o que é mais adequado etc.? Claro que não! Na hora que a boca enche d´água, não há tempo p/ filosofias, tem é que botar algo mais eficaz em prática. A gente precisa pensar, isto é certo. Então vamos direcionar isto p/ não ficar muito tempo à mercê da dúvida, da tentação, senão a gente se estrepa mesmo.
A primeira coisa, qdo a gente não quer ser tentado, é evitar (se puder) ficar frente a frente c/ o objeto do desejo, ainda mais se a gente não está se sentindo tão firme assim. Mas se é inevitável, onde a gente se agarra p/ não cair de boca? Eu me agarro naquilo que quero p/ mim. Por isso é tão importante a gente ter uma série de bons motivos p/ estar neste processo. Eles são nossa tábua de salvação. A correnteza de tentações está quase nos levando, aí vemos um bom motivo nos agarramos a ele c/ força. Mas nesta hora não adianta pensar: ‘se comer isto agora estou contribuindo p/ não emagrecer e assim, deixo passar a oportunidade de garantir mais saúde’. Até acabar de pensar isto tudo, já comeu hahaha Tem que ser algo como “Eu quero comprar aquela saia manequim X logo”.
Tem quer do tipo “amanhã eu me peso e quero estar mais leve”. Ou “Fulano acabou de dizer que estou mais magra”. Ou “Quero reverter o estrago da semana passada”. Tudo assim, bem claro e objetivo.

Eu toda feliz c/ meu comportamento ultimamente e os resultados que tenho conseguido. Aí, entrei no restaurante a kg ontem p/ almoçar, estava na dúvida do que pegar, coloquei a salada, o peixe e aí passei pelo balcão onde há salgadinhos fritos. Fiquei olhando, a bolinha de queijo parecia boa, o croquete de camarão tb. Pensei: 'podia pegar unzinho de cada'. Na mesma hora, repensei: 'Eu hem, estou tão feliz c/ meu progresso!' E pronto, bastou. Saí dali, fui pegar o mate, paguei e fui sentar c/ meus amigos p/ comer. Na boa, sem problema algum.
Se tivesse ficado ali, olhando o bolinho e o bolinho me olhando, olhando o croquete e ele me olhando e pensando 'Ah deve estar bom, mas não devo',  'Ah eu queria tanto... ' 'Ah mas está bonito',  'Ah mas é gorduroso',  ia acabar me atormentando. Se quero muito e acho que devo, pego e pronto. Se acho que não vale a pena, como foi o caso, não pego e pronto. E se pego e me arrependo depois, já era. Comi, está comido. Trato de tentar compensar, se for o caso. E se não for, arco com o prejuízo, se houver.

Qual é a mensagem que quero passar? A de que tentação existe toda hora em todo lugar. E que nem sempre vamos deixar passar. Mas ao menos, podemos decidir quando, como, porque e de que forma vamos dizer ‘sim’ a ela. Ou que vamos dizer ‘não’, de forma segura. Sempre lembrando que não estamos dizendo ADEUS a nada que é gostoso, a nada que apreciamos. Estamos apenas decidindo que ficará p/ outro momento.

Vemos todos os dias e a toda hora todas as pessoas que gostamos, que temos saudade, que queremos abraçar, beijar, conversar? Vamos todos os dias, bastando querer, a todos os lugares que temos vontade, que sabemos serem bonitos, agradáveis etc? Compramos todos os dias, o tempo todo, tudo que vemos nas vitrines e que nos agrada? Não, né? Tudo isto, mesmo que a gente tenha muito recurso disponível, depende tb de planejamento, de bom senso, de oportunidade. E com a comida, seja ela qual for, é igual. Não é pq ela está ali, cheirosa e bonita, gostosa e convidativa, que sempre teremos que atacar.
Então, a dica é esta: parar e pensar um minutinho só antes de sair mergulhando na jaca. Ela sempre estará ali, esperando, então não precisa ser hoje né? E se a gente conseguir pensar assim diversas vezes, nesta de ‘não precisa ser hoje’ o tempo vai passar e qdo a gente decidir dar uma pisadinha, vai ser muito melhor, pois virá c/ a sensação de “fiz porque quis e estava uma delícia” e não com aquela de “Ai, meu Deus, e agora”.
Então, fica combinado: se a tentação cutucar, a gente encara de frente, sem medo. Pensa, decide c/ calma o que fazer. Garanto que a chance de fazer o melhor ou o menos ruim, aumenta muito.
A semana está chegando ainda na metade. Quem engrenou, parabéns. Quem ainda está no vai-não-vai, pode começar já, não precisa esperar a outra 2a feira né? Beijos



 Escrito por Beth ?s 23h35
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Livros, Praia, Dançar, Curtir a vida
MSN -



EU ERA ASSIM  

ESTOU ASSIM Meu nome ? Elizabeth, sou conhecida como Beth
Analista de Sistemas, especialista em Metodologia, Processos e Qualidade em TI, Ger?ncia de Projetos,An?lise de Neg?cios, Auditora ISO, sou leonina do dia 10/08, carioca da gema, moro na minha na cidade maravilhosa (RJ), adoro fazer amizades, sonhar, ler, escrever, sou casada c/ Vicente - meu grande amor, m?e do Alexandre, um filh?o maravilhoso, que ? universit?rio e "boadastra" da Mimi, minha enteadinha adolescente linda a quem chamo aqui de filhotinha.

Meu e-mail: beth.ebprs@gmail.com
Meu MSN: ebprs@hotmail.com



Objetivo deste Blog: Compartilhar meu processo de reeducação alimentar e mudança de hábitos que resultou no meu emagrecimento, me tirou da obesidade mórbida e me ensinou e ensina tanto!



Meu processo: Fui beb? 'cheinho',crian?a de peso normal, na adolesc?ncia tinha ?timo corpo. No in?cio da fase adulta comecei a engordar c/facilidade em fun??o de uma mudan?a p/ pior dos h?bitos alimentares e tb devido a dificuldade que tive em enfrentar alguns problemas pessoais, decep??es e m?goas que se transformaram em Kg a mais (eu as COMI). Durante anos optei por m?todos indevidos, tomei rem?dios, f?rmulas, inje??es, fiz dietas mirabolantes e isto tudo me ajudou a virar uma sanfona que cada vez abria mais e fechava menos. Cheguei ao auge da obesidade c/ 140 kg e dei o basta. Primeiro, fiz um pequeno controle que me ajudou a emagrecer quase 5 kg. Depois, entrei para o Vigilantes do Peso, onde emagreci 53kg c/equil?brio, seguran?a e muita alegria. Aprendi muito, o caminho foi t?o importante quanto os resultados. Eliminei 53 kg com o método do Vigilantes do Peso e atividade física. Aumentei depois alguns kg e agora prossigo, para reconquistar a minha meta e mantê-la para sempre.

Cr?ditos Imagens: Google
Comunidade no Orkut!


Comunidade Orkut: Eu sou f? da Beth - A Conquista! criado com carinho pela amiga Lili (obrigada, lindinha!)
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2052374


 
Clique AQUI e veja
o que eu como!




HIST?RICO
 01/01/2011 a 15/01/2011
 16/12/2010 a 31/12/2010
 01/12/2010 a 15/12/2010
 16/11/2010 a 30/11/2010
 01/11/2010 a 15/11/2010
 16/10/2010 a 31/10/2010
 01/10/2010 a 15/10/2010
 16/09/2010 a 30/09/2010
 01/09/2010 a 15/09/2010
 16/08/2010 a 31/08/2010
 01/08/2010 a 15/08/2010
 16/07/2010 a 31/07/2010
 01/07/2010 a 15/07/2010
 16/06/2010 a 30/06/2010
 01/06/2010 a 15/06/2010
 16/05/2010 a 31/05/2010
 01/05/2010 a 15/05/2010
 16/04/2010 a 30/04/2010
 01/04/2010 a 15/04/2010
 16/03/2010 a 31/03/2010
 01/03/2010 a 15/03/2010
 16/02/2010 a 28/02/2010
 01/02/2010 a 15/02/2010
 16/01/2010 a 31/01/2010
 01/01/2010 a 15/01/2010
 16/12/2009 a 31/12/2009
 01/12/2009 a 15/12/2009
 16/11/2009 a 30/11/2009
 01/11/2009 a 15/11/2009
 16/10/2009 a 31/10/2009
 01/10/2009 a 15/10/2009
 16/09/2009 a 30/09/2009
 01/09/2009 a 15/09/2009
 16/08/2009 a 31/08/2009
 01/08/2009 a 15/08/2009
 16/07/2009 a 31/07/2009
 01/07/2009 a 15/07/2009
 16/06/2009 a 30/06/2009
 01/06/2009 a 15/06/2009
 16/05/2009 a 31/05/2009
 01/05/2009 a 15/05/2009
 16/04/2009 a 30/04/2009
 01/04/2009 a 15/04/2009
 16/03/2009 a 31/03/2009
 01/03/2009 a 15/03/2009
 16/02/2009 a 28/02/2009
 01/02/2009 a 15/02/2009
 16/01/2009 a 31/01/2009
 01/01/2009 a 15/01/2009
 16/12/2008 a 31/12/2008
 01/12/2008 a 15/12/2008
 16/11/2008 a 30/11/2008
 01/11/2008 a 15/11/2008
 16/10/2008 a 31/10/2008
 01/10/2008 a 15/10/2008
 16/09/2008 a 30/09/2008
 01/09/2008 a 15/09/2008
 16/08/2008 a 31/08/2008
 01/08/2008 a 15/08/2008
 16/07/2008 a 31/07/2008
 01/07/2008 a 15/07/2008
 16/06/2008 a 30/06/2008
 01/06/2008 a 15/06/2008
 16/05/2008 a 31/05/2008
 01/05/2008 a 15/05/2008
 16/04/2008 a 30/04/2008
 01/04/2008 a 15/04/2008
 16/03/2008 a 31/03/2008
 01/03/2008 a 15/03/2008
 16/02/2008 a 29/02/2008
 01/02/2008 a 15/02/2008
 16/01/2008 a 31/01/2008
 01/01/2008 a 15/01/2008
 16/12/2007 a 31/12/2007
 01/12/2007 a 15/12/2007
 16/11/2007 a 30/11/2007
 01/11/2007 a 15/11/2007
 16/10/2007 a 31/10/2007
 01/10/2007 a 15/10/2007
 16/09/2007 a 30/09/2007
 01/09/2007 a 15/09/2007
 16/08/2007 a 31/08/2007
 01/08/2007 a 15/08/2007
 16/07/2007 a 31/07/2007
 01/07/2007 a 15/07/2007
 16/06/2007 a 30/06/2007
 01/06/2007 a 15/06/2007
 16/05/2007 a 31/05/2007
 01/05/2007 a 15/05/2007
 16/04/2007 a 30/04/2007
 01/04/2007 a 15/04/2007
 16/03/2007 a 31/03/2007
 01/03/2007 a 15/03/2007
 16/02/2007 a 28/02/2007
 01/02/2007 a 15/02/2007
 16/01/2007 a 31/01/2007
 01/01/2007 a 15/01/2007
 16/12/2006 a 31/12/2006
 01/12/2006 a 15/12/2006
 16/11/2006 a 30/11/2006
 01/11/2006 a 15/11/2006
 16/10/2006 a 31/10/2006
 01/10/2006 a 15/10/2006
 16/09/2006 a 30/09/2006
 01/09/2006 a 15/09/2006
 16/08/2006 a 31/08/2006
 01/08/2006 a 15/08/2006
 16/07/2006 a 31/07/2006
 01/07/2006 a 15/07/2006
 16/06/2006 a 30/06/2006
 01/06/2006 a 15/06/2006
 16/05/2006 a 31/05/2006
 01/05/2006 a 15/05/2006
 16/04/2006 a 30/04/2006
 01/04/2006 a 15/04/2006
 16/03/2006 a 31/03/2006
 01/03/2006 a 15/03/2006
 16/02/2006 a 28/02/2006
 01/02/2006 a 15/02/2006
 16/01/2006 a 31/01/2006
 01/01/2006 a 15/01/2006
 16/12/2005 a 31/12/2005
 01/12/2005 a 15/12/2005
 16/11/2005 a 30/11/2005
 01/11/2005 a 15/11/2005
 16/10/2005 a 31/10/2005
 01/10/2005 a 15/10/2005
 16/09/2005 a 30/09/2005
 01/09/2005 a 15/09/2005
 16/08/2005 a 31/08/2005
 01/08/2005 a 15/08/2005
 16/07/2005 a 31/07/2005
 01/07/2005 a 15/07/2005
 16/06/2005 a 30/06/2005
 01/06/2005 a 15/06/2005
 16/05/2005 a 31/05/2005
 01/05/2005 a 15/05/2005
 16/04/2005 a 30/04/2005
 01/04/2005 a 15/04/2005
 16/03/2005 a 31/03/2005
 01/03/2005 a 15/03/2005
 16/02/2005 a 28/02/2005
 01/02/2005 a 15/02/2005
 16/01/2005 a 31/01/2005
 01/01/2005 a 15/01/2005
 16/12/2004 a 31/12/2004
 01/12/2004 a 15/12/2004
 16/11/2004 a 30/11/2004
 01/11/2004 a 15/11/2004
 16/10/2004 a 31/10/2004
 01/10/2004 a 15/10/2004
 16/09/2004 a 30/09/2004
 01/09/2004 a 15/09/2004
 16/08/2004 a 31/08/2004
 01/08/2004 a 15/08/2004
 16/07/2004 a 31/07/2004
 01/07/2004 a 15/07/2004
 16/06/2004 a 30/06/2004
 01/06/2004 a 15/06/2004



OUTROS SITES
 Site do Vigilantes do Peso
 Ação pelo semelhante
 Nutrella
 MC DONALDS - Tabela Nutricional
 Site ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
 Saudável.Info
 Vegê Gourmê - Blog da Chef Michele Maia
 Lu Francesa
 Selma Guerreira
 Meu Emagrecimento (Sara)
 Serei magra (Andreia)
 Renascer (Thuca)
 Valquíria
 Blog da Magui
 Neblina
 O sabor da vitória (Electra)
 Entretanto, eu (Jana)
 Diva esbelta e feliz (Diva)
 Miss Blueberry
 Vida boa é vida saudável (Cristy Costa)
 Diário light (Sylmara)
 Blog da Eloyza
 Veneno urgente (Flavia Rocha)
 Blog da Fafá
 Espelho light (Elaine)
 Blog da Cynthia (Londres)
 Agora eu emagreço (Aline) Brasília
 Never give up (Renata - Tita)
 Blog da Micha - RJ
 Homem também faz dieta (Carlos) RJ
 Jaqueline
 Mulher de Atitude - Cacau RJ
 Serei sereia (Fabi) RS
 A caminho da vitória (Elaine Regiane) SP
 Blog da Rogeria
 Blog da Georgia
 Escrevendo emagrecendo (Lisa)
 Diet Forever (Zá)
 Garotinha ruiva (o outro blog da Lu Russa)
 Dieta urgente (Luciana Alexandrino)
 Space Cris
 Tetê Sereiah
 Andréa Aoki
 Gordinha da Silva
 O sucesso da Lorena
 Renata sem firulas
 Valérie Roberto
 Arianna
 Clara - RJ
 Andréa Cordoniz
 Ana Carolina grávida
 Ana Carolina
 Miss Slim
 Drica (Paraty-RJ)
 Ada Sheila
 Anselmo
 Sueli
 Sol
 Kelly
 Jessica (Elite)
 Nilce
 Leila (Ninguém merece ser 3G)
 Fanta Diet
 Infobeso
 Cris Lopes
 Aline Tomaz (RJ)
 Roberta Alves
 Sue - gravidinha
 Cris fit
 Annie
 Novidades da Cris
 Leila Batista
 Clarita
 Rebecca sapeca
 Lua emagrecendo
 Brian
 Diario da bonita Andrea
 Marilia
 Marilia Vitória
 Aline Virtus
 Paula pra melhor
 Cristiane
 Teresinha
 Ana Cleide
 
 Marcia (Marquinhas)
 Pri 2
 Ludmila
 Lela
 Jana Carmen
 Pri emagrecendo...
 Luzluzinha
 Barbarella (Andrea Glauce)
 Raiane
 Luciana Kotaka
 Vanessa (Campinas)
 Patty emagrecendo de bem...
 Nanda (Idade da Pedra)
 Carlos Medeiros
 Lara
 Dani - Brasília
 Teresa Cristina
 Sisi
 Miriam - RJ
 Kaká
 Gabi e Ana Luiza
 Diário de Macherrie
 Catia
 Amanda Costa
 Rosimeyre
 Alice
 Walkiria
 Crizinha
 Char
 Lu Pinheiro
 Elisandra
 Lahys
 Cotidiano (Zany)
 Karen
 Kika
 Nicky
 O novo blog da Taty Carioca
 Isabela
 Lisandra
 Ju sem pressa
 VIGILANTES DA AUTO ESTIMA
 JT
 Barbarella
 Angelica Fernandes
 Claudia
 Lagarta de borboleta
 Alisson
 Nova Jacque
 Patty Roberta
 Michelle 2
 Elissandra
 Juliene
 Ana Paula
 Annie emagrecendo
 Lili Bolero
 Fernanda Betini
 Karina Torres
 Valqs
 Ana Telma
 Lilian Raquel (Lee)
 Cáritas
 Baxie
 Cacau II
 Renatita
 Nando Neri
 Isabelle
 Nanda
 Edite
 Way to go (Clara )
 Bartira
 BLOG COMER SEM CULPA
 Andreia Cantelli
 Lu Mme Light
 Magali
 Lu
 Aline RJ


VOTA??O
 D? uma nota para meu blog!