Conquista

UOL
   APROXIMAM-SE AS FESTAS. MAS, AFINAL, NATAL E REVEILLON ENGORDAM? NÃO, QUEM ENGORDA É A GENTE! rsrs

O papo hoje é sobre a encrencada relação entre as Festas de fim de ano e a balança. Estas duas não se entendem, é uma incompatibilidade de gênios horrorosa! Mas não precisava ser assim!
Em muitos lares o Natal é bastante farto em termos de comida e, sem dúvida, é uma tentação danada p/ qquer um. Minha orientadora, no entanto, diria: “Não p/ magro, pq magro olha aquela mesa lotada de comida e diz que não pode ver tanta coisa que perde a fome” haha
E o gordinho? Ah! Geralmente ele olha aquilo tudo e fica desesperado, pensando se vai mesmo caber tudo dentro dele, já decide a sequência a ser adotada, tem até planejamento estratégico p/ a comilança! rs
O problema é achar que tem que comer rigorosamente tudo que está na mesa, não importa se há alguma novidade, se realmente tudo é fantástico, imperdível e uma coisa combina mesmo c/ outra no prato e se vai ou não causar depois uma sensação horrorosa de empanzinamento etc.
Repito a mim mesma e a vocês: se Deus quiser, não será o último Natal da nossa vida! O mundo, ao que me consta, não vai acabar. o bacalhau, o chester, o pernil, o lombinho, os doces, os salgadinhos, a bebida e tudo mais não vão sumir do planeta! Não precisamos devorar tudo como se fosse a última ceia.  Podemos escolher aquilo que realmente gostamos mais, mesmo que seja calórico, não estou sugerindo que a gente passe o Natal pastando não, eu hem, nem eu pretendo fazer isso...rs Apenas ressalto que podemos abrir mão de uma coisa p/ comer outra com mais liberdade, saboreando sem culpa!

Ou alguém acha que eu vou ficar sem minhas rabanadas lindas, queridas, gostosas e calóricas?  Ah, as light tb são ótimas, mas eu já comprovei que prefiro a convencional e me preparo p/ ela. E comerei outras coisas também, nem tenham dúvida. Só que não preciso pegar tudo que tiver sendo servido. Há coisas que a gente vê o ano todo, em todo canto, então mais um motivo p/ não precisar atacar como se fosse algo do outro mundo. Ou até prioriza isto, se for algo que goste demais.
Não sou favorável a neuras e ir p/ uma ceia de Natal cheio de grilos, culpas e medos não tem nada a ver. Mas quem está se reeducando, não encara o controle como uma prisão e sim como a porta que leva à liberdade. Liberdade de escolher o que queremos consumir, na qtde adequada p/ nos saciarmos com muito prazer, mas sem parecermos ter chegado de um naufrágio.

Não faltam motivos p/ nos comportarmos bem, sem nos privarmos: evitamos engordar e por causa de poucos dias jogar no ralo o esforço de semanas; evitamos ser o centro das atenções pela nossa ansiedade na frente da mesa, pelo nosso prato abarrotado de coisas e a associação entre a forma como estamos comendo e o nosso corpo, pois é a 1a coisa que muita gente faz e comenta (comparando a silhueta mais roliça com o tanto que vêem a pessoa comendo, é inevitável ao menos pensarem algo como “é por isso que está deste tamanho”.) Mesmo que a gente não tenha que se influenciar por isso, não é gostoso notar que é a forma como nos vêem (mas caramba, então que não seja a forma como nos mostramos); também evitamos a horrível sensação de abarrotamento, aquela em que parece que vamos explodir. A roupa começa a incomodar mesmo que antes não estivesse tão justa, já dá moleza no corpo, o sono chega antes da hora, a digestão é horrorosa, os gases incomodam, ninguém merece.

Minha orientadora tem enfatizado muito que a gente não engorda, verdadeiramente, por causa do Natal e do Reveillon em si. Não é a ceia de Natal sozinha que geralmente faz a Filizola dar na cara da gente dias depois.  Não é só aquela fatia de bolo ou panetone, aquela rabanada a mais, aquele lombinho que fazem a vaca ir pro brejo. O que tem causado estrago nesta época do ano, é o fato de muita gente começar a COMEmorar desde novembro!. Muitas vezes sem sentir, sem anotar, sem querer registrar ao menos no cérebro que está antecipando, sem necessidade, algo que pode ser feito com mais liberdade e menos risco na data certa.

Ela mesma exemplifica: ainda em novembro, qdo tudo que é supermercado etc. exibe pilhas de panetone de todo tipo, marca e preço nas prateleiras, há quem comece a levar p/ casa c/ os argumentos “aproveitar preço”, “depois vai ter fila”, “hoje é o melhor dia do cartão” etc . Levam dizendo que é para o Natal, mas na 1a oportunidade abrem a caixa e devoram, seja aos pouquinhos, seja de uma ou duas tacadas. Mas não era para o Natal? Ah, mas é gostoso, ficou chamando...

Então não leva antes, pq estas coisas chamam sim, elas fazem fiu-fiu qdo a gente passa perto e se a gente finge não ouvir elas até caem em cima da gente. Eu não gosto de panetone (nem “tone” nenhum) mas eu sei que quem gosta (meu marido ama) realmente fica muito tentado ao ver aquela caixa ali, em cima da geladeira. Aliás, por que ninguém ESCONDE o panetone no armário, lá no fundo, de porta fechada?  Se é para o Natal, compre na véspera, ou bem pertinho. E não compre um monte, afinal haverá mais coisa na ceia! E se vc pensar: ah, mas vem mais gente, são 8 pessoas e 1 panetone é pouco. Não é. Se você sabe que terão outros doces, 1 panetone dá e muito  bem, pois a intenção não é fazer a Noite do Panetone e sim tê-lo como um dos itens tradicionais p/ a ceia.

Mas não é só isto. Temos, durante um mês inteirinho (ou mais), várias celebrações. Com a turma daqui, com os amigos dali, com os colegas da área onde trabalhamos, com o povo do curso, faculdade ou o que for, tem a festa da empresa, o que não falta é choppinho etc. p/ confraternizar. E se a gente for enfiar a cara na comida e na bebida em cada ocasião destas, com certeza a balança, as roupas justas, o espelho, o mal-estar etc. vão nos detonar.  Então, como disse a Cíntia na reunião, o que engorda não é o Natal e o Reveillon simplesmente e sim a antecipação que fazemos, tanto nas compras, nas celebrações, em termos de comida.

A relação entre as Festas e a balança pode ser menos conturbada, mas é preciso que cada um de nós seja o agente conciliador. Simplesmente pq esta é uma briga entre elas, mas quem se arranha somos nós.  Ainda faltam 12 dias para o Natal. Até lá, vamos confraternizar, brindar, curtir tudo que temos direito. Mas vamos tentar segurar a onda, para chegarmos lá sem peso a mais, usarmos aquela roupinha sem que ela nos aperte, podermos comer um pouco mais de algumas coisas que gostamos sem a sensação de que aquilo é um pecado, já que estamos jacando há dias e dias, não é melhor assim? E aí, mesmo que a gente até se exceda um pouco, será mais fácil compensar depois, para nos despedirmos de 2006 também felizes, mais fininhos (ou pelo menos não mais gordinhos) e entrar em 2007 com toda a energia positiva que merecemos!
Combinado? Eu topo! Beijos milhões!



 Escrito por Beth ?s 19h35
[] [envie esta mensagem]


 
  

 
Colação de grau em 08/12/06 e festa de formatura em 09/12/06


Sexta-feira meu filho colou grau, agora ele é publicitário (criação). É uma bênção ver um filho criado c/ tanto amor crescer e se tornar um homem e, principalmente, uma pessoa totalmente do bem. Todo o esforço valeu a pena. E não é só corujice, pois ele se dedicou, abraçou o curso c/ entusiasmo, responsabilidade e paixão e concluiu c/ muito mérito.  Estamos todos muito felizes e orgulhosos.

Dona Flor perde...rs
De um lado o pai do meu filho e do outro lado, meu maridão Vi
Festa de Formatura no sábado


O pai dele tb está numa alegria tremenda, foi bacana demais na 6ª feira estarmos todos juntos na colação de grau, babando a cria e tb no sábado à noite na festa linda na Marina da Glória. Algo totalmente tranqüilo, já que o Vi e ele se relacionam bem, se respeitam, se ajudam e isto é ótimo p/ todos. Assim, eu tenho até foto ao estilo D. Flor, ladeada pelo marido atual e pelo ex, numa boa...rs

Emocionalmente, estou nas nuvens. Fisicamente, um caco...rs Cansada, c/ sono atrasado e levando uma surra do organismo, pois eu abusei da boa vontade dele por 2 dias. Na 6ª feira eu estava tão comovida que não conseguia comer praticamente nada o dia todo, um nó na garganta não deixava.  Só depois da meia-noite, em casa (recebemos alguns amigos dele p/ uma comemoração mais íntima) e naturalmente, naquela altura do campeonato, só comi  bobagens. A galera saiu daqui de casa 4:30 da manhã, demos um jeitinho em algumas coisas  e fomos dormir, mas eu levantei cedo pois o Vi foi dar aula, minha mãe que dormiu aqui tinha remédios p/ tomar e eu não queria faltar ao VP.

Cheguei atrasada e logo avisei a orientadora que aquela pesagem não ia dar certo, mesmo depois de 1 sem. bem feitinha. Estava morta de cansaço, me arrastava em vez de andar, um peso tremendo no corpo, parecia que estava carregando outra Beth nas costas. E depois de uma 6ª feira em quase jejum, tinha passado parte da madrugada comendo e bebendo, era como subir na balança carregando uma sacola cheia de salgadinhos e na outra mão 1 litro de bebida. Sem contar que estou na ovulação, que sempre interfere. Não deu outra: 1 kg a mais, porém me mantive na meta. Nem liguei, até ri da situação.

O bacana foi não ter fugido disto, mesmo sabendo o que aconteceria. E é aí que aproveito p/ dar um toque naqueles que sempre que suspeitam que não terão um bom resultado, fogem da balança como se isto fosse mudar alguma coisa. Se mudar, é pra pior. 
Não sabendo em que resultou seu comportamento ou mesmo a resposta do seu organismo a situações diversas e/ou adversas, deixam de aproveitar a chance de se auto conhecer melhor, se preparar tb melhor p/ circunstâncias especiais e até mesmo se ajustar p/ não cometer certas atitudes prejudiciais (ou se cometer, p/ aceitar as conseqüências e depois ir à luta p/ reverter o prejuízo).

Tudo depende da maneira como encaramos. Teria cabimento eu descer da balança arrasada, achando que já estou melando tudo, que não vou conseguir me manter etc. e já botar uma negatividade tremenda na minha manutenção? Caramba, se eu sei o que houve, sei como funciono e principalmente, sei como devo proceder p/ reajustar tudo, pra que complicar?

Saindo de lá fui ao salão e modifiquei o visual. O cabelo agora está um pouco mais curto, c/ franja e reflexos vermelhos. Adorei! Meus rapazes em casa aprovaram, o Vi não para de elogiar (ok, ele é suspeito...rs).
Dormi boa parte da tarde p/ descansar e me preparar p/ a festa de formatura e mais uma vez não me alimentei direito, não mais por emoção e sim por preguiça, sono, bobeira. Com muito salgadinho na geladeira, a vontade de comer salada e ‘comida de verdade’ era grande, mas a preguiça de pegar e botar no prato, foi maior, que coisa feia hem! Nada bom, mas assumo. Aliás, foi o procedimento de todos em casa, um horror rsrs

À noite fomos p/ a festa. Todos impecáveis, eles de terno e gravata e eu, modéstia à parte, muito linda c/ meu cabelinho novo e estreando minha roupa linda, bolsa e sandália douradas novas e alguns acessórios tb lindos que comprei. Meu maridão me elogiou a noite e madrugada inteira e até um elogio sutil do ex-marido eu escutei!

Eu entre meu filho e meu marido, logo que chegamos
ao local da festa
A festa foi linda, animadíssima, tudo maravilhoso da decoração ao som, os formandos e convidados todos muito elegantes e felizes e porque não mencionar, comida excelente. Apesar de operada e ainda não liberada p/ excessos eu ensaiei um sacolejo, dei uma dancadinha de leve, mas a perna direita começou a dar pontadas num local ainda muito sensível e tive que sossegar o facho novamente! Talvez também devido a 2 noites em cima de saltos bem altos.

Desta vez, confesso que não fiz praticamente nada do que geralmente procuro fazer nas festas e sempre passo como dicas a vcs. A teoria na prática foi outra...rs  Como não me alimentei direito durante 2 dias, acabei consumindo mais salgadinhos que meu normal atual e até jantei no meio da madrugada, coisa que não costumo fazer, não faço questão.


Tenho certeza de que se estivesse podendo dançar e circular mais, não teria abusado, ou seja, não comi por gula, nem por hábito (pq não o tenho mais, como antes) e sim pela impossibilidade de me movimentar como gostaria. Não podendo praticar algo que gosto e que tb ajuda a tirar a comida do foco, acabei me excedendo. E foi totalmente consciente, pois eu comentei isto várias vezes c/ o Vi.  Na saída, a mesa de doces tinha tortas diversas que já seriam abertas e eu até pensei em pegar, mas peguei 2 petit-fours da mesa de café e bastou. Mas ao chegar em casa tracei uma fatia de torta de limão, depois fui dormir nauseada...rs

O domingo foi de descanso, azia e má digestão haha  Já doei boa parte dos salgados e doces que sobraram em casa, só não tive ainda coragem de fazer o mesmo com a torta de limão rsss  E estou planejando o cardápio da semana, ela vai ser apertadinha! Em vez de me martirizar por ter falhado em algo que sei e gosto de praticar eu vou é agir, que é o que dá resultado.
As fotos estão tb no fotolog ok? Beijos, tudo de bom, ótima semana!



 Escrito por Beth ?s 18h02
[] [envie esta mensagem]


 
   O SAPO DE EINSTEIN (Desconheço o autor, quem souber por favor me avise)

Mencionei este texto no último encontro, p/ concluir meu depoimento no Momento Light. Acho-o importante p/ nossa reflexão e eu mesma tenho pensado nele p/ me ajudar num assunto que tem me enchido a paciência esta semana. Serve p/ tudo na vida, embora eu o tenha abordado com relação ao emagrecimento. Espero que gostem e que de alguma forma tb favoreça a todos!

O SAPO DE EINSTEIN
De acordo com um mito, se você colocar um sapo numa panela de água fervendo ele pula fora e salva a própria vida. Mas, se você colocar o sapo numa panela de água fria e for esquentando a água aos poucos, ele não percebe a mudança da temperatura e morre cozido. Mas porque o sapo não pula quando a água começa a ficar quente? Será que ele não sente que a água esquentou? Vamos tomar a personalidade dele enquanto água está esquentando, e verificar o que se passa na cabeça do sapo:

28º: - Humm...que água gostosa...
32º: - É...a água está boazinha...
36º: - Esta água está ficando sem graça, será que está esquentando? Bobagem! Por que a água iria esquentar mais? Deve ser impressão minha.
38º: - Estou ficando com calor... Que droga de água! Ela nunca foi quente, por que está esquentando?
39º: - Essa água é uma porcaria! Melhor nadar um pouco em círculos até a água esfriar de novo.
40º: - Esta água é muito quente, humm que ruim! Vou voltar lá para aquele lado que estava mais fresco, ou será que é melhor esperar um pouco?
42º: - Realmente, esta água está péssima, quente de verdade, tenho que falar com o supervisor das águas. Claro, eu podia pular fora, mas onde será que vou cair? Melhor esperar só mais um pouquinho.
43º:- Meu Deus! Será que eu tenho que fazer tudo por aqui? Já reclamei e ninguém toma uma atitude?
44º: - Mas este supervisor de águas não faz nada? Será que ninguém nota que a água está super quente? Vou esperar mais um pouco...
45º: - Se ninguém fizer nada eu vou fazer um escândalo... Aiiiii que calor!
46º: - Eu devia ter pulado fora quando eu tive oportunidade, agora é tarde. Estou sem forças.
48º: Sapo morto.
Mas por que o sapo não pulou?
O pensamento do sapo ilustra o processo de mudança no ambiente e como as pessoas reagem. No mundo de hoje, em que as mudanças de "temperatura" são tão corriqueiras, quem pensa como o sapo perde as oportunidades de mudar e crescer.
Se você tem, por ex., dificuldade de relacionamento c/ pares, como colegas ou sua chefia, que tal parar de reclamar, de tentar mudar o outro e saltar? Pule p/a uma atitude mais sadia de rever suas próprias atitudes e mudar você! Pense em que nível está a temperatura da sua água... Qual vai ser o 1º passo que você vai dar? Uma pequena mudança de atitude, como por ex., chegar sorrindo todo dia no escritório, ou dar um "Bom dia" caloroso a todos qdo chegar, abre as portas p/ mudanças internas maiores. Mas...não faça como o sapo que ficou dando voltas dentro da mesma panela! Seja honesto com você mesmo e mude para valer!


No passado eu era como o sapo desta experiência, comparando as situações cheguei aos 45º e só aí pulei fora. Foi por pouco! Levei anos cultivando o excesso de peso, até chegar à obesidade mórbida. Qdo tudo começou, sequer imaginava que um dia seria gorda de verdade, qto mais obesa! E a “água foi esquentando”. .. É verdade que não fiquei boiando na água morna, eu até tentei várias vezes pular fora, mas a forma como tentava era errada, ilusória (rodando em círculos, dando saltos doidos...).
Gastava energia, dinheiro, arriscava a saúde, continuava comendo errado e permanecia ‘na panela’ e me aborrecia, mas ao mesmo tempo me habituava a conviver c/ a ‘temperatura’ cada vez mais alta. Desenvolvia traquejo físico e emocional p/ segurar a onda. O físico voltado p/ a vida prática (contornar dificuldades diversas); o emocional p/ lidar menos mal c/ a situação, administrar comentários, olhares e piadas de um jeito bem humorado. Até dei uns ataques de pelanca, mas felizmente nem sempre gerou um desconforto emocional tão significativo. Claro que tb aconteceu, não vou negar, mas foi menos do que seria se eu não adquirisse a tal habilidade p/ conviver melhor c/ minha realidade, enqto não a mudava.

Um dia resolvi que não ia mais me debater, porém não queria morrer na água fervente. Já percebia que ela estava cada vez mais quente, mas tb não pretendia morrer numa fuga mal planejada que me colocasse num risco maior ainda que a própria fervura. Ainda dava p/ agüentar o calor. Até que, finalmente, descobri o jeito de sair dali de forma segura e eficaz. Não era num simples salto, nem num tele-transporte, nada de mágica tb! Era c/ trabalho, esforço, paciência e bom senso, adquirindo habilidades durante a própria fuga, que já não era desesperada e sim mais tranqüila, sem medo, c/ confiança. Mas sem tempo a perder. Afinal, a água esquentava mesmo...

Vi tb que estender a mão e pedir ajuda era essencial, sapo que ‘se acha’ demais, se afoga e morre antes mesmo da água ferver. Felizmente, deu tempo. Saí da panela antes de virar cozido.
É comum a gente ver a coisa ficando feia e ainda assim adiar a solução ou insistir em formas que não resolvem nada. Mesmo sabendo de tantos casos que não acabaram bem, e nós mesmos tendo experiências anteriores que nos frustraram, muitas vezes repetimos o método errado, insistimos no atalho furado. Ou nos acomodamos, como se o fato de nos habituarmos com o ruim vá transformá-lo em bom.

Esta acomodação faz até com que alguns tenham medo de se libertarem, como se o “mundo fora da panela” fosse mais perigoso, por ser desconhecido ou por trazer sensações, prêmios e coisas boas que não estamos mais acostumados a viver. Há quem deteste estar gordo mas qdo começa a emagrecer, fica inseguro em vez de ficar extasiado c/ tanta coisa melhor que começa a poder viver e acaba se boicotando.

Vamos pensar nisto? Estou fora da panela, acabo de sair, mas meu trabalho agora prossegue p/me manter fora e longe! Mas continuo perto o suficiente p/ que através de incentivo, carinho, amizade, exemplo e o que for possível, minha mão esteja ao alcance p/ que aqueles que ainda estão dentro da panela, saiam c/segurança e venham aqui pra fora. Sem medo, pois aqui é muito melhor!

Hoje (08/12 - sexta-feira) realizo um sonho lindo, é a formatura do meu filho. Amanhã, a festa. Estou feliz da vida. No próximo post conto tudo e mostro fotos!Beijos.



 Escrito por Beth ?s 22h19
[] [envie esta mensagem]


 
   DANDO NOTÍCIAS!

Ainda de ‘ressaca’ pela porre de felicidade do sábado passado, eis-me aqui dando notícias. Antes que pensem que só pq cheguei à meta abandonei o povo, já que não consegui visitar direito praticamente ninguém estes dias, aviso que não é nada disso, eu estou mais do que nunca aqui, pertinho de vocês e de mim mesma. É que já estou novamente no batente, o tempo encurtou, aos poucos vou me organizando, ok? Aguardem, tardo mas não falho na casinha de vcs.
  Obrigada, de novo, por compartilharem da minha alegria. Seja ela um estímulo a mais p/ todos que estão na estrada. Lembrando que eu não saí dela, apenas agora estou numa nova etapa, ou uma nova estrada, mas é o caminho já percorrido por tanta gente que venceu antes e por onde vcs todos, se Deus quiser (e Ele quer, vocês tem que querer também) passarão! Agora, as notícias mais recentes!

Depois de um sábado MA-RA-VI-LHO-SO, o domingo foi de descanso. Tirando uma ida básica ao Hortifruti e ao supermercado, pois queria planejar a semana direitinho, passei o resto do dia quietinha.  A 2a feira foi especial. Eu e o Vi temos várias datas comemorativas da nossa união: aniversário de namoro e 2 datas de aniversário de casamento. É que casamos ‘na prática’ em 4 de julho (é a data inscrita na aliança) e no civil em 4 de dezembro do ano seguinte. Embora a gente considere estarmos casados desde a 1a teclada (p/ quem não sabe, nos conhecemos por Internet há 10 anos atrás).
Então cheguei em casa e vi  sobre nossa cama uma caixa de presente e um cartão lindo. Nele, meu maridão declarou seu amor de um jeito muito gostoso, bem dele mesmo, uma delícia. Dentro da caixa, um vestido lindo, de verão, bem do jeito que eu gosto. Mas era  44 e mesmo tendo comprado há pouco tempo aquele outro que mostrei aqui,  não quer dizer que eu já use este manequim p/ tudo (quem dera haha). Só de olhar, achei que não ia caber. Mas deu e ficou ótimo! E vejam agora a diferença entre 04/12/99 e 04/12/2006:

Qdo ele chegou do trabalho vesti de novo p/ ele ver e qdo o abracei e beijei de novo, agradecendo novamente o presente, falei: “Quem diria hem? Casou c/ uma mulher grandooona e agora dá um vestidinho destes para ela”.  Nisso, como guardei a roupa que usei no casamento civil, justamente p/ fazer aquela tradicional foto ANTES e DEPOIS, mostrando como ficou larga, resolvi fotografar o vestido sobre ela, como fiz há quase 1 ano c/ uma blusa (mostrei aqui e no encontro de janeiro passado).
Vejam o resultado! Mas levem em consideração que o vestido é meio franzido, claro que ao vestir ele abre um pouco mais, porém definitivamente é muito menor que a roupa de antes.

Se não estiver vendo as fotos, vá no fotoblog!

Também na 2a feira tb voltei ao trabalho, agora bem melhor do que na 1a tentativa de retorno. Me senti um pouco incomodada, por falta de opções de posiçao, mas acabei me virando bem. Cheguei em casa cansada e com a perna inchada, mas é normal.

Na 3a feira fui à festa de fim de ano da empresa. Cheguei a pensar em não ir mais, depois de uma chateaçãozinha básica que tive no trabalho, mas depois pensei bem e vi que eu não seria eu mesma se deixasse de aproveitar uma festa por causa de gente de mal c/ a própria vida. Usei meu macacão preto pela 1a vez, acho que fiquei bonitinha nele. O último macacão que eu tive foi em 1981, era de malha cor de rosa, um modelo bem diferente deste e eu o adorava (mas o ex-marido dizia que eu ficava horrorosa com ele, parecia uma porquinha cor de rosa, que ‘meiguice’ hem? Rs).
A festa foi ótima, c/ show da Banda Imperial e muita dança com DJ´s, sendo o principal o DJ Malboro.  Mas não pude aproveitar tanto, por não poder dançar. Conversei , circulei, comi (sem exagero) e não fiquei até o final pq além das pernocas estarem reclamando, tive um contratempo e dali fui direto p/ uma clínica odontológica 24h. Quem foi ao encontro deve ter notado que eu estava sempre fazendo bico, como se fosse um cacoete. Não é. Um problema de gengiva que eu possuo e venho tratando (ainda não direitinho como devo) estava incomodando e meu ciso de baixo, no lado esquerdo, estava sendo afetado e dava agonia, acabava ficando o tempo todo cutucando c/ a língua, mesmo sem querer. Qdo via estava lá a língua cutucando.  E ontem, em plena festa, a coisa piorou e o resultado é que o ciso já era, não me pertence mais. Felizmente, está tudo ok.

Esta semana continuará sendo especial, pois na 6a feira é a colação de grau do meu filho (se forma em Publicidade e Propaganda) e no sábado, a festa. Estou muito feliz com isto! A sensação é ótima, uma coisa boa que dá aqui dentro, uma confirmação de missão cumprida, não que ela se encerre aqui...rs, mas é uma etapa muito importante, muito especial. Ele está feliz, realizado, levou este curso com uma enorme garra, comprometimento de verdade, ele abraçou isto com amor e agora, parte p/ um novo ciclo. Bom ver que as asinhas cuidadas c/ tanto carinho estão preparadas p/ voar direitinho!
Isto é gratificante e, juntando com outras tantas coisas boas, me ajuda a passar melhor pelas situações que não estão tão legais assim. Pois é, eu as tenho, alguém pensou que não? Ando de saco cheio de umas coisas que ainda não posso mudar. Então o que precisa ser mudado é o meu jeito de encarar.
Como digo sempre a todos que se encontram em alguma fase difícil, a dificuldade é do tamanho que a vemos. E como sou do tamanho que me vejo tb, em termos de força, capacidade de superação me vejo imensa. Assim, vou levando e logo tudo estará melhor, com toda certeza.

Vou terminar este post contando uma coisa que me alegrou: saindo ontem da festa, fui abordada pelas recepcionistas que estavam entregando o brinde, que era uma camiseta. Qdo me aproximei p/ recebê-lo, uma delas me olhou e perguntou: Seu tamanho é G ou M? hahaha Se ela soubesse que tive vontade de apertar as bochechinhas dela, de tão contentinha que fiquei c/ a pergunta...rs Aí eu  respondi, assim como quem não tem certeza: “Ih, depende da confecção, ela é muito pequena?” E a outra moça que tb estava lá disse:”A senhora pode abrir p/ ver, pois realmente, se for confecção pequena, aí seria a G né?”.
Bom, muito bom! Para quem acha que isto é uma bobagem, explico: acontece que durante anos, em todas as ocasiões em que camisetas eram dadas como brinde etc., mesmo a GG ou EXG não me cabia NUNCA e eu sempre dava p/ alguém depois. Geralmente minha enteadinha usava p/ dormir, ficava um camisetão gostoso. E agora, eu já uso todas, e até me perguntam se é M ou G. É gostoso sim!!!!!
Beijocas, volto em breve! E vou tentar visitar o povo tá? Fiquem com Deus!



 Escrito por Beth ?s 08h54
[] [envie esta mensagem]


 
   OCASIÃO ESPECIAL, POST ESPECIAL TAMBÉM, ENTÃO É DUPLO TÁ? PARTE I

Sábado acordei cedo p/ ir ao VP e já saí de casa serelepe, o dia prometia! A pesagem: - 800g (mesmo ainda em casa, nos últimos dias de licença); o peso 87,2 kg é o menor desde que iniciei o processo (tb não pesava nada assim há vinte e tantos anos!)

Tive tb a alegria de finalmente entrar em manutenção no VP (a declaração do médico redefinindo a meta foi aceita). Eu já esperava por isso, mas na hora H fui tomada de tamanha emoção que fiquei lesada, custei muito a conseguir dizer alguma coisa qdo a orientadora anunciou a todos minha entrada na meta e pediu que eu falasse sobre isto. A impressão que tive era que meu corpo estava ali, mas minha alma tinha ido dar uma voltinha lá no paraíso e logo voltaria.  Algumas vezes já fui lá na frente nas reuniões p/ falar do meu processo, a pedido da orientadora, sem problemas. Mas sábado eu estava tão extasiada que nem levantei (não consegui) e falei, aos prantos, da minha cadeira mesmo.

Qdo a reunião acabou alguns associados vieram me abraçar, foi lindo. Tb me tocou profundamente o carinho das queridas Bernadette (secretária, mãezona, amigona de todos nós) e da energética Cíntia (minha orientadora atual, atenciosa, carinhosa, tudo de bom), que estavam tb emocionadas, sei que torcem muito por mim e intimamente lamentei não poder ter ali tb a Lílian, minha querida 'orientadora de fé' que cuidou de mim por praticamente 3 anos (mas não a esqueci, pensei nela na hora).

Se não estiver vendo, vá no FOTOBLOG!

Recebi o Certificado de Peso Ideal, que simboliza a linha de chegada e ele significa muito para mim. Por mais que já me considerasse em manutenção por orientação médica, meu processo é efetivamente VP e esta formalização de conclusão de etapa é realmente o marco que eu considero, no meu coração e na minha cabeça, a linha de chegada.


A ficha está caindo. Depois de um longo tempo, cheguei. E valeu a pena. Talvez levando mais tempo que boa parte das pessoas leva p/ chegar ao seu objetivo (mesmo c/ igual e até maior qtde de peso a eliminar), mas foi o meu tempo, coerente c/ o que fiz de certo e errado, c/ o que demorei mais ou menos p/ aprender e praticar melhor e com as respostas do meu próprio organismo. Levei o tempo suficiente p/ me aprimorar, p/ meu cérebro e meu corpo andarem juntos, ao menos o mais próximos que foi possível e este sincronismo possibilitou conquistas que sinceramente, valem tanto ou mais do que chegar ao peso.

E totalmente extasiada com tudo isto, no final da reunião andei pela rua c/ vontade de gritar ao mundo 'GENTE EU CONSEGUI !!!!!' 
Me presenteei com um lindo cinto de couro trançado metalizado, que há tempos paquerava. Podia ser tanta coisa, mas foi um cinto. Pensar que já precisei mandar fazer cintos sob medida ou comprar 2 daqueles que são em gomos, p/ o cara emendar e fazer um só, já que tive mais de 1,5m de cintura. Já faz um tempo que compro cinto sem tanta dificuldade, mas este de sábado foi especial. Um gostinho diferente, bem docinho...hummm

Se não estiver vendo, vá no FOTOBLOG!

E foi assim, extasiada, que cheguei mais tarde (atrasadinha, de novo) no 
20º Encontro de Blogueiros Light do RJ, na casa da Cacauzinha querida. O sábado já estava bom, ficou melhor ainda!O encontro foi novamente delicioso. Tivemos estréias maravilhosas, vejam só:

1 - A bonita e doce Tati-Quebra-Balança, muito querida e fofa (no melhor sentido da palavra), numa superação linda que marca uma nova etapa repleta de luz, alegria e sucesso. É um resgate, podem ter certeza, vamos ainda comemorar muito c/ ela!
2 - A Bia Backer linda, exuberante, alegre, uma presença forte, uma comovente franqueza ao falar de si mesma e do seu processo. É outra que vamos ainda fazer muita farra p/ celebrar a vitória!
3 e 4- A querida companheirinha Bibi, aguardada há 3 encontros, finalmente nos presenteou aparecendo e como foi bom tê-la conosco! Ela é um mimo, muito lindinha, elegante, atenciosa, conquistou todo mundo. E tem garra, é determinada, vitoriosa! Ela levou sua bonitona mamãe Fátima, que tb está em proc. de emagrecimento e já virou nossa companheira de estrada, já estamos de mãos dadas c/ ela p/ esta caminhada e do sucesso!

5e 6 - O casal Carmem & Santiago, na verdade, Janaína e Ricardo (deve ser p/ me enlouquecer, já não bastava a Marília ser Vitória, aliás, a Vitória ser Marília? Rs). Ele é uma simpatia e ela é tudo de bom! Bonita, simpática e alegre, é das nossas, rimos bastante c/ ela. E eu não paro de tecer elogios, primeiro pq ela é realmente ótima, depois pq eu já ando c/ uns probleminhas na boca (gengiva e dentes) e não acho conveniente arriscar, né AMIGA? rs
Dos ‘antigos’, participaram:
- Cacau, nossa anfitriã, que está ainda mais linda, irradiando luz e confiança, numa fase especial. Comemora a conclusão do curso superior e a retomada já vitoriosa do seu processo.
- Marcinha fez surpresa, aparecendo lá, pois há poucos dias deu à luz a linda anjinha Sofia, que já estreou no encontro light, mesmo ostentando um ótimo peso! haah Com ela tb a filhota mais velha Isabela, que já é nossa mascotinha (está a cada dia mais crescida e bonita)! O papai Leandro não cabe em si de orgulho, não fecha mais a boca, o sorriso está congelado, não é pra menos!
 E quem eles levaram p/ nos honrar, alegrar e comover? A gloriosa Ana Marinho, amiga-irmã queridíssima, os olhos azuis mais doces do mundo e que ao contrastarem c/ a bochecha vermelhinha qdo chora fazem dela a chorona mais linda do pedaço! Foi maravilhoso reencontrá-la, abraçá-la depois de 1 ano e sabendo de tudo que foi este período todo até aqui, este abraço foi mais que tudo, uma bênção.
Quer saber mais? Leia o post abaixo.  Ah, lê ué! Vai ficar sem saber das coisas? Eu hem...rsss



 Escrito por Beth ?s 22h06
[] [envie esta mensagem]


 
   CONTINUAÇÃO DO POST DUPLO!!! PARTE 2


Deia, eu, Lala e Karina (se não estiver vendo, vá no Fotoblog)

- Déia é a doçura em forma de gente, sorriso que vem da alma, muito linda. Uma guerreira e tanto tb! Voltou ao processo em outubro, após a turbulência na vida pessoal, já eliminou 9 kg, está dando um banho!
- Marsele (linda de franja e um charme no macacão preto) é exemplo de bom senso e conscientização. Teve progressos significativos no ano, tem aprendido muito, contribuído muito tb p/ os processos de quem a acompanha e está linda, pronta p/ entrar em 2007 c/ o pé direito e trilhar p/ a vitória final.
 
Na frente: Marsele, Stela e Dani
Atrás:Cacau, Tati, Beth, Karina e Jaqueline


- Jackie reluz. Cada dia mais bonita, mais apaixonada por si mesma, saiu da casca, dá gosto de ver! E agora c/ um kit maquiagem que fez a gente babar né?
- Czinha é um espetáculo, a cada dia mais bonita, mais fininha, malhando muito, é exemplo de determinação. Movida a metas, já estabelecendo as de 2007, a gente nem tem dúvidas de que ela vai tb alcançar!
- A Daniela, nosso docinho de leite mineiro, está bem, mantendo o peso. Mas numa fase pessoal bem complexa que tem requerido dela muita paciência, dedicação e superação. Mas é guerreira e não está sozinha, estamos com vc amiga, logo tudo estará melhor!
- E a Regina? Um botão muito bonito que está prestes a abrir. Já está c/ o narizinho de fora, buscando a luz do sol. Como ela mesma é a jardineira, tem cuidado carinhosamente, regado c/ amor e é uma delícia perceber no seu olhar, na voz, no próprio jeito bem mais leve de expor seu processo, a evolução maravilhosa que está vindo.
- Jaqueline, sempre arrasando, comemorou 1 ano de blogosfera. Está maravilhosa, a pouco mais de 4 kg p/ alcançar a meta, continua evoluindo muito e nos deixou muito preocupadas c/ um dos ‘problemas’ que esta beleza e elegância estão trazendo..mas a mulherada em peso se ofereceu p/ ajudar a encarar, não deixe de chamar a gente se precisar tá, amiga? haha
- Isabelle voltou, ai que coisa boa! Uma das minhas "sobrinhas-filhas-blogosféricas" que amo de paixão, como é bom vê-la novamente na estrada, conta comigo lindona!
 Eu e Isabelle
- A Aline é um barato! Autêntica, sincera, compartilha tudo que tem vivenciado, desabafa, a gente ri e chora, é bacana pra chuchu. E ela chegou mais fininha, ainda mais bonita, não está na estrada p/ brincar não, ela veio p/ vencer!
- Marília VITÓRIA está ‘um negócio’ de tão linda. Bem mais magra, pertinho tb de chegar ao peso que definiu como meta, atenta a algumas auto-sabotagens muito comuns neste processo e já se planejando p/ a etapa de manutenção, em breve!
- Karina linda, gravidinha de um meninão que chegará em março/07, sempre sorridente e amável, realizando o sonho da maternidade p/ depois, prosseguir seu processo de emagrecimento, outro sonho que vai realizar tb. Aliás, até agora só engordou 4 kg!
- Clarice, minha inspiração, tb linda e grávida da Marcela, nos dando uma aula de serenidade e nos ensinando muito, ela que antes de engravidar emagreceu 51 kg c/ reeducação, vem aplicando tudo que aprendeu e assim, uma gestação tranqüila, sem excesso de peso! E o maridão Euler, que tb emagreceu 60 kg e deu uma subidinha de peso nos últimos tempos, mostrou que está quase lá, quase no ponto p/ retomar, afinal o paizão vai precisar de pique p/ correr c/ a Marcela não é?
- A Stela chegou tb já diferente, mais solta, mais bonita, mais produzida, é outro astral! Mas G
ENTE, A STELA NÃO FALOU NO MOMENTO LIGHT! Vai falar em dobro no próximo...peço desculpas em nome da galera, tanta gente, tanta coisa, a hora avançou...conversamos muito no metrô, na volta p/ casa e ela está feliz com seus progressos, vai nos contar tudo em breve!

E chegou a minha vez de falar. Quase sem conseguir falar direito, contei a todos sobre a entrada na manutenção do VP e mostrei o Certificado de Peso Ideal contando sobre o que isto representa p/ mim. E sem dúvida, reconhecer meu próprio mérito nesta caminhada, nesta virada, bem como o que o VP representa e tudo mais.
Porém, o principal de tudo, que não sei se consegui expressar (eu realmente estava emocionadíssima) foi ressaltar o qto devo também esta vitória ao meu ingresso na Blogosfera Light, a participação nos encontros, o contato com tanta gente que está na estrada, a troca de carinho, apoio, incentivo etc. E que eu, muitas vezes considerada equivocadamente uma fortaleza, tive e tenho momentos mais difíceis, em tudo na vida e tb no processo, mas jamais, mesmo nas épocas mais conturbadas, jamais eu pensei em desistir. Chorei, xinguei e falei besteira, mas segui e assim, cheguei onde tinha que chegar.
E é por isso, por acreditar, por saber que persistindo a gente vence que eu sou chata, pego no pé e não deixo, até onde eu tiver alcance, vocês desistirem, ao menos eu perturbo bastante p/ evitar que isto aconteça.
Fiquem, para que possamos vencer, cada um a seu tempo, cada um na horinha certa.

E agradeci a todos, como agradeço aqui publicamente, por cada visita, cada comentário e até mesmo por cada vinda silenciosa, pela torcida, pelo carinho e tudo mais. Citei um texto que postarei nos próximos dias, que ilustra bastante o que acontece neste processo e a forma como me vejo no contexto.
 Um agradecimento especial ao meu marido, meu amor, grande incentivador, que desde o 1º momento em que nossas vidas se cruzaram há 10 anos atrás até hoje, foi sempre o mais apaixonado, mais carinhoso, mais dedicado e atencioso companheiro que eu poderia ter. Tê-lo como parceiro de vida faz tb a diferença, sim!

O fotoblog está recheado de fotos!
Semana nova iniciando, volto ao trabalho nesta 2a feira, o tempo p/ blogar vai diminuir de novo, mas o coração está sempre juntinho. Fiquem com Deus, vamos caprichar, combinado? Beijosssssssss



 Escrito por Beth ?s 21h33
[] [envie esta mensagem]


 
  

ALÔ, ALÔ!!!

AMANHÃ TEM ENCONTRO LIGHT NO RIO DE JANEIRO!!! É A 20ª EDIÇÃO OFICIAL E O ÚLTIMO DE 2006!!!
COM DIREITO A MUITA ALEGRIA, MUITA CONVERSA, MUITA EMOÇÃO, MUITOS ABRAÇOS E BEIJOS, MUITA TROCA DE CARINHO, IDÉIAS, INFORMAÇÕES E APOIO!!!
COM DIREITO A COMIDINHAS E PETISQUINHOS DELICIOSOS E LIGHT (PELO MENOS UMA PARTE DELAS...RS) QUE CADA UM DE NÓS VAI LEVAR E A BEBIDINHAS LIGHT (OU NÃO, AFINAL NOSSOS COMPANHEIROS NÃO PRECISAM SER LIGHT)!!!
COM DIREITO À COMPANHIA DE QUEM VOCÊ QUISER LEVAR, SEU  MARIDO / NAMORADO/ NOIVO / NAMORIDO / PAIS / FILHOS / AMIGO SÃO BEM-VINDOS!
COM DIREITO À BRINCADEIRA DE AMIGO OCULTO, QUE É MUITO LEGAL! MESMO SENDO SUA PRIMEIRA VEZ NO ENCONTRO, PARTICIPE! O SORTEIO É FEITO NA HORA ENTÃO TODOS PODEM BRINCAR SEM PROBLEMAS! HOMEM LEVAM UMA LEMBRANÇA PARA HOMEM E MULHER LEVA UMA LEMBRANÇA PARA MULHER (VALOR MÁXIMO DE 20,00, POIS A IDÉIA É BRINCAR E NÃO GASTAR...RSSSS)

AH
! OS SEUS ACOMPANHANTES TAMBÉM PODEM BRINCAR!!!!!

SE VOCÊ AINDA NÃO PEGOU O ENDEREÇO OU TEM ALGUMA DÚVIDA, ESCREVA PARA A MARSELE (maryrj19@hotmail.com)

EU VOU!!!!!!

AGORA LEIA O ÚLTIMO POST, FRESQUINHO, AQUI EMBAIXO! É POST COLETIVO!



 Escrito por Beth ?s 08h51
[] [envie esta mensagem]


 
   POST COLETIVO - EU DITO MINHA MODA

 Nesta foto eu tinha 16 anos. Minutos depois dela ser batida, meu namorado (cortado da foto) me avisou carinhosamente (mesmo) que eu estava ficando c/ uma barriguinha que não tinha antes e era hora de começar a prestar atenção, fazer uns abdominais. E eu tratei de iniciar, naquela semana mesmo, sessões diárias de ginástica na praia, bem cedinho, orientada por 2 salva-vidas amigos. Era pauleira, eles não davam moleza e rapidamente eu havia eliminado peso e a tal barriguinha que gerou o alerta.
Eu me considerava bonita, não tinha problemas com peso nem roupas. Mas como já contei aqui, sendo mulher e adolescente, não raro inventava defeitos que sonhava em corrigir. Durante um tempo cismei que meu perfil não era tão bonito e queria um nariz um pouco mais arrebitado, sei lá porque, cresci ouvindo dizer que nariz arrebitado era sinal de atrevimento e achava isto bonito haha Felizmente, foi coisa que deu e passou com a mesma rapidez de outras tantas cismas.
Também já tive, qdo jovem, aquela coisa de me comparar a amigas, a modelos de revistas, a projetar uma imagem dentro da roupa nova que, ao não encontrar na frente do espelho, gerou piripaques, chororôs e malcriações. Mas tudo coisa pontual, que passava logo.
 Já adulta e com peso a mais, passei por decepções que não conseguia administrar, fiquei muito atortoada, não busquei ajuda, engoli tudo de uma forma que jamais tinha feito antes e comecei a engordar cada vez mais. O (ex) marido tinha um jeito bem ‘fofo’ de se referir ao meu corpo, criticava o tempo todo, fazia pilhéria, soltava comentários de profundo mau gosto, me expunha ao ridículo e me rejeitou de diversas formas que não cabe relatar, mas que na ocasião minaram minha auto-estima de umjeito que eu já não conseguia mais coordenar nada e vivia num conflito tremendo entre “eu  me amo” e “sou um bucho”. Despreparada p/ tudo que estava vivendo e sofrendo (e era bem mais profundo e ruim do que a questão relacionada ao peso), acreditava que se emagrecesse rapidamente tudo ia mudar. Não percebia que a alusão ao meu corpo era só um argumento para mascarar outras coisas.  
“Porquinha”, “Baleia”, “Orquinha” e coisas do gênero passaram a fazer parte do ‘jeitinho meigo’ como era chamada em casa. Tudo que eu vestia ele dizia que era feio ou roupa de velha, ou então eu é que estava horrorosa e aí nada ficava bom.  E eu tratava então de recorrer aos métodos mágicos p/ emagrecer e solucionar o problema (imagine!!!). Fórmulas, remédios, injeções, coisas de todo tipo em todo canto, a todo preço. Até drogada fiquei, certa vez, por causa da combinação de remédios p/ emagrecer,minha mãe teve que ‘passear’ comigo, como se eu fosse um cachorrinho, enquanto eu ria e chorava ao mesmo tempo e me urinava pelas pernas. De outra vez fiquei verde e não é modo de falar, eu fiquei mesmo. Bom, aconteceu de tudo.

Não pratiquei a bulimia, não sabia que isto existia, graças a Deus. Sabia que existia anorexia pq certa vez, muito antes disto, comentei com um amigo no trabalho que iria almoçar com ele, mas estava sem fome e ele brincou me chamando de anoréxica. Como eu não sabia o que era isto, me explicou, contando que alguém (acho que era a Lady Di) havia tido ou estava com o problema e eu achei graça, pois não era mesmo o meu caso.

Cerca de 2 anos depois, já no meio da confusão toda em que virou minha vida, no desespero de me ver cada vez mais gorda e cada vez mais infeliz e por achar que era infeliz por estar gorda e não por não estar administrando direito minha vida, pensei que se eu ficasse anorexica tudo se resolveria. Mas eu não sabia como ficar anorexica. Achava que era algo que acontecia e não que se escolhia. Achava que a gente ficava doente, o sintoma aparecia e não que a gente podia decidir fazer algo ou deixar de fazer (comer, por exemplo). Lembrei agora que naquela época, resolvi por uns dias não comer. Não fiquei zerada, mas consumi o mínimo dos mínimos, aproveitei que não havia fome por causa da tristeza e em vez de compensá-la comendo, resolvi fechar a boca, quem sabe emagreceria? Só que eu engordei. Pesei uma semana depois e engordei. Fiquei desesperada.
  Já mencionei este período chato da minha vida aqui, sem muitos detalhes pq não há necessidade, é coisa realmente superada no meu emocional e tudo mais. Porém, hoje eu queria escrever para este post coletivo e, estranhamente, não conseguia ter idéia nenhuma, eu que adoro escrever e o faço com facilidade. Até que comecei sem saber aonde chegaria. E estou assustada, pois não tinha idéia do que acabei de encontrar dentro de mim. Hoje, dia 01/12/06 eu me dei conta que há cerca de 27 anos atrás eu tive tudo p/ enveredar por um caminho muito ruim, perigoso e que não me levaria a nada de bom. Não buscava me adequar a um padrão de beleza/magreza imposto por mídia, griffes, estilistas ou sei lá o que, mas pelo padrão “agrada marido” que eu acreditava que mudaria minha vida sentimental p/ melhor. Buscava a restauração da minha felicidade, não entendia que isto estava dentro de mim e não fora.

Assim como tanta gente hoje busca a adequação a padrões injustos, fora da realidade e inalcançáveis, que só visam garantir o lucro de quem vende/anuncia produtos e serviços voltados para o ‘alcance da beleza e da magreza absolutas’, há quem também tente se adequar à expectativa de outro alguém. Às vezes é em casa que se aprende a desgostar de si mesmo, a se comparar sempre se vendo por baixo, tem todo tipo de situação.
Seja qual for o seu momento, sua situação, seu corpo, pare e pense que a única expectativa que você tem que atender é a sua. E esta tem que estar voltada para a sua felicidade, seu bem-estar, sua saúde, se equilíbrio. Eu, felizmente, acordei há quase 22 anos, depois de 6 anos hibernando minha auto-estima e dali em diante, se paguei alto com a obesidade minha falta de atitude, também esta conta está paga.

Desejo a todos vocês que ainda se olham e diante do espelho buscam algo que não seja vocês mesmos, na sua melhor versão como diz a amiga Valérie, que seja HOJE o dia. Resgate HOJE o seu amor por si mesmo. Quem se ama, se respeita. Quem se respeita, se cuida bem. Quem se cuida bem, não permite ser alcançado por nenhuma influência negativa nem outros interesses que passam muito longe do seu bem-estar e da sua felicidade. 
Caso não esteja vendo as fotos, vá no fotoblog!
Beijos



 Escrito por Beth ?s 01h17
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Livros, Praia, Dançar, Curtir a vida
MSN -



EU ERA ASSIM  

ESTOU ASSIM Meu nome ? Elizabeth, sou conhecida como Beth
Analista de Sistemas, especialista em Metodologia, Processos e Qualidade em TI, Ger?ncia de Projetos,An?lise de Neg?cios, Auditora ISO, sou leonina do dia 10/08, carioca da gema, moro na minha na cidade maravilhosa (RJ), adoro fazer amizades, sonhar, ler, escrever, sou casada c/ Vicente - meu grande amor, m?e do Alexandre, um filh?o maravilhoso, que ? universit?rio e "boadastra" da Mimi, minha enteadinha adolescente linda a quem chamo aqui de filhotinha.

Meu e-mail: beth.ebprs@gmail.com
Meu MSN: ebprs@hotmail.com



Objetivo deste Blog: Compartilhar meu processo de reeducação alimentar e mudança de hábitos que resultou no meu emagrecimento, me tirou da obesidade mórbida e me ensinou e ensina tanto!



Meu processo: Fui beb? 'cheinho',crian?a de peso normal, na adolesc?ncia tinha ?timo corpo. No in?cio da fase adulta comecei a engordar c/facilidade em fun??o de uma mudan?a p/ pior dos h?bitos alimentares e tb devido a dificuldade que tive em enfrentar alguns problemas pessoais, decep??es e m?goas que se transformaram em Kg a mais (eu as COMI). Durante anos optei por m?todos indevidos, tomei rem?dios, f?rmulas, inje??es, fiz dietas mirabolantes e isto tudo me ajudou a virar uma sanfona que cada vez abria mais e fechava menos. Cheguei ao auge da obesidade c/ 140 kg e dei o basta. Primeiro, fiz um pequeno controle que me ajudou a emagrecer quase 5 kg. Depois, entrei para o Vigilantes do Peso, onde emagreci 53kg c/equil?brio, seguran?a e muita alegria. Aprendi muito, o caminho foi t?o importante quanto os resultados. Eliminei 53 kg com o método do Vigilantes do Peso e atividade física. Aumentei depois alguns kg e agora prossigo, para reconquistar a minha meta e mantê-la para sempre.

Cr?ditos Imagens: Google
Comunidade no Orkut!


Comunidade Orkut: Eu sou f? da Beth - A Conquista! criado com carinho pela amiga Lili (obrigada, lindinha!)
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2052374


 
Clique AQUI e veja
o que eu como!




HIST?RICO
 01/01/2011 a 15/01/2011
 16/12/2010 a 31/12/2010
 01/12/2010 a 15/12/2010
 16/11/2010 a 30/11/2010
 01/11/2010 a 15/11/2010
 16/10/2010 a 31/10/2010
 01/10/2010 a 15/10/2010
 16/09/2010 a 30/09/2010
 01/09/2010 a 15/09/2010
 16/08/2010 a 31/08/2010
 01/08/2010 a 15/08/2010
 16/07/2010 a 31/07/2010
 01/07/2010 a 15/07/2010
 16/06/2010 a 30/06/2010
 01/06/2010 a 15/06/2010
 16/05/2010 a 31/05/2010
 01/05/2010 a 15/05/2010
 16/04/2010 a 30/04/2010
 01/04/2010 a 15/04/2010
 16/03/2010 a 31/03/2010
 01/03/2010 a 15/03/2010
 16/02/2010 a 28/02/2010
 01/02/2010 a 15/02/2010
 16/01/2010 a 31/01/2010
 01/01/2010 a 15/01/2010
 16/12/2009 a 31/12/2009
 01/12/2009 a 15/12/2009
 16/11/2009 a 30/11/2009
 01/11/2009 a 15/11/2009
 16/10/2009 a 31/10/2009
 01/10/2009 a 15/10/2009
 16/09/2009 a 30/09/2009
 01/09/2009 a 15/09/2009
 16/08/2009 a 31/08/2009
 01/08/2009 a 15/08/2009
 16/07/2009 a 31/07/2009
 01/07/2009 a 15/07/2009
 16/06/2009 a 30/06/2009
 01/06/2009 a 15/06/2009
 16/05/2009 a 31/05/2009
 01/05/2009 a 15/05/2009
 16/04/2009 a 30/04/2009
 01/04/2009 a 15/04/2009
 16/03/2009 a 31/03/2009
 01/03/2009 a 15/03/2009
 16/02/2009 a 28/02/2009
 01/02/2009 a 15/02/2009
 16/01/2009 a 31/01/2009
 01/01/2009 a 15/01/2009
 16/12/2008 a 31/12/2008
 01/12/2008 a 15/12/2008
 16/11/2008 a 30/11/2008
 01/11/2008 a 15/11/2008
 16/10/2008 a 31/10/2008
 01/10/2008 a 15/10/2008
 16/09/2008 a 30/09/2008
 01/09/2008 a 15/09/2008
 16/08/2008 a 31/08/2008
 01/08/2008 a 15/08/2008
 16/07/2008 a 31/07/2008
 01/07/2008 a 15/07/2008
 16/06/2008 a 30/06/2008
 01/06/2008 a 15/06/2008
 16/05/2008 a 31/05/2008
 01/05/2008 a 15/05/2008
 16/04/2008 a 30/04/2008
 01/04/2008 a 15/04/2008
 16/03/2008 a 31/03/2008
 01/03/2008 a 15/03/2008
 16/02/2008 a 29/02/2008
 01/02/2008 a 15/02/2008
 16/01/2008 a 31/01/2008
 01/01/2008 a 15/01/2008
 16/12/2007 a 31/12/2007
 01/12/2007 a 15/12/2007
 16/11/2007 a 30/11/2007
 01/11/2007 a 15/11/2007
 16/10/2007 a 31/10/2007
 01/10/2007 a 15/10/2007
 16/09/2007 a 30/09/2007
 01/09/2007 a 15/09/2007
 16/08/2007 a 31/08/2007
 01/08/2007 a 15/08/2007
 16/07/2007 a 31/07/2007
 01/07/2007 a 15/07/2007
 16/06/2007 a 30/06/2007
 01/06/2007 a 15/06/2007
 16/05/2007 a 31/05/2007
 01/05/2007 a 15/05/2007
 16/04/2007 a 30/04/2007
 01/04/2007 a 15/04/2007
 16/03/2007 a 31/03/2007
 01/03/2007 a 15/03/2007
 16/02/2007 a 28/02/2007
 01/02/2007 a 15/02/2007
 16/01/2007 a 31/01/2007
 01/01/2007 a 15/01/2007
 16/12/2006 a 31/12/2006
 01/12/2006 a 15/12/2006
 16/11/2006 a 30/11/2006
 01/11/2006 a 15/11/2006
 16/10/2006 a 31/10/2006
 01/10/2006 a 15/10/2006
 16/09/2006 a 30/09/2006
 01/09/2006 a 15/09/2006
 16/08/2006 a 31/08/2006
 01/08/2006 a 15/08/2006
 16/07/2006 a 31/07/2006
 01/07/2006 a 15/07/2006
 16/06/2006 a 30/06/2006
 01/06/2006 a 15/06/2006
 16/05/2006 a 31/05/2006
 01/05/2006 a 15/05/2006
 16/04/2006 a 30/04/2006
 01/04/2006 a 15/04/2006
 16/03/2006 a 31/03/2006
 01/03/2006 a 15/03/2006
 16/02/2006 a 28/02/2006
 01/02/2006 a 15/02/2006
 16/01/2006 a 31/01/2006
 01/01/2006 a 15/01/2006
 16/12/2005 a 31/12/2005
 01/12/2005 a 15/12/2005
 16/11/2005 a 30/11/2005
 01/11/2005 a 15/11/2005
 16/10/2005 a 31/10/2005
 01/10/2005 a 15/10/2005
 16/09/2005 a 30/09/2005
 01/09/2005 a 15/09/2005
 16/08/2005 a 31/08/2005
 01/08/2005 a 15/08/2005
 16/07/2005 a 31/07/2005
 01/07/2005 a 15/07/2005
 16/06/2005 a 30/06/2005
 01/06/2005 a 15/06/2005
 16/05/2005 a 31/05/2005
 01/05/2005 a 15/05/2005
 16/04/2005 a 30/04/2005
 01/04/2005 a 15/04/2005
 16/03/2005 a 31/03/2005
 01/03/2005 a 15/03/2005
 16/02/2005 a 28/02/2005
 01/02/2005 a 15/02/2005
 16/01/2005 a 31/01/2005
 01/01/2005 a 15/01/2005
 16/12/2004 a 31/12/2004
 01/12/2004 a 15/12/2004
 16/11/2004 a 30/11/2004
 01/11/2004 a 15/11/2004
 16/10/2004 a 31/10/2004
 01/10/2004 a 15/10/2004
 16/09/2004 a 30/09/2004
 01/09/2004 a 15/09/2004
 16/08/2004 a 31/08/2004
 01/08/2004 a 15/08/2004
 16/07/2004 a 31/07/2004
 01/07/2004 a 15/07/2004
 16/06/2004 a 30/06/2004
 01/06/2004 a 15/06/2004



OUTROS SITES
 Site do Vigilantes do Peso
 Ação pelo semelhante
 Nutrella
 MC DONALDS - Tabela Nutricional
 Site ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
 Saudável.Info
 Vegê Gourmê - Blog da Chef Michele Maia
 Lu Francesa
 Selma Guerreira
 Meu Emagrecimento (Sara)
 Serei magra (Andreia)
 Renascer (Thuca)
 Valquíria
 Blog da Magui
 Neblina
 O sabor da vitória (Electra)
 Entretanto, eu (Jana)
 Diva esbelta e feliz (Diva)
 Miss Blueberry
 Vida boa é vida saudável (Cristy Costa)
 Diário light (Sylmara)
 Blog da Eloyza
 Veneno urgente (Flavia Rocha)
 Blog da Fafá
 Espelho light (Elaine)
 Blog da Cynthia (Londres)
 Agora eu emagreço (Aline) Brasília
 Never give up (Renata - Tita)
 Blog da Micha - RJ
 Homem também faz dieta (Carlos) RJ
 Jaqueline
 Mulher de Atitude - Cacau RJ
 Serei sereia (Fabi) RS
 A caminho da vitória (Elaine Regiane) SP
 Blog da Rogeria
 Blog da Georgia
 Escrevendo emagrecendo (Lisa)
 Diet Forever (Zá)
 Garotinha ruiva (o outro blog da Lu Russa)
 Dieta urgente (Luciana Alexandrino)
 Space Cris
 Tetê Sereiah
 Andréa Aoki
 Gordinha da Silva
 O sucesso da Lorena
 Renata sem firulas
 Valérie Roberto
 Arianna
 Clara - RJ
 Andréa Cordoniz
 Ana Carolina grávida
 Ana Carolina
 Miss Slim
 Drica (Paraty-RJ)
 Ada Sheila
 Anselmo
 Sueli
 Sol
 Kelly
 Jessica (Elite)
 Nilce
 Leila (Ninguém merece ser 3G)
 Fanta Diet
 Infobeso
 Cris Lopes
 Aline Tomaz (RJ)
 Roberta Alves
 Sue - gravidinha
 Cris fit
 Annie
 Novidades da Cris
 Leila Batista
 Clarita
 Rebecca sapeca
 Lua emagrecendo
 Brian
 Diario da bonita Andrea
 Marilia
 Marilia Vitória
 Aline Virtus
 Paula pra melhor
 Cristiane
 Teresinha
 Ana Cleide
 
 Marcia (Marquinhas)
 Pri 2
 Ludmila
 Lela
 Jana Carmen
 Pri emagrecendo...
 Luzluzinha
 Barbarella (Andrea Glauce)
 Raiane
 Luciana Kotaka
 Vanessa (Campinas)
 Patty emagrecendo de bem...
 Nanda (Idade da Pedra)
 Carlos Medeiros
 Lara
 Dani - Brasília
 Teresa Cristina
 Sisi
 Miriam - RJ
 Kaká
 Gabi e Ana Luiza
 Diário de Macherrie
 Catia
 Amanda Costa
 Rosimeyre
 Alice
 Walkiria
 Crizinha
 Char
 Lu Pinheiro
 Elisandra
 Lahys
 Cotidiano (Zany)
 Karen
 Kika
 Nicky
 O novo blog da Taty Carioca
 Isabela
 Lisandra
 Ju sem pressa
 VIGILANTES DA AUTO ESTIMA
 JT
 Barbarella
 Angelica Fernandes
 Claudia
 Lagarta de borboleta
 Alisson
 Nova Jacque
 Patty Roberta
 Michelle 2
 Elissandra
 Juliene
 Ana Paula
 Annie emagrecendo
 Lili Bolero
 Fernanda Betini
 Karina Torres
 Valqs
 Ana Telma
 Lilian Raquel (Lee)
 Cáritas
 Baxie
 Cacau II
 Renatita
 Nando Neri
 Isabelle
 Nanda
 Edite
 Way to go (Clara )
 Bartira
 BLOG COMER SEM CULPA
 Andreia Cantelli
 Lu Mme Light
 Magali
 Lu
 Aline RJ


VOTA??O
 D? uma nota para meu blog!