Conquista

UOL
   E AÍ, VAMOS EM FRENTE NÉ? VAMOS SIM!

A semana foi complexa e se fosse contar tim-tim por tim-tim levaria horas escrevendo (não que isto me incomode...rs), tive emoção de todo tipo. As boas, curti. As chatas, em vez de ficar só me lamuriando (mas é claro que tb fiquei), procurei pensar de um jeito mais positivo nelas e não só me desgastar e tomei atitudes importantes p/ mudar ou melhorar o que depende de mim.

Hoje mesmo li um texto do Gasparetto em que ele fala da purificação do nosso campo magnético, que é constituído pelas nossas atitudes. Ele explica que ao vestirmos uma idéia, um conceito sobre nós, nossas possibilidades etc., criamos em torno de nós mesmos um campo compatível c/ estes pensamentos e aí, geramos e desenvolvemos mais ainda aquilo que achamos. Por isso é tão importante acreditarmos nas coisas boas, criando e alimentando um campo magnético favorável a nós. Não tinha lido ainda este artigo, mas já li muitas coisas assim, acredito realmente nisto e o que procuro pensar e fazer vai nesta linha. Claro que não é sempre, eu vacilo às vezes, mas de forma geral há muito tempo venho ficando mais atenta.

Por isso, na semana passada apesar do tanto que me chateei, procurei não alimentar a negatividade e sim, exercitar um jeito melhor de pensar, encarar as situações, reverter onde podia ao menos tentar ficar em paz interior, antes de tudo e tentar transmitir isto, também. Se consegui? Em parte. Mas eu tentei. E isto dá um bem estar, melhora muito as coisas. A satisfação comigo mesma aumenta tanto que a insatisfação com algumas coisas acaba não sendo tão poderosa a ponto de me derrubar. E a idéia é esta mesmo.

Mas...onde não estou muito satisfeita comigo? No meu processo. Ao mesmo tempo em que faço tudo muito legalzinho dias e dias, de repente me vejo fazendo concessões seguidas, que não são tão absurdas, mas o que as torna perigosas é a repetição. Um quase oba-oba que dá margem à aproximação de velhos e maus hábitos, dos quais não sinto saudade e que tb faz se reaproximarem de mim alguns gramas ou kg que tb não me fazem falta. Esta constatação e a convicção de que eu realmente gosto, prefiro e quero me manter no comando e no novo estilo de vida que este processo de reeducação me trouxe, faz com que eu simplesmente não queira e não vá me permitir soltar as rédeas a ponto de perder o controle. Até pq ter este controle é algo que eu curto, eu realmente gosto mais da minha vida pós reeducação, era algo que me fazia falta e por isso, não vou largar não!

Ontem teve o 24º Encontro da Blogosfera Light RJ e foi ótimo. Desta vez a Marsele foi nossa anfitriã, na casa da sua avozinha muito querida, que nos recebeu pela 2ª vez.  Tivemos 4 estreantes, as blogueiras Lu, Suellen, Débora e Amália se juntaram a nós. São lindas, simpáticas, logo estavam bem integradas e foi muito bom tê-las conosco, esperamos que voltem sempre. Da “velha guarda” estavam a Marsele, eu, Valéria, Marília, Jaqueline, Cacau, Lalá, Claudia, Janice, Isabelle, Czinha, Janaína ‘Carmem’ e Monique (2ª vez que participa, então já é veterana rs). Vejam só esta foto!


Muita alegria, muito papo, muitos risos, poses p/ as fotos, um monte de coisinhas gostosas na mesa, os maridos/noivos/namorados presentes, como sempre dando a maior força e fazendo a festa deles brincando, conversando e jogando Bang. Os filhotes Felipe e Laís (da Claudia) e Allan e Matheus (da Janice) tb estavam lá.  Cantamos parabéns p/ a Marsele e outros aniversariantes de março e abril (Ricardo da Jana, André e Laíz da Claudinha, Marcelo da Marília, Monique, Czinha, Isabelle), com direito a vela, bola e bolos (assim mesmo, no plural).

Eu e Cacau, ambas de macacão vermelho, atentas a um depoimento.

O Momento Light, mais uma vez, rico naquilo que é a sua proposta: a troca de idéias, o compartilhamento das nossas vivências e sensações neste processo. As dificuldades de cada um sendo faladas, refletidas em conjunto, o repasse de dicas daquilo que um e outro pratica (ou tenta) e que pode ajudar aos demais, a comemoração por cada avanço, a mão amiga e o incentivo especial a quem está cambaleando, o afago especial em quem está triste, o puxão de orelhas amigo em quem precisa. E assim, a renovação de forças para todos. Sempre é especial e sempre me deixa mexida demais antes (a expectativa), durante (vivo aquilo intensamente) e depois (parece que saí de um banho de imersão em mim mesma, só que acompanhada, não dá nem p/ explicar direito).

Eu e Marília 'Vitória'

Alguns dos diversos pontos importantes que na minha opinião se ressaltaram de tudo que foi refletido em conjunto:
1) Dificuldades todos temos, de todo tipo, em qquer época da vida e que nos influenciam mais ou menos. Acreditando que elas são tão maiores e forte que nós, nos tornarmos inferiores realmente a elas, nos deixamos levar por desânimo, sentimento de impotência e nos deixando mesmo estacionados ou andando em marcha ré;
2) Precisamos procurar entender nossos mecanismos, nossas emoções, os motivos que podem estar escondidinhos na nossa mente e que nos entravam, nos levam às auto-sabotagens etc. Mas não precisamos esperar toda esta descoberta p/ então começarmos a dar a virada. Temos que agir. Adotar nem que sejam pequenas atitudes que já signifiquem mudança é importante. Uma mudancinha aqui, outra ali, vão se encadeando e gerando a transformação maior.
3) Ninguém é maravilhoso ou está super feliz, com tudo em cima, maior gás e força de vontade, atenção etc.  todos os dias. Não fazer nada pq não dá p/ fazer 100% é bobagem. Melhor fazer 1% do que nada. Um meio passo é sempre avanço. Uma paradinha p/ pensar positivamente e ajustar o planejamento é avanço.
4) Se sentindo por baixo, pra baixo e cada vez pior, antes de chutar o balde pare e mude seu pensamento. Tudo começa a melhorar dentro da sua mente. Daí em diante, muda a atitude e tudo mais!
5) Não temos que vincular nosso progresso ao que vem de fora. Nada de depender dos outros, das atitudes dos outros ou de mudanças em situações etc. que não dependam da gente. O que nos impulsiona é a nossa vontade forte de conquistar algo. Nós temos que saber o que queremos, por que queremos, para que queremos e isto nos faz assumir o compromisso conosco de fazer acontecer.
5) A blogosfera light é sim uma vertente de algo tipo “A corrente do bem” (a quem não viu o filme, recomendo). Disseminamos idéias, compartilhamos vivências, transmitimos sentimentos e sensações e temos responsabilidade com isto. O alcance do que fazemos, dizemos, omitimos etc. é imenso. Sejamos portanto, elos de uma corrente forte, firme, mas sempre do bem.
Desejo a todos uma semana bem gostosa. No que depender de mim, me comprometo a dar o melhor possível. Tem mais fotos no meu fotoblog, vão ver! Beijos carinhosos.

Juntos somos mais fortes!


 Escrito por Beth ?s 21h27
[] [envie esta mensagem]


 
   QUERER QUERENDO...

 

Quem olha nem sempre diz, pois depende do qto me conhece, apesar de eu ser muito transparente.Mas etou esgotada mentalmente, fisicamente e emocionalmente nos últimos dias. Um stress tremendo torrando meu saco, me descompensando, me fazendo ficar mais irritada e malcriada do que já sou (e não sou pouco), mais chorona, mais um monte de coisas. E a atenção p/ não deixar que mais outras coisas venham a agravar este estado? Acaba sendo outro stress: o stress p/ não ficar stressada (tb não é mole). E sempre tem alguma coisa acontecendo, mas tenho procurado não deixar que me abale mais do que deve, às vezes consigo, outras nem tanto. A esta altura do campeonato, eu não teria aprendido nada na vida se continuasse a levar tudo na ponta da faca. Se os cinquentinha de vida não servissem p/ mais nada além de ter que pintar os cabelos, que graça teria não é? Ainda assim, estou no bagaço.

Só que eu tenho poder de escolha, entre permanecer no bagaço ou me restabelecer, entre cultivar a ansiedade, o nervosismo, a irritabilidade, algumas mágoas etc. ou procurar amenizar tudo que não vale a pena. É como botar fermento na massa do bolo. Se ele já recebeu sal em vez de açúcar, é certo que não prestará, não há pq gastar fermento c/ esta massa, melhor deixá-la pra lá e preparar outra, desta vez direitinho, já que é um lance que não tem conserto. O que estou preservando, neste caso, não é o fermento, não é questão de economia de material e sim economia de mim mesma.  De que adiantaria eu ficar reclamando da massa, mexendo nela com raiva e botando fermento nela? O bolo continuaria ruim, só que crescido, intragável (desperdício de energia, tempo, emoção). Tenho procurado não botar fermento em bolo que não vai p/ a frente, pois há muita coisa que vale a pena a ser cuidada.

Eu vivo dizendo que uma coisa é desejar e outra é querer de verdade e que isto serve p/ tudo na vida.  Foi assim com meu emagrecimento, que desejei durante vinte e tantos anos e não agia da forma necessária p/ que ele acontecesse. Qdo eu QUIS de verdade, planejei o processo, me determinei a cumpri-lo totalmente, me comprometi comigo mesma e trabalhei dia após dia, mesmo com todas as dificuldades que se apresentaram (e ainda se apresentam) p/ chegar onde queria. E cheguei. E manter é uma vigilância p/ sempre, que não é mole, mas é possível e só será bem sucedida se eu aplicar este QUERER do mesmo jeito de antes.

Foi assim tb  com minha vida profissional, que durante algum tempo ficou meio estagnada, mas há vinte e tantos anos atrás resolvi parar de desejar a virada e me decidi a torná-la um fato, foi qdo eu QUIS verdadeiramente e aí me planejei, estudei mais e mais (sempre), fui à luta, tive coragem de abandonar uma série de coisas que me faziam ficar agarrada no cais e evoluí, cresci, conquistei muitas coisas, não posso me queixar de inércia neste campo.

Foi assim tb c/minha vida afetiva, que passou por um período horroroso há vinte e muitos anos atrás e eu, sendo sempre a pobre vítima de toda sorte de acontecimentos e injustiças desejava mudar aquilo, mas não fazia nada do que era necessário p/ mudar. Até que QUIS realmente e dei a virada, chutei p/ longe o que me fazia ficar tão mal, me reencontrei comigo mesma e com minha auto-estima e meu auto-respeito e vi que se fui vítima, antes de tudo foi de mim mesma e de minha teimosia em ver a coisa sempre pelo lado que me rebaixava e me fazia mal, me estacionando no lugar errado e botando fermento num bolo estragado desde o 1º ingrediente. E se hoje sou bem feliz neste campo da minha vida, devo em grande parte isto ao encerramento que eu promovi naquele ciclo ruim em que me mantinha lá atrás.

Claro que ninguém quer ser infeliz em nenhum setor da vida, como ninguém quer ser gordo e insatisfeito consigo mesmo (fora o medo das consequências disto), nem quer ter um piripaque e bater as botas ou ficar numa cama por causa de stress ou algo assim. Mas é fato que até onde temos controle, podemos e devemos tentar evitar o colapso, seja ele qual for. Mas sofrer por causa dos problemas e manter-se agarradinho a eles não faz ninguém melhorar sua situação.

Há 10 anos eu e o Vi não fazemos uma viagem a dois, de férias, p/ um lugar diferente, num clima de descanso e lazer total, sem nos ligarmos em mais nada. Há anos eu tiro pedacinhos de férias, um pouquinhozinho aqui e outro ali, sempre sem fazer o que realmente quero pq ou o dinheiro não dá, ou não conciliamos o tempo disponível dos dois, ou as necessidades de trabalho impedem um afastamento maior, ou o momento na empresa não é propício e assim, vamos deixando pra depois algo que precisamos e desejamos tanto.

Então, do mesmo jeito que faço c/ outros setores da vida, resolvi QUERER priorizar nosso bem-estar, nossa saúde, nosso descanso, nossa alegria. Além de tentar dar um pouco mais de atenção tb à família, pois está acontecendo muita coisa e muitos problemas em todo canto e queremos dar um apoio maior. Parei de simplesmente desejar um dia poder tirar férias decentes e ficar resmungando ‘porque não dá” e resolvi querer, planejar e fazer tudo p/ obtê-las, antes que esta água que já está batendo na bunda me derrube. Desta forma, estou com férias DE VERDADE marcadas, em maio ficarei 25 dias dedicada a mim e aos meus. Continua sendo complicado o momento na área, na empresa, nas atividades e aprendi que não será me matando que algo irá descomplicar. Continuo sem grana sobrando p/ viajar, mas se fico dura sem nem saber onde gastei, desta vez ficarei sabendo que fui para o Nordeste num pacote delicioso de viagem que pagarei em ‘trocentas’ vezes, mas valerá a pena. Continua complicado conciliar a minha disponibilidade com a do meu marido, mas como desta vez é um QUERER forte, ele já se planejou e determinou-se a ter um período livre, mesmo que isto represente uma receita menor, o que não pode é a gente se estrepar.

Isto é QUERER QUERENDO, ou seja, querer tanto a ponto de realmente se comprometer a fazer acontecer. O mundo onde habitam as nossas possibilidades fica dentro da nossa cabeça. Podemos tudo que acreditamos poder e que realmente queremos, para isto partimos para a ação. Ficar choramingando pelos cantos, botando fermando em ‘bolos’ do tipo “não consigo”, “não sei como”, “sou fraco”, “fulano e siclano não me ajudam” , “sou vítima disto e daquilo”  e assim, fertilizarmos tantas crenças negativas só nos empacam (ou botam pra trás). E eu lá nasci pra ficar empacada ou por acaso sou caranguejo pra andar de ré?

Depois contarei para onde vou nas férias, estou fechando ainda o pacote. Mas já posso adiantar para onde vou no próximo sábado: no 24º encontro da blogosfera light RJ. E você, também vai? Beijos!!!



 Escrito por Beth ?s 14h57
[] [envie esta mensagem]


 
   BATENDO PAPO, MATANDO A SAUDADE, PENSANDO JUNTOS MAIS UM POUQUINHO...

Outro dia estava na Renner, na fila do caixa, qdo ouvi um diálogo entre mãe e filha adolescente, em que de repente a mãe disse com veemência, quase uma ameaça: "Tenho que estar mais magra sim, afinal PASSEI UMA SEMANA FECHANDO A BOCA!". Sei lá como começou o assunto, mas avaliei a criatura de cima até embaixo, era uma mulher com no máximo 40 anos, de corpo ótimo e bastante vaidosa, pelo jeito (bem legal) como estava arrumada. E torci p/ que ela realmente tivesse um bom resultado caso se pesasse, tive pena da balança! rs

Também há pouco tempo, eu estava na Casa& Vídeo qdo, na seção onde há balanças, assisti a uma cena hilária: uma mulher que pegou uma balança destas normais (sem ser digital), botou no chão e subiu. Ao ver o resultado (não sei qual foi) ficou possessa e chamou um funcionário, repetindo sem parar: 'Esta balança não está exata! Esta balança não está exataaaaaa!' Tamanha indignação me fez rir ali mesmo, mas não ousei subir p/ conferir nada, se a criatura, magra, ficou tão fula da vida, imagina só se eu subo e a danada da balança me diz algo desagradável? Eu hem...rs

Recordando estas e outras cenas que já assisti ou que alguém me contou, pensei de novo no jeito como muitas vezes os resultados na balança são encarados. Qdo algo não sai exatamente como desejamos é um Deus nos acuda, afinal quem gosta de ser contrariado por uma balança?  Considerando, ainda, que o ser humano em geral tem a mania de enxergar primeiro o lado negativo das coisas e antes de qquer coisa sofre, se exalta, aí o pensamento já é embotado por ressentimento, mágoa, sensação de injustiça etc. e depois, qdo a poeira assenta, vê que muito daquilo podia ter sido diferente se tivesse respirado fundo um pouquinho antes da reação e até mesmo um pouquinho antes de cometer jacadas (quando estas realmente ocorreram). Mas é coisa de gente mesmo, eu não nego que tb cometo este erro muitas vezes, embora tente fazer de um jeito melhor.

Vale p/ tudo na vida, não seria diferente com relação à D. Filizola, D. Plenna,  ou seja lá quem for a “dona” que diz a cada um de o peso em que se encontra. Se não diz o que queremos que diga, ficamos p da vida mesmo tendo plena consciência de como nos comportamos (bem, mal, mais ou menos) e no período e na hora de pesar, já temos idéia do que vai dar. Ainda assim, subindo na balança ressabiados, c/ o coração apertadinho e sabendo que só um milagre fará com que aqueles deslizes que às vezes repetimos não sejam jogados na nossa cara, se vem um pesinho empatado ou menor, damos o suspiro aliviado, o milagre aconteceu! Mas se ‘a insensível’ não nos poupa, vem a raiva da pobre balança, um ‘sai pra lá sua dedo-duro’, vem à mente.
Que incoerência!Se já esperamos a consequência das falhas, pq tanta raiva, como se fosse surpresa? Decepção pq a balança não mentiu? E a reação seguinte, tantas vezes totalmente sem noção, como “ah, agora que eu vou comer mesmo” tem cabimento? Não tem, mas é muito comum. Uma coisa é conseqüência de outra e se queremos um resultado bacana, não temos que esperar o milagre e sim fazer o milagre, que é a nossa transformação gradativa, a mudança dos nossos hábitos, a modificação tranqüila e gradual da nossa maneira de pensar, comer, avaliar as coisas, escolher o que fazer com base no que é mais importante p/ nós e até mesmo aprender com nossas falhas.

Geralmente, depois dos chororôs, a gente se decide a ajustar o passo, que bom! E aí capricha p/ valer, passa uma semana nota 10 e entra numa de que “comecei do zero, então agora vai dar tudo certo”. Mas não, a gente não começa do zero, zero é só antes do 1º passo, depois não tem mais zero. Nosso corpo tem memória.  Já aconteceu muitas vezes comigo de fazer bobagem e ela não aparecer na pesagem do sábado e na outra semana, mesmo fazendo tudo direitinho, a balança acusar um peso maior. Parece injustiça, mas não é.  Não precisamos gostar, mas precisamos entender.
Vamos comparar? Qdo nos aborrecemos c/ alguém, mesmo que depois a gente até releve o que houve e desculpe, não adianta só dizer “pronto, acabou, isto não exitiu, começamos do zero’. Nada começa do zero. O que acontece é uma retomada c/ boa vontade, perdão etc., mas só o que acontecer dali p/ a frente é que vai determinar se o que houve antes realmente deixa de ter ‘peso’ ou não.

Assim é com tudo, inclusive no que consumimos. O organismo não entende que só pode considerar (só porque queremos) o que fizermos do dia X à Y hora até o solene momento da pesagem! Não dá p/ querer que nosso corpo esqueça a gordura, o açúcar e tudo mais em excesso que recebeu durante um período só pq nos comportamos direitinho no outro. É a continuação de uma conduta bacaninha que faz com que o impacto lá de trás não seja mais relevante para nossos resultados. É um dia atrás do outro, um de cada vez e sempre levando adiante com carinho e atenção.

Não foi uma ou outra jacadinha no passado que nos fez engordar, foi a sucessão de erros, de atitudes indevidas, de abusos, tudo somado e continuado nos fez chegar a um peso indesejado, a uma forma física que não nos agrada e nos prejudica. Então, será a sucessão de novas atitudes, a continuação do nosso aprimoramento e a adoção CONTÍNUA de comportamentos melhores que provocará a virada e a manutenção da conquista.

Tenho procurado a cada dia dar continuidade ao que fiz de bom no anterior e, naturalmente, tento tb minimizar os impactos do que não foi tão legal assim, afinal eu não sou santinha. A experiência me mostra que só assim a gente evoluiu e/ou segura o que já conquistou. Meu feriado foi bonzinho, não fiz nada muito especial pq minha mãe ficou conosco estes dias, ela é idosa e tem problemas de saúde, requerendo atenção e cuidados,  não deu nem pra pegar uma prainha (imaginem como estou hoje, sem ter recarregado minha bateria!).

Não me excedi tanto, mesmo tendo comido tb coisas calóricas, nada foi feito a ponto de me preocupar. Felizmente, como sou um ET que detesta chocolate, não suporta canjica e outras coisas típicas desta época, tudo foi mais simples. O bom de não gostar de chocolate é que na Páscoa eu ganho presentinho! E este ano foi um macacão lindo de viver, estampado nas cores da moda (cinza, grafite e uva) e uma faixa na cor uva que vai ficar o máximo na cintura, com ele e com outras roupas. Muito mais gostoso do que doces, este prazer fica!

Vcs não têm noção do que tenho me esforçado p/ atualizar as visitas, já adiantei um bocado, falta bastante ainda, demoro mas chego. Todos os links numa planilha, eu anotando ao lado de cada um quem está atualizado, quem sumiu e será deletado, quem sumiu mas ainda está ‘em carência’ e só será apagado se realmente não voltar, quem mudou de endereço e eu ainda vou ajustar etc. Dá trabalho,mas vale a pena.

Fiquem com  fotos do Luisinho, filho da nossa querida blogueira light Karina, tirada qdo os visitamos no hospital há 3 semanas! É mais um "sobrinho querido" da blogosfera light RJ! Beijos, uma ótima semana para todos.

Eu, meu amor e o Luis, com 1 diazinho de nascido!


Eu, Luis e a mamãe Karina, linda e feliz!


 Escrito por Beth ?s 22h47
[] [envie esta mensagem]


 
  

"Páscoa é ajudar mais gente a ser gente, é viver em constante libertação, é crer na vida que vence a morte.Páscoa é renascimento, é recomeço, é uma nova chance pra gente melhorar as coisas que não gostamos em nós. Para sermos mais felizes por conhecermos a nós mesmos mais um pouquinho e vermos que hoje somos melhores do que fomos ontem.”Autor desconhecido
 
No último encontro de blogs lights do RJ, sábado passado, encerrei meu Momento Light falando que, independentemente de religião, não poderia negar que qdo alguém fala “Ih, está chegando a Páscoa!” o sentido real da data só é pensado por mim depois. Eu confesso que penso imediatamente que vem aí um feriadão e ‘tomara que faça sol p/ a praia ficar ótima’ e tudo mais. Assim como muita gente associa imediatamente a comilança e chocolates, outros a viagem etc. e, certamente, há quem pense sim, inicialmente, no significado verdadeiro da Páscoa, não posso generalizar.  Mas, desta vez, embora tenha de novo vibrado por conta dos dias de lazer e descanso, estou pensando na Páscoa de uma forma mais profunda e disse no encontro o que repetirei agora, talvez não exatamente c/ as mesmas palavras, mas c/ a mesma sinceridade: Desejo que p/ todos nós, a Páscoa que representa RENASCIMENTO, seja um renascer da nossa conscientização, da nossa auto-confiança, do nosso amor por nós mesmos. Que sejamos capazes de nos RENOVAR em tudo que nos leva p/ a frente, que nos ajuda a sermos pessoas melhores e a crescer verdadeiramente e a conqusitar nossos objetivos. E que não seja um único dia, um domingo por ano e sim que façamos a nossa Páscoa diariamente. Fica aqui este recado, com muito carinho. Já os ovinhos de Páscoa que tb levei, só quem estava lá ganhou tá? Perderam...rs

Os encontros são sempre agregadores, se estamos abertos a extrair de cada situação, cada fala, cada expressão, cada sensação, cada silêncio e até cada percepção alguma coisa que possa nos aprimorar. O que me faz pensar, é sempre importante. Desta vez, estou trazendo novamente para o blog a questão da PROPORCIONALIDADE, sendo que agora usando o exemplo da nossa querida Lu Cordeiro.

A Lu está linda, bem magra e todos que já a conhecíamos, sem exceção, vimos a grande diferença entre a sua estampa de antes e a atual. A Leka, que não a conhecia, constatou: ‘ela é magra’. Que delícia hem, Lu? E o mais interessante é que o peso total eliminado pela Lu até aqui é em torno de 6kg. O que p/ muita gente seria ‘praticamente nada’, para ela é ‘praticamente tudo’. Desde o encontro de nov/06 (último do qual ela havia participado) até este, a Lu eliminou 700g e a gente olha e sente falta de um pedação de Lu haha Como pode isto? É aquilo que está em todo canto e ninguém vê, se não procurar o ângulo certo: proporcionalidade.
Imaginem 2 vidros novos de perfume cheios, um de 30 ml e outro de 100 ml. Se derramarmos 10ml do conteúdo do vidro maior, visualmente a diferença não vai ser tão gritante, embora 10% de perfume tenha se perdido e isto seja significativo. Alguém dirá: 'ah, não tem problema, derramou só um pouquinho'.   Mas se derramarmos os mesmos 10ml do vidro menor, vamos perceber logo que MUITO perfume se perdeu, pois foram 30% do conteúdo pelo ralo. A mesma qtde de líquido derramado, mas um impacto totalmente diferente, pois isto, proporcionalmente ao que havia, é muito, a gente vai ficar tristinho de perder tanto perfume não é?

Por isso, os 6 kg da Luciana são notáveis, fizeram uma diferença enorme, transformaram-na em magra e mesmo os 700g que ela emagreceu de novembro para cá são coisa pra dedéu, impossível não ver e celebrar!  Qdo eu tinha 140kg e eliminei 6kg só Deus, eu e meu marido notamos uma sutilíssima diferença, num pedacinho escondidinho meu, mesmo assim com muita boa vontade haha Acontece que 6 kg p/ a Lu são cerca de 90% do peso que ela tinha e para o meu peso anterior, eram menos de 0,5 %. E eliminá-los foi valiosíssimo p/ mim, afinal eles foram os primeiros 6 kg de todos os outros, não é?  Fica então este recado: não adianta comparar corpos, pesos e medidas. Tem que comparar muito mais coisas p/ entender a evolução de cada  um, principalmente a sua, e valorizá-las como todos merecemos.

Outra coisa que vale ressaltar de novo: de onde menos há gordura, menos gordura sai, ou melhor, sai mais devagar, mas com persistência e muita, muita paciência mesmo, sai.  Conversando com as meninas no encontro, mencionei um exemplo disto, falando de um pacote de 1 kg de banha, gordura hidrogenada ou algo assim. Se abrirmos o pacote e despejarmos a banha em um balde, assim que virarmos o saco vai começar a cair banha a rodo. Aos poucos, mesmo com o saco virado da mesma forma, a quantidade que vai descer já é menor e vai diminuindo mais e mais, a gente então sacode, aperta daqui e dali, a gordura vai saindo cada vez mais devagar, daqui a pouco sai aos pingos. De repente, parece que não vai sair mais nada. Mas olhamos e vemos que o saco ainda tem bastante gordura, agarradinha nos cantos, no próprio plástico e queremos que ela saia. Então, começamos a esticar, puxar por fora, para que saia o máximo possível. Ainda assim, ao jogarmos o saco ‘vazio’ fora, ele ainda vai com um % de gordura agarradinho nele, vai todo meladinho por dentro não é?  Assim tb com a embalagem do óleo, não é?  Então, com a nossa gordura por dentro não seria diferente! Não temos como torcer daqui e dali p/ que ela saia, quanto mais emagrecemos, menos temos gordura soltona p/ sair e só com persistência e paciência ela vai ceder até onde realmente tiver o que sair.   Estes exemplos simples ajudam a entendermos e aceitarmos melhor as coisas, não adianta entrarmos em crise pq no começo eliminávamos montes de kg e agora vai de graminha em graminha, certo?

Eu ontem, alongando após a caminhada

Eu estou ótima, minha semana está sendo caprichadinha na alimentação e na ativ. física, andei me estressando no trabalho, mas não permiti que isto influenciasse negativamente em outros campos da vida, muito menos na minha manutenção. A TPM foi embora, a M está aqui a todo vapor e já não estou mais tão inchada. Batalhando p/ retornar ao peso meta, com serenidade e paciência. É como se tivesse entrado um pouquinho mais de banha no saco do exemplo acima e p/ sair, vai no espreme-espreme mesmo...rs
Tenham um ótimo feriado, uma Páscoa maravilhosa, caprichem, não vão exagerar hem! Beijos!



 Escrito por Beth ?s 06h53
[] [envie esta mensagem]


 
   COMO DIZ A MÚSICA: 'NADA DE CORRER DA RAIA, NADA DE MORRER NA PRAIA! NADA, NADA, NADA DE SOFRER! '

Rolou o 23º Encontro Blogueiro Light do RJ. A Leka, nossa anfitriã, nos recebeu carinhosamente em sua casa. Infelizmente muitas pessoas faltaram, uma pena. Foi mais uma oportunidade de troca, de reflexão em conjunto, de aprendizado e quem aproveitou, certamente há de seguir c/ ainda mais gás.

Jaque, Lu, eu, Leka e Janice


            Cacau, arrasadora.

Mesmo de TPM e inchadaça, eu estava lá, feliz por compartilhar mais um pouco das minhas sensações sobre o meu processo atualmente e isto me ajuda sempre a identificar pts que podem ser melhorados e acertos que devem ser mantidos / enraizados.

Eu, explicando alguma coisa...rs

Mais uma semana terminou, outro mês se foi, começa já o 2º trimestre/07. O tempo voa! Qual o saldo do 1º trimestre? Bom? Mais ou menos? Esquisitaço? Seja como for, vamos seguir em frente! O meu foi bom sim, embora com percalços, mas não predominaram e eles fazem parte, mesmo. Onde errei, posso aprender e acertar. O que acertei, tenho que ficar esperta p/ continuar acertando. Aprendendo, sempre.

Hoje na praia li na revista Ana Maria da semana passada uma matéria ótima em que  Zibia e Luiz Gasparetto dão 12 dicas excelentes p/ o bem viver.  Ok gente, se bastasse seguir uma lista de procedimentos p/ viver bem não haveria no mundo infelicidade, dor, mágoa, ressentimento etc.  Temos circunstâncias de todo tipo, e não há lista de atitudes que nos deixe imunes aos sustos, às sensações e aos sentimentos de todo tipo que podem nos envolver.

Mas o ser humano complica né? Muitas vezes leva um tempo imenso remoendo uma raiva, uma mágoa etc. e nem sempre leva este tempo todo comemorando uma alegria, uma vitória! Muitas vezes valoriza pra caramba um fato negativo, uma pessoa não tão querida e deixa de valorizar adequadamente o que ou quem realmente vale a pena, perde tanta chance boa com isto! Muitas dores duram mais do que precisam, muita felicidade dura menos do que poderia ou então deixa até de ser experimentada, enfim...

Não sou santinha e nem a Poliana, tenho problemas e só eu sei qtos já tive que enfrentar e nem sempre enfrentei tão bem assim. Mas se eu ficar apegada ao que me abater, mais abatida ainda ficarei e serei eu mesma a pessoa que me colocará p/ baixo, sendo a difusora dentro de mim mesma de coisas que só me fazem mal. Sou capaz de respirar fundo e me reerguer sempre, até pq eu já tive que me reerguer mil vezes, mas tb fico ‘de bode’ às vezes, só que eu não gosto de ficar assim, então não me agarro a ele.

Mas considero as atitudes orientadas por Zibia e Luiz Gasparetto muito boas e acho que tudo que procura nos elevar, nos mostrar um jeitinho um pouco melhor de viver é sempre agregador. Por isso, copiei aqui alguns dos 12 itens (abreviei p/ caber), tomara que gostem e que seja proveitoso p/ vocês como para mim costuma ser.

1 - A FELICIDADE NÃO VEM DE FORA: A 1ª grande ilusão é achar que a felicidade se encontra num bom casamento, na tão sonhada realização profissional, na conquista de um carro ou casa nova... Ledo engano! É claro que tudo isto pode intensificar essa felicidade, mas a genuína felicidade envolve a própria maneira de encarar a vida. Quem é feliz, é feliz sempre pq sabe simplesmente ser feliz. Estou falando de uma habilidade interior. Nada tem a ver com o que vem de fora, e isso é ótimo, pois demonstra que podemos ser felizes em qualquer circunstância!”

2 – FAÇA BOAS ESCOLHAS: Adote as seguintes posturas: - Deixe o passado passar; - Aceite os outros como eles são, a começar pelos seus pais;  - Confie que a vida está sempre trabalhando a seu favor. Deus não mima e não pune. Só dá experiências p/ vc aprender e se desenvolver; - Não dramatize nada. Qdo surgir o dramalhão na sua cabeça, pense que é bobeira e corte na hora. É simples!; -Não supervalorize um lado da sua vida em especial. Nada é totalmente importante. Se você, por ex., joga toda a sua energia em questões afetivas e se decepciona com elas, sofrerá demais. Lembre-se de que a vida é uma soma de aspectos: profissional, familiar, social, intelectual...; -Não tente controlar a vida. Não há quem consiga tal façanha.

3 – LIVRE-SE DAS EXPECTATIVAS: “Raras são aquelas que são confirmadas. Geralmente não são. E, mesmo que elas possam ser concretizadas, no período em que tem a expectativa, vc sofre com a ansiedade ou outros processos. Aí eu lhe pergunto: do que valeu? Se aconteceu, aconteceu. Mas não estrague o seu hoje. A pessoa feliz sempre toma decisões pensando no melhor agora. E faz as melhores opções, pois se sente responsável por si. Jamais espera que o outro faça, ela faz. Não fica esperando que as coisas aconteçam, ela faz. Ela sabe que pode fazer”.

4 - É PRECISO QUERER SER FELIZ: “Ser feliz é algo que vc vai aprendendo. Para tanto, é preciso, em 1º lugar, estabelecer um compromisso consigo mesmo: “Eu quero ser feliz”. E, então, é isso que você realmente deseja? Se a resposta for positiva, se arme de disposição, empenho e vá atrás do seu sonho”.

8 – DÊ ESPAÇO P/ OS PENSAMENTOS BONS: “ O próximo passo será enfrentar a própria cabeça. Tudo que vc pensa causa reações, estados, sensações e emoções em si mesmo. Isto é técnico. O objetivo, portanto, é dar uma boa peneirada nos pensamentos, abrindo espaço somente para as coisas boas. Há sempre o convite para o drama, para o negativo, para o complicado ou para o problemático. Vem de tudo na cabeça da gente... Cada loucura, cada absurdo! O indivíduo que tem habilidade de ser feliz, por certo opta pelos bons pensamentos”.

10 – APRENDA A SE AMAR: “É imprescindível termos uma boa relação com nós mesmos. Aceite-se como é. Você é única. E abra mão dos modelos: pessoa legal é X com aparência Y e atitude Z. Se você começa a se comparar com o ideal, acaba ficando péssima. Isto é ridículo!”.
Os outros tb são ótimos, não copiei por falta de espaço. Desejo a todos nós uma semana bem bacana, em que prevaleça o EMPENHO em nos fazermos felizes, positivos, repletos de amor e respeito por nós mesmos e pelo próximo. Beijão
.
 Não é a coelhinha da Playboy, mas já está bom né? haha



 Escrito por Beth ?s 23h14
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Livros, Praia, Dançar, Curtir a vida
MSN -



EU ERA ASSIM  

ESTOU ASSIM Meu nome ? Elizabeth, sou conhecida como Beth
Analista de Sistemas, especialista em Metodologia, Processos e Qualidade em TI, Ger?ncia de Projetos,An?lise de Neg?cios, Auditora ISO, sou leonina do dia 10/08, carioca da gema, moro na minha na cidade maravilhosa (RJ), adoro fazer amizades, sonhar, ler, escrever, sou casada c/ Vicente - meu grande amor, m?e do Alexandre, um filh?o maravilhoso, que ? universit?rio e "boadastra" da Mimi, minha enteadinha adolescente linda a quem chamo aqui de filhotinha.

Meu e-mail: beth.ebprs@gmail.com
Meu MSN: ebprs@hotmail.com



Objetivo deste Blog: Compartilhar meu processo de reeducação alimentar e mudança de hábitos que resultou no meu emagrecimento, me tirou da obesidade mórbida e me ensinou e ensina tanto!



Meu processo: Fui beb? 'cheinho',crian?a de peso normal, na adolesc?ncia tinha ?timo corpo. No in?cio da fase adulta comecei a engordar c/facilidade em fun??o de uma mudan?a p/ pior dos h?bitos alimentares e tb devido a dificuldade que tive em enfrentar alguns problemas pessoais, decep??es e m?goas que se transformaram em Kg a mais (eu as COMI). Durante anos optei por m?todos indevidos, tomei rem?dios, f?rmulas, inje??es, fiz dietas mirabolantes e isto tudo me ajudou a virar uma sanfona que cada vez abria mais e fechava menos. Cheguei ao auge da obesidade c/ 140 kg e dei o basta. Primeiro, fiz um pequeno controle que me ajudou a emagrecer quase 5 kg. Depois, entrei para o Vigilantes do Peso, onde emagreci 53kg c/equil?brio, seguran?a e muita alegria. Aprendi muito, o caminho foi t?o importante quanto os resultados. Eliminei 53 kg com o método do Vigilantes do Peso e atividade física. Aumentei depois alguns kg e agora prossigo, para reconquistar a minha meta e mantê-la para sempre.

Cr?ditos Imagens: Google
Comunidade no Orkut!


Comunidade Orkut: Eu sou f? da Beth - A Conquista! criado com carinho pela amiga Lili (obrigada, lindinha!)
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2052374


 
Clique AQUI e veja
o que eu como!




HIST?RICO
 01/01/2011 a 15/01/2011
 16/12/2010 a 31/12/2010
 01/12/2010 a 15/12/2010
 16/11/2010 a 30/11/2010
 01/11/2010 a 15/11/2010
 16/10/2010 a 31/10/2010
 01/10/2010 a 15/10/2010
 16/09/2010 a 30/09/2010
 01/09/2010 a 15/09/2010
 16/08/2010 a 31/08/2010
 01/08/2010 a 15/08/2010
 16/07/2010 a 31/07/2010
 01/07/2010 a 15/07/2010
 16/06/2010 a 30/06/2010
 01/06/2010 a 15/06/2010
 16/05/2010 a 31/05/2010
 01/05/2010 a 15/05/2010
 16/04/2010 a 30/04/2010
 01/04/2010 a 15/04/2010
 16/03/2010 a 31/03/2010
 01/03/2010 a 15/03/2010
 16/02/2010 a 28/02/2010
 01/02/2010 a 15/02/2010
 16/01/2010 a 31/01/2010
 01/01/2010 a 15/01/2010
 16/12/2009 a 31/12/2009
 01/12/2009 a 15/12/2009
 16/11/2009 a 30/11/2009
 01/11/2009 a 15/11/2009
 16/10/2009 a 31/10/2009
 01/10/2009 a 15/10/2009
 16/09/2009 a 30/09/2009
 01/09/2009 a 15/09/2009
 16/08/2009 a 31/08/2009
 01/08/2009 a 15/08/2009
 16/07/2009 a 31/07/2009
 01/07/2009 a 15/07/2009
 16/06/2009 a 30/06/2009
 01/06/2009 a 15/06/2009
 16/05/2009 a 31/05/2009
 01/05/2009 a 15/05/2009
 16/04/2009 a 30/04/2009
 01/04/2009 a 15/04/2009
 16/03/2009 a 31/03/2009
 01/03/2009 a 15/03/2009
 16/02/2009 a 28/02/2009
 01/02/2009 a 15/02/2009
 16/01/2009 a 31/01/2009
 01/01/2009 a 15/01/2009
 16/12/2008 a 31/12/2008
 01/12/2008 a 15/12/2008
 16/11/2008 a 30/11/2008
 01/11/2008 a 15/11/2008
 16/10/2008 a 31/10/2008
 01/10/2008 a 15/10/2008
 16/09/2008 a 30/09/2008
 01/09/2008 a 15/09/2008
 16/08/2008 a 31/08/2008
 01/08/2008 a 15/08/2008
 16/07/2008 a 31/07/2008
 01/07/2008 a 15/07/2008
 16/06/2008 a 30/06/2008
 01/06/2008 a 15/06/2008
 16/05/2008 a 31/05/2008
 01/05/2008 a 15/05/2008
 16/04/2008 a 30/04/2008
 01/04/2008 a 15/04/2008
 16/03/2008 a 31/03/2008
 01/03/2008 a 15/03/2008
 16/02/2008 a 29/02/2008
 01/02/2008 a 15/02/2008
 16/01/2008 a 31/01/2008
 01/01/2008 a 15/01/2008
 16/12/2007 a 31/12/2007
 01/12/2007 a 15/12/2007
 16/11/2007 a 30/11/2007
 01/11/2007 a 15/11/2007
 16/10/2007 a 31/10/2007
 01/10/2007 a 15/10/2007
 16/09/2007 a 30/09/2007
 01/09/2007 a 15/09/2007
 16/08/2007 a 31/08/2007
 01/08/2007 a 15/08/2007
 16/07/2007 a 31/07/2007
 01/07/2007 a 15/07/2007
 16/06/2007 a 30/06/2007
 01/06/2007 a 15/06/2007
 16/05/2007 a 31/05/2007
 01/05/2007 a 15/05/2007
 16/04/2007 a 30/04/2007
 01/04/2007 a 15/04/2007
 16/03/2007 a 31/03/2007
 01/03/2007 a 15/03/2007
 16/02/2007 a 28/02/2007
 01/02/2007 a 15/02/2007
 16/01/2007 a 31/01/2007
 01/01/2007 a 15/01/2007
 16/12/2006 a 31/12/2006
 01/12/2006 a 15/12/2006
 16/11/2006 a 30/11/2006
 01/11/2006 a 15/11/2006
 16/10/2006 a 31/10/2006
 01/10/2006 a 15/10/2006
 16/09/2006 a 30/09/2006
 01/09/2006 a 15/09/2006
 16/08/2006 a 31/08/2006
 01/08/2006 a 15/08/2006
 16/07/2006 a 31/07/2006
 01/07/2006 a 15/07/2006
 16/06/2006 a 30/06/2006
 01/06/2006 a 15/06/2006
 16/05/2006 a 31/05/2006
 01/05/2006 a 15/05/2006
 16/04/2006 a 30/04/2006
 01/04/2006 a 15/04/2006
 16/03/2006 a 31/03/2006
 01/03/2006 a 15/03/2006
 16/02/2006 a 28/02/2006
 01/02/2006 a 15/02/2006
 16/01/2006 a 31/01/2006
 01/01/2006 a 15/01/2006
 16/12/2005 a 31/12/2005
 01/12/2005 a 15/12/2005
 16/11/2005 a 30/11/2005
 01/11/2005 a 15/11/2005
 16/10/2005 a 31/10/2005
 01/10/2005 a 15/10/2005
 16/09/2005 a 30/09/2005
 01/09/2005 a 15/09/2005
 16/08/2005 a 31/08/2005
 01/08/2005 a 15/08/2005
 16/07/2005 a 31/07/2005
 01/07/2005 a 15/07/2005
 16/06/2005 a 30/06/2005
 01/06/2005 a 15/06/2005
 16/05/2005 a 31/05/2005
 01/05/2005 a 15/05/2005
 16/04/2005 a 30/04/2005
 01/04/2005 a 15/04/2005
 16/03/2005 a 31/03/2005
 01/03/2005 a 15/03/2005
 16/02/2005 a 28/02/2005
 01/02/2005 a 15/02/2005
 16/01/2005 a 31/01/2005
 01/01/2005 a 15/01/2005
 16/12/2004 a 31/12/2004
 01/12/2004 a 15/12/2004
 16/11/2004 a 30/11/2004
 01/11/2004 a 15/11/2004
 16/10/2004 a 31/10/2004
 01/10/2004 a 15/10/2004
 16/09/2004 a 30/09/2004
 01/09/2004 a 15/09/2004
 16/08/2004 a 31/08/2004
 01/08/2004 a 15/08/2004
 16/07/2004 a 31/07/2004
 01/07/2004 a 15/07/2004
 16/06/2004 a 30/06/2004
 01/06/2004 a 15/06/2004



OUTROS SITES
 Site do Vigilantes do Peso
 Ação pelo semelhante
 Nutrella
 MC DONALDS - Tabela Nutricional
 Site ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
 Saudável.Info
 Vegê Gourmê - Blog da Chef Michele Maia
 Lu Francesa
 Selma Guerreira
 Meu Emagrecimento (Sara)
 Serei magra (Andreia)
 Renascer (Thuca)
 Valquíria
 Blog da Magui
 Neblina
 O sabor da vitória (Electra)
 Entretanto, eu (Jana)
 Diva esbelta e feliz (Diva)
 Miss Blueberry
 Vida boa é vida saudável (Cristy Costa)
 Diário light (Sylmara)
 Blog da Eloyza
 Veneno urgente (Flavia Rocha)
 Blog da Fafá
 Espelho light (Elaine)
 Blog da Cynthia (Londres)
 Agora eu emagreço (Aline) Brasília
 Never give up (Renata - Tita)
 Blog da Micha - RJ
 Homem também faz dieta (Carlos) RJ
 Jaqueline
 Mulher de Atitude - Cacau RJ
 Serei sereia (Fabi) RS
 A caminho da vitória (Elaine Regiane) SP
 Blog da Rogeria
 Blog da Georgia
 Escrevendo emagrecendo (Lisa)
 Diet Forever (Zá)
 Garotinha ruiva (o outro blog da Lu Russa)
 Dieta urgente (Luciana Alexandrino)
 Space Cris
 Tetê Sereiah
 Andréa Aoki
 Gordinha da Silva
 O sucesso da Lorena
 Renata sem firulas
 Valérie Roberto
 Arianna
 Clara - RJ
 Andréa Cordoniz
 Ana Carolina grávida
 Ana Carolina
 Miss Slim
 Drica (Paraty-RJ)
 Ada Sheila
 Anselmo
 Sueli
 Sol
 Kelly
 Jessica (Elite)
 Nilce
 Leila (Ninguém merece ser 3G)
 Fanta Diet
 Infobeso
 Cris Lopes
 Aline Tomaz (RJ)
 Roberta Alves
 Sue - gravidinha
 Cris fit
 Annie
 Novidades da Cris
 Leila Batista
 Clarita
 Rebecca sapeca
 Lua emagrecendo
 Brian
 Diario da bonita Andrea
 Marilia
 Marilia Vitória
 Aline Virtus
 Paula pra melhor
 Cristiane
 Teresinha
 Ana Cleide
 
 Marcia (Marquinhas)
 Pri 2
 Ludmila
 Lela
 Jana Carmen
 Pri emagrecendo...
 Luzluzinha
 Barbarella (Andrea Glauce)
 Raiane
 Luciana Kotaka
 Vanessa (Campinas)
 Patty emagrecendo de bem...
 Nanda (Idade da Pedra)
 Carlos Medeiros
 Lara
 Dani - Brasília
 Teresa Cristina
 Sisi
 Miriam - RJ
 Kaká
 Gabi e Ana Luiza
 Diário de Macherrie
 Catia
 Amanda Costa
 Rosimeyre
 Alice
 Walkiria
 Crizinha
 Char
 Lu Pinheiro
 Elisandra
 Lahys
 Cotidiano (Zany)
 Karen
 Kika
 Nicky
 O novo blog da Taty Carioca
 Isabela
 Lisandra
 Ju sem pressa
 VIGILANTES DA AUTO ESTIMA
 JT
 Barbarella
 Angelica Fernandes
 Claudia
 Lagarta de borboleta
 Alisson
 Nova Jacque
 Patty Roberta
 Michelle 2
 Elissandra
 Juliene
 Ana Paula
 Annie emagrecendo
 Lili Bolero
 Fernanda Betini
 Karina Torres
 Valqs
 Ana Telma
 Lilian Raquel (Lee)
 Cáritas
 Baxie
 Cacau II
 Renatita
 Nando Neri
 Isabelle
 Nanda
 Edite
 Way to go (Clara )
 Bartira
 BLOG COMER SEM CULPA
 Andreia Cantelli
 Lu Mme Light
 Magali
 Lu
 Aline RJ


VOTA??O
 D? uma nota para meu blog!