Conquista

UOL
   NÃO É ISTO QUE ME ENGORDA! SERÁ??????


É comum eu notar em outras pessoas coisas que me lembram o meu antigo jeito de pensar/agir com relação à alimentação e ao meu corpo. A questão do emagrecimento estava sempre em voga, fosse fazendo coisas erradas ou não fazendo nada (esperando um milagre) ou simplesmente entregando os pontos, certa de que 'um dia eu faria algo a respeito' etc.  Não enxergava o X da questão, me fixava nas conseqüências em vez de encarar c/ honestidade as causas da minha obesidade e atuar em cima delas.

Falo das causas emocionais e demais questões que nos fazem sair dos eixos e permanecer fora deles. Os maus hábitos chegam, são assimilados e juntam-se à teimosia que eu tinha e muitos têm, insistindo em só ver as coisas do jeito que livra da responsabilidade e vontade de tomar a atitude correta. Preserva-se a insatisfação e os problemas de toda ordem, “é mais fácil.” 
Que
fácil difícil! Estraga a saúde cedo ou tarde; dói na hora de escolher roupas, sejam as que já existem no armário (cada dia mais justas, arrebentando/esgarçando, cada dia mais arroxadas no corpo), sejam as bonitas-modernas-joviais que estão nas lojas, mas que nem sempre cabem, ou não caem bem e muitas vezes ficam só nos sonhos de um corpo novinho em folha que ‘um dia há de cair do céu’.

Qdo me deparo c/ certas teimosias que já tive, me alegro por ter mudado e transmito isto, mas nem todos recebem bem este toque, alguns se sentem invadidos, como eu no passado me sentia. Ficam na defensiva, dão respostas prontas que, mal sabem eles, eu conheço de cor, afinal eu já tive estas respostinhas tb prontas na pontinha da língua, no passado!

Vivo alertando meu filho sobre o Nescau que ele usa pela manhã, que é o dobro do necessário p/ dar sabor, cor e prazer ao leite. Ele diz que não, nega p/ mim e a si mesmo que usa mais do que precisa. C
omo já é adulto, eu alerto, mas não há como estabelecer o limite na marra e nem seria este o jeito certo. Outro dia ele se irritou c/ meu comentário. Calmamente, falei que não precisa largar nada de vez, nem deixar de consumir o que gosta, apenas precisa de equilíbrio, bom senso e controle. E eu sei que adquirir isto, num processo destes, na questão da alimentação, nem sempre é simples, aliás não é nada simples mesmo!

Acostumamos tanto a fazer as coisas de um jeito que, mesmo torto, acaba sendo a forma que acreditamos ser a única, a certa, aquela que nos agrada e p/ não nos sentirmos muito culpados, enfiamos na cachola a idéia de que não é aquilo que nos faz mal. Mesmo sabendo que estamos injetando em nós mesmos uma mentirinha, pois procuramos crer que ela não é tão significativa, tão ruim assim.

Uma frase que ouvi dele:: "Não é isto que me engorda!"  Lembrei que falei isto tantas vezes na minha vida, por quase 30 anos! Nunca “era isso” que me engordava! Claro que ‘só 1 ou 2 colheres a mais’ de determinado alimento não era o que me engordava e não é o que engorda o povo por aí, mas somando este ‘pequeno’ excesso numa parte do dia a outros ‘pequeninos’ excessos cometidos ao longo do mesmo dia e depois, avaliar o saldo. Apenas mais um pedacinho disto, somado com só mais uma colherzinha daquilo e a um trocinho de nada daquilo outro, mais um ‘nadica de nada’ de mais uma coisinha, no final do dia dá um montão de coisas a mais.

Veremos que este saldo extra somado ao saldo extra de cada dia em que repetimos estes “quase nada a mais que não são suficientes p/ nos engordar” faz com que no final de 1 semana, quinzena, mês, semestre, ano etc. a gente tenha abusado pra caramba sem se dar conta (ou fingindo não dar) de que foi mesmo o causador dos kg a mais, ou da estagnação do peso elevado, um “não emagrecimento" que nem sempre conseguimos entender, muito menos aceitar.
Aí é um tal de “
Mas o que houve, afinal? Eu não fiz nada DEMAIS!"
  Será?Acho que fez sim!

Se todos os dias gastamos centavinhos sem critério/controle, sem preocupar c/ nada, pois são ‘só centavinhos’,  de repente estamos duros, sem saber onde e nem como o dinheiro foi embora e dizemos:
“Mas eu não gastei nada, foram só coisinhas baratinhas”.
De baratinho em baratinho, a grana some, né? Qtos centavinhos juntos fazem R$10,00? Do mesmo jeito que colocando moedinhas “insignificantes” num cofrinho um dia o abrimos e vemos que juntamos um dinheirinho legal que dá até p/ comprar uma coisa bacana, juntando as ‘coisinhas de nada’ que comemos a mais a cada pedacinho do dia, do mês etc. estamos poupando quilos a mais!

Foi justamente por conta de ’só 1 rodelinha do blanquet’, ‘só mais  1 torrada’ etc., que juntas me trouxeram os cerca de 11kg a mais que estão agora na mira do tira (e o tira sou eu!) E já estão indo mesmo, vejam a foto! Fica o alerta, mais uma vez, p/ mim e p/ vocês. Olho vivo com relação ao “não é isto que me engorda”. Olhando direitinho, é isto sim! Maridão adorou e agradeceu os parabéns enviados por todos, valeu galera! Bom final de semana! Beijos!
 Só pesaria na 2ª feira, mas tive que estrear a balança, só eu em casa ainda não tinha subido nela. Progresso: eram quase 11kg, agora são 9,8kg acima da meta. Por enquanto!



 Escrito por Beth ?s 19h51
[] [envie esta mensagem]


 
   ANIVERSÁRIO DO MEU AMOR!



Hoje começo este post homenageando meu amorzão, meu marido fofo que está aniversariando (14/06). Companheirão p/ tudo nesta vida, parceiro tanto nas horas mais felizes como nas mais complicadinhas, dono de uma paciência termenda, é mesmo muito abençoado, pois tem dias que p/ me aturar tem que ser mesmo muito especial. Parabéns meu amor!
Nossa parceria vale em tudo e desde que comecei meu processo de emagrecimento, contei sempre c/o apoio carinhoso dele, que jamais me cobrou, me conheceu obesa e nestes mais de 10 anos de convivência, nunca houve um olhar, um comentário ou algo qualquer que pudesse demonstrar qualquer rejeição, qualquer desgosto pelo meu corpo, muito pelo contrário.

Entrei no processo por vontade e decisão minha, ele procurou me acompanhar nas mudanças de hábitos, me acompanhando numa reeducação que só tem nos feito muito bem. Nestes últimos tempos em que afrouxei as rédeas e aumentei o peso, ele tb acabou indo junto (danadinho...rs). Agora, estamos na retomada tb juntos. Ele aumentou pouco mais de 5kg, então está na linha p/ emagrecer estes e depois mais outros 5kg p/ ficar no peso adequado, segundo orientou a nutricionista.
 E assim, vamos ajudando um ao outro. Muitas vezes ele que inventa/faz as saladas em casa, tb virou o rei das sopas cremosas que já fazem sucesso entre diversos amigos. Dá gosto vê-lo comendo c/prazer legumes e verduras que tb não fazia questão nenhuma antes e até a mãe dele,minha sogrinha querida que mora no interior de SP, qdo o vê fazendo refeições comenta feliz: "Nossa, nunca vi meu filho comendo estas coisas assim com tanto prazer antes, ele nunca gostou muito!"

A gente vai aprendendo e evoluindo juntos. De vez em quando tenho que dar broncas, outras rio muito dele. Há 3 dias, eram pouco mais de 23h, eu estava no micro e veio ele c/ carinha de pidão e voz de criancinha: "O marido pode comer pipoquinha?" Perguntei: "Acha que deve?". Ele sem jeito, respondeu: "Não, mas estou c/ vontade." Sugeri que ele comesse uma frutinha e me ofereci p/ pegar etc. Ele disse, com ar desoladinho: "Mas eu queria pipoquinha!" Lembrei que o lanche dele foi menos substancioso do que o ideal (por escolha dele próprio) e sabendo que ele ainda ia demorar um bocado p/ deitar, dei o OK. Afinal, 3 x de pipoca light de microondas valem só 1 pt no VP, nada absurdo. Mas sugeri então que ele comesse só metade do pacote (correspondendo às 3x) e deixasse o resto de lado. E ele, preocupado: "Ah, mas aí vai estragar, pois vc não vai querer, o Xande também não!". Respondi, categórica: "Um pacote de pipoca de microondas é barato. Se estragar metade não faz mal, o que não pode estragar é você!".

Ele saiu do quarto quietinho. Não demorou muito, escutei o Piii Piii Piii do microondas e fiquei rindo sozinha imaginando a alegria dele. Adiantava ele comer maçã ou pera naquela hora, querendo pipoca? Não! Ele ficaria frustrado, as frutas por mais gostosas que estivessem não lhe dariam o prazer que ele já havia projetado c/ a pipoca. Não demorou muito, o vi batendo na porta do quarto do filho, entrando e dando metade do saco p/ ele. E ouvi o filho dizendo "não, obrigado, não quero" e ele "come, por favor, eu só posso comer a metade". E o filho insistindo que não queria e o Vi, cara de pau, largou o saco lá dentro do quarto e saiu correndo p/ a sala rindo, feito criança levada.

Segundos depois, a tal porta se abriu novamente e saiu o filho desesperado c/ o saco da pipoca na mão atrás do Vicente. E eu dando gargalhadas expliquei: "Filho, é que ele não quer comer tudo, está evitando ficar c/ o saco perto p/ não ficar tentado!". Mas aí foi a vez do filho dar a lição, dizendo: "Gente, me desculpem, mas eu descobri hoje que estou com mais peso do que esperava e não vou comer mesmo, se virem!"  Aí eu tratei de pegar o bendito saco c/ metade da pipoca e sumi com ele. Não, não foi comendo, foi sumindo mesmo, jogando fora, foi para o lixo. Não tinha nem p/ quem dar àquela hora da noite, não ia comer sem vontade só p/ não estragar a pipoca, afinal alguém aqui é lixeira? Eu hem!

Fiquei gratificada pela forma mais madura e consciente como meus rapazes gulosinhos estão pensando e tentando agir, rascunhei este post que termino agora super feliz, pois mais uma vez ficou claro que se a gente para e pensa um pouquinho antes, sempre se dá a chance de agir bem ou menos mal, pelo menos...rs 

Falando nisto, estou bem orgulhosinha. Estou me cuidando direitinho. Me exercitando, fazendo uma alimentação saudável, me dando um trato (esta semana já fui à manicure fazer as mãos, também ao podólogo cuidar dos pés e há plano especial para o cabelinho, se rolar eu conto). Já tive algumas oportunidades de dizer 'não' a coisas que andaram me tentando fora de hora, fora de escopo, fora de tudo e me senti muito bem, é como estar me reconhecendo, me reencontrando e dando pontapés vigorosos nos velhos e maus hábitos que pensaram que iriam se apoderar novamente de mim. Dei mole antes, mas agora já estou expulsando os danadinhos novamente.

E vocês, estão se cuidando? Espero que sim. Quem vacilou até aqui pode se endireitar, dá tempo, sempre. Quem está nos trinques, parabéns e prossiga. Beijocas e 'inté'.



 Escrito por Beth ?s 04h11
[] [envie esta mensagem]


 
   SEJA SEU(SUA) NAMORADO(A)!


O 26º Encontro da Blogosfera Light do RJ aconteceu ontem e foi novamente tudo de bom. A Janice nos recebeu carinhosamente, inclusive comemoramos também o aniversário dela (que foi no dia 7) com direito a parabéns, bolo e velinha. Aliás, que bolo gostoso hem! 

Várias pessoas compareceram, tivemos a estréia da Cristina, que é blogueirinha novata e já está integradinha e o retorno do casal Euler e Clarice, agora acompanhados da sua princesinha Marcella, de 3 meses. Estavam lá também 3 amigas da Janice, super simpáticas e que agregaram bastante tb no Momento Light, que mais uma vez foi recheado de muita positividade, alegria, troca de energia e boas vibrações, aquele reabastecimento de ânimo, garra e tudo que nos leva p/a frente. Quem não pôde ir, não fique triste, mês que vem tem outro!


Comecei a 2ª feira dormindo mais que a cama, a caminhada já furou logo de cara, é mole? O relógio tocou cedinho, mas eu pedi ao Vi p/ reprogramar p/ um pouco mais tarde, só que algo não deu certo e qdo acordamos já não havia mais tempo, eu precisava me preparar p/ sair, tinha dois compromissos super importantes, com hora marcada!

Me arrumei bem bonitinha, no estilo social, estreei um sapato preto alto lindo que o maridão me deu de presente já pelo Dia dos Namorados, fiz uma maquiagem leve, coloquei um colar e um brinco bonitos, me olhei atentamente no espelho e gostei do que vi. Modéstia à parte, estava ótima! Apesar dos quilinhos a mais a roupa caiu super bem, a blusa não ficou justa como eu receei que ficaria, eu realmente me senti super bem e saí muito confiante. 
 É natural a gente ficar meio sorumbático c/ a diferença que alguns kg a mais fazem ao nosso corpo e não nego que a mim tb incomoda ver meu estômago mais saliente, as costas mais redondinhas e sentir o cós de algumas calças de brim mais justinho, mas isto é consequência e em vez de me abater, quero é trabalhar na causa em vez de ficar me fixando nas consequências. Ainda bem que eu acordei ao tomar esta paulada da balança agora, pior se deixasse passar ainda mais tempo, fingindo que a coisa estava sob controle e aí sim, ia me estrepar de vez. É dureza? É sim. Mas com a mesma disposição e garra de antes, vou fazer isto reverter.

Uma das minhas armas mais poderosas para esta reconquista é minha auto-estima, que está sempre recebendo um trato carinhoso, primeiramente de mim mesma. Sempre digo, desde o começo, que a auto-estima não deve ser consequência e sim CAUSA p/ nos cuidarmos melhor, nos darmos atenção, carinhos, tratarmos da nossa saúde, do nosso bem-estar e de tudo mais, em qualquer segmento da nossa vida. Temos que nos achar MERECEDORES disto, senão acabamos não nos comprometendo do jeito que deve ser. 

Afinal, quando temos que dar um presente a alguém, se não achamos que este alguém merece algo bacana, conseguimos nos esforçar para caprichar? Claro que não! Mas qdo vamos dar algo a alguém que amamos muito e que, por mais que tenha defeitos e problemas, nós queremos realmente agradar, achamos que este alguém merece, aí a gente se vira ao avesso, não é mesmo?

Por isso, mesmo chateadinha c/ estes quase 11kg a mais, não baixo minha bola não, me trato c/ muito carinho, procurando ser compreensiva e qdo vejo que a chateação está querendo se sobressair demais, dou peteleco nela, digo a
mim mesma que me amo muito e se demonstrei este amor de tantas formas até aqui, vou demonstrar mais um tanto agora, metendo bronca e fazendo de novo acontecer.

Minha balança digital chegou hoje pela manhã, é muito lindinha, logo mostrarei uma foto dela. A outra, mecânica, que além de ser mentirosa quebrou de vez e foi p/ o lixo hoje mesmo, sem dó nem piedade...rs

A alimentação foi mais ou menos, cerca de 70%, eu podia ter feito um pouco melhor, mas a preguiça que me deu na hora do almoço foi tanta, mas tanta, que não preparei um legume e/ou verdura p/ acompanhar o arroz e o bife grelhado. Mas eu senti falta, tanto que à noite, na refeição leve, fiz questão absoluta de ter alface roxa e verde no sandubinha hiper light delicioso, de pão light integral c/ requeijão light e kani.  E não há dúvida, já deixei tudo engatilhado para a 3ª feira, peteleco na preguiça!

Vejam só, tem gente que só pq falha num pedaço do dia, já se acha derrotada e degringola o resto do dia, não é? Mas não tem nada a ver. Falamos bastante sobre isto ontem no encontro, não faltaram depoimentos ressaltando a importância de fazermos o nosso melhor que, muitas vezes, não vai ser aquela maravilha toda, mas sempre vai ser melhor que nada! A Luciana lembrou que eu já mencionei aqui em um ou mais posts: O ótimo é inimigo do bom. Quem espera só fazer o ótimo, deixa de aproveitar p/ fazer o que dá, acaba não fazendo nada. Não sai o bom, o ótimo, não sai nem o regular.

Então, é assim: Falhou? Ok, anota aí o que houve, tenta depois entender o que levou ao erro, mas CONTINUE PROCURANDO FAZER CERTO DALI EM DIANTE. Se ainda for cedinho, não significa que só porque não começou 100% terá que terminar o dia errando 100% também. Capriche para que seu dia termine 90%, ou 80%, ou 30% etc., sempre será melhor do que nada e sempre terá um saldo positivo p/ ser somado aos saldos positivos de ontem e de amanhã, depois e depois, tá? E se já for tarde, você vai por causa disto jogar fora o que já conseguiu acertar até ali? Não tem sentido.

Vamos lá, gente, vamos que dá pé sim! Acreditem em si mesmos! Eu acredito em mim. E se alguém duvidar de nós? Ah, deixem de lado, mandem catar coquinho (ou coisa pior...rs)
MENSAGEM IMPORTANTE: Nesta 3ª feira, é Dia dos Namorados. Eu comemoro feliz, tenho no meu maridão um namorado maravilhoso, que a cada dia amo mais. E comemoro tb porque eu sou minha própria namorada. O que? Não sabiam disto? Pois saibam e também pratiquem! Sejam seus próprios namorados também, amem-se, queiram-se bem, apaixonem-se e reapaixonem-se todos os dias por si mesmos e verão como vai ser muito mais fácil encarar as dificuldades e tudo que vier, p/ se fazerem felizes!
Beijos!



 Escrito por Beth ?s 14h08
[] [envie esta mensagem]


 
   PLANO X ATITUDE

 Relendo meus últimos posts, vi que as palavras PLANO e PLANEJAMENTO são repetidas muitas vezes e avaliei que ultimamente não faltou planejamento, mas sim atitude na minha manutenção e depois na retomada. O planejamento é fundamental, norteia o que será feito durante todo o projeto p/ objetivo ser alcançado c/ eficiência, qualidade etc., mas não serve de nada se não for colocado em prática. Ações não planejadas, num processo destes, geralmente são atabalhoadas, sem muito critério, a gente se perde, não acha o que quer e ainda reclama depois. Plano sem ação, não resolve nada. É bla bla bla e bla bla bla não emagrece, nem faz manter o peso.

Sim, tenho um plano p/ reconquistar minha meta e segurá-la de vez, já que deixei-a escorregar pelos dedos lambuzados de um docinho aqui, um salgadinho acolá, uma emoção comida mais adiante e outra engolida freneticamente outro dia... Mas aplicando o que planejei e avaliando continuamente o plano e fazendo ajustes, com base em indicadores da minha evolução (peso, medidas, bem-estar geral, sinais nas roupas e no espelho, saúde etc.).

O meu plano tem uma série de atitudes que conheço bem, algumas não deixei de praticar, algumas eu passei a fazer 'nas coxas' e outras eu negligenciei mesmo. São itens básicos, mas é o básico mesmo que leva a gente p/ a frente. Vou reescrever este final de história, podem ter certeza. A cada post, vocês acompanharão, ok?

Harmonizar teoria e prática, que é harmonizar meu desejar/querer com minhas atitudes e assim, obter os resultados positivos. Meu plano  não é um documento formal, é um conjunto de atitudes que preciso/quero/vou/já estou aplicando p/ eliminar os kg que readquiri. Não é nada revolucionário, não é nenhuma descoberta fantástica. É a retomada, já iniciada há algumas semanas embora tenha capengado bastante, daquilo que me fez mandar antes 53kg p/as cucuias. Mas eu deixei uma parte voltar, então é hora de varrer estes teimosinhos p/ longe e de vez.

NOVA RÉGUA DE PESO: Resolvi colocar uma 2ª reguinha de peso aí em cima, repararam? A de cima é a que já existia, ref. ao processo inicial, mostrando meu peso máximo, a meta já conquistada e o mínimo que cheguei a pesar. A de baixo é nova e corresponde ao trecho que estou novamente encarando p/ a reconquista da meta.

Gente, eu vou admitir, respirando fundo e fazendo careta (quem me conhece de perto consegue imaginar), que não foi nada fácil tomar esta decisão de colocar a nova régua. Ela é uma evidência do meu tombaço e não sou esta santinha que muitos imaginam, sou prepotente sim e expor esta resvalada em texto eu até consigo, mas botar uma nova régua foi um soco no meu próprio estômago. Mas de que outra forma a gente encara a coisa se não for de frente, se ficar fingindo que ela não é bem assim? Foi preciso coragem p/ assumir o tamanho do estrago e, conseqüentemente, p/ assumir a transformação dele em nova vitória. E corajosa, eu sou! Doeu, mas fiz...rs

Eu disse que estaria recomeçando, mas não é nunca um recomeço do zero. Quem passou por tantas coisas, já aprendeu e desaprendeu tanto, já viveu tantas situações boas e ruins, não fica zerado nem que queira. O que a gente adquire de vivência e aprendizado não se esvai. Pode até esvair o resultado por conta de negligências ou problemas que nem sempre conseguimos controlar e administrar bem. Mas o que se aprende de verdade, o que se absorve mesmo, não some e nos ajuda a seguir.


Meu Jornal Pessoal/Anotar minha alimentação diária - Isto eu já faço, sempre fiz, é raríssimo não anotar, desde que entrei p/ o VP há quase 4 anos. Eu GOSTO de verdade de ter este controle, mesmo que por falta de tempo e saco não atualize sempre o outro blog "Cardápio da Beth", mas não abro mão de estar sempre contabilizando o que comi, avaliando qualidade, quantidade, diversidade etc. Isto me ajuda muito e as poucas vezes que não apliquei, vi como faz falta. Há quem ache chato, mas eu acho vital e repito: tudo depende do jeito como enxergamos as coisas. Eu vejo esta prática como aliada, como fator de sucesso, então não há porque não fazer.
ATITUDE ESPECIAL TOMADA: Além disto, também voltei a escrever regularmente sobre o que penso/sinto/vivo no dia-a-dia, coisa que fiz durante anos e nem sempre viraram posts, mas me ajudaram muito a estar em contato comigo mesma, entender-me melhor e identificar com mais facilidade e clareza as respostas do meu corpo e da minha mente às situações etc.

Pesagens semanais em casa- Como sou vitalícia no VP e nesta condição só posso pesar-me lá 1 vez/mês e p/ mim é importante ter o controle numa periodicidade menor, até a nutri que me deu apoio nesta decisão, e olhem que ela não costuma gostar muito de pesagens em menos de 15 dias, mas confirmou que no meu caso, eu realmente preciso pesar semanalmente.
ATITUDE JÁ TOMADA: COMPREI UMA BALANÇA PLENNA DIGITAL LINDA, AQUELA DE CRISTAL, DEVE CHEGAR 2ª OU 3ª FEIRA. E DECIDI QUE MINHA PESAGEM SEMANAL SERÁ ÀS 2ªs FEIRAS PELA MANHÃ, ASSIM EVITO A DESLIZADA DO FINAL DE SEMANA.

Freqüentando as reuniões semanais do VP - Qdo eu virei vitalícia, disse que iria às reuniões do VP semanalmente, mesmo sem poder pesar, p/não ficar distante das orientações, da energia e tudo mais que me ajudou tanto a emagrecer e mudar a cabeça p/ melhor. Mas acabei não fazendo isto, é fogo. Decidi que, sendo algo que me agrega positivamente, irei regularmente, a menos que algo me impeça mesmo. Assim, a partir da próxima semana volto a ir semanalmente ao VP, só não fui neste sábado pq tive um batizado p/ ir, mas a partir da próxima semana é certo ir lá rotineiramente.

Atividade física - andou deixada p/ segundo, terceiro e último plano e isto é uma incoerência, pois eu ADORO fazer minhas caminhadas e tb a bicicleta ergométrica, não é sacrifício nenhum. Deixando então a acomodação de lado, desta vez pra valer. Recomeçando exatamente neste domingo, nada de deixar p/ 2ª feira.
Alimentação - Confesso que pensei se estaria na hora de promover algum choque, mas não c/ besteiras, eu detesto estes modismos e loucuras que conheço do meu passado. Seria algo bem orientado, mas a nutricionista e o médico que me apoiam disseram que no meu caso não é necessário, basta eu manter-me no controle, fazer minha reeducação como fiz c/ tanto sucesso e meu corpo irá se readequar e o emagrecimento acontecerá numa boa. Ótimo então, pois é como eu realmente prefiro que seja.

Neste domingo tem Encontro Light, eu vou! Tenham uma lindíssima e proveitosíssima semana! Beijos!



 Escrito por Beth ?s 21h47
[] [envie esta mensagem]


 
   RECONHECE A QUEDA E NÃO DESANIMA! LEVANTA, SACODE A POEIRA, DÁ A VOLTA POR CIMA!


Pessoal, não há palavras suficientes p/ expressar meu carinho e gratidão por este apoio maravilhoso. Vou lendo cada comentário, ficando feito bobinha, sorriso na boca e no coração, olhinhos cheios d´água de emoção, como é bom passar por esta vida em boa companhia não é? Valeu, valeu e valeu!

A vida segue. Os últimos dias foram bem tranquilos. Estou muito bem, graças a Deus. Na 3ª feira fiz o exame médico demissional lá mesmo no ambulatório médico da empresa, c/ direito a muitos afagos carinhosos, mais um almoço de despedida (este, sem jacas) e foi legal. O exame foi ótimo, o médico (que é meu médico fora de lá, também) me elogiou muito e com relação ao peso aumentado, não se mostrou nada preocupado. Me disse que me conhecendo como me conhece, sabe que vou tirar isto de letra, que sou capaz de reverter, que agora mais calma e sem toda a apreensão e stress que antes eu estava, vou emagrecer de novo, ele confia em mim. Eu também confio, claro.

Um motivo de grande satisfação: minha pressão arterial estava 12 x 8, ou seja, linda e maravilhosa, o que me deixou super feliz. Embora eu não tenha nenhum motivo clínico p/ ter pressão alta, fui hipertensa durante os anos de obesidade mórbida e ter emagrecido e deixado de ser sedentária a normalizou novamente. Mas há algum tempo, por conta do stress acentuado, ela deu umas subidinhas pontuais e por isso receei.  Ah, é muito legal me ver aos 50 anos de idade, em plena turbulência, neste momento super-pra-lá-de-especial c/ esta pressão de garotona e me sentido tão jovial, tão forte, tão preparada p/ o que vier. Na mesma hora pensei no passado e agradeci de novo a Deus e a mim mesma, pois o fato de hoje não ser mais obesa e me cuidar muito melhor me ajuda a passar por estas situações adversas c/ muito mais tranquilidade, menos riscos p/ a saúde.
"LEVANTA, SACODE A POEIRA..." 

A alimentação já está novamente muito melhor, sem nada abusivo de que eu possa me arrepender. Não estava ainda 100%, mas aquela 'boca louca' de 2ª feira não se repetiu mais, claro. Tudo tem limite, até doideira haha E como tem limite também o distanciamento que dei da meta antes alcançada, a trauletada que levei da balança ontem na nutricionista (fui acompanhando meu marido) me sacodiu e eu já estou hoje totalmente na linha, planos feitos, concentração total, chega de bla bla bla. São nada mais, nada menos que QUASE 11 kg a mais, galera. Duro demais ter que dizer isto, mas eu não vou enganar vocês, nem a mim. Vou é à luta, aliás, já estou indo. 

"...DÁ A VOLTA POR CIMA!"
Já tem coisas acontecendo na questão profissional, há luzinhas piscando aqui e ali, mas vamos deixar as coisas evoluírem, na horinha certa eu conto ok? Mas p/ que se tranquilizem já recebi convite aqui, proposta ali, indicação acolá e estou tb me candidatando a algumas oportunidades que têm sido apontadas por amigos. Mas eu estou levando tudo c/ calma e atenção, não estou em desespero e quero me recolocar direitinho, numa boa, fazer a coisa do melhor jeito possível. Enquanto isto, estou me reorganizando em outros setores também, como na minha casa. 

Ontem eu e o Vi compramos um sofá lindo p/nossa sala, resolvemos tb que vamos pintar a casa ainda este mês, dar um Up p/no
nosso cafofo p/ ele ficar mais gostosinho e eu parar de reclamar tanto...rs Passeamos também no shopping, claro que me presenteei com 2 blusinhas muito lindinhas, hoje pintei meu cabelo que estava começando a ficar feinho e daqui a pouco vamos almoçar fora e depois vamos jogar boliche.

Então é isto. Quis logo dar notícias, agradecer ao carinho e apoio de vocês, mostrar novamente que está tudo em cima, fiquem tranquilos. Cuidem-se direitinho, tenham certeza de que estou me cuidando direitinho, mas direitinho MESMO. Logo terei mais novidades.

EU VOU! E VOCÊ? Notaram que já há um selo novo lá em cima? Pois é, já teremos outro encontro light no RJ. Este já estava marcado há 1 ano, vamos aproveitar p/ comemorar o niver da Janice, quem não recebeu ainda os detalhes (endereço etc.) escreva p/ a Marsele (endereço no selo), pedindo o envio das informações ok?

Beijocas, fiquem com Deus, tenham um ótimo feriado e um maravilhoso final de semana (para quem for emendar e não aparecer por aqui antes).
 
beijinhos.gif



 Escrito por Beth ?s 13h44
[] [envie esta mensagem]


 
   EXPLICANDO MEU MOMENTO. SOFRENDO E ALIVIANDO, CHORANDO E RINDO, ERRANDO, ME PERDOANDO E ACERTANDO O PASSO.

Há +/- 4 anos a empresa passa por reestruturações contínuas, a sede foi p/SP, muitas áreas inteiras se transferiram p/ lá,inclusive a minha. Migração gradativa de atividades, sistemas etc., muito trabalho, proj. importantes, em alguns eu trabalhei arduamente, sabendo que contribuía p/ a efetivação da migração e, consequentemente, ajudava a cavar minha cova, já que não tinha/não tenho interesse em me mudar p/ Sampa.

Muito stress,cansaço físico e mental, a emoção colocada à prova não pelo volume de trabalho, pois sou preparada e experiente p/ isto, mas era dureza ver tudo indo embora aos poucos, inclusive pessoas. Já fomos centenas aqui no RJ e ontem éramos apenas uns 20, qdo a esperada foice passou decapitando as últimas cabeças, entre elas a minha, no apagar de luzes de uma área inteira. Não era surpresa, qdo saí de férias já estava certa disto e saí justamente p/ relaxar geral e me preparar p/ este desfecho. Me preparei sim, mas não dá p/ dizer que é como se nada estivesse acontecendo. Ali eu já fui muito feliz, já me dei muito, já me senti muito gratificada, algumas vezes nem tanto, mas é uma ruptura e rupturas são sempre esquisitas mesmo qdo esperadas e, em certo ponto, até desejadas. Então, sinto um misto de alívio e sensação de "que pena que teve que ser assim" que não me tira a paz, mas mexe sim, mexe por dentro.

Não tenho medo do futuro, de jeito nenhum. Procuro viver fazendo de cada momento presente uma semente do amanhã e só existe amanhã se o HOJE for c/ amor e responsabilidade. Como este amor e esta responsabilidade se expressam, como a gente faz, é de cada um e nem sempre é o jeito correto, mas é o jeito particular que vai resultar em algo mais a frente. Então, c/ a consciência muito tranquila, com alívio sim, mas certa tristeza, eu saí da empresa conforme previsto e agora vou seguir em frente, colhendo o que já foi plantado, continuar semeando hoje o que quero colher amanhã, vivendo e aprendendo sempre mais.
 Já há luz no final do túnel, graças a Deus a colheita já está sendo muito boa, o mais gostoso é o tanto que recebi de carinho, de força, de reconhecimento e ele vem em forma de afagos, mas tb de oportunidades que são reflexo, sem dúvida, do que eu consegui mostrar a quem comigo conviveu/convive pessoalmente e profissionalmente. E eu disse, repito e repetirei sempre: Deus está no comando, sempre. E os ciclos precisam, realmente, se renovar. Um se encerra, outro se inicia e ele há de ser muito iluminado também. Já está sendo.

Isto afetou muito meu processo ultimamente e não é desculpa, pois eu sei como conter os abusos, só que de repente eu "quis, não querendo tanto" e não contive, como já contei antes. E por mais que eu tenha tentado evitar, comi sentimentos novamente nesta 2ª feira e eles desceram quadradinhos, que horror. Vejam só: o café da manhã foi normal, cheguei na empresa c/ uma vontade/necessidade de tomar uma coca, já era aquela sensação de "preciso de algo c/efeito soda cáustica" que eu costumo mencionar qdo um 'nó' parece apertar lá dentro (de expectativa, ansiedade). Em vez de pedir só a coca, pedi tb 1 porção de pão de queijo, totalmente desnecessária. Como o estômago já estava cheio, os pãezinhos desciam na marra, mas eu os comia devagar enqto conversava, sabia que estava atochando pãozinho onde não cabia, mas serenamente mastigava e engolia, ajudando c/ a coca, como quem diz: "ajeita, que cabe". Que meleca!

Passei a manhã com aquela sensação de estufamento que ninguém merece. Na hora do almoço, já demitida mas ainda passando pelas burocracias de praxe, fui a um restaurante bacana c/ colegas - alguns na mesma situação e comi mais do que o meu normal. Era um buffet e eu me servi com saladas, batatas sauté, arroz e strogonoff. Detalhe: não costumo comer batata e arroz numa mesma refeição, não acho necessário, mas ontem já achei. Pouca qtde, mas não precisava. Já com o prato servido, olhei p/ o suflê de legumes e peguei um pedacinho (realmente mínimo) p/ provar. Não precisava né? Ok. Era um almoço e tanto, sem dúvida e a comida estava nota 10. Ao terminar, estava satisfeita, mas isto não me impediu de levantar-me e ir servir algo mais. E coloquei no novo prato salada, um filé de peixe grelhado c/ molho de maracujá e  batatas fritas. Ou seja, eu almocei de novo, não foi? Pois é! Não eram pratos cheiões, eu comia com calma, papeando, mas o estômago dizia "chega Beth, não cabe" e eu respondia "cabe sim, deixa de má vontade". Ah, vá te (me) catar né?

A sobremesa do buffet era torta de limão, peguei um pedaço pequeno e me chateei ao ver que enfeitaram a torta c/ risquinhos de chocolate, que eu detesto. Reclamei pra burro na mesa, meus colegas riam, ninguém consegue entender esta minha aversão por chocolate. Mas, ao contrário do que eu faria normalmente, que seria desprezar a torta só por causa disto, eu pacientemente peguei uma faquinha e fui tirando os fiapinhos de chocolate e qdo me assegurei que não iria sentir o gosto dele, comi a torta.

Não preciso dizer que à tarde eu sentia meu estômago prestes a explodir, inclusive o espelho me disse "vai explodir, sim" qdo fui ao banheiro, eu estava estufada. E me sentia uma besta quadrada por ter me obrigado, praticamente, a passar por esta sensação ruim. Certo ou errado, decidi que não iria mais comer nada naquele dia, olhem que insensatez. Mas não levei isto a cabo. Qdo saía da empresa, entrei no Frans Café, aquele mesmo onde outro dia fiz bonito, e pedi 1 empada de palmito e uma coca light. Como assim? Pois é, pedi e comi tranquilamente, mastigando devagarinho, o estômago falou novamente: "Betinha, não come mais não, estou cheio". Ignorei, ô cara chato!

Cheguei em casa dizendo ao Vi que estava entopida e recusei a idéia de uma sopinha, não iria caber. Mas não é que coube, tranquilamente, um pacote de biscoito polvilho com requeijão e mais coca light? E mais tarde, coube um caqui. Ou seja, eu ontem me tratei como se fosse um canhão sendo embuchado. Com certa seleção, só coisinhas gostosas, comendo com calma como p/ disfarçar a mim mesma a condição de estar engolindo aos pouquinhos aquela magoazinha que a gente pensa que não vai sentir mas na hora H sente, foi uma coisa. Tive pesadelos muito chatos durante a noite, naturalmente. Sei que a digestão difícil foi responsável por eles.

Hoje é 3ª feira, são 8:40 da manhã e eu ainda estou absolutamente lotada de comida, claro.Mas acordei já me planejando p/o dia, resolvi que haja o que houver cumprirei meu plano, vou me redimir comigo mesma, pedindo perdão ao meu estômago por tê-lo agredido "tão carinhosamente" ontem, só que hoje é outro dia. Não é porque ontem eu não agi legal que hoje preciso repetir a dose. Ao contrário, preciso é me perdoar (já estou perdoada) pelo desatino e caprichar. HOJE é o que tenho de concreto, é minha chance de dar-me mais atenção e carinho e não de me castigar pelo erro de ontem fazendo mais besteira. HOJE é meu momento presente que me dá a oportunidade de aprender c/ o erro de ontem, entender que plantei errado ontem, mas principalmente de plantar HOJE o que quero colher amanhã.

Então foi assim. Contei a vcs o que me afligia, falei do meu erro cabeludo, mas falei que estou de pé como sempre, sorrisinho aberto (ele é teimoso) e uma vontade danada de seguir vencendo, pq eu não me rendo. O limão pode ser azedo,mas faz uma limonada deliciosa e uma caipirinha fantástica, sabiam? É isso aí! Beijos carinhosos, obrigada por TUDO.

Em João Pessoa, posando c/ esta figuraça linda,
feliz,simpaticíssima que recepciona os clientes no barzinho.


 Escrito por Beth ?s 08h11
[] [envie esta mensagem]


 
   EU DIGO SIM, SIM, SIM SIM SIM! EU DIGO NÃO,NÃO, NÃO NÃO NÃO!


Quando dizemos “SIM” a algo, estamos naturalmente dizendo “NÃO” a alguma outra coisa e vice-versa. Quando comecei meu processo, estava dizendo um grande ‘NÃO’ para a obesidade mórbida e tantas coisas ruins que ela me proporcionava (e ainda iria trazer mais ainda) e um enorme ‘SIM’ à minha saúde, bem-estar, beleza e a um monte de coisas que eu queria conquistar e, grande parte delas, conquistei mesmo.
E assim tem que ser o pensamento no dia-a-dia, p/ assegurar a conquista. Ela escapa um pouquinho, eu cato pelas orelhas, vem cá bichinha que vc é minha! Ela escorrega do outro lado, eu até finjo que não ligo mas ao ver que ela tenta se distanciar, vou atrás e pego, qual é? rs

Como eu já disse e tenho mostrado aqui regularmente nos últimos tempos, fácil não é. E eu, sinceramente, metidinha pra caramba, achava que comigo seria diferente, que ia ser barbada, imagine se a ‘Beth A Conquista’ teria alguma dificuldade em manter-se na meta? hahaha Pois é, mas não é assim que a banda toca, tenho também aprendido muito nesta fase e cada vez mais consciente de que esta coisa de dizer “sim” e “não” é um exercício de todo dia, toda hora seja em que fase do processo a gente esteja.

Não digo isto com ressentimento ou decepção, muito pelo contrário, a cada dia que isto se reforça na minha mente, mais eu me gratifico, é sinal que estou atenta, aberta ao aprendizado, despida do “isto eu sei”, pq posso até saber (e sei mesmo) mas se não aplicar, não adianta nada não é? E eu me sinto viva no processo, é como quem tira os sapatos para caminhar na terra.

Muitos têm comentado sobre esta coisa do “sim” e “não”, a Marília mencionou recentemente, a Dara 
no seu  último post, o povo está antenado, não é à toa que o povo está vencendo.  Eu sigo dizendo “sim” e “não” muitas vezes do jeito certo, outras tantas do jeito errado. Porém, atenta e isto é importante. É fundamental, todos os dias e em qquer situação, dizer ‘sim’ ou ‘não’ do jeito mais adequado e p/ isto é preciso associar cada ‘sim’ e cada ‘não’ ao que eles trarão de bom ou ruim. Sempre pensando: ‘se digo SIM a isto, estou dizendo NÃO àquilo’ e ‘se digo NÃO a isto, estou dizendo SIM àquilo’.

Dizer ‘sim’ a um salgado/doce num momento inadequado é dizer ‘não’ ao resultado que se quer ter daqui a uns dias na balança. Dizer ‘sim’ à repetição de um prato que já foi consumido na medida certa, só por gula, olho grande ou hábito, é dizer ‘não’ àquela roupinha que está na loja esperando caber em você, por exemplo! Pode ser dizer ‘não’ àquela taxa que está precisando baixar e sua saúde ficará esperando até quando p/ não dar um quiprocó? É por aí.

Tenho dado o meu melhor possível a cada dia, desde minha retomada. E este possível é relativo às circunstâncias e, naturalmente, ao meu grau de vergonha na cara haha   Na semana que passou ele foi muito, muito bacaninha mesmo até 4ª feira, mas dali em diante, capengou. Mas pudera, foram dias mais complicadinhos em um determinado setor da minha vida. Olha eu me desculpando...rs   É que eu vivo dizendo (E É VERDADE) que comer sentimentos não está com nada, aprendi isto e, não há dúvida, hoje em dia eu até aplico legalzinho, mas não é 100% mesmo, até porque há situações em que eu já identifiquei que cometo este erro de forma consciente, há outras em que percebo depois, ou nem percebo (por conta de uma certa prepotência, resistência a admitir que não sou tão espetacular assim...rs). Mas vou ajustando daqui e dali. E cada dia mais sintonizada, esta é uma conquista que ninguém tasca.

Ontem fui ao Centro comprar umas coisinhas e passei numa loja onde havia umas blusas bem bonitinhas de malha por um preço muito baixo. Comecei a bisbilhotar os cabides tentando achar a cor mais legal, o detalhe mais bonito e gostei bastante de uma, mas queria outra cor e pedi ajuda à vendedora. Ela achou a blusa em outra cor, pegou o cabide p/ me mostrar e disse: ‘tem cinza, no tam. 50’. Eu olhei p/ ela e falei: ‘Eu quero 46’. Ela continuou pesquisando e mostrou uma outra, que era 52. Eu sorri e falei com firmeza, mas delicadamente: ‘Querida, 52 eu usei há séculos atrás. Hoje é 46, não adianta me trazer outro. Man. 52 NUNCA MAIS.’ Ela foi lá p/ dentro da loja verificar direito e encontrou vários 46, acabei comprando 3 blusas e saí de lá bem contentinha.

O tamanho 46 p/ muita gente é imenso, é sinal de estar gordo, mas p/ mim é prêmio, é vitória, lembrem-se de que já vesti até 64 (calça) e blusas acima do 54 já não me couberam, não passaram pelo meu ombro, já quase me machuquei seriamente mais de uma vez, no passado,  tentando colocar e depois tentando tirar uma camiseta que mesmo sendo XXG não descia e nem subia, pouco abaixo do pescoço. E isto me reaviva a memória e a consciência de que cada “sim” que eu dou a excessos é compatível com um “sim, posso passar novamente por aquilo”. Mas aquilo era ruim, não quero passar, então é melhor eu dizer “não” ao excesso, aí sim estarei dizendo SIM a tudo que conquistei, mantendo e até melhorando.

Hoje começa uma nova semana muito especial p/ mim, é o encerramento de um ciclo p/ que outro se inicie em minha vida, algo que geralmente traria aflição, preocupação mas a mim traz alívio
. Mas não sou de ferro e é claro que a expectativa mexe por dentro, pois qquer ruptura, mesmo que seja p/ melhor, sacode um pouco a gente. Não estou sendo clara, porque ainda não posso, mas logo vocês saberão. Mas estou muito bem, na certeza absoluta de que estou no momento certo para o acontecimento certo. E que a fé inabalável em Deus, a consciência tranqüila, a sintonia total com o que eu penso, sinto e quero p/ mim são os principais motivos desta paz toda.
Este blog completou 3 anos. Agradeço a vocês pela companhia, pela força e carinho que sempre me transmitiram, pela receptividade e tudo que o transformou numa ferramenta de apoio que transcendeu tudo que um dia eu podia imaginar que seria. VALEU!!!  Desejo a vocês uma semana cheia de alegria, com muitas atitudes positivas e resultados idem. ESTAMOS JUNTOS!  BEIJO!



 Escrito por Beth ?s 09h12
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Livros, Praia, Dançar, Curtir a vida
MSN -



EU ERA ASSIM  

ESTOU ASSIM Meu nome ? Elizabeth, sou conhecida como Beth
Analista de Sistemas, especialista em Metodologia, Processos e Qualidade em TI, Ger?ncia de Projetos,An?lise de Neg?cios, Auditora ISO, sou leonina do dia 10/08, carioca da gema, moro na minha na cidade maravilhosa (RJ), adoro fazer amizades, sonhar, ler, escrever, sou casada c/ Vicente - meu grande amor, m?e do Alexandre, um filh?o maravilhoso, que ? universit?rio e "boadastra" da Mimi, minha enteadinha adolescente linda a quem chamo aqui de filhotinha.

Meu e-mail: beth.ebprs@gmail.com
Meu MSN: ebprs@hotmail.com



Objetivo deste Blog: Compartilhar meu processo de reeducação alimentar e mudança de hábitos que resultou no meu emagrecimento, me tirou da obesidade mórbida e me ensinou e ensina tanto!



Meu processo: Fui beb? 'cheinho',crian?a de peso normal, na adolesc?ncia tinha ?timo corpo. No in?cio da fase adulta comecei a engordar c/facilidade em fun??o de uma mudan?a p/ pior dos h?bitos alimentares e tb devido a dificuldade que tive em enfrentar alguns problemas pessoais, decep??es e m?goas que se transformaram em Kg a mais (eu as COMI). Durante anos optei por m?todos indevidos, tomei rem?dios, f?rmulas, inje??es, fiz dietas mirabolantes e isto tudo me ajudou a virar uma sanfona que cada vez abria mais e fechava menos. Cheguei ao auge da obesidade c/ 140 kg e dei o basta. Primeiro, fiz um pequeno controle que me ajudou a emagrecer quase 5 kg. Depois, entrei para o Vigilantes do Peso, onde emagreci 53kg c/equil?brio, seguran?a e muita alegria. Aprendi muito, o caminho foi t?o importante quanto os resultados. Eliminei 53 kg com o método do Vigilantes do Peso e atividade física. Aumentei depois alguns kg e agora prossigo, para reconquistar a minha meta e mantê-la para sempre.

Cr?ditos Imagens: Google
Comunidade no Orkut!


Comunidade Orkut: Eu sou f? da Beth - A Conquista! criado com carinho pela amiga Lili (obrigada, lindinha!)
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2052374


 
Clique AQUI e veja
o que eu como!




HIST?RICO
 01/01/2011 a 15/01/2011
 16/12/2010 a 31/12/2010
 01/12/2010 a 15/12/2010
 16/11/2010 a 30/11/2010
 01/11/2010 a 15/11/2010
 16/10/2010 a 31/10/2010
 01/10/2010 a 15/10/2010
 16/09/2010 a 30/09/2010
 01/09/2010 a 15/09/2010
 16/08/2010 a 31/08/2010
 01/08/2010 a 15/08/2010
 16/07/2010 a 31/07/2010
 01/07/2010 a 15/07/2010
 16/06/2010 a 30/06/2010
 01/06/2010 a 15/06/2010
 16/05/2010 a 31/05/2010
 01/05/2010 a 15/05/2010
 16/04/2010 a 30/04/2010
 01/04/2010 a 15/04/2010
 16/03/2010 a 31/03/2010
 01/03/2010 a 15/03/2010
 16/02/2010 a 28/02/2010
 01/02/2010 a 15/02/2010
 16/01/2010 a 31/01/2010
 01/01/2010 a 15/01/2010
 16/12/2009 a 31/12/2009
 01/12/2009 a 15/12/2009
 16/11/2009 a 30/11/2009
 01/11/2009 a 15/11/2009
 16/10/2009 a 31/10/2009
 01/10/2009 a 15/10/2009
 16/09/2009 a 30/09/2009
 01/09/2009 a 15/09/2009
 16/08/2009 a 31/08/2009
 01/08/2009 a 15/08/2009
 16/07/2009 a 31/07/2009
 01/07/2009 a 15/07/2009
 16/06/2009 a 30/06/2009
 01/06/2009 a 15/06/2009
 16/05/2009 a 31/05/2009
 01/05/2009 a 15/05/2009
 16/04/2009 a 30/04/2009
 01/04/2009 a 15/04/2009
 16/03/2009 a 31/03/2009
 01/03/2009 a 15/03/2009
 16/02/2009 a 28/02/2009
 01/02/2009 a 15/02/2009
 16/01/2009 a 31/01/2009
 01/01/2009 a 15/01/2009
 16/12/2008 a 31/12/2008
 01/12/2008 a 15/12/2008
 16/11/2008 a 30/11/2008
 01/11/2008 a 15/11/2008
 16/10/2008 a 31/10/2008
 01/10/2008 a 15/10/2008
 16/09/2008 a 30/09/2008
 01/09/2008 a 15/09/2008
 16/08/2008 a 31/08/2008
 01/08/2008 a 15/08/2008
 16/07/2008 a 31/07/2008
 01/07/2008 a 15/07/2008
 16/06/2008 a 30/06/2008
 01/06/2008 a 15/06/2008
 16/05/2008 a 31/05/2008
 01/05/2008 a 15/05/2008
 16/04/2008 a 30/04/2008
 01/04/2008 a 15/04/2008
 16/03/2008 a 31/03/2008
 01/03/2008 a 15/03/2008
 16/02/2008 a 29/02/2008
 01/02/2008 a 15/02/2008
 16/01/2008 a 31/01/2008
 01/01/2008 a 15/01/2008
 16/12/2007 a 31/12/2007
 01/12/2007 a 15/12/2007
 16/11/2007 a 30/11/2007
 01/11/2007 a 15/11/2007
 16/10/2007 a 31/10/2007
 01/10/2007 a 15/10/2007
 16/09/2007 a 30/09/2007
 01/09/2007 a 15/09/2007
 16/08/2007 a 31/08/2007
 01/08/2007 a 15/08/2007
 16/07/2007 a 31/07/2007
 01/07/2007 a 15/07/2007
 16/06/2007 a 30/06/2007
 01/06/2007 a 15/06/2007
 16/05/2007 a 31/05/2007
 01/05/2007 a 15/05/2007
 16/04/2007 a 30/04/2007
 01/04/2007 a 15/04/2007
 16/03/2007 a 31/03/2007
 01/03/2007 a 15/03/2007
 16/02/2007 a 28/02/2007
 01/02/2007 a 15/02/2007
 16/01/2007 a 31/01/2007
 01/01/2007 a 15/01/2007
 16/12/2006 a 31/12/2006
 01/12/2006 a 15/12/2006
 16/11/2006 a 30/11/2006
 01/11/2006 a 15/11/2006
 16/10/2006 a 31/10/2006
 01/10/2006 a 15/10/2006
 16/09/2006 a 30/09/2006
 01/09/2006 a 15/09/2006
 16/08/2006 a 31/08/2006
 01/08/2006 a 15/08/2006
 16/07/2006 a 31/07/2006
 01/07/2006 a 15/07/2006
 16/06/2006 a 30/06/2006
 01/06/2006 a 15/06/2006
 16/05/2006 a 31/05/2006
 01/05/2006 a 15/05/2006
 16/04/2006 a 30/04/2006
 01/04/2006 a 15/04/2006
 16/03/2006 a 31/03/2006
 01/03/2006 a 15/03/2006
 16/02/2006 a 28/02/2006
 01/02/2006 a 15/02/2006
 16/01/2006 a 31/01/2006
 01/01/2006 a 15/01/2006
 16/12/2005 a 31/12/2005
 01/12/2005 a 15/12/2005
 16/11/2005 a 30/11/2005
 01/11/2005 a 15/11/2005
 16/10/2005 a 31/10/2005
 01/10/2005 a 15/10/2005
 16/09/2005 a 30/09/2005
 01/09/2005 a 15/09/2005
 16/08/2005 a 31/08/2005
 01/08/2005 a 15/08/2005
 16/07/2005 a 31/07/2005
 01/07/2005 a 15/07/2005
 16/06/2005 a 30/06/2005
 01/06/2005 a 15/06/2005
 16/05/2005 a 31/05/2005
 01/05/2005 a 15/05/2005
 16/04/2005 a 30/04/2005
 01/04/2005 a 15/04/2005
 16/03/2005 a 31/03/2005
 01/03/2005 a 15/03/2005
 16/02/2005 a 28/02/2005
 01/02/2005 a 15/02/2005
 16/01/2005 a 31/01/2005
 01/01/2005 a 15/01/2005
 16/12/2004 a 31/12/2004
 01/12/2004 a 15/12/2004
 16/11/2004 a 30/11/2004
 01/11/2004 a 15/11/2004
 16/10/2004 a 31/10/2004
 01/10/2004 a 15/10/2004
 16/09/2004 a 30/09/2004
 01/09/2004 a 15/09/2004
 16/08/2004 a 31/08/2004
 01/08/2004 a 15/08/2004
 16/07/2004 a 31/07/2004
 01/07/2004 a 15/07/2004
 16/06/2004 a 30/06/2004
 01/06/2004 a 15/06/2004



OUTROS SITES
 Site do Vigilantes do Peso
 Ação pelo semelhante
 Nutrella
 MC DONALDS - Tabela Nutricional
 Site ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
 Saudável.Info
 Vegê Gourmê - Blog da Chef Michele Maia
 Lu Francesa
 Selma Guerreira
 Meu Emagrecimento (Sara)
 Serei magra (Andreia)
 Renascer (Thuca)
 Valquíria
 Blog da Magui
 Neblina
 O sabor da vitória (Electra)
 Entretanto, eu (Jana)
 Diva esbelta e feliz (Diva)
 Miss Blueberry
 Vida boa é vida saudável (Cristy Costa)
 Diário light (Sylmara)
 Blog da Eloyza
 Veneno urgente (Flavia Rocha)
 Blog da Fafá
 Espelho light (Elaine)
 Blog da Cynthia (Londres)
 Agora eu emagreço (Aline) Brasília
 Never give up (Renata - Tita)
 Blog da Micha - RJ
 Homem também faz dieta (Carlos) RJ
 Jaqueline
 Mulher de Atitude - Cacau RJ
 Serei sereia (Fabi) RS
 A caminho da vitória (Elaine Regiane) SP
 Blog da Rogeria
 Blog da Georgia
 Escrevendo emagrecendo (Lisa)
 Diet Forever (Zá)
 Garotinha ruiva (o outro blog da Lu Russa)
 Dieta urgente (Luciana Alexandrino)
 Space Cris
 Tetê Sereiah
 Andréa Aoki
 Gordinha da Silva
 O sucesso da Lorena
 Renata sem firulas
 Valérie Roberto
 Arianna
 Clara - RJ
 Andréa Cordoniz
 Ana Carolina grávida
 Ana Carolina
 Miss Slim
 Drica (Paraty-RJ)
 Ada Sheila
 Anselmo
 Sueli
 Sol
 Kelly
 Jessica (Elite)
 Nilce
 Leila (Ninguém merece ser 3G)
 Fanta Diet
 Infobeso
 Cris Lopes
 Aline Tomaz (RJ)
 Roberta Alves
 Sue - gravidinha
 Cris fit
 Annie
 Novidades da Cris
 Leila Batista
 Clarita
 Rebecca sapeca
 Lua emagrecendo
 Brian
 Diario da bonita Andrea
 Marilia
 Marilia Vitória
 Aline Virtus
 Paula pra melhor
 Cristiane
 Teresinha
 Ana Cleide
 
 Marcia (Marquinhas)
 Pri 2
 Ludmila
 Lela
 Jana Carmen
 Pri emagrecendo...
 Luzluzinha
 Barbarella (Andrea Glauce)
 Raiane
 Luciana Kotaka
 Vanessa (Campinas)
 Patty emagrecendo de bem...
 Nanda (Idade da Pedra)
 Carlos Medeiros
 Lara
 Dani - Brasília
 Teresa Cristina
 Sisi
 Miriam - RJ
 Kaká
 Gabi e Ana Luiza
 Diário de Macherrie
 Catia
 Amanda Costa
 Rosimeyre
 Alice
 Walkiria
 Crizinha
 Char
 Lu Pinheiro
 Elisandra
 Lahys
 Cotidiano (Zany)
 Karen
 Kika
 Nicky
 O novo blog da Taty Carioca
 Isabela
 Lisandra
 Ju sem pressa
 VIGILANTES DA AUTO ESTIMA
 JT
 Barbarella
 Angelica Fernandes
 Claudia
 Lagarta de borboleta
 Alisson
 Nova Jacque
 Patty Roberta
 Michelle 2
 Elissandra
 Juliene
 Ana Paula
 Annie emagrecendo
 Lili Bolero
 Fernanda Betini
 Karina Torres
 Valqs
 Ana Telma
 Lilian Raquel (Lee)
 Cáritas
 Baxie
 Cacau II
 Renatita
 Nando Neri
 Isabelle
 Nanda
 Edite
 Way to go (Clara )
 Bartira
 BLOG COMER SEM CULPA
 Andreia Cantelli
 Lu Mme Light
 Magali
 Lu
 Aline RJ


VOTA??O
 D? uma nota para meu blog!