Conquista

UOL
   OUTRA QUARTA-FEIRA!

Meio de semana com cara de final de semana. Nesta 5a feira temos feriado. Na 6a feira, muita gente emenda. Aqui no RJ, tem feriado de novo na próxima 3a feira. Ou seja, tem gente que sai amanhã do trabalho e só volta na outra 4a feira. Delícia hem? Aproveitem mesmo.
Eu estou em "feriado" há meses, ainda assim curto a proximidade do feriadão, afinal o marido estará liberadinho, vamos inventar moda por aqui. Nada de viajar, que a grana não está sobrando e temos compromissos por aqui. Entre eles, o aniversário de 80 anos da minha mamãe e o encontro da Lu Francesa, vou abraçar a minha amiga querida Lili. E você, que é daqui do RJ ou está por aqui, vai também, né? A gente se vê lá!


E a bendita TPM continua me castigando, que surra é esta! Mas algo me diz que está acabando a tormenta, vamos ver se um certo sinalzinho aqui vai adiante. Felizmente, meu apetite alterou em termos de sabor e não em quantidade. Não tenho vontade de comer muito, apenas tendo a querer algo mais forte, até já mencionei isto aqui outro dia.
Passei a 2a feira quieta em casa, chovia muito e eu chateadona, porque ainda estou emperrada aqui por conta da burocracia para começar a trabalhar na nova empresa. Definitivamente, estou sendo colocada à prova, no quesito paciência. Até andei pedindo a Papai do Céu que me conceda uma recarga urgente, tanto da paciência como da serenidade. Ele atendeu, Ele é bom pra caramba nisto. Em tudo, aliás.

Nesta 3a feira acordei numa preguiça danada, mas reagi. Depois de um gostoso banho me arrumei e, quando a coragem aumentou, já no início da tarde, tratei de sair. Fui ao shopping, onde almocei, pois não estava com o menor saco de pensar no que iria comer, quanto mais preparar algo. Fui no Emporio Pax, onde montei uma salada maravilhosa, super light e coloridona e acompanhei com num quiche de queijo. É onde o tal sabor mais forte se faz desejado. Este quiche não era o mais light de todos os que existem lá, mas era o que eu sabia que o sabor iria me agradar em especial. E como estava tudo no controle, valeu a pena.

Qdo terminei de almoçar, o garçon perguntou se eu queria uma sobremesa. Bom, lá no Emporio há tortas fantásticas. E um pavê de doce de leite que eles têm lá é minha perdição. Cheguei a pensar em pedir uma fatia, mas comeria de olho grande, já que eu estava satisfeita, tanto que sequer comi a salada toda, deixei uma parte no prato. E se não cabia mais salada, por que caberia uma fatia de pavê que nem é pequena? O garçon comentou que mesmo que eu quisesse o pavê, não poderia mesmo comer porque ele tinha acabado e insistiu para que eu avaliasse a possibilidade de comer outra coisa, enaltecendo as tortas. Rejeitei, sorrindo, explicando a ele que pela quantidade de kcal que eu iria consumir, só valeria a pena se fosse aquilo que eu realmente adoro e se valesse mesmo a pena. Não era o caso.

De lá fui pagar uma conta na Líder e, naturalmente, acabei fazendo uma comprinha. Promoção é fogo, eu sou fogo, então é fogo com fogo hahaha Comprei uma parte de baixo de biquini, na cores branco e preto, que eu estava querendo. E uma parte de cima, na cor amarela. Agora, vou procurar uma parte de cima que combine com a parte de baixo que comprei e uma parte de baixo que combine com a de cima que comprei. Parece coisa de doido? Que nada! haha  E comprei uma blusa preta de um ombro só que amei, tanto a blusa quanto o preço...rs

Depois fui na Casa e Vídeo comprar um ventilador e criei quizumba lá, o atendimento estava péssimo, levei muito mais tempo lá do que deveria, foi um fuzuê, briguei com atendente, com caixa, com gerente e em casa, ainda entrei no site e registrei uma reclamação maior que meus posts aqui...rs  Na saída, entrei numa casa de sucos e pedi um salgado e um suco natural de abacaxi, com adoçante. Desnecessário o adoçante, pois a fruta tem estado tão docinha que ao adoçar ele acabou ficando até enjoativo. E o salgado? Metade foi para o lixo. Até estava gostoso, mas meu apetite realmente não está estas coisas. Melhor para mim.
 E o mundo light pode respirar tranquilo, em um dos setores da alimentação: os sucos light são realmente light, pelo menos os que foram investigados pelo Inmetro, por encomenda do Fantástico. Admito que tremi na base, quando passava pela sala e ouvi a chamada, durante o programa e tratei de sentar em frente à TV para já me preparar para a indignação que presumi que sentiria, após terminar o quadro. UFA! Não aconteceu! Das 7 marcas pesquisadas, todas foram aprovadas. É tudo light. Até houve reprovação, mas no rótulo e não no conteúdo das caixinhas. Em uma das marcas, ficou constatado que a quantidade de fibras indicada era até menor do que a real. Menos mal. Porém, é bom lembrar que nada melhor do que o consumo de frutas, fazer suco em casa sempre é mais garantido, mais saboroso. Mas, na vida corrida da gente, o suco em caixinha muitas vezes quebra um galhão. Em casa eu costumo ter frutas sempre, mas caixas de sucos fazem parte das compras, sim. E quando estou trabalhando, muitas vezes levo frutas picadinhas para os lanches intermediários e/ou suco de caixinha para variar.

A dor no ciático está cada vez melhor, tudo indica que vou mesmo voltar a caminhar na próxima semana. Não vejo a hora.

Desejo  todos um restinho de semana bem legal. E que àqueles a quem estiver faltando, por ventura, motivação, força, ânimo, determinação, persistência, paciência e tudo mais que é preciso para que este processo seja bem sucedido, peço a Deus que conceda a recarga, assim como está fazendo comigo. E vamos em frente, galera, de mãos dadas, com alegria e confiança. Beijocas! Tem foto aí embaixo!

Fotos tiradas no último feriadão, qdo já estávamos prontos p/ irmos embora da praia.

1) Da esquerda p/ direita: A nossa amiga e minha
filhinha virtual Luana e sua mãe verdadeira, Silvana
 

2) Eu e meu amorzão



 Escrito por Beth ?s 21h23
[] [envie esta mensagem]


 
   FALANDO DE ENCONTROS, FALANDO DE SAÚDE, FALANDO DE TPM... SEGUINDO EM FRENTE

No sábado tivemos o 29º Encontro da Blogosfera Light RJ, mais uma vez um evento coroado de harmonia, amizade, sinceridade, carinho e alegria. Emoção, como sempre, não faltou. Desabafos, troca de força e incentivo, troca de idéias, a ajuda mútua mais uma vez rolou naturalmente, através de palavras, olhares, compartilhamento de experiências. E, sobretudo, RESPEITO. A confiança que depositamos uns nos outros, quando no Momento Light nos abrimos mais, contando o que estamos sentindo, pensando, vivenciando, expondo onde estamos seguindo melhor ou pior, muitas vezes pedindo mesmo que alguém nos ajude a compreender uma situação, um sentimento, uma dificuldade e sempre, sempre, sempre vibrando muito com os avanços de cada um.


Não há como sair de um encontro destes sem a bateria recarregada, sem ânimo renovado e sem uma carga também extra de autoconfiança e vontade de seguir dando o melhor de si, a cada dia.  O Encontro foi na casa da avó da Marsele, que mais uma vez cedeu sua gostosa casinha para nos reunirmos. Além da anfitriã, estiveram presentes: Jana Carmem, Marília, Luciana, Alice, Teresa Cristina, Alaíde (Lalá), Jaqueline, Claudia, Janice, Aline, Déia e eu.

Não levei máquina, mas nos blogs das meninas vocês já encontrarão fotos do acontecimento.  E querem saber? Eu me achei horrorosa em quase todas as fotos. Abafa. Hormônios em ebulição, nervos à flor da pele, um mau-humor horroroso que estou hoje, amanheci azeda. Continuo sentindo cada vez mais os sintomas de uma menstruação querendo chegar, mas ela não chega, parece mosca de padaria. Não sai de cima, mas também não come o doce. E eu virando uma monstra a cada minuto, na base do Tolerância ZERO.  Minhas reações a tudo e com todos, em casa, parecem as do Capitão Nascimento no filme Tropa de Elite haha Falta pouco para chamar o marido de 02.... o filho de 06..... eita.....


Me achei imensa nas fotos, eu estou acima do meu peso, mas nem tanto assim para achar esta diferença toda ao me ver nelas. Enfim, continuarei fazendo minha parte. Uma coisa que eu disse no Encontro, pois ouvi num filme e gostei, é: "O melhor que a gente pode fazer é o que dá para fazer". E no que depende de mim, de forma geral eu vou fazendo sim, o que dá e procuro me esforçar para que seja sempre legalzinho, ou quase sempre. E no que eu falho, certamente não é suficiente para uma blusa que usei a tarde toda ontem, em casa, e que estava confortável, estar hoje me apertando. Nem que eu tivesse comido 2 leitões a pururuca nas últimas horas não daria para ter engordado a este ponto. É hora de segurar a cabeça, o corpo está num momento especial. Já vou fazer chazinho para ajudar na retenção de líquido, já vou botar uma musiquinha light aqui para aliviar a tensão.

Mas vamos voltar às alegrias! Vejam este selo!

 
Se a semana que passou terminou com um evento tão gostoso, ou seja, com fecho de ouro, esta agora vai  repetir a dose, pois além de curtinha, porque teremos um super feriadão, o de 5a feira (15/11) e para quem emendar tudo, o retorno ao trabalho será na 4a feira, pois na 3a feira tem outro aqui no RJ, em homenagem a Zumbi. Que beleza. E no meio disto tudo, teremos um encontro muito especial! O encontro da Lu Francesa! É isso aí gente, dia 17de novembro, próximo sábado,  teremos a alegria de abraçar esta amiga tão querida, minha amiga dos tempos iniciais de blogosfera, uma das incentivadoras da criação do meu blog, já compartilhamos tanto, já nos ajudamos tanto, eu gosto tanto dela! Pois esta doce vitoriosa estará conosco sábado.

Esta semana minha mamãe fará 80 anos na 6ª feira, dia 16! Uma data muito feliz. Ela reclama da vida, mas eu sempre digo a ela “Ô mãe, não reclama da idade, só não fica velho quem vai antes, ué!” haha Quero eu, se Deus também quiser, ficar velhinha sim, quero fazer 80, 90, 100...rs Me aturem! Para tanto, tenho minha parte a fazer, que é cuidar da saúde, cuidar direitinho da casinha do meu espírito, que é meu corpo.

Qdo resolvi me reeducar e emagrecer tinha em mente, muito especialmente, garantir saúde. Não há dúvida de que este foi o principal motivo. E naturalmente, queria tb ficar mais bonita, mais ágil, mais satisfeita comigo mesma, tornar mais simples a vida prática. É um pacote de benefícios. Cada coisa tem seu peso, mas todas são importantes. Mas saber que a saúde está sendo privilegiada é tudo de bom, é essencial. Sem ela, como aproveitar todo o resto?

Se eu esculhambei minhas pernas, enchendo-as de varizes por fora (agora melhoradas, após cirurgias) e por dentro com comprometimento significativo das veias, foi em grande parte por causa do excesso de peso que carreguei por tantos anos. E foi justamente ter emagrecido e aliviado as minhas pernas de tanta carga que possibilitou o sucesso da 2ª cirurgia, que completou 1 ano há uma semana e que diminui uma série de riscos. E que torna mais eficazes os tratamentos que eu faço.

A pressão arterial que normalmente era elevada, mesmo que eu estivesse calminha e feliz, hoje se mantêm super normal, sem medicamento algum. Eliminar tanto peso e deixar de ser sedentária fez a diferença.

Da mesma forma, foram originados pela obesidade os problemas de coluna que eu tive ao longo de anos, e que reduziram significativamente, muitas dores eu nunca mais voltei a sentir, outras até acontecem, mas por outros motivos, claro. Lembro que em 1989, pincei pela 1ª vez o nervo ciático, de uma forma horrorosa, que me travou completamente, foi 1 semana na cama, chorando de dor, tomando injeções e remédios fortes, algo inesquecível. E foi a primeira de algumas vezes bastante dolorosas. Naquela ocasião, o ortopedista que me atendeu não teve dó nem piedade e me disse: “Elizabeth, você vai achar que não é a hora ideal p/ ouvir isto, pq está com muita dor, mas é nesta hora que eu tenho mesmo que chamar a sua atenção e perguntar por quanto tempo mais você achou que carregaria este peso todo, impunemente?”.

Foi horrível ouvir aquilo numa hora em que sofria com tanta dor, mas ele estava certo. Só naquela hora, sentindo aquilo tudo, eu poderia mensurar uma das coisas ruins que a obesidade começava a provocar. Não era uma possibilidade de problema, era o problema ali, se apresentando e me desesperando de dor. Ainda assim, apesar de ter jurado a mim mesma tomar vergonha na cara, ainda levei nada mais, nada menos que 14 (QUATORZE) anos para tomar uma atitude, aliás, para tomar a atitude adequada, eficiente, eficaz. Mas, tomei. E muita coisa melhorou demais, na minha saúde, na minha vida. E isto, eu vou garantir.

O que me fez recordar muito especialmente desta passagem foi o fato de estar, atualmente, com o nervo ciático pinçado, depois de anos. Só que agora, não mais pela obesidade, o que causou foi outra coisa. E não carregar aquele peso todo me beneficiou porque até o incômodo, embora não seja pequeno, é muito menor, nem se compara ao que eu sentia antigamente. Eu ficava de cama, agora eu vivo normalmente, embora sinta dor e mesmo assim, até consigo abusar um pouquinho. Ontem mesmo, no encontro, algumas vezes esqueci que não podia e fiz movimentos que em alguns outros momentos não posso, porque aí dói.

Meu massoterapeuta me explicou sobre esta diferença, dizendo: “Beth, é o seguinte: tudo mudou em você. A forma com você sente e até a localização da dor parece ser diferente, a própria intensidade etc. porque seu corpo mudou muito. A pressão exercida sobre o nervo tb é muito menor, isto já mostra a você como você se beneficiou com o emagrecimento, neste aspecto.”   E foi quando comparei esta avaliação dele com a pergunta feita pelo ortopedista do 1º pinçamento. Agradeci a ambos, cada um me ajudou e ajuda de uma forma, em momentos diferentes e agradeci a mim mesma, porque é bom saber que fui eu quem me tirei daquela condição tão ruim para mim.

Estava pensando estes dias: Como quero estar aos 80 anos? No que depender de mim, quero estar viva, saudável, alegre, fazendo minhas artes, amando e sendo amada, dançando e tudo que eu gosto. O que não falta é gente com até mais idade vivendo assim. Depende muito da vontade do Pai. Mas, no que depender de mim, tenho trabalho pela frente e motivação não falta.  Só preciso melhorar esta tensão. Seja ela pré-menstrual, pré-menopausa, pré-PQP....rssssss

Desejo a todos uma semana gloriosa. Beijos!
FOTO GENTILMENTE "AFANADA" DO BLOG DA TERESA CRISTINA!!! rs



 Escrito por Beth ?s 19h36
[] [envie esta mensagem]


 
   A SEMANA VOA... JÁ É QUARTA-FEIRA DE NOVO!

   Continuando a falar de coisas que me ajudam ou me atrapalham na questão da disciplina e do controle, eu já tinha um post rascunhado sobre a minha relação com o PÃO. Mas, em função da reportagem no Fantástico domingo passado sobre os pães light, em que praticamente todos os que foram investigados foram reprovados, resolvi alterar o texto e o que eu ia contar, fica para um outro post.


Bom, eu nunca confiei 100% em rótulos, pq a gente sabe que p/ vender, as indústrias fazem de tudo. Propaganda enganosa é o que não falta. Só que é assim, no meu caso: eu tenho que acreditar, mesmo com um pezinho atrás, no que é exposto, senão vou virar uma doida de plantão, neurótica até o último fio de cabelo. Não dá. Se o bendito diz que é light e as indicações da tab. nutricional levam a crer nisto, não dá p/ ficar achando que é mentira, a menos que algo seja muitíssimo estranho ou que alguém comprove que é e avise. Assim com o leite que a gente bebe, que já é uma água mesmo, mas quem ia desconfiar que além de tudo tem água oxigenada, soda cáustica e sabe-se lá mais o que? Complicado.

Então, com relação aos pães e qualquer outro produto, seja ele light ou não, eu tenho o hábito de me avaliar a tab. nutricional na embalagem e, com minha calculadora de pontos do VP, verificar a pontuação a ser considerada p/ cada porção. Alguns produtos, o VP já fez constar a pontuação por fabricante num livrinho (são 1000 produtos industrializados) e isto ajuda, mas como eu não ando com este livro pra cima e pra baixo, porém a calculadora está na minha bolsa 99% do tempo, é mais simples eu pegá-la e calcular. A menos que eu já saiba de cor e salteado a pontuação daquele produto, o que tb acontece com muita coisa, afinal são mais de 4 anos nesta estrada.

Não é sempre a indicação light/diet etc. no rótulo que faz com que eu acredite nesta característica do produto e sim a verificação da relação KCAL, FIBRAS e GORDURAS TOTAIS do produto, constantes na bendita tabela nutricional, que DEVERIA ser verdadeira.  Assim, mesmo que eu coma um pão normal, assumo que estou contando de forma correta meus pontos.

Mas, assim mesmo, a reportagem me fez pensar direitinho e, se a tabela nutricional do pão A, B e Z estiver furada, mesmo que ele nem diga que é light, eu estarei me baseando em informações erradas e contando errado! Uma droga,né? A MENOS QUE EU NÃO INVENTE MODA E CONTE SEMPRE 1 PT P/ 1 FATIA DE PÃO DE FORMA LIGHT, INDEPENDENTEMENTE DA TABELA NUTRICIONAL, como diz o livrinho básico, das primeiras semanas do programa. Que tb eu tenho sempre à mão.
 Acontece que no livrinho do VP 1 fatia de pão light vale 1 pt. Mas, como temos uma variedade grande de pães light no mercado, com sabores diferenciados, qtde de fibras maior ou menor etc., calculando os pts com a calculadora do VP, usando a tab. nutricional do rótulo, muitas vezes identifiquei que aquele determinado pão era “mais light” que outros, e assim, pude ver que algumas marcas indicam que 2,5 fatias de pão valem 1 pt. Tem uma marca que 3 fatias valem 1 pt, se calcularmos conforme o rótulo. Assim, naturalmente, qdo consumi estas marcas, calculei com base errada.  Alguns pães que eu costumo comprar não foram investigados, mas é claro que eu já não posso confiar tanto.

Mas, enquanto confiava, não foram poucas as vezes em que em vez de comer 2 fatias do pão numa refeição, como é mais do que normal e adequado, num sanduíche, ou como torrada etc., eu APROVEITEI que o pão em questão era “mais light” para comer mais. Não foram poucas as vezes em que eu consumi 4 fatias e contei apenas 1,5 pt ou 2 pts, sempre me baseando na honestidade da tabela nutricional impressa na embalagem. Lembrando que, na verdade, quando era um sanduiche enriquecido c/ vegetais, como em contei no post retrasado, aí bastavam 2 fatias mesmo, era um sandubão. Mas fazendo torradinha, ou sanduiche do café da manhã etc. eu abusei muitas vezes, respaldada pela tab. nutricional da embalagem de alguns pães, que me levava a crer que ele era ainda mais light do que os outros.

O fato é que isto me trouxe à realidade que é mais importante do que estas investigações todas: se estou me reeducando e até mesmo me digo reeducada em tanta coisa, pelo tempo em que estou na estrada e pelo que já conquistei até aqui, eu não tenho que comer 4 fatias, mesmo que elas valham zero ponto, mesmo que seja um pão super-hiper-mega-ultra-light! Eu não fiz e não faço uma dieta em que basta contar pontos, consumir X por dia etc., eu sou vigilante do peso, eu sigo um método que me ajudou a mudar meu estilo de vida, através da mudança de modo de pensar, de agir e, pombas, já estava eu entrando numa de “aproveita que esta marca é muiiiito light e come em dobro”. Não é por aí.

E esta reportagem me sacodiu, de um jeito bom. Me fez ver que, se por um lado há uma má fé horrível e perigosa por parte de quem produz e vende seus produtos largamente com base em propaganda enganosa, que agora vira “equívoco, falha”, por outro lado eu fui muito desonesta comigo mesma sempre que aproveitei para comer mais do que o necessário de qualquer produto cuja tabela indique uma qtde baixa de kcal e gorduras e uma qtde alta de fibras. Mesmo que pudesse confiar nas embalagens, o que me chamou a atenção foi o meu jeito de agir, de driblar algo, como se estivesse me beneficiando. A cabeça gorda, disfarçadamente, conduziu as coisas neste caso, não foi?

 

Em um próximo post, vou falar mais do pão, mas aí vai ser para contar as maneiras como o seu consumo me beneficia ou me atrapalha, coisas que fui identificando e me ajudaram a agir melhor. Quando a cabeça magra prevaleceu, claro...rs   A gente aprende com tudo, digo sempre. Mas, se prestarmos atenção, nós mesmos, com nossos jeitos certos, errados, mais ou menos etc. de pensar, somos grandes lições para nós mesmos. Vale a pena a gente ficar esperto, porque quem mais nos ludibria, muitas vezes, é a gente mesma. 

A semana segue, o tempo começa a melhorar, hoje já tem sol e céu azul de novo na Cidade Maravilhosa (EBA!), mas eu ando irritadíssima, agora sim numa TPM horrorosa, Deus do céu, a vontade é de cavar um buraco e ficar lá até passar. Mas, ao contrário disto, eu vou é sair, dar um passeio com meu cachorro ao ar livre, depois vou comprar tonalizante p/ retocar o cabelo, de repente marco manicure, nada de me enfurnar, porque isto me deixa ainda mais chata. Os seios doem, estou inchadíssima, me olho no espelho e vejo uma monstra (a tal lente de aumento que só vê defeitos, neste período hormonal).  O engraçado é que estou sem apetite nenhum, tenho comido nos intervalos certos por obrigação, mas a vontade é sempre de consumir algo de sabor mais acentuado, tipo: em vez de peito de peru, mortadela. Mas, felizmente não tenho nada assim em casa estes dias, que possa me atrapalhar e, obviamente, sabendo que estou com os hormônios em ebulição, não vou arriscar, não comprarei nada que atice.

Chegaram os remédios receitados pelo meu angiologista/cirurgião vascular, já comecei a tomar, mas detesto remédio e ter que ficar atenta com hora de engolir este e aquele, ter que levar na bolsa, mas já sei que preciso, foi só ficar um tempo sem levar o tratamento como deve ser, que já notei diferença nas pernas, já apareceu coisa nova, já inflamou uma delas etc.
  E claro que eu vou tomar direito, foram mais de R$ 300,00 entre cápsulas, pomadas, gel... e meu dinheirinho não cai do céu! Mas as meias, não tem jeito, eu até comprei uma, mas detesto, sou calorenta, já falei pro médico que vou tentar usar nos dias mais fresquinhos, ele entendeu...rs Bom, se eu levar um "dá ou desce", eu uso...rs
Vamos em frente, gente. Beijos carinhosos.



 Escrito por Beth ?s 17h40
[] [envie esta mensagem]


 
   SEGUNDONA DE CHUVA...QUE SEJA DE BÊNÇÃOS!

 Segunda-feira chuvosa no RJ, a frente fria conseguiu chegar aqui, o domingo também foi de chuva. No sábado fui ao hospital visitar a Cacauzinha, aliás quero dar um VIVA p/ a nossa amiga, que mesmo internada já está conectada à blogosfera, com o laptop juntinho, até já atualizou oblog dela, com um novo post! VIVA Cacau!!!

Também no sábado tive a alegria de conhecer pessoalmente minha filhinha virtual da blogosfera light, a Luana, que esteve no RJ curtindo o feriadão. Adorei, ela é pessoalmente ainda mais lindinha, simpática e especial! A mãe dela, a quem eu já conhecia pessoalmente, tb é um doce e foi ótimo o nosso encontro. Espero que elas voltem muitas vezes! Outro dia mostrarei fotos que tiramos juntas (estão na máquina dela).

Neste finde eu não cometi jacadas fenomenais (dependendo do ângulo...rs) mas, definitivamente, não apliquei algumas regras que são chaves de sucesso. O conceito de jacada não pode ser genérico, p/ cada pessoa a jaca tem um formato, um sabor, um tamanho, já falei disto aqui. E, no meu caso, muitas coisas bem simples e que nem fariam cosquinha em tanta gente, fazem efeito no corpo, meu peso, na digestão. Meu limitar é baixíssimo, como a nutricionista mais de uma vez me alertou, portanto qquer coisinha tem seu preço. Ah, então a gente paga...rs Como diria o falecido Janio Quadros: "Fi-lo porque qui-lo". 
"Apenas" não consumi vegetais nas porções adequadas (e senti falta) e me fartei de batata frita. Que eu mesma inventei que queria e pedi ao marido para descascar e cortar, fritamos juntos. E estava ótima. As frituras e gorduras não foram jamais abolidas do meu cardápio, apenas se tornaram eventuais. Em 4 anos de processo nunca deixei de consumir em definitivo nada, mas aprendi que o que era rotina precisava passar para de vez em quando. E o ‘vez em quando’ foi neste fim de semana, como será novamente um belo dia, bem mais para a frente... vamos deixar meu organismo esquecer primeiro que já teve sua cota de excesso...rs

Faço questão de comentar isto aqui no blog, para ser honesta comigo e com quem me acompanha. Seria lindo dizer que fiz tudo direitinho, que rejeitei isto e aquilo, que fiz tudo na medida. Há inúmeras vezes em que é assim, tudo ou quase tudo bem bacana, e eu corro para contar, não é? Mas também há uma série de deslizes, concessões e até mesmo jacas que acontecem, em momentos mais ou menos propícios. Esquecer de contar também isto seria, no mínimo, falsidade (não faz meu gênero). E eu sou normalzinha como todo mundo, longe de mim passar uma imagem de perfeição! E quem disse que a gente tem que ser perfeito? A gente tem que ter é equilíbrio! Ainda no post anterior eu fala de como incremento pratos com vegetais e passei 2 dias sem fazer. Mas a regra é fazer, é o que vale!

Estou só compartilhando, não há culpa, nem arrependimento, inclusive já estou totalmente na linha de novo, já comecei meu dia planejando os cardápios, me concentrando direitinho e é assim que vai ser, para sempre. Nada de ficar neurótica, nem encanada o tempo todo por conta de quantas gramas ou kg possivelmente podem reaparecer, eu estou cada dia mais ciente de que quero ser uma pessoa normal, que no seu cotidiano procura ter uma vida regrada, uma nutrição adequada, um estilo de vida bom para mim como um todo e que, eventualmente, vai fazer uma farrinha extra na mesa, se achar que deve, que quer. Mas que sempre, sempre, sempre estará no comando da situação e saberá se reorganizar imediatamente, sem aplicar o “Já-que” (já que fiz m.... hoje, farei de novo amanhã), que isto não tem nada a ver.

Nesta 2ª feira cinzenta eu acordei meio emburrada, pois estava certa de que começaria a trabalhar nesta data, mas por conta de algumas burocracias, ainda não . Mas está tudo certo, é para logo, só a data exata não está definida. O pior é que até o meu ‘quase gerente’ me telefonou esta manhã, ele mesmo estava crente que eu já estaria lá hoje, e eu respondi: "Eu também!” haha E ele ficou de verificar o que está faltando p/ tudo ser finalizado e eu já poder começar. Acabei de falar de novo com ele e está tudo certo, questão de paciência, eita... Estou de saco cheíssimo de não ter a minha rotina de trabalho retomada, pois eu sou muito dinâmica e nada caseira.

 
Torci o nariz antes mesmo de sair da cama e por duas vezes ameacei levantar, mas resolvi dormir mais um pouqunho, naquela de “levantar pra que?” Até que meu corpo cansou da cama, tratei de me sacodir, rapidamente dei um jeito no visual, pq se tem uma coisa que eu acho chata é passar na frente do espelho, casualmente (e no meu quarto isto é inevitável) e me ver desgrenhada, com aquele jeito de “morreu e esqueceu de deitar” haha Me vesti bonitinha, mesmo para ficar em casa. O lance é que não gosto muito de ficar em casa, mas com este tempo feioso não há sentido em ficar pela rua...rs

Outra coisa que está me amuando um pouco é que a minha menstruação este mês simplesmente não se apresentou! Ela é certinha, meu ciclo é de 26 dias e eu bem que havia estranhado a ausência de alguns sintomas prévios, como as dores e inchaços nos seios e a irritação acentuada. Como eu já andava irritada antes, achei que simplesmente estava tudo misturadinho, mascarado. E fiquei na dúvida: atraso normal? mudança de ciclo? menopausa repentina?  Só que desde ontem comecei, com atraso, a sentir tudo aquilo, as dores chatinhas nos seios, que tb estão mais volumosos, o humor já está alterado, estou efetivamente um porre, torcendo o nariz para tudo haha Ainda bem que vocês estão longe, quem não me conhece de perto nem imagina como consigo ficar insuportável, nem eu me aturo.

Bom, vamos em frente! Desejo a vocês uma semana bem bacana, seja como tenha sido o final de semana temos o hoje e depois todos os novos ‘hojes’ para nos ajustarmos, se for o caso, ou para continuarmos lindinhos, o fato é que valemos toda a dedicação, conscientização e todo o carinho com que vamos nos tratando, certo? Atenção galera carioca e simpatizantes, temos encontro sábado, quem vai, quem vai? Eu vouuuuuuuuuu!   Beijocas!



 Escrito por Beth ?s 14h12
[] [envie esta mensagem]


 
   BATE-PAPO E MAIS DICAS!

E a semana está acabando, de novo! A minha foi boa, apesar de alguns percalços, mas isto faz parte da vida, a gente enfrenta, supera, contorna, se vira. E a próxima será ainda melhor, Deus há de prover e eu, no que me cabe, farei direitinho minha parte.  O feriadão segue bem, o tempo parecia que ia mudar, as previsões são de chuva, mas nesta 6a feira amanheceu um pouquinho encoberto, mas depois o dia abriu e fez um sol gostoso, claro que eu corri para a praia, que estava ó-ti-ma, me bronzeei bastante, relaxei e o mar, que eu tanto amo, estava perfeito, calmo e numa temperatura excelente. Torço p/ que continue assim e a tal frente fria que está prevista para chegar se perca pelo caminho, escolha outro rumo, que coisa mais sem graça vir para cá, né? Obs.: Neste exato momento o Vi gritou lá da sala, me avisando que está relampejando. Mas ontem relampejou, ventou e choveu e hoje o dia foi legal, então não vou nem dar bola...rs

A alimentação está indo bem, sendo que ontem e hoje não fui muito certinha não, deixei correr um pouquinho frouxo aqui e ali, mas sem sair do controle. Sei direitinho o que, como, quando, por que e em que quantidade comi, de certo ou errado, de mais ou de menos. Fiz alguma concessões, que se não forem bem administradas, apresentam uma conta alta depois, mas no geral estou indo bem sim, o saldo ainda é positivo e continuará sendo.

Me fazem falta as caminhadas diárias, mas preciso ir com calma. A bendita dor piora e melhora, fui ao massoterapeuta e já tenho nova sessão marcada, porque a coisa está complicadinha, um nervo pinçado, que incômodo! Mas ela não é constante, tem horas que eu nem lembro que ela existe, fico serelepe que ninguém diz! Mas, em outras horas, dependendo do movimento, do esforço ou até de um jeitinho diferente de levantar, ou subindo/descendo escada, aí a coisa pega. Dói pra caramba e hoje cedo eu até chorei, pq o Vi sem querer me deu uma joelhada bem no local, se virando na cama, fiquei um tempo sentindo muito e além de chorar eu xinguei tanto... coitado...rs Mas estou em tratamento e isto vai passar.

Legal vocês terem gostado do outro post, em que falei um pouco sobre como passei a lidar melhor com a geladeira, desde que entrei no meu processo em 2003. Gosto de compartilhar estas experiências, muitas vezes tão simples, mas valiosas.  Hoje vou falar de “não sentir fome” e nem entrar numa de “sou uma pobre coitada que nem pode comer direito”, sensação horrorosa que muita gente tem quando começa um proc. de emagrecimento, muitas vezes sem se ligar no que ele realmente tem de bom e supervalorizando o que ele, teoricamente, tira da gente. Falo “teoricamente” pq ele só tira o que realmente não precisamos manter: maus hábitos, descontrole, indisciplina, falta de amor próprio e responsabilidade, falta de bom senso e gorduras extras. Alguém precisa disto? Eu não...rs

Um processo de reeducação VERDADEIRO não nos priva de nada que preste e nem do prazer de comer. Não nos faz passar fome, nem vontade, a menos que a vontade seja de manter uma atitude totalmente equivocada, que nos leva justamente p/ o lado contrário ao que queremos ir. Aí, é diferente! Mas alguém aí realmente gosta muito de estar com sobrepeso ou obesidade e curte adoidado as dificuldades, problemas e riscos que isto causa? Imagino que não, senão nem estaríamos compartilhando através dos blogs né?
 O problema é que muita gente só se senta satisfeita, alimentada, se sair da mesa ou do balcão da lanchonete etc. se sentindo estufada. Enquanto não tem a impressão de que todos os botões da roupa vão estourar ou o ziper da calça abrir e se recusar a fechar de novo, por um tempo, há quem acredite que não comeu o suficiente. Confunde estar alimentado com estar "cheio".  Equivocadamente, entende que o sinal de que o pote está cheio é o desconforto, a dor, os gases, a sensação de estufamento. Isto não é sinal de que eatá alimentado e sim de que comeu mais do que precisava, isto não é aviso de saciedade e sim de empanturramento.

Por causa desta avaliação errada, muita gente quando começa um processo de reeducação, mesmo que esteja fazendo tudo direitinho, demora um pouco a entender que já comeu o suficiente, que já pode sair da mesa, que já pode dizer "não, obrigada" ao garçon na festa, ou ao anfitrião que insiste para que repita o prato ou a sobremesa. O sinal de que já nos alimentamos nÃo tem que vir de nenhum desconforto e sim do conforto que é físico e emocional.

Fico pensando se esta necessidade de se sentir mal para então entender que basta de comer pode ser uma forma inconsciente de se levar a algo que fique durante um bom tempo chamando a atenção da própria pessoa, mesmo que de forma muito ruim, porque enquanto ela estiver voltada para toda aquela sensação, não terá como entrar em contato com outras coisas que, aparentemente, a incomodam mais ainda. Carências, chateações, falta de sintonia consigo mesma etc. Sei lá, não sou terapeuta, pelo contrário, até pretendo iniciar uma terapia daqui a pouco tempo, é só um "achismo" meu.

O fato é que um processo de RA bem feitinho, como manda o figurino, não nos tira o prazer de comer e nem dá fome, pelo menos fome de comida, fome de verdade, fome física. No meu caso, eu não passei a comer menos quando comecei meu processo. Passei a comer muito mais, a fazer até 6 refeições diárias muitas vezes, a ter mais comida no prato do que nunca! Mas passei a comer direito, a comer de forma balanceada, passei a me nutrir, antes eu só comia, hoje eu me alimento.

Nunca fui de pratos cheios de comida, mas a minha forma de fazer errado era outra, era beliscando, eu já disse aqui várias vezes que todos diziam que eu "tinha que ter algum problema de hormônios, para ser gorda, afinal eu não comia".  É que o conceito de "comer muito" p/ muitas pessoas, a ponto de justificar o tamanho que eu tinha, era aquele do pratão cheio, as pessoas que não me conheciam direito imaginavam que eu comia 2, 3 pratos cheios de arroz, feijão, farinha, batata, carne e sei lá mais o que...rs Definitivamente, não era o meu caso, no dia-a-dia.

Porém, mesmo eu mudando meu jeito de comer e passando a comer em maior quantidade e regularidade, o fato de mudar o tipo de alimentos que consumia todos os dias poderia fazer com que eu sentisse fome, caso não observasse algumas regras. Mas eu observei, e não tive problemas. Por isso, umas dicas importantes que eu segui e sigo, deixo agora, também ressaltando que não é novidade alguma, nem invenção minha, são coisas que aprendi no VP, que estão em tudo que é artigo, orientação séria de alimentação adequada tá? Mas que ajudam, ah ajudam!
E estas dicas consistem no enriquecimento dos nossos cardápios, tanto nas refeições principais como nos lanches intermediários, com alimentos de baixa pontuação (ou valor calórico, conforme o método que a pessoa segue). Um sanduíche básico p/ minha refeição noturna ganha cor, saúde, sabor e propriedades nutritivas importantes, desde que passei a recheá-lo também com verduras, por exemplo! E assim, um único sandubinha virou um super sandubão, sem se tornar uma bomba de engordar e passou a saciar, sem que eu precisasse repetir a dose, na maior parte das vezes. E eu fiquei mais tempo me sentindo satisfeita, sem querer comer algo mais fora de hora, a menos que a sem-vergonhice ataque, claro..rs Aí é a gente aplicar no resto. A rúcula e o tomate seco ou fresco em cima da pizza, a torta salgada em casa levar um legumezinho no recheio, aí é botar a cabeça pra pensar, a criatividade para rolar e qualquer revistinha de receita tem dicas bacanas, a Internet mesmo está lotadinha de boas dicas de pratos, lanches etc. light! Vale a pena!

Sempre me senti saciada c/ iogurtes, mas para quem acha pouco, se adicionar 1 porção de frutas picadas ao iogurte e até mesmo 1 colher de aveia ou farelo de trigo, ele passa a ser uma refeição intermediária e tanto! E não vai haver fome por mais um bom tempo. Pelo menos, a fome física, aquela que é mesmo pedido de comida, vai demorar a aparecer. Há quem considere 1 x de macarrão cozido muito pouco. Aí, qdo pensa no ‘pouquinho’de macarrão, já se sente de novo “coitadinha”. Mas vejam só, e se este macarrão for incrementado, de um jeito legal, que o deixe colorido, substancioso? O molho de macarrão, sendo feito sem óleo (ou 1 colherinha de azeite, óleo ou manteiga), que tal colocar nele cebola, pimentão, abobrinha picada, alho-poró, champingnon, palmito, por exemplo? Em porções que nem precisam ser grandonas, quem conhece o Spoleto sabe que na montagem dos pratos (tanto saladas como massas) a guarniçãoé servida em porções que correspondem a 1 colher de sopa! E fica ótimo! Então? Em casa a gente pode fazer isto!

Eu faço. Dependendo do que eu tiver em casa, ou sentir vontade de saborear, meu macarrão leva um jeitão especial, que o deixa saboroso, colorido, nutritivo e detalhe: 1 xícara de macarrão vira um pratão, depois de tudo misturado! É ter bom senso, não precisamos colocar tudo que existe em casa em uma só porção, a gente varia, cada macarrãozinho que fizermos pode ser de um jeito! Gosto de colocar brócolis picado, também. E nem pensem que eu desprezo o queijinho ralado, ponho sim e se tiver gorgonzola em casa, 1 colher de sopa dela esfareladinha vai nele tb, ora bolas! Pode-se usar o atum light, a salsicha de peru light, ou até a normal, mas ela é tão mais calórica que a outra, que se puder trocar, melhor. Senão, é botar menos, compensar com outras coisas mais levinhas.

O fato é que estas coisas ajudam muito até na forma de encararmos as mudanças. O fato é que eu me habituei tanto que, qdo faço um lanche em casa à noite, substituindo o jantar, que não leva nenhum vegetal, sinto falta do sabor, da cor e a saciedade não vem com a mesma facilidade de como é qdo eu enriqueço com vegetais. Ah, mas vc vai me dizer que não tem hábito, que isto é complicado etc. Eu também não tinha, de jeito nenhum.

Mas entender que isto me ajudaria, que me daria mais saciedade, que contribuiria para o meu emagrecimento e minha saúde, fez com que eu tivesse boa vontade. E comecei a experimentar, a aplicar, gostei. E o resultado foi favorável a mim, como eu deixaria de valorizar isto? Não vou mentir dizendo que faço isto 100% das vezes, hoje mesmo eu não fiz, porque eu decidi que queria diferente. Mas posso assegurar que faço de 80 a 90% das vezes, o que é maravilhoso, uma mudança tremenda nos meus hábitos e que me beneficiou muito. 

Uma vizinha me perguntou outro dia se eu deixei de comer muitas coisas p/ emagrecer. Qdo eu disse a ela que não me privei de nada, que como de tudo, ela perguntou: E como é que funciona, como é que isto faz emagrecer? E eu disse: porque não é deixar de comer que emagrece e sim comer direito, com regra, é aprender que não precisamos comer tudo ao mesmo tempo, que a comida não vai sumir do planeta, que a gente pode fazer de um jeito hoje, de outro jeito amanhã e seguir, se reeducando, comendo melhor etc.
Ela gostou, claro, está em vias de iniciar um processo e desejo a ela todo o sucesso que ela merece ter.

Neste sábado cedo vou visitar nossa querida CACAU no hospital, ela continua em tratamento, vai ficar mais uns dias por lá, para sair novinha em folha. Todos os beijos, abraços e todo o carinho que vocês têm deixado para ela nos comentários eu tenho passado, e ela fica toda feliz, continua contando com a energia positiva, orações e tudo mais, tá gente?

Também estou feliz porque vou conhecer pessoalmente a LUANA, blogueirinha light a quem chamo carinhosamente de "minha filhota virtual", ela está no RJ a passeio e estamos combinando de nos encontrarmos!

Bom, é isso. Tenham um ótimo final de semana, curtam bastante e comecem a nova semana com o pé direito tá? Vamos lá, um dia de cada vez, mas sempre acreditando e dando nosso jeitinho para melhorar aqui e ali. Não somos pobres coitados porque temos que nos controlar, somos aprendizes, estamos aprendendo a viver melhor, a nos alimentar direito e a administrarmos melhor nossa vida no geral, com uma especial atenção à boquinha haha Fiquem com Deus!



 Escrito por Beth ?s 22h42
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Livros, Praia, Dançar, Curtir a vida
MSN -



EU ERA ASSIM  

ESTOU ASSIM Meu nome ? Elizabeth, sou conhecida como Beth
Analista de Sistemas, especialista em Metodologia, Processos e Qualidade em TI, Ger?ncia de Projetos,An?lise de Neg?cios, Auditora ISO, sou leonina do dia 10/08, carioca da gema, moro na minha na cidade maravilhosa (RJ), adoro fazer amizades, sonhar, ler, escrever, sou casada c/ Vicente - meu grande amor, m?e do Alexandre, um filh?o maravilhoso, que ? universit?rio e "boadastra" da Mimi, minha enteadinha adolescente linda a quem chamo aqui de filhotinha.

Meu e-mail: beth.ebprs@gmail.com
Meu MSN: ebprs@hotmail.com



Objetivo deste Blog: Compartilhar meu processo de reeducação alimentar e mudança de hábitos que resultou no meu emagrecimento, me tirou da obesidade mórbida e me ensinou e ensina tanto!



Meu processo: Fui beb? 'cheinho',crian?a de peso normal, na adolesc?ncia tinha ?timo corpo. No in?cio da fase adulta comecei a engordar c/facilidade em fun??o de uma mudan?a p/ pior dos h?bitos alimentares e tb devido a dificuldade que tive em enfrentar alguns problemas pessoais, decep??es e m?goas que se transformaram em Kg a mais (eu as COMI). Durante anos optei por m?todos indevidos, tomei rem?dios, f?rmulas, inje??es, fiz dietas mirabolantes e isto tudo me ajudou a virar uma sanfona que cada vez abria mais e fechava menos. Cheguei ao auge da obesidade c/ 140 kg e dei o basta. Primeiro, fiz um pequeno controle que me ajudou a emagrecer quase 5 kg. Depois, entrei para o Vigilantes do Peso, onde emagreci 53kg c/equil?brio, seguran?a e muita alegria. Aprendi muito, o caminho foi t?o importante quanto os resultados. Eliminei 53 kg com o método do Vigilantes do Peso e atividade física. Aumentei depois alguns kg e agora prossigo, para reconquistar a minha meta e mantê-la para sempre.

Cr?ditos Imagens: Google
Comunidade no Orkut!


Comunidade Orkut: Eu sou f? da Beth - A Conquista! criado com carinho pela amiga Lili (obrigada, lindinha!)
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2052374


 
Clique AQUI e veja
o que eu como!




HIST?RICO
 01/01/2011 a 15/01/2011
 16/12/2010 a 31/12/2010
 01/12/2010 a 15/12/2010
 16/11/2010 a 30/11/2010
 01/11/2010 a 15/11/2010
 16/10/2010 a 31/10/2010
 01/10/2010 a 15/10/2010
 16/09/2010 a 30/09/2010
 01/09/2010 a 15/09/2010
 16/08/2010 a 31/08/2010
 01/08/2010 a 15/08/2010
 16/07/2010 a 31/07/2010
 01/07/2010 a 15/07/2010
 16/06/2010 a 30/06/2010
 01/06/2010 a 15/06/2010
 16/05/2010 a 31/05/2010
 01/05/2010 a 15/05/2010
 16/04/2010 a 30/04/2010
 01/04/2010 a 15/04/2010
 16/03/2010 a 31/03/2010
 01/03/2010 a 15/03/2010
 16/02/2010 a 28/02/2010
 01/02/2010 a 15/02/2010
 16/01/2010 a 31/01/2010
 01/01/2010 a 15/01/2010
 16/12/2009 a 31/12/2009
 01/12/2009 a 15/12/2009
 16/11/2009 a 30/11/2009
 01/11/2009 a 15/11/2009
 16/10/2009 a 31/10/2009
 01/10/2009 a 15/10/2009
 16/09/2009 a 30/09/2009
 01/09/2009 a 15/09/2009
 16/08/2009 a 31/08/2009
 01/08/2009 a 15/08/2009
 16/07/2009 a 31/07/2009
 01/07/2009 a 15/07/2009
 16/06/2009 a 30/06/2009
 01/06/2009 a 15/06/2009
 16/05/2009 a 31/05/2009
 01/05/2009 a 15/05/2009
 16/04/2009 a 30/04/2009
 01/04/2009 a 15/04/2009
 16/03/2009 a 31/03/2009
 01/03/2009 a 15/03/2009
 16/02/2009 a 28/02/2009
 01/02/2009 a 15/02/2009
 16/01/2009 a 31/01/2009
 01/01/2009 a 15/01/2009
 16/12/2008 a 31/12/2008
 01/12/2008 a 15/12/2008
 16/11/2008 a 30/11/2008
 01/11/2008 a 15/11/2008
 16/10/2008 a 31/10/2008
 01/10/2008 a 15/10/2008
 16/09/2008 a 30/09/2008
 01/09/2008 a 15/09/2008
 16/08/2008 a 31/08/2008
 01/08/2008 a 15/08/2008
 16/07/2008 a 31/07/2008
 01/07/2008 a 15/07/2008
 16/06/2008 a 30/06/2008
 01/06/2008 a 15/06/2008
 16/05/2008 a 31/05/2008
 01/05/2008 a 15/05/2008
 16/04/2008 a 30/04/2008
 01/04/2008 a 15/04/2008
 16/03/2008 a 31/03/2008
 01/03/2008 a 15/03/2008
 16/02/2008 a 29/02/2008
 01/02/2008 a 15/02/2008
 16/01/2008 a 31/01/2008
 01/01/2008 a 15/01/2008
 16/12/2007 a 31/12/2007
 01/12/2007 a 15/12/2007
 16/11/2007 a 30/11/2007
 01/11/2007 a 15/11/2007
 16/10/2007 a 31/10/2007
 01/10/2007 a 15/10/2007
 16/09/2007 a 30/09/2007
 01/09/2007 a 15/09/2007
 16/08/2007 a 31/08/2007
 01/08/2007 a 15/08/2007
 16/07/2007 a 31/07/2007
 01/07/2007 a 15/07/2007
 16/06/2007 a 30/06/2007
 01/06/2007 a 15/06/2007
 16/05/2007 a 31/05/2007
 01/05/2007 a 15/05/2007
 16/04/2007 a 30/04/2007
 01/04/2007 a 15/04/2007
 16/03/2007 a 31/03/2007
 01/03/2007 a 15/03/2007
 16/02/2007 a 28/02/2007
 01/02/2007 a 15/02/2007
 16/01/2007 a 31/01/2007
 01/01/2007 a 15/01/2007
 16/12/2006 a 31/12/2006
 01/12/2006 a 15/12/2006
 16/11/2006 a 30/11/2006
 01/11/2006 a 15/11/2006
 16/10/2006 a 31/10/2006
 01/10/2006 a 15/10/2006
 16/09/2006 a 30/09/2006
 01/09/2006 a 15/09/2006
 16/08/2006 a 31/08/2006
 01/08/2006 a 15/08/2006
 16/07/2006 a 31/07/2006
 01/07/2006 a 15/07/2006
 16/06/2006 a 30/06/2006
 01/06/2006 a 15/06/2006
 16/05/2006 a 31/05/2006
 01/05/2006 a 15/05/2006
 16/04/2006 a 30/04/2006
 01/04/2006 a 15/04/2006
 16/03/2006 a 31/03/2006
 01/03/2006 a 15/03/2006
 16/02/2006 a 28/02/2006
 01/02/2006 a 15/02/2006
 16/01/2006 a 31/01/2006
 01/01/2006 a 15/01/2006
 16/12/2005 a 31/12/2005
 01/12/2005 a 15/12/2005
 16/11/2005 a 30/11/2005
 01/11/2005 a 15/11/2005
 16/10/2005 a 31/10/2005
 01/10/2005 a 15/10/2005
 16/09/2005 a 30/09/2005
 01/09/2005 a 15/09/2005
 16/08/2005 a 31/08/2005
 01/08/2005 a 15/08/2005
 16/07/2005 a 31/07/2005
 01/07/2005 a 15/07/2005
 16/06/2005 a 30/06/2005
 01/06/2005 a 15/06/2005
 16/05/2005 a 31/05/2005
 01/05/2005 a 15/05/2005
 16/04/2005 a 30/04/2005
 01/04/2005 a 15/04/2005
 16/03/2005 a 31/03/2005
 01/03/2005 a 15/03/2005
 16/02/2005 a 28/02/2005
 01/02/2005 a 15/02/2005
 16/01/2005 a 31/01/2005
 01/01/2005 a 15/01/2005
 16/12/2004 a 31/12/2004
 01/12/2004 a 15/12/2004
 16/11/2004 a 30/11/2004
 01/11/2004 a 15/11/2004
 16/10/2004 a 31/10/2004
 01/10/2004 a 15/10/2004
 16/09/2004 a 30/09/2004
 01/09/2004 a 15/09/2004
 16/08/2004 a 31/08/2004
 01/08/2004 a 15/08/2004
 16/07/2004 a 31/07/2004
 01/07/2004 a 15/07/2004
 16/06/2004 a 30/06/2004
 01/06/2004 a 15/06/2004



OUTROS SITES
 Site do Vigilantes do Peso
 Ação pelo semelhante
 Nutrella
 MC DONALDS - Tabela Nutricional
 Site ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
 Saudável.Info
 Vegê Gourmê - Blog da Chef Michele Maia
 Lu Francesa
 Selma Guerreira
 Meu Emagrecimento (Sara)
 Serei magra (Andreia)
 Renascer (Thuca)
 Valquíria
 Blog da Magui
 Neblina
 O sabor da vitória (Electra)
 Entretanto, eu (Jana)
 Diva esbelta e feliz (Diva)
 Miss Blueberry
 Vida boa é vida saudável (Cristy Costa)
 Diário light (Sylmara)
 Blog da Eloyza
 Veneno urgente (Flavia Rocha)
 Blog da Fafá
 Espelho light (Elaine)
 Blog da Cynthia (Londres)
 Agora eu emagreço (Aline) Brasília
 Never give up (Renata - Tita)
 Blog da Micha - RJ
 Homem também faz dieta (Carlos) RJ
 Jaqueline
 Mulher de Atitude - Cacau RJ
 Serei sereia (Fabi) RS
 A caminho da vitória (Elaine Regiane) SP
 Blog da Rogeria
 Blog da Georgia
 Escrevendo emagrecendo (Lisa)
 Diet Forever (Zá)
 Garotinha ruiva (o outro blog da Lu Russa)
 Dieta urgente (Luciana Alexandrino)
 Space Cris
 Tetê Sereiah
 Andréa Aoki
 Gordinha da Silva
 O sucesso da Lorena
 Renata sem firulas
 Valérie Roberto
 Arianna
 Clara - RJ
 Andréa Cordoniz
 Ana Carolina grávida
 Ana Carolina
 Miss Slim
 Drica (Paraty-RJ)
 Ada Sheila
 Anselmo
 Sueli
 Sol
 Kelly
 Jessica (Elite)
 Nilce
 Leila (Ninguém merece ser 3G)
 Fanta Diet
 Infobeso
 Cris Lopes
 Aline Tomaz (RJ)
 Roberta Alves
 Sue - gravidinha
 Cris fit
 Annie
 Novidades da Cris
 Leila Batista
 Clarita
 Rebecca sapeca
 Lua emagrecendo
 Brian
 Diario da bonita Andrea
 Marilia
 Marilia Vitória
 Aline Virtus
 Paula pra melhor
 Cristiane
 Teresinha
 Ana Cleide
 
 Marcia (Marquinhas)
 Pri 2
 Ludmila
 Lela
 Jana Carmen
 Pri emagrecendo...
 Luzluzinha
 Barbarella (Andrea Glauce)
 Raiane
 Luciana Kotaka
 Vanessa (Campinas)
 Patty emagrecendo de bem...
 Nanda (Idade da Pedra)
 Carlos Medeiros
 Lara
 Dani - Brasília
 Teresa Cristina
 Sisi
 Miriam - RJ
 Kaká
 Gabi e Ana Luiza
 Diário de Macherrie
 Catia
 Amanda Costa
 Rosimeyre
 Alice
 Walkiria
 Crizinha
 Char
 Lu Pinheiro
 Elisandra
 Lahys
 Cotidiano (Zany)
 Karen
 Kika
 Nicky
 O novo blog da Taty Carioca
 Isabela
 Lisandra
 Ju sem pressa
 VIGILANTES DA AUTO ESTIMA
 JT
 Barbarella
 Angelica Fernandes
 Claudia
 Lagarta de borboleta
 Alisson
 Nova Jacque
 Patty Roberta
 Michelle 2
 Elissandra
 Juliene
 Ana Paula
 Annie emagrecendo
 Lili Bolero
 Fernanda Betini
 Karina Torres
 Valqs
 Ana Telma
 Lilian Raquel (Lee)
 Cáritas
 Baxie
 Cacau II
 Renatita
 Nando Neri
 Isabelle
 Nanda
 Edite
 Way to go (Clara )
 Bartira
 BLOG COMER SEM CULPA
 Andreia Cantelli
 Lu Mme Light
 Magali
 Lu
 Aline RJ


VOTA??O
 D? uma nota para meu blog!