Conquista

UOL
  

'Tô' na área! Se derrubar é pênalti! Mas, por favor, não derrube não, que ainda não estou podendo, tá? haha

Então, vim dar notícias. A semana que passou foi boazinha. Não foi óóótima por causa do desconforto na coluna, mas peguei leve, tomei direitinho o remédio receitado pelo ortopedista, segui as orientações. Quando o remédio começou a fazer algum efeito e a dor foi reduzindo, eu naturalmente já me flagrava fazendo um movimento mais rapidinho, mas aí, claro, sentia a droga da dor e lembrava de segurar as pontas.

A dor não foi embora totalmente, embora os 5 dias de medicamento tenham acabado ontem. Mas melhorei bem. Voltei a sentir um pouco mais no fim de semana, por conta de uma saída na 6ª feira (conto depois), mas não é, nem de longe, felizmente, tão ruim como já foi.

No sábado fui fazer a Ressonância Magnética, mas...quem disse que fiz? Deu siricotico na hora de me enfiarem naquele troço lá, o magneto (cilindro onde a cama de ressonância é introduzida). Não sou claustrofóbica, mas sei lá o que deu. O bicho pegou. Mal a cama começou a entrar no magneto eu senti um troço ruim. Foi uma agonia, parecia que estavam me enterrando viva (parece exagero, mas foi como me senti) e sequer apertei o botãozinho de 'ei, você aí', tratei logo de dar um berro "Paaaaaaaaaaaara!!! Paaaara que não vou entrar nisso mais não!!!"

E não teve jeito, não teve conversinha com a técnica, nem com a médica que entrou p/ dar uma força que me fizesse sentir vontade de continuar. Pedi pra sair, mesmo. Foi uma sensação repentina, uma ansiedade absurda que me travou. Para mim, uma surpresa. Eu fico em ambiente fechado numa boa, ando em qualquer elevador tranquila, se ele enguiçar comigo dentro (já aconteceu várias vezes) fico bem, se estou sozinha ok e, se não estou, até tranquilizo a outra pessoa. Mas, naquele troço ali não rolou.

Então, fui orientada a remarcar o exame, agora em um outro tipo de aparelho de RM, que é um pouco mais largo e no qual a minha cabeça ficará toda ou parcialmente de fora. Até porque nesse outro, eu entrarei no magneto pelos pés (no de sábado passado eu já entrava pela cabeça) e isto já dá um preparo. Fui ver previamente a máquina, assisti da sala de controle a introdução de uma senhorinha, achei tudo tão tranquilo.

Mas eu também achava tranquilíssimo o outro, no entanto na hora H não consegui, vá entender! Bom, já remarquei p/, amanhã (3ª feira) depois do trabalho e, se Deus quiser, vai ser tranquilo. Por via das dúvidas, o Vi ficará lá dentro comigo (não dentro do cilindro, gente boa, calma aí, é só dentro da sala...rs).

No mais, tudo indo. Na 6ª feira passada o jogo do Brasil (que chinfrim!), por causa do horário (11h) assistimos na empresa mesmo, mas foi bem legal, muito animado, a sala de reunião toda enfeitada, foi bom mesmo. O que não foi bom, de verdade, foi o meu comportamento, já que ARARUTA TAMBÉM TEM O SEU DIA DE MINGAU e o meu dia chegou! Convencido

Depois de um bom tempo de comportamento lindaço, eu jaquei mesmo! A 6ª feira foi dia em que não consumi frutas, legumes e verduras, só comi tranqueirinhas durante todo o dia. Não foi pela disponibiidade dos salgadinhos, porque quando quero convivo com variedade e quantidade sem me influenciar tanto. Mas eu dei um 'deixa pra lá' pontual.

Em casa à noite, um chazinho light com acompanhamentos leves, preparado pelo maridão, de surpresa. Mas depois nós saímos para uma noitada gostosinha, num barzinho super legal, lugar alternativo, para um concurso de bandas de rock, já que um amiguinho do trabalho tem uma banda que está concorrendo (segundo informações, 'é a copa do mundo das bandas cover de rock'). E foi ótimo. Ri muito, me diverti demais. E dei o arremate da jaquinha do dia comendo batatas fritas. Que sozinhas não seriam problema algum, mas somadas com salgadinhos e pizza do dia, já viram né? E foi aí que a coluna voltou a doer mais forte, ficamos num raio de um banquinho alto por horas, apoiados na mesa redonda, eu 'tentando' me remexer, mesmo que contidamente, ao som de Led Zeppelin, Pink Floyd, Red Hot Chili Peppers etc., 'tão' pensando o que? Que fiquei com dor depois, claro! haha E não deu outra!

Quanto à jaca, já foi, afinal tratou-se de um dia de jaca e não uma temporada completa. Até porque no sábado e no domingo eu fiquei me sentindo péssima, o estômago reclamou pela diferença na qualidade do que recebeu, fiquei inchada, com gases, toda hora 'recebendo notícias' do que tinha comido na véspera e olhem que nem foi tannnnto assim, eu jaquei mas não fiquei com comida saindo pelas orelhas. Mas só de ser tão diferente da rotina, já deu para o corpo reclamar. Bom mesmo que ele reclame, assim até um belo dia a araruta virar mingau de novo vai demorar muito, ah vai! :)

E hoje foi dia de jogo novamente, gostei muito, não só pelo placar mais que favorável, mas pela movimentação, por um astral mais alegre, por uma soltura em campo que há tempos eu reclamava e pedia! Fui trabalhar novamente paramentada, de verde e amarelo, calça branca, azul no detalhe do brinco. Saí mais cedo, encontrei o maridão que me convidou para almoçarmos fora antes do jogo, mas fomos comer saladinha no Spoleto, deliciosa.

Depois, não resisti a uma promoção da Mercatto, comprei um trocinho lá que não sei o nome, parece casaquinho, mas não é... parece uma echarpe, mas não é, faz papel das duas coisas. Bonitinha e barata. E um vestidinho para a filhota, que chega já para as férias na próxima 6ª feira.

Vimos o jogo em casa, vibramos muito e agora vamos ver a novela das 6horas, a única que eu gosto e faço questão, sempre que consigo (é raro) estar em casa na hora.

E vocês, tudo bem? Desejo que sim! Que tenham passado um ótimo fim de semana, que tenham começado a nova semana com o pé direito e assim continuem. Beijos! 



 Escrito por Beth ?s 18h03
[] [envie esta mensagem]


 
  

Olá!
Antes de qualquer coisa, mostro dois selinhos lindos que ganhei:

Primeiro, o selinho fofo para o qual a Lela me indicou. Obrigada queridona!

Regras: 1) Postar quem deu o selinho para você e linká-la: feito!
2) 
Dizer o que você admira na pessoa que te deu o selinho: Ah, é moleza! A Lela é uma pessoa muito especial, com quem simpatizei logo de cara, ao 'conhecê-la' aqui pela net. É inteligente, gentil, carinhosa, atenciosa, o blog dela é gostoso de acompanhar, é GENTE que não se importa só em estar na área, ela é interessada na gente.  Isto é importante. Gosto demais de você, viu falcãozinho?
3) Indicar 10 amigas que vc tb admira e avisá-las: Como sempre faço, indico a todas que aqui vierem. Não seria justo indicar somente 10.

Agora, o que a Míriam indicou, super legalzinho, valeu de novo querida!

Para este, as regras são:
1) Linkar quem te indicou: feito!
2) Indicar o número de Copas que viveu para as amigas. Exemplo, se viveu 05
Copas, indicar 05 amigas: Indico para quem achar legalzinha a brincadeira!
3) Qual o ano que nasceu e quais Copas do mundo você viveu e como estava naquela época? Eu nasci em 1956! Então, já foram 14 copas, contando com esta. Coisa à beça, não? Então, lá vai:
1958: ia fazer ainda 2 aninhos e devo ter ouvido o jogo no colo do papai...rs
1962:  5 anos, lembro da família pulando em casa ouvindo o jogo pelo rádio e eu pulando junto, solidária...rs
1966: 9 anos, naquele ano não curti, foi a primeira Copa sem o papai e mexeu comigo, ouvi pelo rádio sem maior interesse.
1970: ia fazer 14 anos, era adolescente bonita, magra, sonhadora,namoradeira e metidinhaa à besta (rs). E ainda me apaixonei (pela TV) pelo Rivelino! haha
1974: quase 18 anos, fazia vestibular, era bonita, corpo legal,tinha um namorado firme porquem era apaixonadíssima. Começava a piorar hábitos alimentares mas ainda segurava o peso com facilidade.
1978: finalzinho dos 21 anos, apaixonada, namorava o meu ex-marido (não era mais aquele namorado da outra Copa). Já fazia bobagem, tomando remédio p/ emagrecer embora na época estivesse com no máximo 7, 8 kg extras (que nem apareciam tanto e sairiam facilmente se eu ajustasse a alimentação)
1982: 25 anos, pesando uns 22 quilos a mais, passando por muita tristeza e decepções, perdidona, sem conseguir reorganizar a cabeça e as ações. Mas já formada, trabalhando, sempre estudando mais e batalhando a evolução da vida profissional.
1986: 29 anos, numa fase legal da vida, já separada do ex-marido, já mãe do meu amado Alexandre que tinha 2 aninhos, pesava uns 30kg extras, mas estava feliz, com a alma mais leve, prestes a uma mudança significativa e positiva na vida profissional também. Me preparava alegremente para comemorar os 30 anos, aliás foi uma festança!
1990: 33 anos, exatamente durante a Copa passei por um momento extremamente doloroso devido a mudanças políticas que interferiram diretamente na minha vida profissional (e pessoal, ocnsequentemente).Aliás, foi um ano terrível, em que aconteceram muitas coisas tristes, inclusive o falecimento do meu irmão mais novo.
1994: 37 anos, numa fase excelente da vida nos campos profissional e pessoal. Mas estava obesa mórbida, imensa que só eu!
1998: 41 anos, já casada com o Vi, meu grande amor, foi a primeira Copa na nossa casa, vivendo juntos, na época na cidade dele (Piracicaba-SP). Foi animada e gostosíssima. Eu enorme de gorda, mas feliz da vida!
2002: 45 anos, já de novo no RJ minha cidade natal querida, tudo numa boa!  No auge da obesidade mórbida, já queria meter bronca num processo sério, ainda não tinha me determinado a começar!
2006: 49 anos, prestes ao cinquentenário, com dezenas de quilos a menos, mais leve, mais bonita, mais saudável ainda, mais satisfeita ainda comigo mesma, e ainda mais feliz!
2010:
53 anos, sempre na estrada, me amando e me respeitando, trabalhando com afinco p/ eliminar os quilos extras que retornaram, tendo sucesso nesta empreitada, firme e forte e pronta pra quantas Copas ainda vierem e Deus me permitir assistir!

Semaninha correndo bem, graças a Deus. Dei uma melhoradinha no problema lombar. Primeiro, porque realmente evitei qualquer esforço, fui bem cuidadosa, mesmo tendo ido trabalhar na 2ª e 3ª feira, depois de um fim de semana tão dolorido.

Não gosto de faltar ao trabalho a menos que realmente seja impraticável. Fui e voltei de táxi, lá eu consegui ficar quietinha na minha mesa e só me movimentei mesmo p/ ir ao banheiro (já otimizava para pegar mais água e lanche que tinha deixado na copa, uma levantada só servia p/ várias coisas). Assim, não me prejudiquei, com certeza e não faltei à toa.

Ontem fui ao ortopedista e ele examinou bastante, fez uns testes e acreditam que o bendito do nervo ciático resolveu me sacanear e 'evitou doer' com movimentos especiais provocados pelo médico? Comigo sozinha, dói até piscando o olho, esse nervo FDP!  Mas a dor lombar geral se apresentou, sim. Só que ficou parecendo que a coisa era bem menos chata do que eu estava relatando. É dose! Eu parecia aquelas televisões antigas que ficavam com a imagem horrorosa, ou sem som e quando o técnico chegava e ligava, ela funcionava ótimamente bem, para ficar parecendo que a gente era doida.

Comentei com ele a respeito, ainda bem que ele é um médico experiente e sabe que essas coisas acontecem. Pediu uma ressonância magnética e também vou aproveitar p/ fazer um raio X daquele pé esquerdo torcido que melhora_piora conforme a lua (rs). E receitou um remédio (analgésico, anti-inflamatório etc.). E as recomendações de praxe: evitar esforços, não pegar peso de jeito nenhum, não fazer movimentos bruscos e não voltar a caminhar enquanto não estiver bem.

Comecei a tomar o remédio ontem à noite (12 em 12 horas) e hoje sim, achei que tinha sentido dar uma ajudinha ficando em casa, fazendo repouso. Até porque o 'bonitinho' do nervo que não deu ataques na frente do médico resolveu doer bastante durante a madrugada e pela manhã cedinho, acho que em função da mudança do tempo e queda da temperatura. Estou quietinha, vim um pouquinho só aqui no micro mas já vou deitar do jeito certo, com a almofada-triângulo sob as pernas para ficar na postura mais confortável e que não pressiona o nervo e tenho certeza de que daqui para a frente vai ser só melhora. E aí, se for ficar na internet, vai ser no notebook do marido, que dá para usar deitadinha.

No mais, está tudo bem. A alimentação está legal, mas houve uns momentos em que a refeição não foi exatmente a ideal, em especial no almoço de 2ª e 3ª feira , porque estava sem condições físicas de sair para almoçar, então fiz lanche. Mas nada de sanduiches gordurosos, nada de bobagens. Apenas não foi prato de comida bonitinho como gosto e como é mais adequado. Mas era situação excepcional.

Falei outro dia sobre os bichinhos uniformizados, a nossa 'torcida de pelúcia' em casa e hoje mostro a vocês um pouquinho disso, nas fotos abaixo. São da parte da minha sala onde fica a televisão. Na foto em que a cortina está aberta, dá para notar que há uma bandeira no vidro, aliás duas do Brasil (unidas) e ao lado uma do Flamengo. Sem contar que o marido assiste ao jogo uniformizado e com uma bandana na cabeça, sempre colocada do mesmo jeito. E um dos ursinhos (geralmente, o que representa o futebol) 'assiste' no colo dele! rs O que diverte e é de gosto, é regalo da vida, não é?

 

E a Copa hem? Quanta zebra! Estou me ferrando nos bolões em que entrei, só vendo! Mas acho graça, até porque eu entro mais de farra mesmo, se bem que ganhar uma graninha extra não me faria mal algum...rs

E vocês, como estão na semana? Caprichando? Vamos lá, gente! Beijos.



 Escrito por Beth ?s 10h15
[] [envie esta mensagem]


 
  

Mais uma semaninha terminando e foi mais um período em que estive no controle, mesmo em circunstâncias especiais. Isto não envolveu nenhuma privação, nenhum radicalismo, apenas gerenciamento.

Não deixei de saborear algumas coisas que eu realmente quis, mas não cedi a tudo que foi tentação, continuei fiel ao compromisso assumido comigo mesma. Lembrando que se eu não me considerar digna de cumprir aquilo que trato comigo, quem neste mundo de meu Deus há de considerar?

O problema lombar piorou bastante. Acho que foi porque eu andei muito na hora do almoço, na 5ª feira passada, no comércio do Centro. Dentre outras coisas, fui procurar um bendito chapelão com tema da Copa que o meu marido viu e quer um igual. É uma cartolona que tem 3 bolinhas de futebol no topo.

Encontrei tudo que imaginarem em termos de chapéu, boné etc. da Copa, mas o tal chapéu, especificamente, não achei. Em vários lugares, soube que já teve, mas acabou justamente ele. O fato é que andei bastante  (embora devagarzinho) e carreguei um pouquinho de peso. Cheguei no trabalho pior da dor e de lá pra cá, o bicho pegou.

Estou lutando p/ não ter que ir a uma emergência, pois não quero paliativos e o ortopedista está marcado para a próxima 3ª feira. Claro que se precisar, eu vou no hospital antes, mas apesar de tanto incômodo e dor, ainda estou conseguindo segurar as pontas. Não cheguei (se Deus quiser, não chegarei) ao limite. Mas estou de repouso, o máximo possível. Tive que desmarcar o corte de cabelo e a manicure no salão, programados para hoje, por impossibilidade de ficar sentada naquelas cadeiras.

Só fui ao podólogo (no sacrifício), porque os pezinhos não agüentariam mesmo esperar mais nem um dia p/levarem um trato. Mas andava no shopping (onde ele atende) devagar, quase sempre mancando e fazendo cara de ‘ai, ui’. Maridão do lado, parceiraço, dando aquela força.

Cheguei a entrar na C&A p/ dar uma espiada, o Vi me estimulando a comprar uma blusa bonitinha que ele viu, mas eu estava tão ‘sem graça’ de dor que preferi deixá-la por lá, vejam como a coisa realmente é séria! Rs

Falando em roupa, tenho sido gratificada com a constatação de que várias roupas, que andaram bem justas em mim, já estão de novo boas, ou quase (faltando pouco pra isso). Ainda há outras, do tempo em que estive no auge (qdo cheguei à meta) e que na época já comprei justinhas, estas (minoria, felizmente) obviamente estão bem apertadas, impraticáveis ainda.

Mas é questão só de tempo, naturalmente associado à perseverança, à regularidade no comportamento bacaninha e estou bem tranqüila quanto a isso.

Semanalmente abro o armário e começo a pegar esta e aquela peça, para testar, já sem o receio do “Ai, meu Deus, está mais apertada” ou “Ihhh não está mais fechando” ou até o “Vixe, não está entrando!”. Acontece justamente o contrário, é um tal de "Ih, já está legal", "Oba, melhorou muito" e "Hum, você ainda não está legal, mas já avançamos, me aguarde...".

Sei que estou fazendo a minha parte, do melhor jeito possível a cada dia, então não há o que temer, só mesmo se o organismo resolver não dar resposta é que as coisas não vão continuar acontecendo. Mas ele está bem receptivo, claro, está gostando do jeito como está sendo cuidadinho por mim.

Uso isto como motivação adicional, é mais um recurso p/ me manter firme.  Tenho também pensado muito nos toques dados tantas vezes pelo meu homeopata unicista/amigo/luz, bem como de outros médicos e outros profissionais (acima de tudo, GENTE) bacanas que me cercam ou já me apoiaram. E que me ajudam/ajudaram tanto.

Amanhã tem outro jogo do Brasil, infelizmente não vou poder cair na gandaia como gostaria, por causa do problema lombar. Eu ia chamar uns amigos p/ virem ver o jogo aqui em casa, mas não tive tempo durante a semana p/ planejar isso direito e o povo foi arrumando sua programação sem nem saber das minhas intenções, mas fica para outro dia.

Fui convidada para um churrasco e ver o jogo com pessoas amigas, mas dificilmente poderei ir, adoraria, mas a locomoção está complicada e eu espero em Deus melhorar ou, pelo menos, não piorar até a consulta com o ortopedista. Mas, quem sabe eu acordo milagrosamente me sentindo muito melhor? Aí, a gente rapidinho muda de planos! Rs

E para não dizer que não falei de futebol, que eu adoro o ano inteiro e não só na Copa, registro aqui que estou torcendo muito pela nossa seleção, mas resmungando muito pela escalação e pelo jeito apático, sem criatividade, sem malemolência, sem alegria como jogou na 3ª passada. Mesmo tendo ganho o jogo, resultado importante, sem dúvida.

Espero que neste domingo (e daí em diante) tudo melhore. Mas a minha torcida é certa. Me visto de verde e amarelo, o maridão idem, um lado da nossa sala está até enfeitadinho, ele pendurou bandeira na janela, tem outra no sofá, mais uma outra do Flamengo para complementar. E os ursinhos de pelúcia vestidos com uniformes do Brasil, que já fazem parte do visual aqui de casa em épocas de Copa? O Vi os encontrou, lavou, eles estão no encosto do sofá participando, como acontece já há 2 copas, esta é a terceira deles.

Bom, gente boa, desejo a todos um ótimo domingo, uma maravilhosa nova semana. Torçam pelo Brasil, aproveitem bem esta época tão animada e colorida, lembrem-se de que NÃO É PRECISO FICAR COMENDO, BELISCANDO, PETISCANDO DURANTE O JOGO! Pelo menos, não de forma desenfreada!

A Copa acaba em 11 de julho, mas o estrago deixado por falta de controle e por se deixarem levar por hábitos que comprovadamente não lhes são favoráveis, leva muito mais tempo para ser revertido, lembrem disso. Como digo repetidamente: sem neuras, claro. Mas com bom senso. Não importa se o mundo à volta está enchendo a cara, comendo até estourar, se temos um objetivo, quem tem que meter bronca p/ alcançá-lo somos nós.  Fiquem com Deus! Beijos!



 Escrito por Beth ?s 23h16
[] [envie esta mensagem]


 
  

 

Olá!

O fim de semana foi delicioso, curti o Dia dos Namorados com o maridão, a programação foi mudada consensualmente, optamos por algo mais simples do que havia sido planejado, por uma questão estratégica, levando em conta até o fato de que a data caindo num sábado, onde queríamos ir estaria impraticável, acabaria não sendo tão legal. Isto não impediu de termos um dia e uma noite bem gostosa (e romântica).


O domingo foi ótimo e a semana começou super bem. Na 2ª feira foi o aniversário dele e saímos à noite, acompanhados do meu filho, fomos jantar numa pizzaria excelente, a Braz. Depois, em casa, cantamos parabéns com uma torta de chocolate com baba de moça que comprei e ele adorou. Escolhi a de chocolate por ele gostar muito e por eu detestar, não sou boba haha E o filho até gosta, mas está mais controlado, preferiu não comer. O resultado é que o marido tem que se conter, a torta é todinha dele! Rs

 

Até levei um bom pedaço para o porteiro da noite, para ‘ajudar’ a diminuir a tentação para o marido! Na volta da pizzaria, comentávamos no carro sobre como é bom termos hoje uma mentalidade mais aprimorada sobre certas programações. Trata-se de um lugar mais caro, mais bacaninha, onde uma pizza grande tem um tamanho normal e não aqueles exageros de ‘pizza Maracanã’, ‘pizza gigante’ etc. de muitos lugares. Onde a qualidade é sem dúvida muito maior, os sabores são especiais e, detalhe: embora seja tudo delicioso, a gente come normalmente e não como se tivesse chegando de um naufrágio, depois de muitos dias ou semanas sem comer. Onde comemos 2 fatias normais (e não imensas) e ficamos satisfeitos, até pela qualidade e pelos sabores maravilhosos, sem qualquer necessidade de comermos até sair pizza pelas orelhas.
Nada impede de pedir mais, porém aí cabe refletir se vale mesmo a pena.

 

Algo que acabaria não acontecendo se estivéssemos num rodízio, por exemplo.O meu filho disse que se lembrou, ao sugerir o local, de eu sempre alertar que ‘sair para comer fora não tem que estar associado a empanturramento’ e achei legal ele ter essa lembrança.

Não abolimos e nem aboliremos de vez uma ida eventual a um rodízio, em uma ocasião que acharmos propícia, mas estamos cada vez mais propensos a algo melhor, onde possamos saborear coisas gostosas, sem o apelo do ‘mais, mais, mais’.Se bem que só aceita o ‘mais, mais, mais’ quem não se concentra e não se predispõe a ter um comportamento melhorzinho. Eu muitas vezes tive um comportamento lindíssimo em um rodízio de pizza, mas outras tantas vezes não fui nada bonitinha, admito!


Bom, então a semana segue, continuo concentrada, me alimentando direitinho. Até dei uma escorregada outro dia, mas nem foi comendo muito, foi deixando de cumprir certas regrinhas que são importantes, relacionadas a alguns elementos que não devem faltar no cardápio diário. Mas isto é raridade na minha rotina atual e com certeza não me atrapalhou em nada. Mas não é algo que eu vá ficar repetindo. Eventual é eventual e ponto final.


Infelizmente, o problema no nervo ciático resolveu se instalar, esta droga incomoda muito e estou realmente impedida de caminhar. Até tentei, forcei um pouco a barra, mas vi (e principalmente SENTI) que não é por aí e interrompi temporariamente as caminhadas. Sinto uma falta danada, mas não posso e não vou brincar com a saúde.

O ortopedista está marcado para o dia 22/06 (não dava p/ ser antes pela agenda do médico e este foi indicado, dizem que é 'bam-bam-bam' etc.). Até lá, vou pegando leve. Tem horas que ando sem sentir nada, mas é raro. Tem horas que não sinto nada sentada, mas ao levantar a coisa pega. Tem horas que levanto na boa, saio andando rapidinho e só depois sinto algo leve, ou mais forte, depende. Tem outras em que até deitada dormindo ou sentada sinto bastante dor.

Tem horas que a dor parece que estão me enfiando uma agulhona na bunda. Tem horas que ela percorre toda a perna direita, pela lateral (o caminho do nervo, mesmo). Tem horas que ela dói só na coxa, por fora, uma dor que queima. Tem de tudo.


Hoje no ônibus, numa curva, o simples movimento do corpo na poltrona gerou uma dor que levou mais de 1 hora para melhorar. Chato pra caramba. Mas vai passar, vou tratar e tudo vai ficar normalizado.


Enquanto isso, faço a minha parte na alimentação, nos cuidados e atenção para dar o meu melhor possível a cada dia. Não entro numa de “não estou me movimentando, então não vai adiantar caprichar, não vai dar no mesmo etc.” . Se não vai dar exatamente no mesmo, vai dar pelo menos em alguma coisa, não entro nessa de ‘ou faz tudo 100% ou não faz nada’. Faço o melhor que dá, no que depende de mim.

Vou na linha da frase “O ÓTIMO É INIMIGO DO BOM”, mas aplicada do jeito correto.Há quem confunda isto com ‘vai de qualquer jeito, sem compromisso com o acerto’ e aí, o bom vira inimigo do péssimo. Não é esta a idéia.

Não é para acharmos que o ótimo é inalcançável e não persegui-lo. Não é para acostumarmos com o bom - quase regular, regular, ruim... É para não ficarmos esperando a combinação perfeita de tudo para só então agirmos.


Não é para entrar numa de “se dá para passar com nota 7, não preciso caprichar para tirar um 10” e, sim, batalhar pelo 10, mas dependendo de diversas situações, muitas vezes alheias à nossa vontade e à nossa condição de sozinhos resolvermos, tirarmos menos. Não é para nos nivelarmos por baixo!

Vamos sempre mirar o que queremos alcançar e não o QUASE tá? Então é isso! Desejo que estejam todos bem e que tenham uma ótima continuação de semana. Caprichando aí, gente boa! Beijos!


Imagem encontrada na Internet (Google)



 Escrito por Beth ?s 11h59
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Livros, Praia, Dançar, Curtir a vida
MSN -



EU ERA ASSIM  

ESTOU ASSIM Meu nome ? Elizabeth, sou conhecida como Beth
Analista de Sistemas, especialista em Metodologia, Processos e Qualidade em TI, Ger?ncia de Projetos,An?lise de Neg?cios, Auditora ISO, sou leonina do dia 10/08, carioca da gema, moro na minha na cidade maravilhosa (RJ), adoro fazer amizades, sonhar, ler, escrever, sou casada c/ Vicente - meu grande amor, m?e do Alexandre, um filh?o maravilhoso, que ? universit?rio e "boadastra" da Mimi, minha enteadinha adolescente linda a quem chamo aqui de filhotinha.

Meu e-mail: beth.ebprs@gmail.com
Meu MSN: ebprs@hotmail.com



Objetivo deste Blog: Compartilhar meu processo de reeducação alimentar e mudança de hábitos que resultou no meu emagrecimento, me tirou da obesidade mórbida e me ensinou e ensina tanto!



Meu processo: Fui beb? 'cheinho',crian?a de peso normal, na adolesc?ncia tinha ?timo corpo. No in?cio da fase adulta comecei a engordar c/facilidade em fun??o de uma mudan?a p/ pior dos h?bitos alimentares e tb devido a dificuldade que tive em enfrentar alguns problemas pessoais, decep??es e m?goas que se transformaram em Kg a mais (eu as COMI). Durante anos optei por m?todos indevidos, tomei rem?dios, f?rmulas, inje??es, fiz dietas mirabolantes e isto tudo me ajudou a virar uma sanfona que cada vez abria mais e fechava menos. Cheguei ao auge da obesidade c/ 140 kg e dei o basta. Primeiro, fiz um pequeno controle que me ajudou a emagrecer quase 5 kg. Depois, entrei para o Vigilantes do Peso, onde emagreci 53kg c/equil?brio, seguran?a e muita alegria. Aprendi muito, o caminho foi t?o importante quanto os resultados. Eliminei 53 kg com o método do Vigilantes do Peso e atividade física. Aumentei depois alguns kg e agora prossigo, para reconquistar a minha meta e mantê-la para sempre.

Cr?ditos Imagens: Google
Comunidade no Orkut!


Comunidade Orkut: Eu sou f? da Beth - A Conquista! criado com carinho pela amiga Lili (obrigada, lindinha!)
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2052374


 
Clique AQUI e veja
o que eu como!




HIST?RICO
 01/01/2011 a 15/01/2011
 16/12/2010 a 31/12/2010
 01/12/2010 a 15/12/2010
 16/11/2010 a 30/11/2010
 01/11/2010 a 15/11/2010
 16/10/2010 a 31/10/2010
 01/10/2010 a 15/10/2010
 16/09/2010 a 30/09/2010
 01/09/2010 a 15/09/2010
 16/08/2010 a 31/08/2010
 01/08/2010 a 15/08/2010
 16/07/2010 a 31/07/2010
 01/07/2010 a 15/07/2010
 16/06/2010 a 30/06/2010
 01/06/2010 a 15/06/2010
 16/05/2010 a 31/05/2010
 01/05/2010 a 15/05/2010
 16/04/2010 a 30/04/2010
 01/04/2010 a 15/04/2010
 16/03/2010 a 31/03/2010
 01/03/2010 a 15/03/2010
 16/02/2010 a 28/02/2010
 01/02/2010 a 15/02/2010
 16/01/2010 a 31/01/2010
 01/01/2010 a 15/01/2010
 16/12/2009 a 31/12/2009
 01/12/2009 a 15/12/2009
 16/11/2009 a 30/11/2009
 01/11/2009 a 15/11/2009
 16/10/2009 a 31/10/2009
 01/10/2009 a 15/10/2009
 16/09/2009 a 30/09/2009
 01/09/2009 a 15/09/2009
 16/08/2009 a 31/08/2009
 01/08/2009 a 15/08/2009
 16/07/2009 a 31/07/2009
 01/07/2009 a 15/07/2009
 16/06/2009 a 30/06/2009
 01/06/2009 a 15/06/2009
 16/05/2009 a 31/05/2009
 01/05/2009 a 15/05/2009
 16/04/2009 a 30/04/2009
 01/04/2009 a 15/04/2009
 16/03/2009 a 31/03/2009
 01/03/2009 a 15/03/2009
 16/02/2009 a 28/02/2009
 01/02/2009 a 15/02/2009
 16/01/2009 a 31/01/2009
 01/01/2009 a 15/01/2009
 16/12/2008 a 31/12/2008
 01/12/2008 a 15/12/2008
 16/11/2008 a 30/11/2008
 01/11/2008 a 15/11/2008
 16/10/2008 a 31/10/2008
 01/10/2008 a 15/10/2008
 16/09/2008 a 30/09/2008
 01/09/2008 a 15/09/2008
 16/08/2008 a 31/08/2008
 01/08/2008 a 15/08/2008
 16/07/2008 a 31/07/2008
 01/07/2008 a 15/07/2008
 16/06/2008 a 30/06/2008
 01/06/2008 a 15/06/2008
 16/05/2008 a 31/05/2008
 01/05/2008 a 15/05/2008
 16/04/2008 a 30/04/2008
 01/04/2008 a 15/04/2008
 16/03/2008 a 31/03/2008
 01/03/2008 a 15/03/2008
 16/02/2008 a 29/02/2008
 01/02/2008 a 15/02/2008
 16/01/2008 a 31/01/2008
 01/01/2008 a 15/01/2008
 16/12/2007 a 31/12/2007
 01/12/2007 a 15/12/2007
 16/11/2007 a 30/11/2007
 01/11/2007 a 15/11/2007
 16/10/2007 a 31/10/2007
 01/10/2007 a 15/10/2007
 16/09/2007 a 30/09/2007
 01/09/2007 a 15/09/2007
 16/08/2007 a 31/08/2007
 01/08/2007 a 15/08/2007
 16/07/2007 a 31/07/2007
 01/07/2007 a 15/07/2007
 16/06/2007 a 30/06/2007
 01/06/2007 a 15/06/2007
 16/05/2007 a 31/05/2007
 01/05/2007 a 15/05/2007
 16/04/2007 a 30/04/2007
 01/04/2007 a 15/04/2007
 16/03/2007 a 31/03/2007
 01/03/2007 a 15/03/2007
 16/02/2007 a 28/02/2007
 01/02/2007 a 15/02/2007
 16/01/2007 a 31/01/2007
 01/01/2007 a 15/01/2007
 16/12/2006 a 31/12/2006
 01/12/2006 a 15/12/2006
 16/11/2006 a 30/11/2006
 01/11/2006 a 15/11/2006
 16/10/2006 a 31/10/2006
 01/10/2006 a 15/10/2006
 16/09/2006 a 30/09/2006
 01/09/2006 a 15/09/2006
 16/08/2006 a 31/08/2006
 01/08/2006 a 15/08/2006
 16/07/2006 a 31/07/2006
 01/07/2006 a 15/07/2006
 16/06/2006 a 30/06/2006
 01/06/2006 a 15/06/2006
 16/05/2006 a 31/05/2006
 01/05/2006 a 15/05/2006
 16/04/2006 a 30/04/2006
 01/04/2006 a 15/04/2006
 16/03/2006 a 31/03/2006
 01/03/2006 a 15/03/2006
 16/02/2006 a 28/02/2006
 01/02/2006 a 15/02/2006
 16/01/2006 a 31/01/2006
 01/01/2006 a 15/01/2006
 16/12/2005 a 31/12/2005
 01/12/2005 a 15/12/2005
 16/11/2005 a 30/11/2005
 01/11/2005 a 15/11/2005
 16/10/2005 a 31/10/2005
 01/10/2005 a 15/10/2005
 16/09/2005 a 30/09/2005
 01/09/2005 a 15/09/2005
 16/08/2005 a 31/08/2005
 01/08/2005 a 15/08/2005
 16/07/2005 a 31/07/2005
 01/07/2005 a 15/07/2005
 16/06/2005 a 30/06/2005
 01/06/2005 a 15/06/2005
 16/05/2005 a 31/05/2005
 01/05/2005 a 15/05/2005
 16/04/2005 a 30/04/2005
 01/04/2005 a 15/04/2005
 16/03/2005 a 31/03/2005
 01/03/2005 a 15/03/2005
 16/02/2005 a 28/02/2005
 01/02/2005 a 15/02/2005
 16/01/2005 a 31/01/2005
 01/01/2005 a 15/01/2005
 16/12/2004 a 31/12/2004
 01/12/2004 a 15/12/2004
 16/11/2004 a 30/11/2004
 01/11/2004 a 15/11/2004
 16/10/2004 a 31/10/2004
 01/10/2004 a 15/10/2004
 16/09/2004 a 30/09/2004
 01/09/2004 a 15/09/2004
 16/08/2004 a 31/08/2004
 01/08/2004 a 15/08/2004
 16/07/2004 a 31/07/2004
 01/07/2004 a 15/07/2004
 16/06/2004 a 30/06/2004
 01/06/2004 a 15/06/2004



OUTROS SITES
 Site do Vigilantes do Peso
 Ação pelo semelhante
 Nutrella
 MC DONALDS - Tabela Nutricional
 Site ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
 Saudável.Info
 Vegê Gourmê - Blog da Chef Michele Maia
 Lu Francesa
 Selma Guerreira
 Meu Emagrecimento (Sara)
 Serei magra (Andreia)
 Renascer (Thuca)
 Valquíria
 Blog da Magui
 Neblina
 O sabor da vitória (Electra)
 Entretanto, eu (Jana)
 Diva esbelta e feliz (Diva)
 Miss Blueberry
 Vida boa é vida saudável (Cristy Costa)
 Diário light (Sylmara)
 Blog da Eloyza
 Veneno urgente (Flavia Rocha)
 Blog da Fafá
 Espelho light (Elaine)
 Blog da Cynthia (Londres)
 Agora eu emagreço (Aline) Brasília
 Never give up (Renata - Tita)
 Blog da Micha - RJ
 Homem também faz dieta (Carlos) RJ
 Jaqueline
 Mulher de Atitude - Cacau RJ
 Serei sereia (Fabi) RS
 A caminho da vitória (Elaine Regiane) SP
 Blog da Rogeria
 Blog da Georgia
 Escrevendo emagrecendo (Lisa)
 Diet Forever (Zá)
 Garotinha ruiva (o outro blog da Lu Russa)
 Dieta urgente (Luciana Alexandrino)
 Space Cris
 Tetê Sereiah
 Andréa Aoki
 Gordinha da Silva
 O sucesso da Lorena
 Renata sem firulas
 Valérie Roberto
 Arianna
 Clara - RJ
 Andréa Cordoniz
 Ana Carolina grávida
 Ana Carolina
 Miss Slim
 Drica (Paraty-RJ)
 Ada Sheila
 Anselmo
 Sueli
 Sol
 Kelly
 Jessica (Elite)
 Nilce
 Leila (Ninguém merece ser 3G)
 Fanta Diet
 Infobeso
 Cris Lopes
 Aline Tomaz (RJ)
 Roberta Alves
 Sue - gravidinha
 Cris fit
 Annie
 Novidades da Cris
 Leila Batista
 Clarita
 Rebecca sapeca
 Lua emagrecendo
 Brian
 Diario da bonita Andrea
 Marilia
 Marilia Vitória
 Aline Virtus
 Paula pra melhor
 Cristiane
 Teresinha
 Ana Cleide
 
 Marcia (Marquinhas)
 Pri 2
 Ludmila
 Lela
 Jana Carmen
 Pri emagrecendo...
 Luzluzinha
 Barbarella (Andrea Glauce)
 Raiane
 Luciana Kotaka
 Vanessa (Campinas)
 Patty emagrecendo de bem...
 Nanda (Idade da Pedra)
 Carlos Medeiros
 Lara
 Dani - Brasília
 Teresa Cristina
 Sisi
 Miriam - RJ
 Kaká
 Gabi e Ana Luiza
 Diário de Macherrie
 Catia
 Amanda Costa
 Rosimeyre
 Alice
 Walkiria
 Crizinha
 Char
 Lu Pinheiro
 Elisandra
 Lahys
 Cotidiano (Zany)
 Karen
 Kika
 Nicky
 O novo blog da Taty Carioca
 Isabela
 Lisandra
 Ju sem pressa
 VIGILANTES DA AUTO ESTIMA
 JT
 Barbarella
 Angelica Fernandes
 Claudia
 Lagarta de borboleta
 Alisson
 Nova Jacque
 Patty Roberta
 Michelle 2
 Elissandra
 Juliene
 Ana Paula
 Annie emagrecendo
 Lili Bolero
 Fernanda Betini
 Karina Torres
 Valqs
 Ana Telma
 Lilian Raquel (Lee)
 Cáritas
 Baxie
 Cacau II
 Renatita
 Nando Neri
 Isabelle
 Nanda
 Edite
 Way to go (Clara )
 Bartira
 BLOG COMER SEM CULPA
 Andreia Cantelli
 Lu Mme Light
 Magali
 Lu
 Aline RJ


VOTA??O
 D? uma nota para meu blog!