Conquista

UOL
  

Olha eu aqui de novo! Demorei devido ao tempo curto e o que sobra tenho que me virar para fazer render, inclusive para lazer e descanso, claro! Eu tardo, mas não falho e cá estou, trazendo notícias, mas sem muitas novidades.

A semana passada foi boa, com alguns percalços de rotina, que fazem mesmo parte de qualquer história, mas tudo com solução a curto, médio ou longo prazo, então é tocar o bonde e pronto. Aplicando o "se vira nos 30" do jeito que dá e descobrindo, sempre, que muitas vezes, dá sim!

O fim de semana foi gostoso. No sábado me dediquei a alguns compromissos, inclusive levar o Luke à veterinária para nova avaliação, na qual ele foi aprovadíssimo, vem respondendo muito bem aos novos/melhores tratos alimentares, medicamentosos e principalmente amorosos.

Ele teve que tomar 2 injeções que já estavam previstas, deu peninha, porque uma delas é bem dolorida, mas se é para ficar show de bola e se livrar dos probleminhas que trouxe da sua 'vida pregressa', então vale a pena. E o danado está lindo, mais gordinho, mais peralta ainda e, claro, mais saudável. Porém, ainda há tratamento pela frente, vamos investindo nisso com muita determinação e atenção.

Eu e o Vi fomos a Teresópolis (cidade serrana do Estado do RJ, muito lindinha) no domingo, com um casal amigo (meu ex-marido e sua namorada). Passeamos o dia todo por lá. Foi onde me excedi em caminhadas e movimentações ainda não recomendadas pelo ortopedista mas, por não terem sido bruscas, achei que não me fariam mal.

Mas fizeram, causando volta da dor lombar que tinha dado uma melhorada e, também, aquelas dores do quadril direito e do pé esquerdo que já citei aqui algumas vezes e, estas, não estavam ainda diagnosticadas.

Pois fiz os exames para diagnosticá-las e o resultado chegou em casa anteontem: no pé, é uma tenossinovite tibial anterior (que nome chique p/uma dor chatíssima) e no quadril (quase coxa) direito, é tendinite do glúteo médio (outro nome pomposo para uma dor que às vezes me deixa literalmente torta).

Mas é tudo tratável, já estava cuidando da coluna e agora o fisioterapeuta (que viu o exame antes mesmo do médico) já inseriu estes problemas nos trabalhos de fisioterapia que faço duas vezes na semana. Então, é questão de tempo para me livrar disso e estou fazendo a minha parte.

Para completar, peguei uma gripe daquelas, que me impediu até de trabalhar na segunda-feira. Eu que não sou adepta de faltar ao trabalho a qualquer 'ai, ui' não consegui mesmo comparecer, estava moída.

Já na terça me senti só um pouquinho melhor, mas vi que dava para ir ao trabalho e foi o que fiz, sem que isso tenha agravado a situação, ao contrário, até me fez bem pelo lado psicológico, já que prefiro o movimento, os acontecimentos à volta, o contato com a turma, me ver em franca atuação, do que ficar de molho em casa, a menos que não haja mesmo outro jeito.

Agora, vejam só, se este post não está parecendo trecho da música 'O pulso' dos Titãs?(",,,, e o pulso, ainda pulsa" ) hahahahahahah

No mais, tudo bem. Ou quase, agora falando sobre corpo e alimentação. Eu dei uma degringolada, meus amigos, que até a mim espantou. Uma falta de disciplina aqui e ali, em poucos dias, e o que estava precisando de apenas algun ajustes, como eu tinha dito antes, agora precisa mesmo é de um chicote.

Beliscando aqui, comendo um pão ali que não é meu costume naquele horário, dando mais uma petiscada acolá, tudo na base do 'faz de conta que isto não me atinge', mas sabendo direitinho onde e em quanto tempo atingirá sim. E atingiu. Ao menos uma refeição por dia tem sido de forma inadequada. Mesmo não comendo muito em termos de quantidade, mas errando na qualidade.

Por mais que tenha me informado e lido sobre o quanto o meu momento hormonal influencia isso, não vou dar uma de vítima não, eu tenho controle quando resolvo ter, eu seguro as pontas quando me determino a segurar, eu me disciplino quando digo que quero, então, hormônios à parte, sou totalmente responsável por uma imagem muito mais rechonchuda que vi nas fotos que tirei no fim de semana.

O marido diz que estou exagerando, que estou com um olhar muito rígido para mim mesma. Mas eu faço questão de me avaliar com honestidade, até porque se não for assim, não melhoro o comportamento. E sendo honesta comigo mesma  eu tenho que admitir que arredondei bastante em pouco tempo, embora usando as mesmas roupas (até porque não me permito perder roupa por engordar, só por emagrecer, isto é algo que me limita sim, não deixo de jeito nenhum isso acontecer).

Em Teresópolis comprei um vestidinho muito lindinho no domingo, no mesmo tamanho dos últimos 4,5 anos (G) e isto é um bom indicador. Mas isto não pode ser motivo de ficar de oba-oba. Tenho me falado seriamente, mas ando rebeldezinha 'sem causa' e fazendo ouvidos de mercador para mim mesma.

Só que se eu não me ouvir e me atender, vou me estrepar. Como não sou minha inimiga, adivinhem só o que vai acontecer? Vou me ajustar, sim.

Claro que eu tenho dito que vou fazer os ajustezinhos necessários há semanas, e não fiz. Mas isto não me faz descrer de mim mesma, afinal eu sei muito bem do que sou capaz, tanto quando me faço de besta, como quanto me aproprio da minha força, da minha vontade, do meu comprometimento e tudo mais.

Uma coisa é dizer que estou decidindo algo e outra coisa é decidir mesmo, assumindo o compromisso e, muito sinceramente, no último mês e meio eu não estava com muito saco de me comprometer com nada, embora ficasse falando que o faria. Agora, não vou negar que a vontade não está assim tão grande, talvez um cansaço básico de vésperas de último trimestre, quem sabe?

E como fazer a vontade aumentar o suficiente para não continuar dando bobeira? Alimentando-a. E como alimentá-la?

1) Me olhando no espelho e reafirmando o quanto me amo e o quanto me sinto merecedora de me dar o melhor e não aquilo que me prejudica;
2) Me olhando nas fotos em que acho que fiquei mal e dizendo que em breve tirarei outras e, novamente, vou gostar bastante do que verei;
3) Olhando dentro do meu guarda-roupa lotado de peças que, graças a Deus, continuo usando sem dificuldades, mas me comprometendo a garantir que continuarei usando, que nada ali ficará apertado;
4) Pensando que aumento de peso vai gerar mais problemas, mais desconfortos na minha coluna etc. e isso é algo que quero me livrar e não piorar;
5) Olhando para a minha perna esquerda, onde tenho também a dermatolipoesclerose, para a qual o excesso de peso é um perigo;
6) Pensando que mesmo com um armário lotadinho de roupas, a primavera está chegando e eu, sem dúvida, vou querer me dar mais umas pecinhas lindas, coloridas, fofas e vou adorar que elas fiquem bem em mim;


E muitas outras coisas, claro, só enumerei algumas que me ocorreram neste momento. O principal é, mesmo, o amor próprio que eu tenho e que me inspira a me cuidar direito, sem ficar pagando pra ver se a casa cai, porque se bobear ela cai sim. Mas não vai cair não, está só meio torta, cabe a mim escorar, reformar, botar de pé com segurança.

E vocês, como estão? Firmes? Espero que sim. Alguns estão cambaleantes? Isto acontece, mas não se deixem cair, segurem-se e vão aos poucos firmando de novo, tá? E quem já caiu? Levanta, ué! Levanta e anda! rs Não pode é se entregar.

Beijo carinhoso, que a continuação de semana seja abençoada para nós todos!


Fotos em sequência: eu e meu amor no Parque Nacional da Serra dos Órgãos
em Teresópolis, domingo passado. Este caminho é lindo. Paradinha para foto e beijoca.



 Escrito por Beth ?s 13h07
[] [envie esta mensagem]


 
  

Olá!
Começo o post de hoje com uma dica:  a amigona Elaine me indicou o blog 'Vigilantes da autoestima'. Fui lá conhecer e adorei. Linkei aqui, divulguei por e-mail a alguns amigos e recomendo. Não conheço a dona do blog, mas apreciei muito a forma como ela abordou este assunto tão importante.

Eu realmente acho que a auto-estima não é consequência e sim causa. Há quem espere estar assim ou assado, para então 'se gostar' e se tratar melhor. Discordo.

Uma coisa leva à outra. E um círculo vicioso que pode ser do bem. A gente se cuida POR AMOR PRÓPRIO, isto traz satisfação e resultados, a gente fica feliz, a auto-estima aumenta, a gente quer mais e vai em frente.E se derrapar, se cair?  A auto-estima vai embora? E a pessoa fica lá na lama e se estrepa toda de novo?

Não é por aí, na minha opinião. A gente fica chateada, claro, eu fico! Mas a gente se apropria desta auto-estima que move, que tira da acomodação, que impulsiona, que diz "ora bolas, vamos botar isso para melhorar" e pronto, vamos que vamos. E claro, ao se ver em movimento, a gente de novo alimenta a satisfação, a auto-estima também melhora e a gente engrena.

Até desengrenar, porque ser humano é assim. Só que aí a gente respira, recupera o fôlgo e segue. Mas há quem adore a lama. Diz que não gosta, claro que não gosta, mas age como se adorasse, porque se apega. É porque está gordo, é porque está magro demais, é porque o nariz é pequeno ou grande, é porque está com problemas nos relacionamentos, é porque o trabalho é isso e aquilo...

Mas e a atitude que pode melhorar isso? E a análise? Perguntar a si mesmo e responder, com honestidade, até onde é ela própria que está permitindo que muitas coisas sejam como são?

Dizem que o fundo do poço tem molas, de lá não se afunda mais, e sei também que há quem se aproprie tanto, tanto, tanto da lama que chega lá no fundo, se agarra, se alguém joga a corda finge que não vê, ou segura de leve, ihhh é tanta coisa.

Eu continuo percebendo, em muita gente que me rodeia (de perto e também virtualmente), uma baixíssima auto-estima que está por trás de muitas coisas, muitos problemas. Especialmente, está por trás da forma como algumas pessoas se tratam e 'se deixam ser tratadas'.

Sempre digo que quem coloca na testa da gente uma etiqueta dizendo 'quanto vale' é a gente mesma. Quem não se ama, não se dá valor, não se respeita etc. fica indignado por não se amado, valorizado e respeitado pelo outro. Se acha vítima, pobre-coitado etc. e aí, claro, a auto-estima que já está lá no chão vai mais fundo ainda.

Mas vejam só, se nem a própria pessoae valoriza, é isto que ela transmite! Isso é quase andar com uma plaquinha pendurada no pescoço dizendo ao próximo: "Não precisa mesmo me valorizar, afinal nem eu mesmo me dou valor!".

E isto é dito de várias formas. É dito quando a pessoa demonstra, nas suas atitudes (ou falta delas, geralmente), o quanto se sente menor, menos importante, menos bacana que o outro. Da forma como ela se submete.É dito quando ela não se cuida com responsabilidade, carinho, atenção e quando prioriza tudo e todos, menos a si mesma.

É dito quando se sente triste, mal, fica pra baixo com a forma como uma ou mais pessoas (e até a vida) lhe trata, mas não bota pra quebrar, de um jeito positivo, para mudar as coisas. Então, o recado passado é esse mesmo: 'vem, maltrata, embora não seja o que eu gostaria de receber, mas se nem eu me dou nada melhor que isso, então tá..."

Mas, quem não passa por isso, ou não passou, ou não passará um dia? Eu já tive minha época também, de administrar muito mal meus sentimentos,  coisas muito chatas que estavam me acontecendo, quando fui tomada por uma decepção tremenda com uma pessoa, depois com 'a vida', depois comigo mesma por não mudar aquilo.  E não mudava porque no fundo havia uma luta entre o "sou bacana, não mereço isso" x "devo ser mesmo um cocô porque não consigo mudar isso".

Depois que vi as coisas do jeito que realmente eram, depois que olhei com olhos de ver e, principalmente, RESGATEI o respeito, o amor, a verdadeira noção do meu valor, deixando vencer o 'sou bacana, não mereço isso' e associei o 'sei o que não quero mais para mim', o 'sei o que quero de verdade para mim' e o 'com licença (ou sem ela mesmo), vou à luta', as coisas mudaram, a vida mudou. Porque eu mudei de novo, eu me reencontrei comigo.

Estou falando de muitos anos atrás, talvez muitos de vocês nem tivessem nascido ainda! Mais de 30 anos de quando 'de repente me perdi de mim' e cerca de 25 anos atrás, quando comecei a me achar de novo.

Lendo hoje pela primeira vez os posts do blog que estou recomendando, descobri que sou também uma vigilante da autoestima. O resgate de mais de 20 anos atrás foi efetivo, eu tinha passado 6 anos da minha vida na base do 'como assim?' e depois que me achei de novo, nunca mais me perdi.

Tenho uma boa quilometragem percorrida, acabo tendo um olho clínico que enxerga longe, longe quando estas coisas estão acontecendo com as pessoas com as quais interajo, nem sempre é possível e pertinente 'dar um toque', então vou observando e torcendo muito, muito mesmo, para que se dê a virada, para que a pessoa adquira ou resgate o amor, o respeito por si mesma que fará a mudança.

Adorei a forma como o blog "Vigilante da autoestima" aborda a questão, de um jeito leve, muitas vezes divertido, mas sem fugir do recado que vale a pena ser dado, recebido, pensado e, quem sabe, pode ser o recado que faz com que aquele CLICK de cada um se dê. Pode ser que alguns não gostem, sei lá, é só a minha opinião tá?


E eu, como vou? Vou bem, obrigada!

A semana foi boa, normalzinha. Estou levando uma surra do filhotinho Luke. Ele é sapeca demais, arteiro demais, sem-vergonha demais, me dá uma canseira tremenda! Mas eu, claro, adoro isso.  Desde que acordo até a hora em que saio para o trabalho, tudo que faço é na companhia dele, que fica pulando atrás de mim, se pendurando na minha roupa como se fosse um pregador, fazendo mil e uma estripulias etc. E quando chego do trabalho, idem.

Ele é muito novinho (tem 4 meses e não 5, conforme pensávamos, segundo a avaliação da veterinária). Se adaptou muito bem em nossa casa, é uma delícia.

Mas está em tratamento de saúde, bem sério por sinal. Depois de consulta e exames, sabemos o que a vidinha anterior lhe trouxe além de pulgas e carrapatos (felizmente, não há mais nenhum) uma forte anemia, muitos vermes e uma bactéria terrível (mas tratável) conhecida como 'doença do carrapato'. Tão novinho, tão bonitinho e alegre, ninguém diz que estava todo ferradinho por dentro.

Mas isto está com os dias contados. Está tomando vitamina, antibiótico, já foi vermifugado (a outra dose só daqui a 17 dias), a alimentação é nota mil, o banhozinho é com sabonete e shampoo neutros de boa qualidade, e o principal que recebe é carinho, muito carinho.

Se ele doentinho já tem esta energia toda, imaginem só quando ele estiver show de bola daqui a umas semanas (e ele estará, se Deus quiser, estamos batalhando por isso com muita dedicação)! E o danado já cresceu mais, ele pelo jeito vai ser grandão.

A Fernanda falou que Luke significa luz, eu não sabia e adorei saber, porque ele está sendo mesmo uma luz extra, muito gostosa, lá em casa.

Já fiz a avaliação para a fisioterapia e já iniciei as sessões, por enquanto só para a coluna e notei uma melhora sutil, mas já muito bem vinda. O fisio disse que vamos aos poucos, começando com alongamentos e outros recursos, de leve, mas que vai me deixar bacaninha.

Continuo na mesma situação hormonal que mencionei no outro post. E com isso, ainda inchada. E meio sem disciplina,  na alimentaçao. Não como muito, não. Mas me permito umas beliscadas que me prejudicam.  E com isso, dou permissão também ao cós desta calça que estou usando hoje, para ficar mais justinho do que estava outro dia...rs Até 'gosto' quando estas coisas acontecem, são o 'sacode' que me faz rapidinho parar de bobeira.

Desejo a todos um ótimo fim de semana, um ótimo feriado, uma ótima nova semana, tudo de bom mesmo tá?

Beijão.



 Escrito por Beth ?s 14h41
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Livros, Praia, Dançar, Curtir a vida
MSN -



EU ERA ASSIM  

ESTOU ASSIM Meu nome ? Elizabeth, sou conhecida como Beth
Analista de Sistemas, especialista em Metodologia, Processos e Qualidade em TI, Ger?ncia de Projetos,An?lise de Neg?cios, Auditora ISO, sou leonina do dia 10/08, carioca da gema, moro na minha na cidade maravilhosa (RJ), adoro fazer amizades, sonhar, ler, escrever, sou casada c/ Vicente - meu grande amor, m?e do Alexandre, um filh?o maravilhoso, que ? universit?rio e "boadastra" da Mimi, minha enteadinha adolescente linda a quem chamo aqui de filhotinha.

Meu e-mail: beth.ebprs@gmail.com
Meu MSN: ebprs@hotmail.com



Objetivo deste Blog: Compartilhar meu processo de reeducação alimentar e mudança de hábitos que resultou no meu emagrecimento, me tirou da obesidade mórbida e me ensinou e ensina tanto!



Meu processo: Fui beb? 'cheinho',crian?a de peso normal, na adolesc?ncia tinha ?timo corpo. No in?cio da fase adulta comecei a engordar c/facilidade em fun??o de uma mudan?a p/ pior dos h?bitos alimentares e tb devido a dificuldade que tive em enfrentar alguns problemas pessoais, decep??es e m?goas que se transformaram em Kg a mais (eu as COMI). Durante anos optei por m?todos indevidos, tomei rem?dios, f?rmulas, inje??es, fiz dietas mirabolantes e isto tudo me ajudou a virar uma sanfona que cada vez abria mais e fechava menos. Cheguei ao auge da obesidade c/ 140 kg e dei o basta. Primeiro, fiz um pequeno controle que me ajudou a emagrecer quase 5 kg. Depois, entrei para o Vigilantes do Peso, onde emagreci 53kg c/equil?brio, seguran?a e muita alegria. Aprendi muito, o caminho foi t?o importante quanto os resultados. Eliminei 53 kg com o método do Vigilantes do Peso e atividade física. Aumentei depois alguns kg e agora prossigo, para reconquistar a minha meta e mantê-la para sempre.

Cr?ditos Imagens: Google
Comunidade no Orkut!


Comunidade Orkut: Eu sou f? da Beth - A Conquista! criado com carinho pela amiga Lili (obrigada, lindinha!)
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2052374


 
Clique AQUI e veja
o que eu como!




HIST?RICO
 01/01/2011 a 15/01/2011
 16/12/2010 a 31/12/2010
 01/12/2010 a 15/12/2010
 16/11/2010 a 30/11/2010
 01/11/2010 a 15/11/2010
 16/10/2010 a 31/10/2010
 01/10/2010 a 15/10/2010
 16/09/2010 a 30/09/2010
 01/09/2010 a 15/09/2010
 16/08/2010 a 31/08/2010
 01/08/2010 a 15/08/2010
 16/07/2010 a 31/07/2010
 01/07/2010 a 15/07/2010
 16/06/2010 a 30/06/2010
 01/06/2010 a 15/06/2010
 16/05/2010 a 31/05/2010
 01/05/2010 a 15/05/2010
 16/04/2010 a 30/04/2010
 01/04/2010 a 15/04/2010
 16/03/2010 a 31/03/2010
 01/03/2010 a 15/03/2010
 16/02/2010 a 28/02/2010
 01/02/2010 a 15/02/2010
 16/01/2010 a 31/01/2010
 01/01/2010 a 15/01/2010
 16/12/2009 a 31/12/2009
 01/12/2009 a 15/12/2009
 16/11/2009 a 30/11/2009
 01/11/2009 a 15/11/2009
 16/10/2009 a 31/10/2009
 01/10/2009 a 15/10/2009
 16/09/2009 a 30/09/2009
 01/09/2009 a 15/09/2009
 16/08/2009 a 31/08/2009
 01/08/2009 a 15/08/2009
 16/07/2009 a 31/07/2009
 01/07/2009 a 15/07/2009
 16/06/2009 a 30/06/2009
 01/06/2009 a 15/06/2009
 16/05/2009 a 31/05/2009
 01/05/2009 a 15/05/2009
 16/04/2009 a 30/04/2009
 01/04/2009 a 15/04/2009
 16/03/2009 a 31/03/2009
 01/03/2009 a 15/03/2009
 16/02/2009 a 28/02/2009
 01/02/2009 a 15/02/2009
 16/01/2009 a 31/01/2009
 01/01/2009 a 15/01/2009
 16/12/2008 a 31/12/2008
 01/12/2008 a 15/12/2008
 16/11/2008 a 30/11/2008
 01/11/2008 a 15/11/2008
 16/10/2008 a 31/10/2008
 01/10/2008 a 15/10/2008
 16/09/2008 a 30/09/2008
 01/09/2008 a 15/09/2008
 16/08/2008 a 31/08/2008
 01/08/2008 a 15/08/2008
 16/07/2008 a 31/07/2008
 01/07/2008 a 15/07/2008
 16/06/2008 a 30/06/2008
 01/06/2008 a 15/06/2008
 16/05/2008 a 31/05/2008
 01/05/2008 a 15/05/2008
 16/04/2008 a 30/04/2008
 01/04/2008 a 15/04/2008
 16/03/2008 a 31/03/2008
 01/03/2008 a 15/03/2008
 16/02/2008 a 29/02/2008
 01/02/2008 a 15/02/2008
 16/01/2008 a 31/01/2008
 01/01/2008 a 15/01/2008
 16/12/2007 a 31/12/2007
 01/12/2007 a 15/12/2007
 16/11/2007 a 30/11/2007
 01/11/2007 a 15/11/2007
 16/10/2007 a 31/10/2007
 01/10/2007 a 15/10/2007
 16/09/2007 a 30/09/2007
 01/09/2007 a 15/09/2007
 16/08/2007 a 31/08/2007
 01/08/2007 a 15/08/2007
 16/07/2007 a 31/07/2007
 01/07/2007 a 15/07/2007
 16/06/2007 a 30/06/2007
 01/06/2007 a 15/06/2007
 16/05/2007 a 31/05/2007
 01/05/2007 a 15/05/2007
 16/04/2007 a 30/04/2007
 01/04/2007 a 15/04/2007
 16/03/2007 a 31/03/2007
 01/03/2007 a 15/03/2007
 16/02/2007 a 28/02/2007
 01/02/2007 a 15/02/2007
 16/01/2007 a 31/01/2007
 01/01/2007 a 15/01/2007
 16/12/2006 a 31/12/2006
 01/12/2006 a 15/12/2006
 16/11/2006 a 30/11/2006
 01/11/2006 a 15/11/2006
 16/10/2006 a 31/10/2006
 01/10/2006 a 15/10/2006
 16/09/2006 a 30/09/2006
 01/09/2006 a 15/09/2006
 16/08/2006 a 31/08/2006
 01/08/2006 a 15/08/2006
 16/07/2006 a 31/07/2006
 01/07/2006 a 15/07/2006
 16/06/2006 a 30/06/2006
 01/06/2006 a 15/06/2006
 16/05/2006 a 31/05/2006
 01/05/2006 a 15/05/2006
 16/04/2006 a 30/04/2006
 01/04/2006 a 15/04/2006
 16/03/2006 a 31/03/2006
 01/03/2006 a 15/03/2006
 16/02/2006 a 28/02/2006
 01/02/2006 a 15/02/2006
 16/01/2006 a 31/01/2006
 01/01/2006 a 15/01/2006
 16/12/2005 a 31/12/2005
 01/12/2005 a 15/12/2005
 16/11/2005 a 30/11/2005
 01/11/2005 a 15/11/2005
 16/10/2005 a 31/10/2005
 01/10/2005 a 15/10/2005
 16/09/2005 a 30/09/2005
 01/09/2005 a 15/09/2005
 16/08/2005 a 31/08/2005
 01/08/2005 a 15/08/2005
 16/07/2005 a 31/07/2005
 01/07/2005 a 15/07/2005
 16/06/2005 a 30/06/2005
 01/06/2005 a 15/06/2005
 16/05/2005 a 31/05/2005
 01/05/2005 a 15/05/2005
 16/04/2005 a 30/04/2005
 01/04/2005 a 15/04/2005
 16/03/2005 a 31/03/2005
 01/03/2005 a 15/03/2005
 16/02/2005 a 28/02/2005
 01/02/2005 a 15/02/2005
 16/01/2005 a 31/01/2005
 01/01/2005 a 15/01/2005
 16/12/2004 a 31/12/2004
 01/12/2004 a 15/12/2004
 16/11/2004 a 30/11/2004
 01/11/2004 a 15/11/2004
 16/10/2004 a 31/10/2004
 01/10/2004 a 15/10/2004
 16/09/2004 a 30/09/2004
 01/09/2004 a 15/09/2004
 16/08/2004 a 31/08/2004
 01/08/2004 a 15/08/2004
 16/07/2004 a 31/07/2004
 01/07/2004 a 15/07/2004
 16/06/2004 a 30/06/2004
 01/06/2004 a 15/06/2004



OUTROS SITES
 Site do Vigilantes do Peso
 Ação pelo semelhante
 Nutrella
 MC DONALDS - Tabela Nutricional
 Site ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
 Saudável.Info
 Vegê Gourmê - Blog da Chef Michele Maia
 Lu Francesa
 Selma Guerreira
 Meu Emagrecimento (Sara)
 Serei magra (Andreia)
 Renascer (Thuca)
 Valquíria
 Blog da Magui
 Neblina
 O sabor da vitória (Electra)
 Entretanto, eu (Jana)
 Diva esbelta e feliz (Diva)
 Miss Blueberry
 Vida boa é vida saudável (Cristy Costa)
 Diário light (Sylmara)
 Blog da Eloyza
 Veneno urgente (Flavia Rocha)
 Blog da Fafá
 Espelho light (Elaine)
 Blog da Cynthia (Londres)
 Agora eu emagreço (Aline) Brasília
 Never give up (Renata - Tita)
 Blog da Micha - RJ
 Homem também faz dieta (Carlos) RJ
 Jaqueline
 Mulher de Atitude - Cacau RJ
 Serei sereia (Fabi) RS
 A caminho da vitória (Elaine Regiane) SP
 Blog da Rogeria
 Blog da Georgia
 Escrevendo emagrecendo (Lisa)
 Diet Forever (Zá)
 Garotinha ruiva (o outro blog da Lu Russa)
 Dieta urgente (Luciana Alexandrino)
 Space Cris
 Tetê Sereiah
 Andréa Aoki
 Gordinha da Silva
 O sucesso da Lorena
 Renata sem firulas
 Valérie Roberto
 Arianna
 Clara - RJ
 Andréa Cordoniz
 Ana Carolina grávida
 Ana Carolina
 Miss Slim
 Drica (Paraty-RJ)
 Ada Sheila
 Anselmo
 Sueli
 Sol
 Kelly
 Jessica (Elite)
 Nilce
 Leila (Ninguém merece ser 3G)
 Fanta Diet
 Infobeso
 Cris Lopes
 Aline Tomaz (RJ)
 Roberta Alves
 Sue - gravidinha
 Cris fit
 Annie
 Novidades da Cris
 Leila Batista
 Clarita
 Rebecca sapeca
 Lua emagrecendo
 Brian
 Diario da bonita Andrea
 Marilia
 Marilia Vitória
 Aline Virtus
 Paula pra melhor
 Cristiane
 Teresinha
 Ana Cleide
 
 Marcia (Marquinhas)
 Pri 2
 Ludmila
 Lela
 Jana Carmen
 Pri emagrecendo...
 Luzluzinha
 Barbarella (Andrea Glauce)
 Raiane
 Luciana Kotaka
 Vanessa (Campinas)
 Patty emagrecendo de bem...
 Nanda (Idade da Pedra)
 Carlos Medeiros
 Lara
 Dani - Brasília
 Teresa Cristina
 Sisi
 Miriam - RJ
 Kaká
 Gabi e Ana Luiza
 Diário de Macherrie
 Catia
 Amanda Costa
 Rosimeyre
 Alice
 Walkiria
 Crizinha
 Char
 Lu Pinheiro
 Elisandra
 Lahys
 Cotidiano (Zany)
 Karen
 Kika
 Nicky
 O novo blog da Taty Carioca
 Isabela
 Lisandra
 Ju sem pressa
 VIGILANTES DA AUTO ESTIMA
 JT
 Barbarella
 Angelica Fernandes
 Claudia
 Lagarta de borboleta
 Alisson
 Nova Jacque
 Patty Roberta
 Michelle 2
 Elissandra
 Juliene
 Ana Paula
 Annie emagrecendo
 Lili Bolero
 Fernanda Betini
 Karina Torres
 Valqs
 Ana Telma
 Lilian Raquel (Lee)
 Cáritas
 Baxie
 Cacau II
 Renatita
 Nando Neri
 Isabelle
 Nanda
 Edite
 Way to go (Clara )
 Bartira
 BLOG COMER SEM CULPA
 Andreia Cantelli
 Lu Mme Light
 Magali
 Lu
 Aline RJ


VOTA??O
 D? uma nota para meu blog!