Conquista

UOL
  

Em uma das postagens mais recentes, recebi um comentário da Lisa sobre a farinha de berinjela e fui dar uma olhada no Google, já que esta eu não conhecia ainda.Há anos eu sei dos benefícios do consumo da berinjela, para a saúde. No passado, tomei por um bom tempo suco de berinjela com laranja, no desjejum.

Meu marido preparava e me fazia tomar na marra, depois que eu passei mal na rua, com hipoglicemia, devido ao péssimo hábito que TINHA (não tenho mais) de sair de casa sem café da manhã


Na época, eu estava morando no interior de SP e trabalhava na capital paulista. Viajava todos os dias de um lado para outro, era distante! Eu acordava às 4:40 da manhã, saía de casa 5:30 e só ia tomar café da manhã já na empresa, às 9:30. Até o dia em que o bicho pegou, tive um siricotico inesquecível. Aí ele passou a fazer o tal suco, para me sustentar melhor e eu não ter mais nada na rua.


Ouvimos falar que também ajudava a emagrecer mas, qual o que, não adiantava tomar suco de berinjela com laranja e continuar com os péssimos hábitos que eu possuía, não é? Óbvioooooo!


Conheço pessoas que tiveram melhora significativa no seu colesterol depois que passaram a consumir a água da berinjela, algumas por orientação do próprio médico. Então, de antemão, já imaginei que a farinha de berinjela, que na verdade é a berinjela desidratada, devia ser algo legal p/ a saúde.

O meu colesterol sempre foi ótimo, mesmo quando fui obesa mórbida, graças a Deus.

Então eu pesquisei sobre o estudo realizado pelo Centro de Pesquisa em Nutrição Clínica da Universidade Federal do Rio de Janeiro, em que a farinha de berinjela está sendo apontada como uma boa aliada no tratamento nutricional da obesidade (como um suplemento alimentar na dieta diária).


A farinha da berinjela é, na verdade, a berinjela desidratada, moída. Eu pensei em fazer em casa, mas quando fui ao Hortifruti acabei esquecendo de comprar a berinjela e resolvi comprar pronta, industrializada. Achei o preço razoável, paguei R$ 11,00 (onze reais) em uma lata de 100g. Bom, se eu comprasse 1 kg de berinjela, que pelo que andei lendo dá também 100g de farinha feita em casa, sairia mais barato. Mas paguei p/ não ter trabalho e não foi caro. A que estou usando é justamente esta aí da imagem ao lado.

O marido também se interessou e tem usado, mas ainda sem a regularidade que estamos nos propondo a ter, ainda é um ensaio.Só hoje atentei para o detalhe das quantidades diárias, acho que estou consumindo menos que os 14g diários recomendados, vou verificar e ajustar. Não sei ainda se isso vai me ajudar, mas mal não fará. Se houvesse risco, não iria consumir, não sou do tipo que usa qualquer coisa, isso passou há anos.

Tem gente que se ler ou ouvir falar que comer cocô emagrece, é capaz de fazer isso sem titubear, eu já ‘cresci’ para saber que não é assim que a banda toca.  Não busco nenhum milagre com o consumo dessa farinha.

Aprendi com o meu processo que a mágica que funciona é a mudança na forma de pensar e de agir, é substituir hábitos antigos e prejudiciais por outros que trazem benefícios. É entender que por mais que os antigos hábitos pareçam tão gostosinhos, o que eles fazem por nós é tudo que queremos nos livrar, então qual o sentido em ficar com aquilo que nos prejudica?


A idéia é manter-me atenta, me nutrir adequadamente, procurar evitar os deslizes que me prejudicam quando são seguidos (como vinha acontecendo ultimamente), voltar a fazer ativ. física tão logo o ortopedista e o fisioterapeuta liberem, ou seja, fazer o que funciona, sem riscos, sem radicalismos.

Mas, com este suplemento, pode ser que haja um reforço, quem sabe? Vamos ver, depois eu conto.

Então, agradeço à Lisa pela dica, depois venha me contar se está usando e o que está achando, ok?

Bom, no mais, tudo bem. Ou quase. Como disse outro dia, tenho andado tensa, mas procurando identificar os motivos e trabalhar em cada um, para ficar mais relax. Nas últimas noites, fui rondada por ansiedade, aquela que dá um mal estar que já conheço de antigos carnavais e, graças a Deus, aprendi a mandar pra longe.

Porém, tem sido necessária, por enquanto, a ajuda da Valeriana Officinalis. Para quem não conhece, é um fitoterápico bastante eficiente como ansiolítico. Plantinha. Mas não a tomo por minha conta, houve indicação médica há anos. Gosto porque não causa dependência, não há contra-indicações, é algo realmente mais seguro. Ainda assim, só faço uso quando realmente é preciso, senão eu tento resolver sozinha, controlo a coisa na base da meditação, da respiração, da oração e funciona bem.

A alimentação está bem, e mais uma vez registro que pode melhorar, mas esta semana está mais bacana do que as duas anteriores, o que é ótimo.

Tenho evitado alimentos mais duros ou que possam prejudicar o trabalho provisório feito pela dentista, mas não tem sido necessário ficar só nos líquidos, ou seja, está tudo como eu imaginava fazer.

Continuo fazendo a fisioterapia, melhorando aos poucos, há dias em que não sinto dor, há dias em que ainda há incômodo. Fiz uma caminhada longa, mas bem tranquilinha, moderadíssima, no feriado, com o Luke e o maridão. E vi que ainda não dá para abusar mesmo. É preciso ter paciência, levar o tratamento adiante e só voltar à ativ. física quando realmente puder, com o Ok dos doutores.

 Vai chegando o fim de semana, a previsão é de sol pelo menos no sábado, que bom!Desejo a todos tudo de bom. Semana que vem eu volto para dar notícias, bater mais um papinho. Beijoca.



 Escrito por Beth ?s 17h08
[] [envie esta mensagem]


 
  

Na 5ª feira passada, a dentista me atendeu p/ uma emergência e, trabalho provisório sendo encerrado, eu ainda de boca aberta anestesiada, ela virou-se p/ mim e disse: “Ô Beth... como é que você vai fazer, eu não sei. Mas você não pode morder e nem mastigar com a parte de cima, nem do lado esquerdo e nem do direito, viu?”.

Arregalei os olhinhos, fiz cara de 'Ué?' e ela completou: “Não é o seu marido que é bom de sopa? Fala para ele fazer um monte, porque até você encarar e terminar o que precisamos fazer aí, eu não garanto nada se você morder e mastigar aí”.  Fiz sinal de positivo com a mão e depois, já podendo falar, respondi 'Ok, doutora, eu me viro!'. Ela explicou sobre a necessidade de mudar a ordem das coisas na minha recuperação da boca e, enquanto isso, melhor evitar riscos.

Pensei com meus botões se isso não seria coisa da Providência Divina, num momento em que eu ainda estava com certa dificuldade de manter regularidade na disciplina, na concentração e quase todo dia, em algum momento (normalmente à noite), eu estava descumprindo a minha programação (falando em situações normais e não nas atípicas, claro).

 

Então, essa nova restrição passa a ser uma aliada. Não que a gente deva depender de problemas médicos ou odontológicos p/ ter mais firmeza, porém, se ela está falhando e algo especial obriga a um comportamento melhor, aproveita-se a ocasião!

Claro que não chega a ser como em abril e maio, em que eu estive realmente muito mais restrita, agora a situação é outra, mas também requer muito cuidado. Não vou ficar só nos líquidos, cremosos e pastosos, não é necessário. Mas há algumas coisas que eu estava consumindo mais largamente do que devia que, com certeza, são inimigas de próteses dentárias provisórias e eu não posso fazer nada definitivo agora, só lá pro final de novembro vou focar isso e não quero arriscar um sorriso inspirado no Tiririca (com o perdão da palavra). Então, atenção e cuidado total.


 

 

No sábado fui à praia, apesar do tempo muito instável, o sol aparecia e sumia. Fiquei pouco tempo, pois o céu fechou totalmente e veio um vento gelado acompanhado de uma chuvinha chata. Então, resolvi sair dali direto para o Hortifruti comprar hortaliças e frutas para a semana. Quando saí de lá cheia de sacolas, não é que o sol tinha voltado com tudo? E eu carregada, não tinha como voltar direto para a praia! Triste

Mas até que foi bom, pois chegando em casa vi que o Luke não estava bem e o levei rapidinho à clínica veterinária. O danadinho estava intoxicado. Também, a gente toma um cuidado danado, não deixa nada perigoso ao alcance, mas ele sempre consegue fazer uma m****! Plantas, pedaço de parede, lascas da madeira da porta, tecido e até a mistura de alpistes etc. para alimentação da periquita, nada escapa. Isso porque ele tem um monte de brinquedinhos p/ morder etc.

Mas nada é tão interessante quanto o proibido, não é?  E essa comidinha da passarinha estava em um pote hermeticamente fechado, em um local onde teoricamente o cachorrinho não pegaria. Mas ele é determinado, perseverante e conseguiu. Resultado: tomou injeções, ficou no soro, ficou em observação, já expeliu algo que não deveria ter ingerido, mas já está de novo show de bola, saudável e bem alegre, graças a Deus. E só para não perder o costume, aprontando muito.

No mais, tirando esse susto, tive um fim de semana tranquilinho. Hoje é uma segundinha daquelas, imprensadinha entre o domingo e o feriado, dia bom para muita preguiça.  Até porque o tempo está feioso, uma chuva bem fininha agora e a temperatura baixou um pouco, está meio friozinho para os padrões cariocas. Porém, hoje é dia de trabalho, não houve chance de emendar.

Ah, já estou menos inchada, pois parei com o remédio que estava tomando p/ os problemas de coluna etc., agora só é p/ tomar se sentir alguma dor maior, o que não tem acontecido. Pelo menos este fator para incômodos não tenho por enquanto, menos um.

Agora, vejam só: ia eu pela rua na 6ª feira, hora do almoço, andava e sentia uma coisa esquisita, eu ia caminhando e estranhava algo que não sabia o que era. Dava até uma certa ‘insegurança’. O que seria? Descobri. Eu simplesmente não estava sentindo dor e estava estranhando, acreditam? Foi quando percebi que o bicho estava pegando tanto, antes, que a dor estava fazendo parte de mim. Ainda sinto umas coisas, sim, dependendo da hora, mas nada se compara ao que estava acontecendo, em que a cada passo era um desconforto tão grande, que me acostumei e quando não o senti, estranhei.

Ah, eu hem!

Fico por aqui, desejando a todos uma semana maravilhosa. Vamos dar o nosso melhor possível! Beijo.



 Escrito por Beth ?s 14h40
[] [envie esta mensagem]


 
  

Que bom vocês terem gostado do último post e da foto de ANTES que mostrei aqui. Os comentários muito gentis e receptivos. Mas o importante de tudo, gente boa, não é apenas mostrar mais uma vez a mudança que promovi em mim, mas cutucar mesmo a galera,  INCENTIVAR  quem ainda está em dúvida do quanto vale a pena investir nessa mudança com carinho, com garra, apesar das dificuldades que, não vou negar, fazem parte da viagem até uma qualidade de vida melhor, uma aparência mais bacana, uma saúde mais protegida, uma vida prática menos complexa no dia-a-dia e tudo mais.

Sempre lembrando que não é só o objetivo que é atraente, a viagem em si, quando bem aproveitada, nos dá muito, muito mesmo.

Como eu tenho dito, não cheguei a ficar magra-magra-magra, muito menos saradona e nem isso era a meta, até pq não era algo factível no meu caso. Mas mudei bastante, para melhor. E, por não ter sido tão eficiente assim nos últimos 3 anos e pouco, tenho um pedaço de caminho a percorrer de novo, não o tenho feito sempre com a mesma firmeza de antes, senão já teria chegado lá de novo. Mas é dia após dia e estou aí, na estrada.

Ontem estava pensando na falta que as caminhadas estão fazendo, não só ao corpo, mas à mente. É engraçado, a gente até fica com preguiça muitas vezes, de lero-lero para se exercitar. Mas é só querer e não poder, no meu caso por restrição médica devido especialmente, agora, à tendinite glútea e à outra tendinite, tibial, que eu quero porque quero caminhar e não dá mesmo. Dói e dói muito e mesmo que eu quisesse burlar a ordem médica, não conseguiria.

Aí junta a falta da ativ. física com o inchaço por causa do remédio que o ortopedista passou (retenção líquida das brabas, dá agonia), mais alguns efeitos do período hormonal (menopausa com sintomas de uma TPM que vai e volta em poucos dias), mais um pouco de irregularidade na alimentação, que ainda precisa de ajustes em algumas horas do dia. Já viram né?

Haja paciência, porque só posso garantir o que depende só de mim. E o que depende só de mim é comer direito, é não beliscar, é me manter bem disciplinada. Até que estou direitinha, mas ainda dando umas vaciladas sem necessidade que depois me fazem me sentir uma besta quadrada..rs

Bem, o que depende do tratamento médico e fisioterápico eu tenho que aguardar a resposta do organismo. Tenho que meter bronca no que cabe a mim e pronto. Tenho andado muito tensa, sendo que só sei em parte o motivo, ainda não identifiquei se há algo mais me deixando assim. O fato é que me flagro, diversas vezes ao dia, contraindo demais a musculatura, causando ainda mais dor no corpo, é mole? Estou pensando em ligar para o Hélio (o massoterapeuta que mencionei no post retrasado) para agendar umas sessões, estou precisando de uns amassos especializados! A especialidade do marido é outra...rs

A celebração do aniversário do meu filho foi gostosa, em família. Jantamos em uma churrascaria rodízio, conforme a escolha dele. Apesar de isso representar um cardápio, naquela noite, bem diferente do que é a minha rotina, não houve nenhum problema maior para mim, pois não sou carnívora, sou do tipo que o garçon na churrascaria fica nervoso, inseguro, de tanto que recuso as carnes que vão passando.

É que gosto de carne sim, mas não sou fissurada e não consigo nem pensar em comer, comer e comer boa parte do que trazem à mesa. Uma fatiazinha de picanha aqui, uma tirinha fininha de uma maminha ali (desta vez nem isso), uma linguicinha pequena (e foi uma só, mesmo), eventualmente um franguinho (dessa vez recusei) e pronto. Ah, peguei uma pontinha de um filé mignon na pedra, e só fiz isso porque o garçon levou um lero tremendo comigo, uma hora lá, até arrancar de mim algo que eu gostaria de saborear. Comentei sobre o tal filé que ainda não tinha passado e ele garantiu que me traria.

E de vez em quando ele vinha me contar que já estavam preparando para mim. Até que trouxe, coitado, eu peguei quase que por consideração e foi só uma pontinha. No mais, comi saladas c/ 1,5 fatia de presunto parma, 2 rodelas de salaminho e 4 cubinhos de queijo (gouda e suiço). Com molho tártaro.

E da guarnição colocada à mesa, rejeitei 90% dela. Nada de arroz, farofa, fritas etc. Nem a bananinha que adoro eu tive vontade. Mas comi 4 mini-pastéis de queijo e caí de boca (não duvidem) nos aneizinhos de cebola, que amo de paixão e estavam ótimos. E isso é fritura, eu sei.  Mas gosto que me enrosco e, como não é algo que eu ponha no prato no dia-a-dia, nessas ocasiões não vou mentir, meto bala. Ui!

O meu filho fala que eu deveria pagar multa na churrascaria, por não corresponder à expectativa, diz que vou lá para comer kani! hahahaha Eu nem peguei kani dessa vez! Ô injustiça! Indeciso

Depois em casa cantamos parabéns, com uma torta pequena que encomendei, também do gosto dele. Comi uma fatiazinha, pequena mesmo, porque achei doce demais. Eu gosto de doce sim, mas doce 'muito doce' me dá agonia. E catei as cerejas de cima e pronto.

Outro acontecimento maravilhoso do dia 5/10 foi o nascimento do meu primeiro sobrinho-neto, o Miguel, que chegou para alegrar e aumentar a união da nossa família. Ele é filho do meu sobrinho André, que é uma das minhas paixões na vida. Também simpatizo muito, acho um amorzinho, a mulher dele, Ju. Estou felicíssima. E meu irmão mais velho, babando que só ele, agora que virou vovô. A cunhada também, não cabe em si. Ainda não fui conhecer o baby, estamos deixando eles saírem do hospital com calma, se acomodarem em casa com a tranquilidade que este momento e eles precisam e merecem. Depois vamos lá corujar.

E para não deixar de falar na 'criança lá de casa', o Luke (nosso cachorrinho que agora está com 5 meses) continua aprontando TODAS. Eu vou chegando em casa e já sentindo palpitações só de imaginar o que vou encontrar quando abrir a porta. Primeiro, vou encontrá-lo já  de pé (sobre 2 patas) encostado na porta, para me receber, subir no meu colo (pesaaaaaaaaaaaaado, engordou 5 kg em 1 mês conosco, já está com 11 kg) e depois dar mil abraços etc. Depois, vou ver o que ele destruiu no dia.

Pobres das minhas plantas, que daqui a pouco vão precisar de calmante quando ele passar por perto, pobre da minha porta agora toda descascada (o porta também), pobre do rodapé que agora inexiste em uma das paredes (tiramos depois que ele arrancou um pedaço e receamos que ele se machucasse tirando o resto), pobre do piso que fica lotado de terra, porque ele insiste em procurar algum tesouro nos vasos de plantas...rs

Mas apesar disso, que a gente sabe que daqui a pouco passa, pois ele vai amadurecendo, estamos felizes da vida com ele. Perdoamos tudo, claro que ele leva umas broncas, mas no fim é só chamego.

Então, é isso. Ah, eu queria sim trazer uma foto nova minha com o meu filho, mas não fotografamos. E ele, chatinho (tinha que ter um defeito), não gosta muito de fotografar e nem aprova a idéia de eu trazer foto dele para o blog. Mas vou ver se driblo isso depois...rsssss

Beijo grande, espero que a semana de todos esteja bem legal e que continue assim. Fiquem com Deus.



 Escrito por Beth ?s 11h28
[] [envie esta mensagem]


 
  

A semana foi boa. Apesar de não ter sido tão desgastante assim e o ritmo no trabalho estar relativamente tranquilo, eu a termino bem cansadinha. Ainda bem que é sexta-feira!

A alimentação na semana estava bem legalzinha, mesmo. Mas dei umas escorregadelas. Na 4ª feira, fui à final de um concurso de gastronomia. Os garçons serviam o tempo todo petiscos finos, delicados, tudo de muito bom gosto e, claro, tudo bem gostoso.

Nada de salgados pesados, engordurados, fritos etc. À exceção de uma bolinha de queijo (me pareceu ser Gruyére) especialíssima e crocante que antes de consumida era passada em calda de damasco (imaginem isso!), nada mais era frito. Ah, nem vou ficar de conversinha, comi com gosto. Não parecia estar esfomeada, comi com classe tá? Mas comi! rs


Após a premiação dos vencedores, foi aberta a degustação dos pratos premiados. Eram pequenas porções, em recipientes realmente pequeninos e eu provei somente uma porção de um bacalhau de natas que achei bonzinho. Os demais pratos, embora parecessem estar bons, não me apeteceram.

Foram 3 sobremesas premiadas. Provei uma torta de banana, que não comi toda (não achei lá essas coisas) e uma cocada de arroz com rapadura, coisa dos deuses, boa demais, mas foi uma só. O saldo da noite não foi nenhum absurdo, então. Foi uma noite com cardápio diferente e, sem dúvida, mais calórico que o normal do dia-a-dia, mas nada tão devastador.

Na 5ª feira foi Dia da Secretária e houve um almoço especial para homenagear a secretária da nossa gerência, em um restaurante melhorzinho, mais carinho que os do dia-a-dia, mas que está longe de ser o meu favorito. Mas eu gosto de participar ao máximo dos eventos e só não vou quando realmente não posso ou é algo que não tem mesmo a ver. De novo, o cardápio acabou sendo desviado do planejamento.

Mas o resto do dia já voltou ao normal e neste restinho de semana também assim vai ser, não vou entrar no lance do 'já que' e fazer lambança, então estou me programando direitinho, até porque tenho evento no fim de semana e quero estar com tudo bem planejado p/ não desviar tanto. A semana que estava com tudo para terminar com uma nota 9 vai terminar com uma nota menor, mas não será menor que 7, então estou satisfeita sim.

Outro dia, revirando uns arquivos pessoais no meu micro do trabalho, me deparei com uma foto minha, antiga, de outubro de 1993, foi tirada na festa de aniversário de 10 anos do meu filho, eu estava com 37 anos. Vejam como eu estava naquela época:

Outubro de 1993, aos 37 anos, na festa de aniversário de 10 anos do meu filho, que está comigo na foto.

Agora,pasmem, esta foi uma das melhores fotos minhas daquele dia! Existe uma fita com a filmagem da festa e ali o bicho pega, pois eu apareço muito, claro, sempre muito contente e falante, algumas vezes caminhando ou dançando e aí, gente boa, é que dá para ver a situação corporal da pessoa na época.

A cada movimento, balançava o abdomen todo. Sempre sorridente, feliz da vida na celebração de mais um ano de vida do meu garotão amado, cheia de parentes e amigos em volta, mas gorda até não querer mais. Nem sei que peso tinha naquela época, mas dá para notar que era muito, muito elevado né? E o modelito da roupa?

Na época eu usava muito estas túnicas longas, que eu brinco chamando de "Tim Maia", porque era o que me caía melhor, sobre calças compridas larguinhas, sempre com elástico na cintura, pois não achava nem a pau calça para mim com fecho eclair (ziper). Usava também bermudões, mandava fazer bem variados, com blusas também tipo túnica, sendo que menos compridas, claro. Variava bastante nas cores, estampas. Conforme o modelo, podiam ter manga ou não ter, variava bastante mesmo.

Notem que eu não estou de colar ou cordão na foto, coisa que geralmente uso e adoro. É que na época, o colo muito avantajado e uma papada bem gordinha, não ficava bem em mim. Os cordões mais curtos, como era moda, não cabiam no meu pescoço e cheguei a um ponto em que até usando extensores não ficava legal, pois tinha que usar mais de um extensor. Também não era fácil encontrar anel. Hoje em dia vejo em todo canto anéis bem grandes para quem tem dedos mais grossos ou gordinhos, antigamente não era fácil não.

Mas isso mudou. Hoje tenho 54 anos e meu filho completará, daqui a 4 dias, 27 anos. E é bom ver que dezessete anos depois, eu estou melhor do que naquela época. Não estou magra (e nem magra de verdade ficarei), tenho uma dezena de quilos a eliminar (embora a eliminação de 8 kg já seja bastante satisfatória para o meu contexto), tenho celulite, flacidez e gordura extra sim, mas estou longe daquilo e sei que me fiz um grande favor, me dei um grande presente.

Continuo uma pessoa feliz, sorridente, talvez mais chatinha (PVC chegando? kkkk), tenho umas encrencas de coluna etc. mas estou aqui, viva, cheia de graça, levando a vida com a garra de sempre. E agradecendo a Deus, também, de forma especial, pela bênção de ser mãe do Alexandre, este filho nota mil que Ele me enviou, o mais lindo presente da minha vida.

Domingo é dia de eleição. Não enfio política neste blog. Apenas desejo que todos votem com bastante consciência, lembrando que quem paga o pato pelas decisões equivocadas, pelos votos sem noção somos nós, é o nosso país, é a vida da gente como um todo.

Tenham um ótimo final de semana e que Deus abençoe a todos nós!

Beijos



 Escrito por Beth ?s 10h06
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Livros, Praia, Dançar, Curtir a vida
MSN -



EU ERA ASSIM  

ESTOU ASSIM Meu nome ? Elizabeth, sou conhecida como Beth
Analista de Sistemas, especialista em Metodologia, Processos e Qualidade em TI, Ger?ncia de Projetos,An?lise de Neg?cios, Auditora ISO, sou leonina do dia 10/08, carioca da gema, moro na minha na cidade maravilhosa (RJ), adoro fazer amizades, sonhar, ler, escrever, sou casada c/ Vicente - meu grande amor, m?e do Alexandre, um filh?o maravilhoso, que ? universit?rio e "boadastra" da Mimi, minha enteadinha adolescente linda a quem chamo aqui de filhotinha.

Meu e-mail: beth.ebprs@gmail.com
Meu MSN: ebprs@hotmail.com



Objetivo deste Blog: Compartilhar meu processo de reeducação alimentar e mudança de hábitos que resultou no meu emagrecimento, me tirou da obesidade mórbida e me ensinou e ensina tanto!



Meu processo: Fui beb? 'cheinho',crian?a de peso normal, na adolesc?ncia tinha ?timo corpo. No in?cio da fase adulta comecei a engordar c/facilidade em fun??o de uma mudan?a p/ pior dos h?bitos alimentares e tb devido a dificuldade que tive em enfrentar alguns problemas pessoais, decep??es e m?goas que se transformaram em Kg a mais (eu as COMI). Durante anos optei por m?todos indevidos, tomei rem?dios, f?rmulas, inje??es, fiz dietas mirabolantes e isto tudo me ajudou a virar uma sanfona que cada vez abria mais e fechava menos. Cheguei ao auge da obesidade c/ 140 kg e dei o basta. Primeiro, fiz um pequeno controle que me ajudou a emagrecer quase 5 kg. Depois, entrei para o Vigilantes do Peso, onde emagreci 53kg c/equil?brio, seguran?a e muita alegria. Aprendi muito, o caminho foi t?o importante quanto os resultados. Eliminei 53 kg com o método do Vigilantes do Peso e atividade física. Aumentei depois alguns kg e agora prossigo, para reconquistar a minha meta e mantê-la para sempre.

Cr?ditos Imagens: Google
Comunidade no Orkut!


Comunidade Orkut: Eu sou f? da Beth - A Conquista! criado com carinho pela amiga Lili (obrigada, lindinha!)
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2052374


 
Clique AQUI e veja
o que eu como!




HIST?RICO
 01/01/2011 a 15/01/2011
 16/12/2010 a 31/12/2010
 01/12/2010 a 15/12/2010
 16/11/2010 a 30/11/2010
 01/11/2010 a 15/11/2010
 16/10/2010 a 31/10/2010
 01/10/2010 a 15/10/2010
 16/09/2010 a 30/09/2010
 01/09/2010 a 15/09/2010
 16/08/2010 a 31/08/2010
 01/08/2010 a 15/08/2010
 16/07/2010 a 31/07/2010
 01/07/2010 a 15/07/2010
 16/06/2010 a 30/06/2010
 01/06/2010 a 15/06/2010
 16/05/2010 a 31/05/2010
 01/05/2010 a 15/05/2010
 16/04/2010 a 30/04/2010
 01/04/2010 a 15/04/2010
 16/03/2010 a 31/03/2010
 01/03/2010 a 15/03/2010
 16/02/2010 a 28/02/2010
 01/02/2010 a 15/02/2010
 16/01/2010 a 31/01/2010
 01/01/2010 a 15/01/2010
 16/12/2009 a 31/12/2009
 01/12/2009 a 15/12/2009
 16/11/2009 a 30/11/2009
 01/11/2009 a 15/11/2009
 16/10/2009 a 31/10/2009
 01/10/2009 a 15/10/2009
 16/09/2009 a 30/09/2009
 01/09/2009 a 15/09/2009
 16/08/2009 a 31/08/2009
 01/08/2009 a 15/08/2009
 16/07/2009 a 31/07/2009
 01/07/2009 a 15/07/2009
 16/06/2009 a 30/06/2009
 01/06/2009 a 15/06/2009
 16/05/2009 a 31/05/2009
 01/05/2009 a 15/05/2009
 16/04/2009 a 30/04/2009
 01/04/2009 a 15/04/2009
 16/03/2009 a 31/03/2009
 01/03/2009 a 15/03/2009
 16/02/2009 a 28/02/2009
 01/02/2009 a 15/02/2009
 16/01/2009 a 31/01/2009
 01/01/2009 a 15/01/2009
 16/12/2008 a 31/12/2008
 01/12/2008 a 15/12/2008
 16/11/2008 a 30/11/2008
 01/11/2008 a 15/11/2008
 16/10/2008 a 31/10/2008
 01/10/2008 a 15/10/2008
 16/09/2008 a 30/09/2008
 01/09/2008 a 15/09/2008
 16/08/2008 a 31/08/2008
 01/08/2008 a 15/08/2008
 16/07/2008 a 31/07/2008
 01/07/2008 a 15/07/2008
 16/06/2008 a 30/06/2008
 01/06/2008 a 15/06/2008
 16/05/2008 a 31/05/2008
 01/05/2008 a 15/05/2008
 16/04/2008 a 30/04/2008
 01/04/2008 a 15/04/2008
 16/03/2008 a 31/03/2008
 01/03/2008 a 15/03/2008
 16/02/2008 a 29/02/2008
 01/02/2008 a 15/02/2008
 16/01/2008 a 31/01/2008
 01/01/2008 a 15/01/2008
 16/12/2007 a 31/12/2007
 01/12/2007 a 15/12/2007
 16/11/2007 a 30/11/2007
 01/11/2007 a 15/11/2007
 16/10/2007 a 31/10/2007
 01/10/2007 a 15/10/2007
 16/09/2007 a 30/09/2007
 01/09/2007 a 15/09/2007
 16/08/2007 a 31/08/2007
 01/08/2007 a 15/08/2007
 16/07/2007 a 31/07/2007
 01/07/2007 a 15/07/2007
 16/06/2007 a 30/06/2007
 01/06/2007 a 15/06/2007
 16/05/2007 a 31/05/2007
 01/05/2007 a 15/05/2007
 16/04/2007 a 30/04/2007
 01/04/2007 a 15/04/2007
 16/03/2007 a 31/03/2007
 01/03/2007 a 15/03/2007
 16/02/2007 a 28/02/2007
 01/02/2007 a 15/02/2007
 16/01/2007 a 31/01/2007
 01/01/2007 a 15/01/2007
 16/12/2006 a 31/12/2006
 01/12/2006 a 15/12/2006
 16/11/2006 a 30/11/2006
 01/11/2006 a 15/11/2006
 16/10/2006 a 31/10/2006
 01/10/2006 a 15/10/2006
 16/09/2006 a 30/09/2006
 01/09/2006 a 15/09/2006
 16/08/2006 a 31/08/2006
 01/08/2006 a 15/08/2006
 16/07/2006 a 31/07/2006
 01/07/2006 a 15/07/2006
 16/06/2006 a 30/06/2006
 01/06/2006 a 15/06/2006
 16/05/2006 a 31/05/2006
 01/05/2006 a 15/05/2006
 16/04/2006 a 30/04/2006
 01/04/2006 a 15/04/2006
 16/03/2006 a 31/03/2006
 01/03/2006 a 15/03/2006
 16/02/2006 a 28/02/2006
 01/02/2006 a 15/02/2006
 16/01/2006 a 31/01/2006
 01/01/2006 a 15/01/2006
 16/12/2005 a 31/12/2005
 01/12/2005 a 15/12/2005
 16/11/2005 a 30/11/2005
 01/11/2005 a 15/11/2005
 16/10/2005 a 31/10/2005
 01/10/2005 a 15/10/2005
 16/09/2005 a 30/09/2005
 01/09/2005 a 15/09/2005
 16/08/2005 a 31/08/2005
 01/08/2005 a 15/08/2005
 16/07/2005 a 31/07/2005
 01/07/2005 a 15/07/2005
 16/06/2005 a 30/06/2005
 01/06/2005 a 15/06/2005
 16/05/2005 a 31/05/2005
 01/05/2005 a 15/05/2005
 16/04/2005 a 30/04/2005
 01/04/2005 a 15/04/2005
 16/03/2005 a 31/03/2005
 01/03/2005 a 15/03/2005
 16/02/2005 a 28/02/2005
 01/02/2005 a 15/02/2005
 16/01/2005 a 31/01/2005
 01/01/2005 a 15/01/2005
 16/12/2004 a 31/12/2004
 01/12/2004 a 15/12/2004
 16/11/2004 a 30/11/2004
 01/11/2004 a 15/11/2004
 16/10/2004 a 31/10/2004
 01/10/2004 a 15/10/2004
 16/09/2004 a 30/09/2004
 01/09/2004 a 15/09/2004
 16/08/2004 a 31/08/2004
 01/08/2004 a 15/08/2004
 16/07/2004 a 31/07/2004
 01/07/2004 a 15/07/2004
 16/06/2004 a 30/06/2004
 01/06/2004 a 15/06/2004



OUTROS SITES
 Site do Vigilantes do Peso
 Ação pelo semelhante
 Nutrella
 MC DONALDS - Tabela Nutricional
 Site ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
 Saudável.Info
 Vegê Gourmê - Blog da Chef Michele Maia
 Lu Francesa
 Selma Guerreira
 Meu Emagrecimento (Sara)
 Serei magra (Andreia)
 Renascer (Thuca)
 Valquíria
 Blog da Magui
 Neblina
 O sabor da vitória (Electra)
 Entretanto, eu (Jana)
 Diva esbelta e feliz (Diva)
 Miss Blueberry
 Vida boa é vida saudável (Cristy Costa)
 Diário light (Sylmara)
 Blog da Eloyza
 Veneno urgente (Flavia Rocha)
 Blog da Fafá
 Espelho light (Elaine)
 Blog da Cynthia (Londres)
 Agora eu emagreço (Aline) Brasília
 Never give up (Renata - Tita)
 Blog da Micha - RJ
 Homem também faz dieta (Carlos) RJ
 Jaqueline
 Mulher de Atitude - Cacau RJ
 Serei sereia (Fabi) RS
 A caminho da vitória (Elaine Regiane) SP
 Blog da Rogeria
 Blog da Georgia
 Escrevendo emagrecendo (Lisa)
 Diet Forever (Zá)
 Garotinha ruiva (o outro blog da Lu Russa)
 Dieta urgente (Luciana Alexandrino)
 Space Cris
 Tetê Sereiah
 Andréa Aoki
 Gordinha da Silva
 O sucesso da Lorena
 Renata sem firulas
 Valérie Roberto
 Arianna
 Clara - RJ
 Andréa Cordoniz
 Ana Carolina grávida
 Ana Carolina
 Miss Slim
 Drica (Paraty-RJ)
 Ada Sheila
 Anselmo
 Sueli
 Sol
 Kelly
 Jessica (Elite)
 Nilce
 Leila (Ninguém merece ser 3G)
 Fanta Diet
 Infobeso
 Cris Lopes
 Aline Tomaz (RJ)
 Roberta Alves
 Sue - gravidinha
 Cris fit
 Annie
 Novidades da Cris
 Leila Batista
 Clarita
 Rebecca sapeca
 Lua emagrecendo
 Brian
 Diario da bonita Andrea
 Marilia
 Marilia Vitória
 Aline Virtus
 Paula pra melhor
 Cristiane
 Teresinha
 Ana Cleide
 
 Marcia (Marquinhas)
 Pri 2
 Ludmila
 Lela
 Jana Carmen
 Pri emagrecendo...
 Luzluzinha
 Barbarella (Andrea Glauce)
 Raiane
 Luciana Kotaka
 Vanessa (Campinas)
 Patty emagrecendo de bem...
 Nanda (Idade da Pedra)
 Carlos Medeiros
 Lara
 Dani - Brasília
 Teresa Cristina
 Sisi
 Miriam - RJ
 Kaká
 Gabi e Ana Luiza
 Diário de Macherrie
 Catia
 Amanda Costa
 Rosimeyre
 Alice
 Walkiria
 Crizinha
 Char
 Lu Pinheiro
 Elisandra
 Lahys
 Cotidiano (Zany)
 Karen
 Kika
 Nicky
 O novo blog da Taty Carioca
 Isabela
 Lisandra
 Ju sem pressa
 VIGILANTES DA AUTO ESTIMA
 JT
 Barbarella
 Angelica Fernandes
 Claudia
 Lagarta de borboleta
 Alisson
 Nova Jacque
 Patty Roberta
 Michelle 2
 Elissandra
 Juliene
 Ana Paula
 Annie emagrecendo
 Lili Bolero
 Fernanda Betini
 Karina Torres
 Valqs
 Ana Telma
 Lilian Raquel (Lee)
 Cáritas
 Baxie
 Cacau II
 Renatita
 Nando Neri
 Isabelle
 Nanda
 Edite
 Way to go (Clara )
 Bartira
 BLOG COMER SEM CULPA
 Andreia Cantelli
 Lu Mme Light
 Magali
 Lu
 Aline RJ


VOTA??O
 D? uma nota para meu blog!