Conquista

UOL
  

Sábado de sol, dia lindo e quente. A programação de hoje era pela manhã levar o Luke p/passear e depois ao veterinário p/ uma revisãozinha e tb tomar a última dose da vacina múltipla. A veterinária oficial dele, em quem confio totalmente, está em licença maternidade e eu fico sempre meio reticente qdo o atendimento é feito por alguém que não conheço. Mesmo sendo na mesma clínica.

Mas gostei muito desse veterinário que o viu hoje. Muito tranquilo, paciente, atencioso. Ouviu todas as minhas dúvidas e informações, me esclareceu de forma convincente, foi espertíssimo p/ dar a vacina sem o Luke dar o escândalo habitual (o valentão amarela feio quando se trata de agulhada).

Depois, a idéia era deixar o bichinho em casa (aprontando das suas, sabe-se lá o que, agora...) e ir à praia. O maridão trabalhando em um projeto especial da empresa, junto a comunidade carente, suando a camisa, literalmente, no pé de um morro carioca. E eu estaria largada no sol, lagarteando.

Porém, terminando tudo que eu havia planejado até agora, está me dando uma preguiça, um sono absurdo, a cama está me chamando... que coisa!

A semana foi ótima, e nem a tensão por ter que encarar aquele assunto que posterguei muito e estava me tirando um pouco de sossego atrapalhou. Até porque quando a gente para de empurrar as coisas e começa a resolver, por mais que se chateie, a sensação é melhor, é de água que não está mais parada, dando larva de mosquito. Agora, tenho até o fim da nova semana para agilizar o que falta. Melhor assim.

A alimentação da semana foi ótima, tudo equilibradinho e dentro da programação, mais uma vez. Mesmo tendo participado de almoços de aniversário e da confraternização da gerência onde trabalho, ontem. Foi um almoço, numa área bem legal do prédio onde mora um colega nosso, com churrasco preparado por uma equipe contratada, e um DJ que botou todo mundo (ou quase) p/ dançar animadamente. 

Foi bem divertido e eu aproveitei bem. Comi com moderação um pouco de carne (não faço muita questão dela), linguiça (gosto mas não me excedi) e exatamente 2 coxinhas de asa de frango na brasa. De toda a guarnição existente, bem variada e com cara de boa, eu me servi de saladas de folhas e legumes crus ralados, com pepino. E farofa, que adoro, com molho à campanha (que em alguns lugares é chamado de vinagrete). De sobremesa, mais tarde, serviram banana assada com canela e uma bola de sorvete de creme. Comi uma única porção, comedida, porém mais que suficiente.

Saí de lá satisfeita triplamente: por ter gostado da festa, que foi bem organizada e estava muito boa; saciada, tendo comido somente o necessário p/ estar alimentada, embora com muito prazer; e contente comigo mesma por ter feito exatamente o que eu tinha previsto.

Fui ao shopping dar uma olhada em algumas coisas da lista de opções de presentes que a filhota me passou, já que eu não tinha idéia do que dar a ela. Agora tenho idéia demais, esses filhos não são moleza! haha

À noite fiz manutenção nas unhas de silicone, depois um lanche leve e mais tarde uma ceia (laranja). Passeei com o Luke, curti o maridinho, fiquei na internet até um pouco mais tarde e dormi feito uma anjinha.

Já fiz o planejamento do cardápio da ceia de Natal aqui em casa e vou iniciar as compras de supermercado logo, para não ter corre-corre depois com tudo cheio e gente esbaforida. O cardápio será simples, mas gostoso, nada de 'comidarada demais' como eu vejo em alguns lugares, porque aqui é pouca gente, se fizer comida demais fica sobrando, além de dar uma trabalheira tremenda que não é necessária. E não se trata de um festival gastronômico, é uma ceia de Natal, em família.

Claro que teremos as rabanadas, isto sim é de lei, não pode faltar. E serão as tradicionais sim! Engordiets, fritas, polvilhadas com açúcar e canela. Sei fazer as lights, assadas. Porém, sinceramente, não vejo necessidade. Até porque não vou comer muitas. O povo em casa gosta da normal e não tem sentido eu preparar algumas de outro jeito só p/ mim, seria só inventar mais trabalheira.

O caso é que estou me programando direitinho p/ aproveitar a ceia sem me privar do que gosto, mas sem abusar. Se posso passar o dia-a-dia sem abusos, como tenho feito, porque numa ceia eu teria que fazer totalmente diferente? Claro que será uma refeição diferente, com alguns itens mais calóricos que vou, sim, consumir, mas não preciso, não quero e não vou comer como se fosse a última ceia.

Mas não vou entrar nessas neuras que vejo por aí, o povo já roendo as unhas porque o Natal está chegando, porque vai engordar, porque não vai poder comer isso e aquilo, ou porque sabe que vai comer muito e botar tudo que fez até aqui pelo ralo etc. Não tem nada a ver comigo este apavoramento.

Eu realmente não acho que seja preciso ficar em apuros por conta da proximidade das festas. Se a pessoa está no controle, fazendo as coisas de uma forma legalzinha, se reeducando, comendo com regra, com equilíbrio, mesmo que ela saia da rotina na ceia de Natal, dificilmente ela fará tudo de um jeito tão torto assim que dê para ferrar todo o processo.  Se a pessoa não está ainda tão nos eixos assim, claro que isso acontece, também. Porque apavoramentos não ajudam em nada, seja qual for o caso.

Melhor comer, embora com educação e moderação, do que ficar se proibindo de tudo e passando uma noite agoniada, depois acaba tendo um treco aí e comendo em triplo.  Melhor se organizar, preparar a cabeça para não chegar na ceia como se fosse um náufrago vendo comida depois de 2 meses, até por educação.

Se houver na mesa uma variedade tremenda de comida, que ótimo, é bonito e digno de gratidão a Deus ter uma mesa tão farta. Mas, cá entre nós, não é preciso comer de tudo que há na tal mesa. Todos os tipos de carne, todas as guarnições, todos os petiscos, todos os doces, tudo, tudo tudo... Para que isso?

Se preparem mentalmente, com a serenidade de quem planeja uma viagem gostosa e não com o apavoramento de quem se sente refém da comida que chama, que enlaça, que se joga na sua boca e enche o seu estômago mais do que ele precisa para sentir-se bem.  Comecei a pensar que por mais que tudo seja muito gostoso e bem feito, sempre há algo que cada um de nós gosta mais e menos, sempre há algo que podemos deixar para uma outra ocasião, até porque nem tudo combina com tudo, né?

Se houver variedade de doces, não é preciso cair de boca em todos, até porque dificilmente todos eles serão algo que não se vê ou se come durante um ano inteiro! Aceite a idéia de escolher um ou dois, os que você mais gosta, e se servir numa boa, sem precisar ser uma montanha no prato (você tem educação, lembre-se), e comer com calma, saboreando cada pedacinho!

Tudo que a gente enxerga como um grande problema que está por vir, já cresce mais antes mesmo de chegar. Porque angustia. E gera ansiedade, esta péssima companhia que só aconselha mal. E cria uma energia péssima para algo que pode e deve ser um momento gostoso, leve, bacana.

Mas há quem esteja se entupindo de doces, bebidas, salgadinhos, panetone etc. desde que começou dezembro, por conta de celebrações com as galeras dos estudos, colegas de trabalho, encontros com outros amigos etc. Aí, depois fica cheio de nhem-nhem-nhem com a ceia de Natal.

Dentre a programação para as Festas, aproveite para projetar não só o que e como você vai comer, porque não é para pensar só nisso e em comida o dia inteiro, claro. Aproveite para projetar como é que você quer estar, no geral. Ajuda muito projetar que estará alegre, se sentindo confiante, feliz por estar se cuidando bem e tranquilo porque saberá aproveitar bem a festa sem se atrapalhar e sem se sacrificar. Ajuda muito imaginar que algumas pessoas notarão (embora nem sempre vão comentar) que você está mais fino não só na silhueta, mas também nos modos diante da mesa. E que você vai gostar muito disso, intimamente, e vai ficar na sua, fazendo bonito.

Um bonito que vai intrigar quem não sabe (e nem todo mundo precisa saber, para não meter o bedelho, principalmente se não for algo construtivo), e que você no fundo estará se deliciando por que você sabe direitinho o que é. E que vai fazer quem sabe do seu processo perceber que você está mesmo se aprimorando. Mas você faz isso tudo por quem, antes de tudo? Por si mesmo. Então, você é quem interessa nessa história toda. Faça o melhor possível, com leveza, com tranquilidade, com boa vontade, por que este é um presentão que você está se dando.

Bom, é como eu penso que a coisa flui melhor, mas cada um é um, fica apenas como dica ok?

Tenham um ótimo fim de semana e uma nova semana bem iluminada. Agora, vou mesmo dar uma cochilada, já vi que é o que  meu corpo está pedindo, vou ceder. A praia fica para amanhã, aí eu me largo lá o dia toooooodo....rs Beijão!



 Escrito por Beth ?s 13h44
[] [envie esta mensagem]


 
  

Tudo segue bem. O marido ainda muito gripado, fazendo o repouso recomendado pelo médico e tomando os remédios. Eu tocando a vida, trabalhando e tentando aos poucos fazer as compras de Natal, sem muita correria.

Hoje comprei uma guirlanda nova para a porta principal, não é exatamente como eu queria, mas foi a que encontrei dentro da faixa de preço que pretendia gastar. Comprei uma faixa bonita também, para enfeitar uma das paredes da sala, que está sem quadro (o antigo eu tirei, enjoei dele, depois de anos) e ficou legal.  A árvore realmente não será montada, porque é grandinha e no chão o Luke vai destruir mesmo. Ele já está enlouquecido com os penduricalhos pendurados em alguns pontos, em especial um Papai Noel que está suspenso no portal da sala para o corredor. Ele fica louco, chega a gritar, querendo ganhar asas para conseguir chegar lá e catar o Papai Noel.

Hoje encomendei em um site bem legal (www.bitcao.com.br) dois presentinhos de Natal para ele. Brinquedos inteligentes, para distraí-lo. Isso porque não há semana em que ele não ganhe um brinquedinho, uma bolinha nova, algo para se divertir e, quem sabe, esquecer dos meus móveis, das minhas paredes e rodapés, do meu sofá já semi-destruído...rs Tadinho, ele está melhorando aos poucos. Um dia criará juízo, Deus é pai! haha

Hoje comprei com atraso o presente de aniversário de casamento do maridão, ele adorou. E já comprei 2 presentes de Natal para ele, um deles o que a filhota vai dar, faço sempre isso para que ela não precise se preocupar, até porque grana ela não tem, sai do meu mesmo hahah Falta comprar presentes para ela e para o meu filho, mais uma lembrancinhas para poucas pessoas.

Mas o meu presente de Natal especial, dado por mim mesma, está sendo a satisfação de me ver novamente no controle, animadinha, fazendo as coisas do jeito certo, que gosto e que me faz bem.  O resultado disso não é visível, praticamente só eu percebo a melhora voltando a um ou outro pedacinho do corpo, houve um bom estrago e o progresso vai demorar a aparecer para os outros, mas não estou preocupada com isso.  Eu sei que estou no caminho, que estou fazendo as coisas do jeito certo, do jeito que sei e gosto, sem palhaçada e isso vai dar no que quero, é questão de tempo. Quanto tempo? O que for preciso.

Até recebi um comentário esta semana, de uma colega que disse ter notado algo. Que bom. Mas acho que ela pode ter sido influenciada por eu estar bem bronzeada, o bronze dá uma aparência mais fininha na gente...rs

Começo a me notar um pouquinho inchada, pensei ser o calor, mas como também me notei um pouco mais irritadinha e intolerante, creio que os hormônios voltam a efervescer. Como nos últimos meses, durante essa ebulição, meu apetite andou alterado e eu andava cedendo, agora já estou atenta e me programando para não permitir que essa fase hormonal me tire da linha.

E como a minha linha não é radical, não é maluca, se eu me mantiver concentradinha, vou conseguir me adequar bem ao momento.Se precisar de um algo mais para o meu organismo sossegar, eu darei, na medida, gerenciando direitinho a história.

Hoje quero dar destaque especial para uma frase muito bacana e corretíssima, que li no blog do Brian, esse blogueiro light guerreiro como a gente, no seu post de 03/12. Após contar que na véspera do post ele, muito cansado, teve uma pequena compulsão, ele diz:  “Acordei melhor. Levantei sem culpa, disposto. Não tenho controle sobre o que passou nem o que virá. Posso decidir o hoje, o agora. Fui à musculação”.


Vejam só, não é mesmo por aí? Quanta gente, após uma derrapada, seja ela leve ou horrorosa (e acontece mesmo, com qualquer um), passa o dia seguinte e, às vezes, outros tantos, amargando o que fez lá atrás, sentindo-se péssimo e cada vez pior afinal fica engordando a culpa, o ressentimento, a crença de que é uma besta quadrada, um fraco ou algo assim, e aí, perde energia que poderia estar sendo melhor aplicada em que?  Na ação que leva para a frente, que irá minimizar ou até mesmo, quem sabe, anular a derrapada em questão e, mesmo que não anule, fará com que as coisas dali para a frente sejam melhores, mais positivas, agregadoras.

O Brian sabe disso e não perdeu tempo sofrendo porque algo não foi tão bom assim ontem, ele sabe que o HOJE é o que a gente tem para dar o melhor! Enquanto o juiz não apita, gente boa, tem bola rolando, não adianta ficar sentado chorando porque perdeu aquele gol agora há pouco, tem que levantar e suar a camisa para tentar de novo, até a bola entrar.

Vou destacar também a visita que fiz ao bloguinho da Lela, também uma vitoriosa e tanto. No post mais recente ela mostra fotos em um casamento ao qual foi recentemente, lindona de viver, elegantérrima e, em uma das fotos ela escreveu em cima “Reeducação Alimentar?” e embaixo “ Este é o meu prêmio”.  Depois, mais um pedacinho do texto em que ela diz: "Quando vie esta foto minha, percebi que vale à pena a gente não se entregar e zelar pela nossa saúde e beleza! Não é só vaidade não" É a expectativa de reviver momentos..." “

 

Bacana!  Mas para isso, é preciso esforço, dedicação, perseverança, paciência, mais paciência ainda, determinação contínua. E derrapadas e quedas acontecendo, porque ninguém está imune a elas, é questão de levantar, respirar fundo, aprender com elas também e seguir. E depois, celebrar a conquista. Parabéns Lela, você está mesmo show de bola, um exemplo viu?

Aproveito para parabenizar a Déa Aoki, amiguinha blogueira de tanto tempo, pelo sucesso total, ela foi capa da revista Sou +Eu desta semana. Luxo só!

 

Há muitos vitoriosos nesta estrada. Só de não estar parada, esperando cair do céu, a pessoa já está vencendo. A parada é dura, sim. Mas quantas vezes você colocou açúcar em uma fruta azedinha para ela ficar melhor e você conseguir comer? Quantas vezes se flagra comendo coisas que não estão nem tão maravilhosas assim? Quantas vezes você comeu um salgado que nem estava tão bom, mas encarou e se bobear até repetiu?

Então, se o processo de emagrecimento, reeducação, mudança de hábitos  não é fácil, pense que você encara coisa bem mais difícil no seu dia-a-dia, por conta do peso extra. Você se coloca em risco para a saúde, o que não é nada fácil e é perigosíssimo.

Você se coloca em dificuldades na vida prática, quando não consegue comprar a roupa que gostaria, quando não consegue subir escada sem botar um palmo de língua para fora, quando não consegue usar aquele calçado mais fino e mais alto que adoraria, ou que não se sente bem com uma roupinha mais aberta, ou quando não cabe no asssento ou a cadeira cede com o seu peso, ou quando o cinto de segurança não tem tamanho suficiente para prender o seu corpo, ou quando quer afivelar a sandália e precisa de ajuda ou ser contorcionista, ou quando mais uma roupa ‘pede arrego’ e não fecha mais no seu corpo, ou quando já não dá para passar na roleta do ônibus sem risco de entalar, ou .........................quando.....................(cada um completará isso, afinal cada um que sabe onde o calo dói).

Então, será que não vale a pena o esforço? Vale sim. Com responsabilidade, consciência, bom senso, para que seja algo que traga o bem, que melhore a vida e não que seja uma tortura. Escolha o que é que tortura, se é viver insatisfeita por conta disso e daquilo ou aprender a comer direito, com educação, com moderação, com qualidade, pelo menos no dia-a-dia normal.

Digo isso a mim mesma, sempre, porque sei do que me livrei ao emagrecer 53 kg, sei do que não quero mais me aproximar e, tendo aumentado o peso, tive lembrança clara do quanto certas coisas não são nada boas. Escolho me manter longe delas, cada vez mais e por isso, estou de novo tão bonitinha no meu comportamento.

Não sou melhor que ninguém, apenas estou numa fase boa, de retomada bem consciente e firme, então valorizo muito isso. Me apego, para que dure ao máximo, a tudo que isso me traz de bom;  à sensação gostosa de estar no comando do jeitinho que gosto e sei; e ao que quero e vou garantir para mim. Dsejo isso a vocês também.

Beijos e força!

 



 Escrito por Beth ?s 12h56
[] [envie esta mensagem]


 
  

 

Mais uma semana terminou e eu (Eba!) muito satisfeita com o meu comportamento no geral. Fui disciplinada, mesmo em siuações especiais e até quando me servi de algo mais calórico, foi com moderação, tendo planejado antes.

Assim foi no almoço de aniversário de uma colega e também na noite de sábado, quando fui com o meu filho, o meu marido e o ex-marido com sua namorada, a uma pizzaria/creperia rodízio (idéia do meu filho, que veio ao RJ passar o fim de semana e quis comemorar em petit-comité familiar as mudanças bacanas na sua vida.)

Foi agradável, com muito riso e muita conversa. Ir a um rodízio não precisa ser sinônimo de comer até estufar. A crença de que por ser preço único, então tem que comer muito, é coisa de cabeça de gordo e pobre... já dizia a minha orientador do VP! rs Então, me planejei para pensar com cabeça de magra (ou, pelo menos, gordinha educada e, se não rica, ao menos remediada...rs).

Tirando a brincadeira, eu sei que esse tipo de lugar é mesmo tentador e pode levar à jacada, se não houver concentração e determinação. Muitas vezes fui lá e a outros lugares e tive comportamento maravilhoso, outras nem tanto e em outras, ainda, eu fui bem feiosa.  Tenho meus altos e baixos como qualquer um.

Mas, estou numa fase bonitinha, não é? Então, eu lembrei como fiz em outras tantas vezes, mesmo na fase áurea do emagrecimento, para aproveitar sem me estrepar. Fui seletiva e dentre os sabores que gosto, aceitei somente as que adoro. E embora lá as fatias sejam finas, eu pedia ao garçon p/ que as minhas fatias fossem a metade do normal, ao comprido. Só a de banana com açúcar e canela (a única doce que comi) eu comi a fatia inteira, com 1/3 de bola de sorvete de creme por cima.

E os outros 2/3 da bola de sorvete? Ficaram para o meu marido e o meu filho. Não foi radicalismo. É que eu estava satisfeita, encerrando minha lindinha participação no rodízio com chave de ouro e uma bola inteira era sorvete demais para pouca pizza.

Ainda saí no lucro, pois tinha me programado p/ comer uns 2 pedacinhos de quiche, que antes também tinha nesse rodízio, mas não tinha (saiu do cardápio atual) e 1 crepe pequeno, mas na hora H desisti, não deu vontade mesmo.

Saldo positivo. Saí de lá satifeita, mas sem qualquer sensação de estufamento, sem ter passado vontade, numa boa.

Sábado foi um dia especial também por ser um dos meus aniversários de casamento. Em 4 de julho é aniversário de casamento 'na prática', ou seja, quando passamos a viver juntos (já se vão 12 anos e meio). E em 4 de dezembro comemoramos aniversário de casamento 'formal', quando oficializamos, casando no civil (11 anos). Daqui a uns dias, vamos comemorar 14 anos de namoro. Delícia!

O domingo foi de praia, linda, gostosa, o mar uma piscina, o sol quentíssimo, tirei aquela cor 'amarelo esverdeado hepatite' que estava ostentando ultimamente e que não me cai bem.

Fui sozinha, pois o maridão ficou em casa com uma gripe que eu, primeiro, achei que fosse só cansaço com um resfriadinho, mas o bicho pegou, ele ficou malzão, com muita febre e me deu até remorso tê-lo abandonado daquele jeito. Mas eu não sabia que era tudo isso...Bom, ele já foi ao médico, já está com remédios, de repouso, licença médica e logo estará show de bola.

À noite, uma chuvarada que Deus mandou, lavou a cidade, alagou muitos pontos, uma loucura para o filho viajar de volta para SP, atrasou tudo, mas o importante é que foi bem, chegou bem.

Hoje é segunda-feira, estou bem disposta, alegre, queimadinha como gosto, mais uma semana que estou comprometida a fazer o melhor possível e caprichando para ser um possível bem lindão.

Obs.: Interrompi um instantinho a redação deste post para ir em uma das salas de reunião cantar parabéns p/dois colegas aniversariantes. Na mesa, 2 bolos lindos, um de morango e outro de abacaxi, repletos de marshmallow. Adoro, mas declinei, tranquilamente. Não estava com apetite (já tinha tomado meu suquinho de uva, no lanche) e juntei isso com a disciplina, pois não estava nos meus planos comer bolo hoje. Sem dor. Ao contrário, fiquei bem orgulhosinha de mim.

E assim, vou aproveitando a boa fase, gravando em mim a sensação boa que ela me traz, para que ela seja duradoura, afinal o benefício é meu! Não é um dia de cada vez? Mas é um seguido do outro, se for aos 'soluços', um dia sim e outro não, acabo ficando no mesmo lugar, e não é um lugar que me favoreça.

Vamos combinar então? Sem soluços tá? Tenham uma linda semana, bem feliz e proveitosa!

Beijinho



 Escrito por Beth ?s 16h32
[] [envie esta mensagem]


 
   CHEGOU DEZEMBRO!

Semana até aqui bacaninha, tudo nos eixos. Estou bem. Ou quase. É que à noite, tem batido de novo uma ansiedade esquisitinha, perto da hora de dormir. Respiro fundo, a Valeriana Officinalis dá uma forcinha e tudo passa.


No fundo, sei que isso é devido a algo que preciso resolver com urgência, algo que protelei por falta de tempo (e também por não ter priorizado, indevidamente). Mas sou muito cri-cri. Quando cismo que não quero encarar uma coisa, porque acho injusto etc., fico empurrando com a barriga, até que não dá mais.Agora, tenho poucos dias p/ tratar do assunto. Vou tratar, claro. E pelo menos por isso, não terei mais a tal ansiedade.


Tirando isso, estou ótima. E muito satisfeita com o meu comportamento, que está uma lindeza. Me programo direitinho, cumpro minha programação com tranquilidade, se algo imprevisto gera necessidade de adaptações eu as faço numa boa e tudo está bacaninha. Sou eu, de novo, no comando, serenamente. Bandeira da Beth tremulando novamente...rs


Outro dia, para não perder a carona do marido, saí às pressas de casa para o trabalho e esqueci os meus lanchinhos do dia e a sobremesa do almoço (suco, frutinha picadinha e iogurte, cada um para um momento) na geladeira de casa. Não me apertei, não fiquei sem lanchar e nem saí comendo bobagem por causa disso.


Hoje mesmo, tomei meu leite batido no café da manhã, mas não quis complementar com mais nada porque havia programado (por estar muito a fim) comer pão de queijo. Então, no caminho do trabalho, há uma lanchonete que sempre tem pãozinho de queijo bem quentinho. Pelo meu planejamento, eu comeria 2 unidades, são pequenos.


Chegando lá, preso na vitrine, o cartaz informando: Pão de queijo – 3 por 1,50; 7 por 3,00 e mais outra composição que não me lembro.  Ou seja, uma indução ao ‘coma pelo menos 3’ ou ao ‘se comer 7 paga apenas 6’ etc. E eu só vejo as pessoas comprando essas porções 'pré-planejadas' pela casa! Ou compram 3, ou compram 7 ou compram 10...


Tô fora!  No caixa, entreguei 1,00 por 2 pãezinhos de queijo. O senhor me olhou intrigado, sem dizer nada, mas com cara de ‘dois???’ . Perguntei com carinha de 'engraçadinha': ‘Posso querer só 2, não posso?’. Ele sorriu e, muito docinho, respondeu: “Aqui o freguês é quem manda!”. E eu paguei e comi exatamente os 2 pãezinhos programados.


Houve tempo, no passado obeso mórbido e totalmente deseducado, em que eu, com toda certeza, acharia um super benefício aproveitar a ‘promoção’ e comer mais do que devia. Quantas vezes, pensando em comer 2 salgados, eu comi 3 e mais 1 doce, só porque era a promoção do dia, da semana, do mês...?


Ou seja, eu achava que estava em vantagem! Na maior parte das vezes, já estava comendo salgados fora de hora, p/ compensar refeições principais não realizadas (por mau hábito), ou simplesmente porque o cheirinho me atraiu e se me atraía, eu tinha que ceder (por mau hábito), ou simplesmente porque eu sabia que naquele lugar onde estava passando tinha salgadinho delicioso e ‘tinha que aproveitar estar por ali p/ saborear’ (por mau hábito) etc..


Aí, me deparava com a ‘oferta’ e achava ‘imperdível’! E comia o terceiro, mais o doce, afinal saía tudo por apenas, apenas, apenas... MAIS DO QUE EU IRIA PAGAR COM OS 2 SALGADOS!


Hoje não consigo me imaginar fazendo isso, pelo menos não assim, meramente pela oferta, comandada pela gula e maus hábitos. E me gratifico demais por isso, foi uma mudança importante. Longe de ser santa, já que nem pretendo mesmo, mas sem esse absurdo que praticava antes.


Então, isso que para muita gente parece tão bobo, imagina, o que tem demais pedir 2 pãezinhos de queijo em vez de 3 é, sim, muito relevante para quem já teve  uma rotina tão doida em questão de alimentação e não pensava antes de fazer as coisas, antes de fazer essas escolhas. E por isso chegou ao peso, ao tamanho, ao risco que cheguei e que sei direitinho quanto trabalho, quanto esforço, quanta mudança foi empregada, dia após dia, para reverter. E que se não for algo praticado,  naturalmente sem paranóias, no dia-a-dia, para sempre, a casa cai.

 

 

Assim é nas barraquinhas diversas que existem perto do trabalho, vendendo bala, chocolate, docinho, jujuba etc., uma variedade danada de tranqueirinhas. Não costumo sempre comprar coisas nelas. Mas, às vezes, uma bananadinha sem açúcar. Raramente, dá vontade de algo como, por exemplo, um pingo de leite. Aí, está lá a plaquinha: 0,20 a unidade, 6 por 1,00. Eu vou e compro 1 unidade. E o carinha fica perguntando se não quero 1 lote, que vem um a mais, porém, eu dou os 0,20 por uma só e pronto.

Seria vantagem financeira comprar o lote? Sim. Mas por mais educadinha que eu seja ou tente ser, se pegar 6 pingos de leite e deixar na bolsa, ou na gaveta do trabalho, eu vou acabar pegando um, depois outro... a menos que eu saia distribuindo entre os colegas. Melhor não arriscar. Até porque, sinceramente, 1 unidade, só p/ adoçar a boca eventualmente, basta.


E eu prefiro mil vezes, se for para comer um doce ‘de verdade’, comer algo mais interessante, eu diria até orgástico do que um monte de pingo de leite! Rs Então, está tudo direitinho. O balancete de meio de semana mostra saldo muito positivo, estou contentinha comigo mesma.


Hoje é 1º de dezembro. Me dei conta de que em 4 semanas, o ano vai embora. Que coisa! No fim de semana começaremos a arrumar a casa para o Natal. Como os que me conhecem a mais tempo sabem, não sou animadona para o Natal, mas este ano estou disposta a aderir um pouco mais cedo, entrar no clima, afinal meu marido gosta tanto, os filhos também, vou tentar deixar mais de lado as sensações e, talvez, trauminhas que geralmente me deixam mais angustiada e ansiosa do que feliz nesta época. E, sendo uma escolha, pode dar certo.


Não vamos poder montar a nossa árvore de Natal, porque o Luke com toda a certeza não a deixaria de pé, acabaria com tudo em 2 segundos. Imagine só, ele ia pensar que aquelas bolinhas todas eram dele! Vamos usar só enfeites suspensos, bem como a guirlanda na porta, vou ver o que invento para ser ‘uma árvore diferente’ este ano. Aquela 'criança canina' não tem juízo algum para isso, vamos inovar para evitar estragos e principalmente para que ele não se machuque, não coma bola de Natal, não pense que os nossos anjinhos etc. são mordedores! rs


Então, já para entrar no clima, o blog a partir de hoje passa a ter sempre um enfeitinho comemorativo das Festas, ta?


Ah! Um alerta! Pessoal, eu não uso o e-mail HOTMAIL para nada, além de acessar o MSN. Por favor, não enviem mensagens para lá, porque eu nunca entro e não vou ler. Usem sempre o Gmail, está bem? Esse, eu abro diariamente.


Tenham uma ótima continuação de semana. Tudo de bom! Feliz Dezembro!


 

Natal

 



 Escrito por Beth ?s 10h56
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Livros, Praia, Dançar, Curtir a vida
MSN -



EU ERA ASSIM  

ESTOU ASSIM Meu nome ? Elizabeth, sou conhecida como Beth
Analista de Sistemas, especialista em Metodologia, Processos e Qualidade em TI, Ger?ncia de Projetos,An?lise de Neg?cios, Auditora ISO, sou leonina do dia 10/08, carioca da gema, moro na minha na cidade maravilhosa (RJ), adoro fazer amizades, sonhar, ler, escrever, sou casada c/ Vicente - meu grande amor, m?e do Alexandre, um filh?o maravilhoso, que ? universit?rio e "boadastra" da Mimi, minha enteadinha adolescente linda a quem chamo aqui de filhotinha.

Meu e-mail: beth.ebprs@gmail.com
Meu MSN: ebprs@hotmail.com



Objetivo deste Blog: Compartilhar meu processo de reeducação alimentar e mudança de hábitos que resultou no meu emagrecimento, me tirou da obesidade mórbida e me ensinou e ensina tanto!



Meu processo: Fui beb? 'cheinho',crian?a de peso normal, na adolesc?ncia tinha ?timo corpo. No in?cio da fase adulta comecei a engordar c/facilidade em fun??o de uma mudan?a p/ pior dos h?bitos alimentares e tb devido a dificuldade que tive em enfrentar alguns problemas pessoais, decep??es e m?goas que se transformaram em Kg a mais (eu as COMI). Durante anos optei por m?todos indevidos, tomei rem?dios, f?rmulas, inje??es, fiz dietas mirabolantes e isto tudo me ajudou a virar uma sanfona que cada vez abria mais e fechava menos. Cheguei ao auge da obesidade c/ 140 kg e dei o basta. Primeiro, fiz um pequeno controle que me ajudou a emagrecer quase 5 kg. Depois, entrei para o Vigilantes do Peso, onde emagreci 53kg c/equil?brio, seguran?a e muita alegria. Aprendi muito, o caminho foi t?o importante quanto os resultados. Eliminei 53 kg com o método do Vigilantes do Peso e atividade física. Aumentei depois alguns kg e agora prossigo, para reconquistar a minha meta e mantê-la para sempre.

Cr?ditos Imagens: Google
Comunidade no Orkut!


Comunidade Orkut: Eu sou f? da Beth - A Conquista! criado com carinho pela amiga Lili (obrigada, lindinha!)
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2052374


 
Clique AQUI e veja
o que eu como!




HIST?RICO
 01/01/2011 a 15/01/2011
 16/12/2010 a 31/12/2010
 01/12/2010 a 15/12/2010
 16/11/2010 a 30/11/2010
 01/11/2010 a 15/11/2010
 16/10/2010 a 31/10/2010
 01/10/2010 a 15/10/2010
 16/09/2010 a 30/09/2010
 01/09/2010 a 15/09/2010
 16/08/2010 a 31/08/2010
 01/08/2010 a 15/08/2010
 16/07/2010 a 31/07/2010
 01/07/2010 a 15/07/2010
 16/06/2010 a 30/06/2010
 01/06/2010 a 15/06/2010
 16/05/2010 a 31/05/2010
 01/05/2010 a 15/05/2010
 16/04/2010 a 30/04/2010
 01/04/2010 a 15/04/2010
 16/03/2010 a 31/03/2010
 01/03/2010 a 15/03/2010
 16/02/2010 a 28/02/2010
 01/02/2010 a 15/02/2010
 16/01/2010 a 31/01/2010
 01/01/2010 a 15/01/2010
 16/12/2009 a 31/12/2009
 01/12/2009 a 15/12/2009
 16/11/2009 a 30/11/2009
 01/11/2009 a 15/11/2009
 16/10/2009 a 31/10/2009
 01/10/2009 a 15/10/2009
 16/09/2009 a 30/09/2009
 01/09/2009 a 15/09/2009
 16/08/2009 a 31/08/2009
 01/08/2009 a 15/08/2009
 16/07/2009 a 31/07/2009
 01/07/2009 a 15/07/2009
 16/06/2009 a 30/06/2009
 01/06/2009 a 15/06/2009
 16/05/2009 a 31/05/2009
 01/05/2009 a 15/05/2009
 16/04/2009 a 30/04/2009
 01/04/2009 a 15/04/2009
 16/03/2009 a 31/03/2009
 01/03/2009 a 15/03/2009
 16/02/2009 a 28/02/2009
 01/02/2009 a 15/02/2009
 16/01/2009 a 31/01/2009
 01/01/2009 a 15/01/2009
 16/12/2008 a 31/12/2008
 01/12/2008 a 15/12/2008
 16/11/2008 a 30/11/2008
 01/11/2008 a 15/11/2008
 16/10/2008 a 31/10/2008
 01/10/2008 a 15/10/2008
 16/09/2008 a 30/09/2008
 01/09/2008 a 15/09/2008
 16/08/2008 a 31/08/2008
 01/08/2008 a 15/08/2008
 16/07/2008 a 31/07/2008
 01/07/2008 a 15/07/2008
 16/06/2008 a 30/06/2008
 01/06/2008 a 15/06/2008
 16/05/2008 a 31/05/2008
 01/05/2008 a 15/05/2008
 16/04/2008 a 30/04/2008
 01/04/2008 a 15/04/2008
 16/03/2008 a 31/03/2008
 01/03/2008 a 15/03/2008
 16/02/2008 a 29/02/2008
 01/02/2008 a 15/02/2008
 16/01/2008 a 31/01/2008
 01/01/2008 a 15/01/2008
 16/12/2007 a 31/12/2007
 01/12/2007 a 15/12/2007
 16/11/2007 a 30/11/2007
 01/11/2007 a 15/11/2007
 16/10/2007 a 31/10/2007
 01/10/2007 a 15/10/2007
 16/09/2007 a 30/09/2007
 01/09/2007 a 15/09/2007
 16/08/2007 a 31/08/2007
 01/08/2007 a 15/08/2007
 16/07/2007 a 31/07/2007
 01/07/2007 a 15/07/2007
 16/06/2007 a 30/06/2007
 01/06/2007 a 15/06/2007
 16/05/2007 a 31/05/2007
 01/05/2007 a 15/05/2007
 16/04/2007 a 30/04/2007
 01/04/2007 a 15/04/2007
 16/03/2007 a 31/03/2007
 01/03/2007 a 15/03/2007
 16/02/2007 a 28/02/2007
 01/02/2007 a 15/02/2007
 16/01/2007 a 31/01/2007
 01/01/2007 a 15/01/2007
 16/12/2006 a 31/12/2006
 01/12/2006 a 15/12/2006
 16/11/2006 a 30/11/2006
 01/11/2006 a 15/11/2006
 16/10/2006 a 31/10/2006
 01/10/2006 a 15/10/2006
 16/09/2006 a 30/09/2006
 01/09/2006 a 15/09/2006
 16/08/2006 a 31/08/2006
 01/08/2006 a 15/08/2006
 16/07/2006 a 31/07/2006
 01/07/2006 a 15/07/2006
 16/06/2006 a 30/06/2006
 01/06/2006 a 15/06/2006
 16/05/2006 a 31/05/2006
 01/05/2006 a 15/05/2006
 16/04/2006 a 30/04/2006
 01/04/2006 a 15/04/2006
 16/03/2006 a 31/03/2006
 01/03/2006 a 15/03/2006
 16/02/2006 a 28/02/2006
 01/02/2006 a 15/02/2006
 16/01/2006 a 31/01/2006
 01/01/2006 a 15/01/2006
 16/12/2005 a 31/12/2005
 01/12/2005 a 15/12/2005
 16/11/2005 a 30/11/2005
 01/11/2005 a 15/11/2005
 16/10/2005 a 31/10/2005
 01/10/2005 a 15/10/2005
 16/09/2005 a 30/09/2005
 01/09/2005 a 15/09/2005
 16/08/2005 a 31/08/2005
 01/08/2005 a 15/08/2005
 16/07/2005 a 31/07/2005
 01/07/2005 a 15/07/2005
 16/06/2005 a 30/06/2005
 01/06/2005 a 15/06/2005
 16/05/2005 a 31/05/2005
 01/05/2005 a 15/05/2005
 16/04/2005 a 30/04/2005
 01/04/2005 a 15/04/2005
 16/03/2005 a 31/03/2005
 01/03/2005 a 15/03/2005
 16/02/2005 a 28/02/2005
 01/02/2005 a 15/02/2005
 16/01/2005 a 31/01/2005
 01/01/2005 a 15/01/2005
 16/12/2004 a 31/12/2004
 01/12/2004 a 15/12/2004
 16/11/2004 a 30/11/2004
 01/11/2004 a 15/11/2004
 16/10/2004 a 31/10/2004
 01/10/2004 a 15/10/2004
 16/09/2004 a 30/09/2004
 01/09/2004 a 15/09/2004
 16/08/2004 a 31/08/2004
 01/08/2004 a 15/08/2004
 16/07/2004 a 31/07/2004
 01/07/2004 a 15/07/2004
 16/06/2004 a 30/06/2004
 01/06/2004 a 15/06/2004



OUTROS SITES
 Site do Vigilantes do Peso
 Ação pelo semelhante
 Nutrella
 MC DONALDS - Tabela Nutricional
 Site ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
 Saudável.Info
 Vegê Gourmê - Blog da Chef Michele Maia
 Lu Francesa
 Selma Guerreira
 Meu Emagrecimento (Sara)
 Serei magra (Andreia)
 Renascer (Thuca)
 Valquíria
 Blog da Magui
 Neblina
 O sabor da vitória (Electra)
 Entretanto, eu (Jana)
 Diva esbelta e feliz (Diva)
 Miss Blueberry
 Vida boa é vida saudável (Cristy Costa)
 Diário light (Sylmara)
 Blog da Eloyza
 Veneno urgente (Flavia Rocha)
 Blog da Fafá
 Espelho light (Elaine)
 Blog da Cynthia (Londres)
 Agora eu emagreço (Aline) Brasília
 Never give up (Renata - Tita)
 Blog da Micha - RJ
 Homem também faz dieta (Carlos) RJ
 Jaqueline
 Mulher de Atitude - Cacau RJ
 Serei sereia (Fabi) RS
 A caminho da vitória (Elaine Regiane) SP
 Blog da Rogeria
 Blog da Georgia
 Escrevendo emagrecendo (Lisa)
 Diet Forever (Zá)
 Garotinha ruiva (o outro blog da Lu Russa)
 Dieta urgente (Luciana Alexandrino)
 Space Cris
 Tetê Sereiah
 Andréa Aoki
 Gordinha da Silva
 O sucesso da Lorena
 Renata sem firulas
 Valérie Roberto
 Arianna
 Clara - RJ
 Andréa Cordoniz
 Ana Carolina grávida
 Ana Carolina
 Miss Slim
 Drica (Paraty-RJ)
 Ada Sheila
 Anselmo
 Sueli
 Sol
 Kelly
 Jessica (Elite)
 Nilce
 Leila (Ninguém merece ser 3G)
 Fanta Diet
 Infobeso
 Cris Lopes
 Aline Tomaz (RJ)
 Roberta Alves
 Sue - gravidinha
 Cris fit
 Annie
 Novidades da Cris
 Leila Batista
 Clarita
 Rebecca sapeca
 Lua emagrecendo
 Brian
 Diario da bonita Andrea
 Marilia
 Marilia Vitória
 Aline Virtus
 Paula pra melhor
 Cristiane
 Teresinha
 Ana Cleide
 
 Marcia (Marquinhas)
 Pri 2
 Ludmila
 Lela
 Jana Carmen
 Pri emagrecendo...
 Luzluzinha
 Barbarella (Andrea Glauce)
 Raiane
 Luciana Kotaka
 Vanessa (Campinas)
 Patty emagrecendo de bem...
 Nanda (Idade da Pedra)
 Carlos Medeiros
 Lara
 Dani - Brasília
 Teresa Cristina
 Sisi
 Miriam - RJ
 Kaká
 Gabi e Ana Luiza
 Diário de Macherrie
 Catia
 Amanda Costa
 Rosimeyre
 Alice
 Walkiria
 Crizinha
 Char
 Lu Pinheiro
 Elisandra
 Lahys
 Cotidiano (Zany)
 Karen
 Kika
 Nicky
 O novo blog da Taty Carioca
 Isabela
 Lisandra
 Ju sem pressa
 VIGILANTES DA AUTO ESTIMA
 JT
 Barbarella
 Angelica Fernandes
 Claudia
 Lagarta de borboleta
 Alisson
 Nova Jacque
 Patty Roberta
 Michelle 2
 Elissandra
 Juliene
 Ana Paula
 Annie emagrecendo
 Lili Bolero
 Fernanda Betini
 Karina Torres
 Valqs
 Ana Telma
 Lilian Raquel (Lee)
 Cáritas
 Baxie
 Cacau II
 Renatita
 Nando Neri
 Isabelle
 Nanda
 Edite
 Way to go (Clara )
 Bartira
 BLOG COMER SEM CULPA
 Andreia Cantelli
 Lu Mme Light
 Magali
 Lu
 Aline RJ


VOTA??O
 D? uma nota para meu blog!